Festival da Canção e Eurovisão

Gregory e 1 Visitante estão a ver este tópico.

A altura em que uma musica ganhou pela sua qualidade e nao pela vizinhança
Lordi - Hard Rock Hallelujah (Finland) 2006 Eurovision Song Contest Winner
« Última modificação: Maio 10, 2016, 14:21 pm por Paracelsus »
Quando nasci, não foi um choro que os médicos ouviram mas sim um rugido de uma leoa cheia de garra e que já estava destinada ao amor pelo seu clube.
Sporting é mais de que um clube...é um orgulho, o meu orgulho :)
Deve ter sido algo assim para o inédito  :lol:

Grande som  :mrgreen:
Gostos não se discutem...
Gostos não se discutem...

O Eládio Clímaco que o diga, que o velhote - na altura - ficou escandalizado com a vitória dos Lordi... :lol:

Ah grande Festival da Eurovisão!
Ainda cheguei a ver um bocado a final e só certas concorrentes salvam aquilo, porque a música geralmente é do mais pop e genérico possível, esses do Lordi apesar de não gostar muito deles, foram sem dúvida uma lufada de ar fresco na Eurovisão.
Não era mau pensado que quem seja responsável pela nossa participação pegasse no exemplo dos Lordi e tentasse levar uma banda que causasse impacto e não sejma apenas as cantoras pimba/pop azeiteiro que costumamos levar, porque sem esse impacto é ímpossivel fazer com que os habitantes das Sérvias ou das Letónias votem em nós. Por isso é que os nossos votos são sempre dos mesmos: os países com grandes comunidades de emigrantes.
Esta temática da Eurovisao interessa-me não tanto pelo aspecto musical (raramente a musica propriamente dita tem um mínimo de qualidade) mas sim pelo aspecto sócio-politico deste evento.

Algumas notas que acho merecedoras de relevo:

- Quer gostemos quer não, trata-se de um grande evento televisivo anual, que reúne audiências consideráveis nos países Europeus e Euro-Asiáticos. Apesar de todos os anos a torrente de criticas ser imensa, o festival da Eurovisao continua a ser apelativo para milhões de espectadores e a cativar a atenção momentânea dos media europeus.

- Para grande parte dos países da Europa ocidental, trata-se de um concurso com a data de validade já ultrapassada, com menor fulgor no interesse mediático e com participações excêntricas para tentar revelar algum desprezo pelo aspecto competitivo do evento.

- Para grande parte dos países do antigo bloco comunista, a Eurovisao e' um acontecimento nacional de grande relevo e importância. O aspecto competitivo e' fundamental e a escolha dos representantes pode assumir contornos de assunto de Estado. Gastam-se milhões no sentido de tentar obter a vitoria, que, quando acontece, e' vista como um sucesso nacional, que orgulha a nação vencedora. Não raras vezes os artistas vencedores são condecorados pelos regimes em vigor.

- O chamado voto politico e' uma constante: os países votam nos seus vizinhos ou nações que partilham a mesma etnia/historia. Alguém disse (com razão) que se a Rússia  (por exemplo) colocasse uma galinha a cacarejar no palco, a maioria dos países do bloco de leste pontuariam a performance com nota elevada. A própria natureza deste tipo de voto retira 'a partida qualquer expectativa de que a "melhor canção" ganha.

- Alguns produtores ingleses e norte americanos fazem fortunas com os países de leste, na tentativa desesperada destes de conseguirem a tão almejada vitoria. Pagam-se milhões por canções que em nada representam o pais e a sua cultura. Neste vale tudo competitivo, chega-se ao cumulo de anular o concurso interno para eleger o representante do pais apenas porque... o presidente da republica acha que a canção não vai ganhar o Euro Festival.

- Devido a estes factores externos, ultimamente, os vencedores dos Euro Festivais gozam de uma fama efémera, muitas vezes limitada aos países da sua região. Com a componente musical relegada para um plano secundário, dificilmente a Eurovisao será a rampa de lançamento para uma carreira internacional.

