Futuro da Sporting S.A.D.

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?

Eles largam, assim que garantirem o deles.
"Ele não é estúpido" Mãe de Fgedegico Vagandas


Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?

Eles largam, assim que garantirem o deles.

Então ainda há dinheiro e futuro...certo ?
SPORTING ATÉ MORRER
Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?

Eles largam, assim que garantirem o deles.

Imagina que saem. Imagina que alguém resolve investigar o que aconteceu nestes quase 18 anos. Imagina que mesmo prescritos alguma factos são expostos. Imagina que quem entre mexa com o controle da banca. Imagina que alguém obriga a banca a um perdão parcial da divida e revisão de prazos e juros. Imagina que alguém obriga a banca a assumir as imparidades. Imagina, conspirativamente, que existem outros interesses e que tudo isto não passe de uma estratégia de eliminação de concorrência....Imagina!
Eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que os outros entendem!

Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.
Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?
A banca não larga, porque se o Sporting deixar de existir, passa a exister M€ em perdas na banca, bes e bcp, digo eu :think:
Solução?! Apenas a refundação!


ACORDA, SPORTING!!
Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?
A banca não larga, porque se o Sporting deixar de existir, passa a exister M€ em perdas na banca, bes e bcp, digo eu :think:

Sim, só para o BPI e BES são quase 30M de lucros anuais derivados da participação dos bancos na Sporting SAD
Pontos Chave que precisam de resolução:

1) Questão do Fair-Play Financeiro da UEFA: Como conseguir no final desta época desportiva obter um resultado positivo?

2) VMOC´S : Ao que parece com a incorporação da Sporting Património e Marketing na Sporting SAD após a conversão das VMOC´s continuamos a ter a maioria do capital da SAD. É assim???


1) - A direcção vai tratar disso, em mais uma operação cosmetica :shhh:... (Garantia de Godinho...) Pessoalmente, estou muito curioso para saber o que vai sair daí e qual a surpresa preparada por Godinho para cumprir as regras da Uefa.

Aposto claramente em Yuans :shifty:


2) - Certo.  Se a conversão dos VMOC's se verificasse (Coisa que nunca irá acontecer) perderiamos a maioria do Capita da SAD momentaneamente.

Com a entrada de 56 Milhões de €uros no Capital Social, via incorporação da SPM no capital da SAD, essa posição maioritaria do Sporting Clube de Portugal na Sporting SAD, estará sempre assegurada, independentemente da conversão dos VMOC's.



Ps: Este projecto de manter a SAD com estas contas, representa apenas a continuidade, e um chutar para a frente dos problemas do Sporting, como já fizeram anteriormente Soares Franco e José Eduardo Bettencourt. Godinho Lopes está apenas a executar o planeado por Soares Franco e Nobre Guedes.

O Sporting não tem VIABILIDADE FINANCEIRA com esta divida e o seu serviço de divida. Ou a Sporting SAD, avança para uma reestruturação de Divida que englobe um Hair Cut, e inevitaveis imparidades para BES e BCP, ou então será mais do mesmo, e não será um qualquer D.Sebastião que assuma a presidencia que salvará isto.

A continuidade da SAD nestes moldes não tem a minima viabilidade financeira. Seja com Goddinho, com Bruno ou com outra pessoa qualquer. Podem vir bons resultados desportivos, mas a SAD sem reestruturação, não tem viabilidade financeira.

Em ultimo recurso, A Refundação do futebol no Sporting Clube de Portugal.
Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?

Eles largam, assim que garantirem o deles.

Imagina que saem. Imagina que alguém resolve investigar o que aconteceu nestes quase 18 anos. Imagina que mesmo prescritos alguma factos são expostos. Imagina que quem entre mexa com o controle da banca. Imagina que alguém obriga a banca a um perdão parcial da divida e revisão de prazos e juros. Imagina que alguém obriga a banca a assumir as imparidades. Imagina, conspirativamente, que existem outros interesses e que tudo isto não passe de uma estratégia de eliminação de concorrência....Imagina!

  ;D
"Ele não é estúpido" Mãe de Fgedegico Vagandas


Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?
A banca não larga, porque se o Sporting deixar de existir, passa a exister M€ em perdas na banca, bes e bcp, digo eu :think:

Sim, só para o BPI e BES são quase 30M de lucros anuais derivados da participação dos bancos na Sporting SAD
Não estou a falar daquilo que eles ganham com o Sporting, mas daquilo que já lá "enterraram" nos emprestimos
Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?

