SUGESTÕES, Análise e Prospecção de Jogadores

0 Membros e 5 Visitantes estão a ver este tópico.

@Ehrmantraut  mais um belo post.

Eu diria que DE é absolutamente prioritário, depois, é importante um extremo e um PL. O Acuña não é extremo de equipa grande e Raphinha/Jovane têm muitos jogos para ter minutos. Neste país é preciso ter poder de fogo.

No entanto, neste momento, não sei se o Sporting poderia dar 12 ou 13 milhões por um jogador, como falas. Longe disso. Dentro de um mercado ou dois quem sabe. No entanto referiste vários jogadores que poderiam ser úteis e nem tão caros assim são. De qualquer modo, como já referi neste fórum, o plantel deste ano está muito fraco e as contratações do Sporting têm sido todas falhadas ou subaproveitadas. Às acho que certos foristas devem saber mais de futebol que alguns responsáveis do clube  :lol: .
Vários bons jogadores a emergir na Ucrânia: Lunin, Shaparenko, Tsygankov, Buletsa, o já muito "martelado" por mim Supriaha. Vi parte do ultimo jogo do Dynamo por causa deste ultimo e foi outro jogador que saltou à vista: Maryan Shved, extremo direito do Karpaty. Não conhecia e fiquei impressionado. Marcou os 2 golos da vitória da sua equipa, o segundo num movimento de grande qualidade.

Jogador de 1997, com um percurso interessante, dado que foi contratado com 17 anos pelo Sevilla por 1M€, isto quando ainda tinham Monchi e o critério no scouting que todos conhecemos. Esteve por lá 2 anos entre juniores e equipa B, tendo este ano regressado à base (Karpaty) e sido um dos principais destaques na Ucrânia. Avançado móvel que parte da direita, procura movimentos interiores para procurar a baliza com o seu pé esquerdo, um bocado à Hulk. Não tem o físico de panzer do antigo jogador do Porto, mas tem uma mudança de velocidade incrível, e é muito descarado, parte para cima do defesa para o driblar. É virtuoso mas é um jogador muito directo e objectivo nas suas ações, procura sempre a maneira mais rápida de chegar à baliza contrária em vez de andar em rodriguinhos à volta dos defesas.

Jogador interessante, dada a sua qualidade, o facto de não formarmos jogadores com este perfil (Mané talvez seja o mais próximo, mas Shved tem o virtuosismo que falta ao português para ser extremo), e de representar um investimento residual por jogar numa equipa fraca. Não deve tardar o salto para o Dynamo Kyiv dada a política deste clube nos últimos anos (captar os grandes talentos locais enquanto são novos e formar uma base duradoura, ao invés de ir buscar brasileiros como o Shakhtar)



Pela ucrânia quem me impressionou aqui há uns tempos era este:


Entretanto não pegou no Partizan e voltou à ucrânia para jogar no Arsenal de Kiev. Parece ter facilidade em desiquilibrar através do passe.
E por falar em Partizan e desiquilibrar pelo passe, este é um talento:
Se o Baba Rahman quiser vir relançar a carreira a Portugal aceitava de bom grado.
Find what you love and let it kill you.
Se o Baba Rahman quiser vir relançar a carreira a Portugal aceitava de bom grado.
Também, também.
E por falar em Partizan e desiquilibrar pelo passe, este é um talento:

Gostei bastante. Usa os dois pés com facilidade, é preciso no passe, e foge aos adversários com facilidade. Estranho não ter pegado na Bélgica
O Kosovic precisa do contexto. Quanto melhores forem as ideias, melhor ele joga, melhor jogam os colegas em seu redor  e melhor joga a equipa. Não é aqui que o vai encontrar, though.
"If God had meant football to be played in the air, he would have put grass in the sky" - Brian Clough

“Quando treinava o Saragoça, um jogador veio ter comigo no início da época e disse-me, todo contente: ‘Mister, estou melhor do que nunca fisicamente.’ Olhei para ele e respondi-lhe: ‘Isso é a pior notícia que me podias dar. Agora vais estar em mais sítios errados mais vezes, c*****.’” - Juan Manuel Lillo
O Kosovic precisa do contexto. Quanto melhores forem as ideias, melhor ele joga, melhor jogam os colegas em seu redor  e melhor joga a equipa. Não é aqui que o vai encontrar, though.
Tenho a mesma opinião em relação ao Gauld. Foi pena como as coisas correram... Muita incompetência da parte do Sporting na sua gestão, e alguma culpa dele também, em ser demasiado 'boa onda' e aceitar tudo.