Nota final: Portugal devia participar, mesmo que em low budget, nem que fosse para divulgar os sons tradicionais Portugueses e a beleza das nossas melodias. Levar um rancho foclorico talvez não fosse ma ideia :)
Minoritariamente...pelo verdadeiro Sporting!

www.facebook.com/The-Hanging-Man-1733378720009340/
Esta temática da Eurovisao interessa-me não tanto pelo aspecto musical (raramente a musica propriamente dita tem um mínimo de qualidade) mas sim pelo aspecto sócio-politico deste evento.

Algumas notas que acho merecedoras de relevo:

- Quer gostemos quer não, trata-se de um grande evento televisivo anual, que reúne audiências consideráveis nos países Europeus e Euro-Asiáticos. Apesar de todos os anos a torrente de criticas ser imensa, o festival da Eurovisao continua a ser apelativo para milhões de espectadores e a cativar a atenção momentânea dos media europeus.

- Para grande parte dos países da Europa ocidental, trata-se de um concurso com a data de validade já ultrapassada, com menor fulgor no interesse mediático e com participações excêntricas para tentar revelar algum desprezo pelo aspecto competitivo do evento.

- Para grande parte dos países do antigo bloco comunista, a Eurovisao e' um acontecimento nacional de grande relevo e importância. O aspecto competitivo e' fundamental e a escolha dos representantes pode assumir contornos de assunto de Estado. Gastam-se milhões no sentido de tentar obter a vitoria, que, quando acontece, e' vista como um sucesso nacional, que orgulha a nação vencedora. Não raras vezes os artistas vencedores são condecorados pelos regimes em vigor.

- O chamado voto politico e' uma constante: os países votam nos seus vizinhos ou nações que partilham a mesma etnia/historia. Alguém disse (com razão) que se a Rússia  (por exemplo) colocasse uma galinha a cacarejar no palco, a maioria dos países do bloco de leste pontuariam a performance com nota elevada. A própria natureza deste tipo de voto retira 'a partida qualquer expectativa de que a "melhor canção" ganha.

- Alguns produtores ingleses e norte americanos fazem fortunas com os países de leste, na tentativa desesperada destes de conseguirem a tão almejada vitoria. Pagam-se milhões por canções que em nada representam o pais e a sua cultura. Neste vale tudo competitivo, chega-se ao cumulo de anular o concurso interno para eleger o representante do pais apenas porque... o presidente da republica acha que a canção não vai ganhar o Euro Festival.

- Devido a estes factores externos, ultimamente, os vencedores dos Euro Festivais gozam de uma fama efémera, muitas vezes limitada aos países da sua região. Com a componente musical relegada para um plano secundário, dificilmente a Eurovisao será a rampa de lançamento para uma carreira internacional.

Nota final: Portugal devia participar, mesmo que em low budget, nem que fosse para divulgar os sons tradicionais Portugueses e a beleza das nossas melodias. Levar um rancho foclorico talvez não fosse ma ideia :)
Assino por baixo.
Já há muito que não ligo ao festival pelo que está a bold.

Quanto ao facto de irem lá os pimbas da nossa praça...
95% das canções que concorrem são pimbas
Quem vota (a maioria) só conhece isso.

Adorei qundo foram os homens da luta, se é para gozar com aquilo que seja a sério!
Movimento PSN "Por um Sporting sem notáveis"

MyAnimeList
"Um em cada três lampiões é tão burro com os outros dois" Carlos Dolbeth
Bem o que eu adorei quando ganharam os LORDI

Realmente foi algo diferente
Portugal metia uma tuna como deve ser lá e limpava aquilo  8)
Provavelmente o melhor post relativamente às eleições :lol: :lol: :lol:
Que noite. Agora vou lá abaixo e ligar o camião e assustar os vizinhos. Após um pão com chouriço e uma sumol, vou fazer amor com a minha esposa como se não houvesse amanhã. Esta noite vou fazer de "Bruno de Carvalho". Vou lhe dar os 70% e um novo rumo.
É verdade , Portugal este ano nem concorreu pois não ?

