Leões de Portugal - Associação de Solidariedade Sportinguista

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.


Citar
#TrowbackTuesday
Foi dia 7 de Maio!
O fim de um trabalho de 2 anos, num momento arrepiante!
Obrigada Leões! 💚
#LeoesdePortugal #LdP #SolidariedadecomGarra #OmaiorVerdeeBranco #SportingClubedePortugal

Citar
BOLSA E DIPLOMA DE MÉRITO PARA FORTUNATO E PÉRICLES
Por Jornal Sporting
07 Jun, 2017
NOTÍCIAS
Leões de Portugal fizeram questão de mostrar o apoio aos seus atletas e reforçaram a crença em mais títulos

O desporto é uma actividade aconselhável à saúde humana, mas não é assim tão comum quanto isso associarmos gerações de atletas de 70 e 80 anos a competir por títulos mundiais. Mas existem e ainda bem. Péricles Pinto e António Fortunato representam o melhor que há no país e podemos dizer que nos orgulhamos que estes estejam no Sporting CP.

Os leões de Portugal agraciaram Péricles e Fortunato com as suas primeiras bolsas de mérito, iniciativa naturalmente apoiada pelo Sporting CP. No centro de dia leonino, dois dos maiores representantes do atletismo português em veteranos foram homenageados com um diploma de mérito e um apoio financeiro, que, como ambos reconheceram é um incentivo para a continuidade da prática desportiva na idade sénior e relevante para as despesas que a Federação de atletismo não cobre: "Quero agradecer a todos. O homem é atleta, mas também chora", começou por dizer Péricles Pinto, de 80 anos, visivelmente emocionado, prosseguindo pouco depois: "Desde os 21 que represento o Clube e sou o saltador [triplo salto, comprimento e em altura] em competição com mais campeonatos ganhos. Conquistei 31 medalhas de ouro, 29 de prata e nove de bronze e este diploma é um reconhecimento".

Ambos estarão em Aarhus (na Dinamarca) para o Campeonato da Europa, e António Fortunato, com 70 anos e representante nacional na categoria de 80 e 300 metros barreiras, deixou o agradecimento: "Fui campeão nacional por 138 vezes e é uma grande motivação ter o apoio dos Leões de Portugal. É um incentivo a que se cumpra o conselho de fazer desporto na idade sénior".

O centro de dia tem habitualmente 30 utentes e promove alguma interacção entre os mais velhos, em actividades tão diversas como a leitura, os passeios e os jogos tradicionais, entre eles a 'sueca' e o dominó. Os atletas são utentes habituais e foram aplaudidos aquando da entrega dos diplomas. O presidente da associação, António Menezes Rodrigues, vincou o apoio: "Esperamos que tenham um grande resultado no Campeonato da Europa. É gratificante podermos apoiar os atletas veteranos, já que isso produz efeito e mobiliza as pessoas desta idade a fazerem desporto".

O presidente da Associação Nacional de Atletismo Veterano, António Duarte Monteiro, reiterou o relevo do desporto sénior e o papel preponderante do Sporting CP no projecto: "Não conhecia o centro de dia. Sinto-me tão pequenino depois de ouvir estas duas 'almas', mesmo tendo sido atleta também. A ajuda aos atletas é muito importante e que todos os clubes sigam este exemplo. O Sporting CP é o clube mais eclético em Portugal. Não só pelas disciplinas que tem, mas pelos escalões de formação que apresenta".Voltámos aos atletas. Péricles é nome de estadista grego, um dos principais líderes da democracia ateniense de 500 e 400 A.C, mas o exemplo de superação passa de geração em geração. Nem depois da operação a uma hérnia inguinal (virilha), o saltador pensou em desistir: "Claro que não. Fui operado, recuperei e estou pronto a competir. Vamos colocando intensidades diferentes. Agradecemos do fundo do coração por este prémio, que considero justo. Represento o Sporting CP desde os 21 anos. Em Cabo Verde, sabíamos mais do Sporting CP do que quem estava na bancada. Para as competições, vou sempre com espírito de confraternização. Depois, o que vier por acréscimo melhor", realça, ele que chegou a ser treinado por Moniz Pereira, que caracterizou como "referência", mesmo não sendo um especialista nas modalidades de saltos em comprimento ou em altura.

Por fim, Fortunato assumiu o palco para dizer que o atletismo é a sua vida: "Por muito que se possa pensar que um atleta de 70 anos já não se sinta motivado, pessoalmente vejo-o como um erro. Com mais de 90 há muitos. Comecei aos 16 e 54 anos depois ainda cá ando. Vou correr até que a saúde me permita. É a primeira vez que recebo apoio do Sporting CP e é um incentivo extraordinário por ser o meu Clube. Podia ter saído, mas mantive-me fiel à causa".

A fechar, o velocista deu um conselho para a saúde dos companheiros de geração, explicando como a sua rotina é profissional e de cuidado permanente com a condição física: "Faço 30 a 35 provas por ano. Treino quatro vezes por semana. Faço ginásio, resistência, treinos ao ar livre e preparo-me consoante os momentos, de forma a atingir os picos de forma. Não bebo café, não fumo e tenho cuidado com a alimentação. Basta dizer que agora peso 72 e na tropa pesava 80 quilos. Vou dizer algo que os médicos costumam aconselhar: 'Pela sua saúde, mexa-se', rematou.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2017-06-07/bolsa-e-diploma-de-merito-para-os-campeoes-veteranos-fortunato-e