Welcome back btw  :great:
Tenho a mesma opinião em relação ao Gauld. Foi pena como as coisas correram...

Welcome back btw  :great:
E em relação a muitos outros também.

Foi completamente aleatório, só tenho lido, e pouco. Vou tentar vir mais a este tipo de tópicos :great:
"If God had meant football to be played in the air, he would have put grass in the sky" - Brian Clough

“Quando treinava o Saragoça, um jogador veio ter comigo no início da época e disse-me, todo contente: ‘Mister, estou melhor do que nunca fisicamente.’ Olhei para ele e respondi-lhe: ‘Isso é a pior notícia que me podias dar. Agora vais estar em mais sítios errados mais vezes, c*****.’” - Juan Manuel Lillo
Marco van Ginkel. Neste momento, não tem qualidade para o Chelsea mas é um jogador muito talentoso que pode fazer estragos em campeonatos mais fracos, como fez na Holanda e como acredito que fizesse no nosso. O ideal seria em definitivo ou um empréstimo com opção de compra.
Find what you love and let it kill you.
@Ehrmantraut, há aí tipo que honestamente não faço ideia de quanto custariam. Não há referências.

Eu sou um fã do Jairo, mas pensando nele como médio defensivo. Para mim é a melhor posição para singrar no futebol. Em Janeiro sairia pelo preço de compra ou pouco abaixo. Entretanto queriam (também) apostar nele médio como defensivo da equipa. Não tem acontecido. Eu acho que chegando seria logo o melhor 6 da equipa. O Batta é mais raçudo e até tem mais pulmão, mas o Jairo tem mais escola e é-lhe mais intuitivo meter a equipa a jogar.

Não sou fã do Petar. Acho que a única coisa que tem a mais que os nossos laterais é calma. É mais racional. Mas numa equipa pouco explosiva a sair como a nossa, não sei se é positivo ter mais calma e mais cabeça. Ontem estive a ver o Gala contra o Kasimpasa (ou algo do género) e estes têm lá um Popov a lateral que mete bolas na área com açúcar. O tipo não defende bem, mas teve lá 4 ou 5 bolas que mete na área, na cara do Nagamoto e são golos feitos. Menos 6 anos e um treinador que o ensinasse lá atrás...  :mrgreen:

Não ia buscar o Deiver. Já sei que esteve quase a vir para Portugal, mas não acho que seja um jogador com mentalidade para vingar.

Esquece lá o Jordan Ferri e o Man. Tu és mas é doido!  :lol: O Emre não deve ser muito bem visto pelo Sporting, pelo menos não foi por falta de sugestão.

Não gastava um cêntimo no Stanciu. Morutan e Nedelcu são aquela cena... sempre demasiado caros para o risco. O Steua não vende nada barato, pelo contrário, os jogadores que saem de lá raramente têm justificado o preço. Comprar pelo potencial e ter de dar duas épocas para integração não é fácil.

Não sigo a liga ucraniana. De vez em quando tropeço num ou outro jogador que me impressionam à primeira, mas é raro.

Gosto do Teun Koopmeiners. Qualquer dia falamos mais dele. Ele é aquilo que as pessoas esperam do Gudelj.  :lol:



Isto scounting activo era antes hoje em dia 80% das contratações/sondagens/descobertas são feitas por ofertas de agentes.

Activo? Mas receberes recomendações e seguires o jogador não é passividade. É óbvio que recebes dicas dos empresários, o trabalho deles é esse. Não é só negociar contratos.

Passividade é ficar a ver os vídeos no cadeirão do gabinete. Ser activo é recolher informação e analisar jogadores, sejam dicas de empresários, sejam resultado dos scouts que tens noutros países.

Se fossemos falar de algumas "sugestões" de empresários que foram recusadas pelo Sporting... Ui!  >:( ^-^ :(



Marco van Ginkel. Neste momento, não tem qualidade para o Chelsea mas é um jogador muito talentoso que pode fazer estragos em campeonatos mais fracos, como fez na Holanda e como acredito que fizesse no nosso. O ideal seria em definitivo ou um empréstimo com opção de compra.