Eles largam, assim que garantirem o deles.

Imagina que saem. Imagina que alguém resolve investigar o que aconteceu nestes quase 18 anos. Imagina que mesmo prescritos alguma factos são expostos. Imagina que quem entre mexa com o controle da banca. Imagina que alguém obriga a banca a um perdão parcial da divida e revisão de prazos e juros. Imagina que alguém obriga a banca a assumir as imparidades. Imagina, conspirativamente, que existem outros interesses e que tudo isto não passe de uma estratégia de eliminação de concorrência....Imagina!

  ;D

 :arrow:
SPORTING ATÉ MORRER
Gtony,

A questão dos Yuans, penso que não se põe. Segundo me lembro na altura, os regulamentos foram anunciados como uma forma de estancar o investimento de barões no futebol. E faz sentido. Se assim não for os clubes com "donos" metem sempre dinheiro nos clubes e compram quem querem e entendem ao preço que querem e entendem, sem terem que ter em atenção as receitas efectivas...

Não sei se é assim, mas tenho essa ideia. Fica a dúvida.

Uma pergunta que tenho em mente e não sei responder é se acabando com a SAD e passando o futebol e património para o Clube; 1º a equipa de futebol manter-se-ia na primeira liga? 2º O Sporting teria de absorver as dívidas da SAD ao ficar com o património?

Em relação às vmoc´s gostava de perceber o que vai acontecer com elas.
Estatutos: Artigo 3º 1 - O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL É UMA UNIDADE INDIVISÍVEL CONSTÍTUIDA PELA TOTALIDADE DOS SEUS ASSOCIADOS.
____________________________________________
Os 10 Mandamentos do Sportinguista por Salazar  Carreira
http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=%22Os_dez_mandamentos_do_Sportinguista%22
Johnfrusciante,

Há muitas maneiras de furar o regulamento e contornar essa questão, da forma como o capital entra no Clube.

2 Exemplos, Manchester City e Paris Saint Germain.

No PSG, as entradas de Petro$Dolares vão entrar sob a forma de patrocinio, neste caso através da Fly Emirates. Em vez de um defice anual de Dezenas Milhões de €, passarão a apresentar contas equilibradas. Os Cheques para Thiagos Silva's e Ibrahimovic's passa a ser passado pelo PSG, e não pelo Sheik.

Ou seja, o Sheik passará a patrocinar o PSG em vez o financiar. A Fly Emirates "equilibrará" o defice.

No Manchester City, será semelhante. As entradas de capital serão efectuadas nos mesmos moldes, através da Etihad.


No nosso Sporting, estou curioso para ver qual a forma que Godinho encontrará para equilibrar as contas para a Uefa.
Via patrocinio não será certamente.

Os Yuans :question:... virão sob outra forma, seja pela prestação de Serviços da Sporting SAD (Alcochete) ou por outra engenharia que Godinho arranjará.




Leão88,

Em caso de extinsão da SAD o Futebol ia parar se calhar aos distritais. As dividas da SAD morriam com a SAD. Ao Sporting Clube de Portugal, seriam apenas imputaveis os passivos que possui diante da SAD.


VMOC's

Esta é a actual estrutura accionista da SAD:



Esta será a futura estrutura accionista da SAD, Se os VMOC'S forem convertidos antes do aumento de capital que irá ocorrer com a fusão da SPM na SAD. Nesta situação perderiamos a maioria da SAD.



Esta será a futura estrutura accionista da SAD, Se os VMOC'S forem convertidos após o aumento de capital que irá ocorrer com a fusão da SPM na SAD.





Ou Seja, das duas Três.

Ou os VMOC's são convertidos pela BANCA em capital da SAD entre 2013 e 2016, e a BANCA fica accionista da Sporting SAD, e eventualmente em maioria se os VMOC's forem convertidos antes do aumento de capital via SPM. (Acontecimento que duvido que venha a acontecer)

Ou então, se os VMOC's não forem convertidos, o Sporting a partir de 2016, terá menos 47 Milhões de Capitais proprios e mais 47 Milhões em divida Financeira no seu balanço.

Ou por ultimo, o Sporting PAGA ao BES e BCP 47 Milhões de € até 2016.:lol:


Tão simples quanto isso.

Soares and JEB Cosmetic Style :inde:
Agradeço as respostas Gtony.

