Tópico sobre História Universal e Arqueologia

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.



A "revelação" de Cláudio Torres não é nenhuma novidade para quem se interesse pelo tema da Reconquista. Como é óbvio, a cidade de Lisboa, tal como a grande maioria das localidades do Al-Andalus, era composta por população multiétnica e multireligiosa.



Mas aí está o problema, para quem se interessa! Isto devia ser algo que se aprende na escola, mas não, há que usar a disciplina para desde miúdos acreditar na nação e seus mitos da treta. E não critico portugal aqui, todos os países o fazem. Quem tinha razão era o Claude Levi-Strauss quando disse que a História é o nosso mito.

Citar
I am not far from believing that, in our own societies, history has replaced mythology and fulfils the same function, that for societies without writing and without archives the aim of mythology is to ensure that as closely as possible - complete closeness is obviously impossible - the future will remain faithful to the present and to the past. "Myth and Meaning Cracking the Code of Culture". 1995 [1979]pp. 43-43
Estatutos: Artigo 3º 1 - O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL É UMA UNIDADE INDIVISÍVEL CONSTÍTUIDA PELA TOTALIDADE DOS SEUS ASSOCIADOS.
____________________________________________
Os 10 Mandamentos do Sportinguista por Salazar  Carreira
http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=%22Os_dez_mandamentos_do_Sportinguista%22


A "revelação" de Cláudio Torres não é nenhuma novidade para quem se interesse pelo tema da Reconquista. Como é óbvio, a cidade de Lisboa, tal como a grande maioria das localidades do Al-Andalus, era composta por população multiétnica e multireligiosa.



Mas aí está o problema, para quem se interessa! Isto devia ser algo que se aprende na escola, mas não, há que usar a disciplina para desde miúdos acreditar na nação e seus mitos da treta. E não critico portugal aqui, todos os países o fazem. Quem tinha razão era o Claude Levi-Strauss quando disse que a História é o nosso mito.

Citar
I am not far from believing that, in our own societies, history has replaced mythology and fulfils the same function, that for societies without writing and without archives the aim of mythology is to ensure that as closely as possible - complete closeness is obviously impossible - the future will remain faithful to the present and to the past. "Myth and Meaning Cracking the Code of Culture". 1995 [1979]pp. 43-43

Era multi etnica/religiosa mas só na parte profunda do sul da Peninsula Ibérica é que havia uma maioria Islâmica, ou aliás durante a maior parte do controlo ou do rule Islâmico cá (ou enquanto os Muçulmanos não eram puxados para sul), tivemos uma maioria de Moçarabes (Cristãos que viviam nos territórios Arabes/Islâmicos), e que provavelmente só nos últimos 2 séculos ou após a Batalha de Navas de Tolosa onde os Muçulmanos perdem de vez a hegemonia ou a soberania na Ibéria (já que o Reino Nasrida de Granada virá tornar-se quase num estado cliente/vassalo de Castela) é que as elites arabes retiram-se de outras Cidades autora bastiões do Islão (Córdova especialmente que foi tida como Luz do mundo Árabe empatando com Damasco) vindo se a concentrar muito especificamente em Granada.

Curioso que também a própria Ibéria até ao fim do Al Andalus era tida como a província da Europa com maior percentagem e quantidade de Judeus por alguma margem, vista que à época de Rodrigo, o Visigodo era uma comunidade que não se sentia a vontade num Reino Cristão ou que pressentia que o Cristianismo e as suas bases profundamente anti-Judaicas/Rabinicas ou de Suspeição aos Judeus (o Cristianismo nasce como uma "seita" ou culto underground Judaico para se tornar na maior religião mundial) viram na galopante corrida islâmica desde o deserto árabe uma oportunidade de se tornarem mais livres ou de não sofrerem tanta ameaça à existência deles.

Não é nada ao acaso que 1492 marca em muito o futuro do mundo:

- O ultimo stronghold Islâmico da Ibéria cai.
- Decreto de Alhambra que ordena que muitos Judeus e Muçulmanos se convertam aos Cristianismo ou que saiam da Espanha e no que daí se criou (afirmação da Inquisição Espanhola de Tomás de Torquemada), diaspora Judaica em Portugal que virá a ser novamente  perseguida e culminada com a criação da Inquisição Portuguesa. Diaspora definitiva Judaica para outras partes do Mundo (Império Otomano, Holanda, França, Grã Bretanha). A bolha Judaica Sefardita da Holanda e Grã Bretanha irá em muito contribuir para a criação dos impérios rivais de Portugal e Espanha (Holanda, Inglaterra, França, Otomanos) e do Mercantilismo.
- Descoberta do Novo Mundo por Cristóvão Colombo e começo do Colonialismo Europeu na América com as suas devidas e conhecidas consequências.   