O problema do Ginkel é que tem demasiado futebol para uma Eredivisie, mas pouco para um Chelsea.  Quando os clubes do nível intermédio se interessam por ele, são confrontados com um salário à Chelsea.  :inde:

“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
O problema do Ginkel é que tem demasiado futebol para uma Eredivisie, mas pouco para um Chelsea.  Quando os clubes do nível intermédio se interessam por ele, são confrontados com um salário à Chelsea.  :inde:

Sim, isso é verdade, mas quero acreditar que não é um salário proibitivo. Talvez esteja ao nível de um Coates, por exemplo. E se fizesse por cá o que fez na Holanda, seria mais do que merecedor desse salário.
Find what you love and let it kill you.
O problema do Ginkel é que tem demasiado futebol para uma Eredivisie, mas pouco para um Chelsea.  Quando os clubes do nível intermédio se interessam por ele, são confrontados com um salário à Chelsea.  :inde:

Sim, isso é verdade, mas quero acreditar que não é um salário proibitivo. Talvez esteja ao nível de um Coates, por exemplo. E se fizesse por cá o que fez na Holanda, seria mais do que merecedor desse salário.

O PSV até estava disposto a aguentar. Mas o que pedem pelo passe e o salário tornaram o negócio "pesado".
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Eberechi Eze

Medio ofensivo - Escocês / Nigeriano - QPR - geração 1998 - contrato até 2021



Daqueles casos que provam o quão fraquinho é o transfermarkt para avaliar o valor de jogadores. Lá está avaliado em 90k, quando só para aí por 100x esse valor o QPR abriria mão dele. A única esperança do Sporting o captar é se o QPR desce à League 1, e tendo em conta o pouco que jogam e terem como treinador Steve McClaren, isso está longe de ser uma impossibilidade.

Vi este jogo com o Sheffield e parte do de ontem com o Bolton, tendo Eze marcado em ambos, ficando claro que é o craque daquela equipa. Médio com um físico e capacidade de levar tudo à frente à Renato Sanches, mas com uma qualidade técnica incomparavelmente superior. Transmitiu-me as mesmas sensações de quando vi Pogba jogar pela primeira vez, está lá tudo: capacidade drible, de abrir espaço mesmo quando está cercado, facilidade em usar ambos os pés, chegada à área, remate exterior que é uma autêntica bomba. Cá seria um mimo a jogar como médio centro com as costas bem protegidas por um 6 que cobrisse muito terreno. Azar ser britânico (tem 3 nacionalidades diferentes) o que o inflaciona, mas nunca se sabe.
@Ehrmantraut, há aí tipo que honestamente não faço ideia de quanto custariam. Não há referências.

Eu sou um fã do Jairo, mas pensando nele como médio defensivo. Para mim é a melhor posição para singrar no futebol. Em Janeiro sairia pelo preço de compra ou pouco abaixo. Entretanto queriam (também) apostar nele médio como defensivo da equipa. Não tem acontecido. Eu acho que chegando seria logo o melhor 6 da equipa. O Batta é mais raçudo e até tem mais pulmão, mas o Jairo tem mais escola e é-lhe mais intuitivo meter a equipa a jogar.

Não sou fã do Petar. Acho que a única coisa que tem a mais que os nossos laterais é calma. É mais racional. Mas numa equipa pouco explosiva a sair como a nossa, não sei se é positivo ter mais calma e mais cabeça. Ontem estive a ver o Gala contra o Kasimpasa (ou algo do género) e estes têm lá um Popov a lateral que mete bolas na área com açúcar. O tipo não defende bem, mas teve lá 4 ou 5 bolas que mete na área, na cara do Nagamoto e são golos feitos. Menos 6 anos e um treinador que o ensinasse lá atrás...  :mrgreen:

Não ia buscar o Deiver. Já sei que esteve quase a vir para Portugal, mas não acho que seja um jogador com mentalidade para vingar.

Esquece lá o Jordan Ferri e o Man. Tu és mas é doido!  :lol: O Emre não deve ser muito bem visto pelo Sporting, pelo menos não foi por falta de sugestão.

Não gastava um cêntimo no Stanciu. Morutan e Nedelcu são aquela cena... sempre demasiado caros para o risco. O Steua não vende nada barato, pelo contrário, os jogadores que saem de lá raramente têm justificado o preço. Comprar pelo potencial e ter de dar duas épocas para integração não é fácil.

Não sigo a liga ucraniana. De vez em quando tropeço num ou outro jogador que me impressionam à primeira, mas é raro.

Gosto do Teun Koopmeiners. Qualquer dia falamos mais dele. Ele é aquilo que as pessoas esperam do Gudelj.  :lol:

Muito obrigado pelo feedback! Sempre enriquecedor ler as tuas opiniões aqui  :great:

Ucrânia também só vou apanhando jogos do Shaktar e Dínamo e resumos de mais 2 ou 3 equipas que me interessam.

