Daniel Carriço

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

E mesmo com todas as lesões que tem tido, e com o pouco tempo de jogo (principalmente fruto disso), o Sevilla renova com ele +3 anos. :clap:

O Daniel merece!
Sinceramente e dada a sua qualidade, espanta(ou)-me o percurso que tem vindo a fazer no plano internacional. Sempre lhe perspectivei uma carreira de fracas aspirações e em clubes de segundo plano. Enganou-me e fez para me contrariar!

Parabéns Daniel!
É verdade. Parabéns para ele, Penso que é um profissional de mão cheia e por isso merece.

No entanto continua a ser o mesmo Carriço, não se pode dizer que de repente virou craque... Continua um jogador útil, versátil, batalhador, excelente profissional mas não mais do que isso, ou seja, continua sem se destacar muito. No nosso Sporting continuaria a não ter lugar, ou melhor, até podia jogar, mas nunca seria titular, apenas útil.
GUIMARÃES 2012 - A cultura do mundo numa só cidade...
www.sportingateamorte.blogspot.com
Citar
Carriço deixa conselho. "Faz mais sentido renegociar com o Sporting e dar um passo atrás"

02 jul, 2018 - 18:15

Ex-capitão leonino fala num momento "complicado" em Alvalade. Sousa Cintra "terá muito trabalho" e candidato Frederico Varandas "sempre foi mais que um médico".

Daniel Carriço entende que os jogadores que rescindiram contrato com o Sporting devem "dar passo atrás". A Bola Branca, o central formado nos leões confessa dúvidas quanto ao desfecho de eventuais lutas judiciais.

"O Rui Patrício, neste momento, é impossível mas os outros jogadores têm que pensar bem. Até para os próprios advogados e juízes há sempre uma dúvida relativamente a quem pode vir a ganhar os processos. Faz mais sentido renegociar com o Sporting e dar um passo atrás. Para a imagem dos jogadores é sempre melhor não rescindir contratos e sair a bem", recomenda.

Toda a incerteza que paira sobre o presente e futuro dos leões não abonam a favor do clube de Alvalade. Carriço diz que "não vai ser fácil para o Sporting lutar pelo título". Cenário que pode ser amenizado com o recuo dos jogadores que rescindiram.

Carriço receia que o Sporting não consiga manter os níveis competitivos sem jogadores como William Carvalho, Bruno Fernandes ou Gelson Martins.

"Sem esses jogadores a equipa não está formada e teriam que ser feitas umas contratações", confessa o jogador do Sevilha.

Com mais de uma década de leão ao peito, o ex-capitão antevê dificuldades para Sousa Cintra "reunir as condições ideais para o Sporting".

"Terá que falar com todos os jogadores e muito trabalho a fazer neste curto espaço de tempo. Ainda por cima numa altura complicada, porque vem uma nova época", avisa Carriço.

Violência em Alcochete

Sendo um dos símbolos da formação leonina, Daniel Carriço não conseguiu fugir aos episódios do dia 15 de maio, na Academia de Alcochete. Carriço fala de uma situação "impensável" e que "nada a fazia prever".

"Sou sportinguista desde pequeno e, como é óbvio, é de uma tristeza profunda o que estava a sentir. Senti que o clube chegou ao limite e que era impensável ocorrer esse tipo de situações", desabafa.

O central realçou, pela negativa, o destaque dado em Espanha, país onde "normalmente falam do Real Madrid". "Foi negativo, não só para a imagem do Sporting, como para a de Portugal", lamenta.

Candidatura de Frederico Varandas

Em período de oficialização de candidaturas às próximas eleições no Sporting - 8 de setembro, Carriço elogia Frederico Varandas.

Jogador e médico cruzaram-se nos leões, onde desenvolveram uma "relação de amizade". Daniel Carriço fala de uma "pessoa que foi sempre muito respeitada no balneário".

"Dizia sempre o que tinha de dizer na cara, exigia sempre o máximo e a defesa dos interesses do clube. É um líder nato, tem uma liderança muito forte e é uma pessoa muito carismática. Sempre foi mais do que um médico", completa.


RR
Citar
DANIEL CARRIÇO NÃO ESCONDE DESEJO DE VOLTAR A ALVALADE
SEVILHA 02-07-2018 21:20
Por
Redação
Daniel Carriço confessou, esta segunda-feira, em declarações à Rádio Renascença, que gostaria de regressar ao Sporting. O jogador português, que representa o Sevilha, não escondeu o desejo de voltar a Alvalade.


«Mais tarde gostaria de voltar ao Sporting. Teria de pensar muito bem, porque tenho família, uma estrutura montada fora do país. Mas não se pode dizer nunca a nada e num futuro próximo nunca se sabe», sublinhou.


O defesa, de 29 anos, que tem mais dois anos de contrato com o emblema espanhol, disse ainda que esta não foi a sua melhor época: «Não foi o melhor a nível individual.»


A Bola