Olha fizeram bem ... aquilo é só politiquices , é tudo a votar nos países irmãos e arredores

Eu sou do tempo em que era tradição em casa assistir-mos ao Festival da Eurovisão 
É verdade , Portugal este ano nem concorreu pois não ?

Olha fizeram bem ... aquilo é só politiquices , é tudo a votar nos países irmãos e arredores

Eu sou do tempo em que era tradição em casa assistir-mos ao Festival da Eurovisão 

Por motivos financeiros e por nestes ultimos anos os resultados terem sido fracos optou-se por não levar participação este ano.
Acho que fizemos bem.
Agora as votações são metade-metade, ou seja metade juri, metade votos por telefone, o que dá mais possibilidades a países que não tenham vizinhos de ganhar. Este ano venceu a Dinamarca (mas eu não vi, não faço ideia se foi justo ou não).

Mas sei que houve grande polémica por causa de um beijo lésbico numa das actuações. Parece que a Grécia, a Turquia e outros do leste Europeu nem queriam entrar se esse beijo acontecesse  :wall: mas aconteceu.  :mais:
É verdade , Portugal este ano nem concorreu pois não ?

Olha fizeram bem ... aquilo é só politiquices , é tudo a votar nos países irmãos e arredores

Eu sou do tempo em que era tradição em casa assistir-mos ao Festival da Eurovisão 

Portugal twelve ponts, le Portugal douze points  :dance:
É verdade , Portugal este ano nem concorreu pois não ?

Olha fizeram bem ... aquilo é só politiquices , é tudo a votar nos países irmãos e arredores

Eu sou do tempo em que era tradição em casa assistir-mos ao Festival da Eurovisão 

Portugal twelve ponts, le Portugal douze points  :dance:

Pois também és dessa altura  ;)
Eu quando era miúda adorava ver isto , agora já não acompanho  :inde:
O ultimo ano que ainda vi algo , foi quando foi lá aquela rapariguinha com aquela musica "senhora do mar " acho que era isso ...
Agora as votações são metade-metade, ou seja metade juri, metade votos por telefone, o que dá mais possibilidades a países que não tenham vizinhos de ganhar. Este ano venceu a Dinamarca (mas eu não vi, não faço ideia se foi justo ou não).

Mas sei que houve grande polémica por causa de um beijo lésbico numa das actuações. Parece que a Grécia, a Turquia e outros do leste Europeu nem queriam entrar se esse beijo acontecesse  :wall: mas aconteceu.  :mais:


A vitoria acabou por ser justa,no geral acabou por ser a melhor musica com a melhor interpretação.
O tal beijo foi na interpretação da Finlandia.
Nota final: Portugal devia participar, mesmo que em low budget, nem que fosse para divulgar os sons tradicionais Portugueses e a beleza das nossas melodias. Levar um rancho foclorico talvez não fosse ma ideia :)

Não direi um Rancho Folclórico, mas a verdade é que se tem registado um grande e louvável interesse pelo riquíssimo cancioneiro tradicional português por parte das novas gerações de artistas nacionais - muitas vezes envolto em roupagens mais actuais, o que nem sempre resulta . Por um lado, explora-se os efeitos do filão world music, por outro como natural consequência de uma reacção cultural dos povos ao fenómeno do federalismo europeu.
Curiosamente, os ranchos folclóricos foram uma criação do Estado Novo; mas quem mais e melhor "enobreceu" a música tradicional do nosso país foram as esquerdas ante e pós 25 de Abril - Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Fausto Bordalo Dias (quanto a mim, o mais genial de todos), Vitorino Salomé, etc. Essa esquerdalhada toda - que repugnou o fado como o Diabo da cruz, visto como coisa de marialva fascista - desenvolveu um grandíssimo trabalho de divulgação do cante alentejano, da música das Beiras e de Entre o Douro e Minho. Fizeram eles muitíssimo bem: Quebrou-se o falso mito do fado como expressão única de um povo - e eu até sou um grande apreciador de fado - dando a conhecer a diversidade cultural de um país pequeno mas imensamente denso.
« Última modificação: Maio 20, 2013, 16:41 pm por Juan Seminário »
Mais um do tempo em que o FC dava direito a serão em família! :great:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Finalmente um topico do Festival da Canção !!