Olha que o Ferri pelo menos até esta última jornada ainda não tinha calçado. Acho que perdeu em definitivo o lugar no Lyon, não sei exactamente o porquê já que este ano vi pouco deles. Mas no onze pelo menos acho que perdeu.
E agora algo um pouco diferente

Aleksandr Sapovalov. Avançado Estoniano da equipa B do Flora Talinn. So what, certo?, campeonato de treta.

Mas faltam uns pormenores: nomeadamente contar com 19 golos em 16 jogos na segunda liga da Estónia; e o facto de Sapovalov ter... 15 anos (geração 2003) e competir contra seniores.

Como é lógico ver jogos pela net deste rapaz é virtualmente impossível sem uma plataforma tipo wyscout ou algo do género, até porque pelo que sei estes jogos nem têm transmissão televisiva, portanto tenho de me fiar na informação disponível e nos poucos vídeos que andam por aí. Mesmo tendo em conta a amostra mínima, vê-se logo que este puto é uma fera. Anda em campo a brincar literalmente com homens que fazem dois dele. Muito veloz, bola cola ao pé, frio a finalizar, com pormenores de ponta experiente (manter a calma quando o guarda redes faz a mancha, contornando-o em vez de tentar o chapéu), facilidade em rodar sobre si próprio para finalizar com o pé que tem mais à mão... E depois tem cara de tipo pouco impressionado com o que faz, sem reação, porque isto de triturar jogadores seniores deve ser o pão nosso de cada dia.

Era captar,  se for preciso dar uns €€ ao pai / empresário por baixo da mesa e siga. Fight fire with fire. Especialmente porque após o 6-4 do Estónia sub16 vs seleção de Berlim sub16 onde ele marcou os 6 golos da sua equipa, não deve faltar muito até ser captado por uma equipa Alemã.

Deixo aqui uns vídeos com golos. Há outros, caso tenham interesse é pesquisar por "eesti u16" no youtube e encontram, ele marca em todos





Este não engana, Vylela.
Claro que tem 15 e pode não dar em nada, mas o potencial e a qualidade está lá.
Já o tinha referenciado por aqui, tal como o Henri Välja, médio centro de 16 anos.
A Premiun Liga estará ao nível de um Campeonato de Portugal, mas tem jogadores bastante interessantes.
Há clubes que transmitem os seus jogos através do Facebook e quem quiser ver alguns jogos poderá fazê-lo.
Este não engana, Vylela.
Claro que tem 15 e pode não dar em nada, mas o potencial e a qualidade está lá.
Já o tinha referenciado por aqui, tal como o Henri Välja, médio centro de 16 anos.
A Premiun Liga estará ao nível de um Campeonato de Portugal, mas tem jogadores bastante interessantes.
Há clubes que transmitem os seus jogos através do Facebook e quem quiser ver alguns jogos poderá fazê-lo.
Não tinha visto o teu comentário!  :great: É de facto fenomenal o potencial que revela, depois se será um craque de nível UCL já é impossível prever, mas a base está lá toda. O Välja não conheço, mas vou ver se encontro alguns vídeos dele para ter uma ideia.

Acho que da forma que o mercado está cada vez faz mais sentido em ter uma prospecção pro-activa e até "agressiva" em idades muito jovens (15, 16 anos). Quando é identificada uma lacuna numa posição e/ou numa geração em particular não deve haver problemas em colmatar essa lacuna no mercado, com jogadores que revelem qualidade e que representem um grau de risco pequeno para o rendimento que prometem vir a ter. Europa de Leste e África são os casos mais evidentes, mas por exemplo os Estados Unidos merece mais atenção. Na NASL e USL há muito rapaz de idade juvenil com grande talento (normalmente filhos de imigrantes de primeira geração, particularmente de países latinos) que não encontram condições para dar o salto naquele sistema (autêntico pay to win, é absurdo, meter um puto a jogar à bola num nível minimamente aceitável custa vários milhares de euros por ano a cada família, o que leva a que muitos desistam), mas que cá as teriam. Há lá talento (Mckennie, Pulisic, Tyler Adams, Sargent, Carleton, Weah, canadiano do Bayern que me escapa o nome, etc), vale a pena explorar.