Assinala-se amanhã o 100.º aniversário de uma das maiores derrotas da história militar portuguesa: a batalha de La Lys.



Assinala-se amanhã o 100.º aniversário de uma das maiores derrotas da história militar portuguesa: a batalha de La Lys.

Mal equipados, mal preparados e abandonados à sua sorte por um governo germanófilo... Se não fossem os nossos aliados ingleses até poderiam ter fingido que os nossos soldados não tinham existido. Já nessa altura Portugal era governado por filhos da p***.


Que treta sensacionalista... A única coisa que interessa é saber quem detinha o poder político e militar em Lisboa e decerto que não eram os cristãos... Lisboa foi reconquistada aos islamitas evidentemente...

Nem os visigodos tomaram a península ibérica, pois não passavam de uma pequena minoria guerreira..., nem....

Vejam a lista das grandes batalhas campais travadas na PI entre cristãos e mouros... a última a do Salado em 1344... vejam as tremendas invasões de Almorávidas e depois de Almóadas...
« Última modificação: Abril 18, 2018, 12:24 pm por Erdos »
Aqui na America do Norte, chama-se Liberal History Wash...
Nao pensei que ja tivesse chegado ai...
Alias, a invasao dos mouros a Europa e consequentemente a Peninsula Iberica, nunca existiu, Al Andaluz nunca foi proferido antes do Sec. XXI...  :arrow:
I'M NEVER IN AND I CAN'T REMEMBER...
Aqui na America do Norte, chama-se Liberal History Wash...
Nao pensei que ja tivesse chegado ai...
Alias, a invasao dos mouros a Europa e consequentemente a Peninsula Iberica, nunca existiu, Al Andaluz nunca foi proferido antes do Sec. XXI...  :arrow:

Para além de fazeres uma avaliação pouco rigorosa, estás a generalizar de forma precipitada e sem fundamento...
Invictus, quem detinha o poder militar, judicial e administrativo em Lisboa quando o fundador la chegou?
Nem vou entrar em racas, religioes ou algo do genero, estou a falar mesmo e so de politica.
Mas brincamos ou que?
Se estas a falar na minha referencia ao history wash, e mesmo verdade e nao ha volta a dar, posso dar-te "n" exemplos.
I'M NEVER IN AND I CAN'T REMEMBER...
Invictus, quem detinha o poder militar, judicial e administrativo em Lisboa quando o fundador la chegou?
Nem vou entrar em racas, religioes ou algo do genero, estou a falar mesmo e so de politica.
Mas brincamos ou que?
Se estas a falar na minha referencia ao history wash, e mesmo verdade e nao ha volta a dar, posso dar-te "n" exemplos.

É óbvio que eram os Muçulmanos.

Mas não é essa questão que esteve na origem do meu reparo. O que está em causa é teres sugerido - absurdamente - a existência em Portugal de um movimento organizado de revisionismo histórico de matriz esquerdista. Isso sim, é brincar..
Aqui onde estou existe.

Em relacao a "noticia" comentada, que por acaso no outro dia ja tinha lido num post FB da comunidade portuguesa de Edmonton, eu vejo perfeitamente que ha uma tentativa de reescrever a historia, idealizei uma semelhanca ao que se passa aqui em que tudo o que e "muslim" e suas violentas facanhas, seja no presente, seja no passado, e lavado para que a aceitacao da cultura (aculturacao ao contrario, diga-se) se faca de forma pacifica e com vaselina...
Nao faco a minima ideia da cor politica do autor, mas quase que apostava que nao andara longe dos BE desta vida...
Se assim nao for, peco desculpa.
Se o caso for isolado e nao estiver a acontecer isso ai em Portugal, peco tambem desculpa, mas por aqui ja traumatiza e nao e pouco...
Peace  :arrow:
I'M NEVER IN AND I CAN'T REMEMBER...