Desde sempre que sou espectador assíduo deste espectaculo (da minha idade so conheço 2 ou 3 pessoas que gostam...), e apesar de gostar bastante, não posso concordar com o sistema de votações, que alem de ridiculo, tambem e um escandalo absoluto !!

Actualmente e de há uns anos para cá, os países votam por interesses ou no vizinho do lado, e isso tira imensa credibilidade ao espectaculo... então desde que os países do bloco de leste ou médio-oriente (Israel, que até ganhou em 1998, julgo, com um transexual) começaram a aparecer no certame, os países mediterrânicos ficaram sem qualquer hipoteses de vencer...

Pessoalmente, acho bem que Portugal não tenha participado, foi uma especie de murro na mesa, como a Italia fez há uns anos, se é para não passarmos da qualificação, então mais vale não gastar dinheiro na participação !!

Mesmo com grandes musicas, nunca conseguimos grandes classificações, a nossa melhor classificação foi um 6º lugar, com uma musica da Lucia Moniz, " o meu coração não tem cor", não gosto nada da musica, apesar de reconhecer que e festivaleira
Finalmente um topico do Festival da Canção !!

Desde sempre que sou espectador assíduo deste espectaculo (da minha idade so conheço 2 ou 3 pessoas que gostam...), e apesar de gostar bastante, não posso concordar com o sistema de votações, que alem de ridiculo, tambem e um escandalo absoluto !!

Actualmente e de há uns anos para cá, os países votam por interesses ou no vizinho do lado, e isso tira imensa credibilidade ao espectaculo... então desde que os países do bloco de leste ou médio-oriente (Israel, que até ganhou em 1998, julgo, com um transexual) começaram a aparecer no certame, os países mediterrânicos ficaram sem qualquer hipoteses de vencer...

Pessoalmente, acho bem que Portugal não tenha participado, foi uma especie de murro na mesa, como a Italia fez há uns anos, se é para não passarmos da qualificação, então mais vale não gastar dinheiro na participação !!

Mesmo com grandes musicas, nunca conseguimos grandes classificações, a nossa melhor classificação foi um 6º lugar, com uma musica da Lucia Moniz, " o meu coração não tem cor", não gosto nada da musica, apesar de reconhecer que e festivaleira

Vê lá tu Rui que pensava que tinha sido a Dulce Pontes  ^-^
Mas agora que falas nessa musica , realmente tenho a ideia que ficou bem classificada sim
Já foi à muito e olha a cabeça já não dá para mais  :inde:  :lol:
Nos ja levamos varias vezes ao festival a nossa cultura
como a Vania com - Senhora do Mar
e os Flor de Liz - Ruas do Amor

ambas levaram a cultura Portugesa ao espectaculo e o que conseguimos
foi um 15 e um 13 lugar na classificacao

Peco desculpa pela falta de acentos e cedilhas, mas os teclados ingleses na Universidade sao pobres :p

Na participacao dos Lordi, foi a unica vez que liguei para la para votar nelesxD
Fiquei tao radiante :p
e a abertura deles nofestival 2007 tambem e qualquer coisa
:)
Quando nasci, não foi um choro que os médicos ouviram mas sim um rugido de uma leoa cheia de garra e que já estava destinada ao amor pelo seu clube.
Sporting é mais de que um clube...é um orgulho, o meu orgulho :)