Daqui a uns tempos faço um post com jogadores que se enquadram neste âmbito que (na minha opinião) seriam interessantes para o Sporting
Este não engana, Vylela.
Claro que tem 15 e pode não dar em nada, mas o potencial e a qualidade está lá.
Já o tinha referenciado por aqui, tal como o Henri Välja, médio centro de 16 anos.
A Premiun Liga estará ao nível de um Campeonato de Portugal, mas tem jogadores bastante interessantes.
Há clubes que transmitem os seus jogos através do Facebook e quem quiser ver alguns jogos poderá fazê-lo.
Não tinha visto o teu comentário!  :great: É de facto fenomenal o potencial que revela, depois se será um craque de nível UCL já é impossível prever, mas a base está lá toda. O Välja não conheço, mas vou ver se encontro alguns vídeos dele para ter uma ideia.

Acho que da forma que o mercado está cada vez faz mais sentido em ter uma prospecção pro-activa e até "agressiva" em idades muito jovens (15, 16 anos). Quando é identificada uma lacuna numa posição e/ou numa geração em particular não deve haver problemas em colmatar essa lacuna no mercado, com jogadores que revelem qualidade e que representem um grau de risco pequeno para o rendimento que prometem vir a ter. Europa de Leste e África são os casos mais evidentes, mas por exemplo os Estados Unidos merece mais atenção. Na NASL e USL há muito rapaz de idade juvenil com grande talento (normalmente filhos de imigrantes de primeira geração, particularmente de países latinos) que não encontram condições para dar o salto naquele sistema (autêntico pay to win, é absurdo, meter um puto a jogar à bola num nível minimamente aceitável custa vários milhares de euros por ano a cada família, o que leva a que muitos desistam), mas que cá as teriam. Há lá talento (Mckennie, Pulisic, Tyler Adams, Sargent, Carleton, Weah, canadiano do Bayern que me escapa o nome, etc), vale a pena explorar.

Daqui a uns tempos faço um post com jogadores que se enquadram neste âmbito que (na minha opinião) seriam interessantes para o Sporting

Por que não olhar ao sistema do Leverkusen? Tem uma rede de Scout bem montada (e bem remunerada) e depois tem voluntários que vão sinalizando jogadores. Eu já fui voluntário numa equipa de Primeira Liga e actualmente colaboro com uma equipa da Estónia, fazendo-o de forma gratuita. Estou curioso para se perceber como vai funcionar o Scouting do Sporting e qual será o critério.
Essa situação de voluntário já foi tentada, mesmo aqui no fórum, sem resultados. Os voluntários, posso dizer, inexcedíveis e jogadores sinalizados com qualidade, mas o Sporting não liga para a informação. Em várias direcções, mesmo na anterior.

Por que não olhar ao sistema do Leverkusen? Tem uma rede de Scout bem montada (e bem remunerada) e depois tem voluntários que vão sinalizando jogadores. Eu já fui voluntário numa equipa de Primeira Liga e actualmente colaboro com uma equipa da Estónia, fazendo-o de forma gratuita. Estou curioso para se perceber como vai funcionar o Scouting do Sporting e qual será o critério.
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
Essa situação de voluntário já foi tentada, mesmo aqui no fórum, sem resultados. Os voluntários, posso dizer, inexcedíveis e jogadores sinalizados com qualidade, mas o Sporting não liga para a informação. Em várias direcções, mesmo na anterior.

Por que não olhar ao sistema do Leverkusen? Tem uma rede de Scout bem montada (e bem remunerada) e depois tem voluntários que vão sinalizando jogadores. Eu já fui voluntário numa equipa de Primeira Liga e actualmente colaboro com uma equipa da Estónia, fazendo-o de forma gratuita. Estou curioso para se perceber como vai funcionar o Scouting do Sporting e qual será o critério.
Acredito que sim. Nem eu esperava outra coisa.

Enviado do meu MYA-L41 através do Tapatalk

Essa situação de voluntário já foi tentada, mesmo aqui no fórum, sem resultados. Os voluntários, posso dizer, inexcedíveis e jogadores sinalizados com qualidade, mas o Sporting não liga para a informação. Em várias direcções, mesmo na anterior.

Por que não olhar ao sistema do Leverkusen? Tem uma rede de Scout bem montada (e bem remunerada) e depois tem voluntários que vão sinalizando jogadores. Eu já fui voluntário numa equipa de Primeira Liga e actualmente colaboro com uma equipa da Estónia, fazendo-o de forma gratuita. Estou curioso para se perceber como vai funcionar o Scouting do Sporting e qual será o critério.
Acredito que sim. Nem eu esperava outra coisa.

Enviado do meu MYA-L41 através do Tapatalk
E se há clube que precisa de um departamento de Scouting é o nosso. Mas pronto, está lá o Manuel Fernandes e a sua equipa.  :wall:
"Esforço, Dedicação, Devoção e Glória"