Temia isso mesmo, distritais e penso que deve ser visto como última alternativa. Devemos tentar tirar quem está no comando do Clube e a presença dos bancos em primeiro lugar, procurarando uma renegociação da dívida e criar uma estratégia desportiva e financeira com objectivos e curto, médio e longo prazo. Idas às Liga dos Campeões são essenciais e parece-em que temos mais que plantel para isso, mas com esta direcção duvido de tudo, a este passo mais depressa andamos a lutar pelo meio da tabela.

Um problema que me assusta realmente é que mesmo tirando esta gente do Clube, mesmo que se fizessem auditorias de gestão e responsabilizasse criminalmente os responsáveis pelo actuas estado do Sporting, com a ausência de património e com as percentagens ridiculas que detemos dos nossos jogadores não vejo estratégia possível. Era preciso andar a vendermos aos 100 milhões para obter valores úteis ao Clube após a distribuição pelos fundos.

Outras perguntas tem-se ideia de em quanto anda ao passivo do Clube? Suponho que seja semelhante ao da SAD, mas não tenho certeza. O que levou a que o Clube, sem futebol tenho um monstro destes? Não entendo honestamente como o Clube pode ter passivos tão grandes, é que na SAD percebo e vejo a origem mas não no Clube.
Estatutos: Artigo 3º 1 - O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL É UMA UNIDADE INDIVISÍVEL CONSTÍTUIDA PELA TOTALIDADE DOS SEUS ASSOCIADOS.
____________________________________________
Os 10 Mandamentos do Sportinguista por Salazar  Carreira
http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=%22Os_dez_mandamentos_do_Sportinguista%22
Não partilho do pessimismo geral e considero que a SAD tem viabilidade, desde que seja gerida com uma estratégia clara.

Mas antes um pequeno à parte. Não se confunda a grandeza e a história centenária do Sporting Clube Portugal com o momento menos feliz que o futebol profissional atravessa

Considero de um enorme cinismo e hipocrisia, certa imprensa querer ligar uma coisa à outra, assim como considero absurda a tentativa de nos comparar ao Belenenses ou Boavista.

O Sporting é uma força viva da nossa sociedade, a maior referencia nacional no futebol de formação, está bem representado em inúmeras modalidades, tendo ao longo da sua história dado ao desporto nacional algumas das suas maiores glórias como Joaquim Agostinho, Carlos Lopes, Fernando Mamede, Rui Silva, Naide Gomes, Francis Obikwelo, João Pina, Luís Figo, Cristiano Ronaldo, etc...

Nunca, nem nos melhores sonhos dos seus dirigentes, alguma vez o Belenenses ou o Boavista chegou sequer perto da nossa história e prestigio.

Aproveito para falar do Braga. Sem menosprezar os feitos que este clube tem conseguido nos últimos anos, muito fruto do labor do seu presidente, não queiram agora fazer dele um grande. O Braga não tem títulos, não tem modalidades, não tem história na formação. É verdade que vive um momento ímpar na sua história, mas é só isso. Um “momento”. Querer, de repente, colocar o Braga, no lugar que nos pertence por direito, fruto das nossas conquistas e história, é uma afronta.

Regresso à SAD. Vivemos um momento difícil, porque nos últimos anos foram tomadas decisões erradas, fruto da falta de estratégia e visão para o futuro de quem nos dirigiu e dirige. Contudo, relembro o seguinte, quando JEB se demitiu, era comum dizer-se que o clube ia “desaparecer”. Porém, para um clube que estava, segundo alguns, condenado, apareceram 5 candidatos à presidência, dos quais 4 foram a votos, e que conseguiram a proeza de seduzir treinadores como Frank Rijkaard, Marco Van Basten, Zico e Domingos. Para um clube que ia acabar, não está mal.

Todos os candidatos garantiram ter investidores, no caso do BdC, até se sentou ao lado deles. O candidato eleito, arranjou, seja por via de investidores externos, fundos, empresários, 35 ME para reforços. Isto seria possível num clube sem viabilidade, sem futuro?

Defendo que o Sporting pode vender parte do capital da SAD, sem comprometer a sua posição dominante, não é preciso ter 80% das acções como acontece agora. Por outro lado, nenhum clube do mundo, vive sem passivo, isso é uma utopia. Aliás qualquer grande empresa, tem passivo, acontece que suporta esse passivo, com os seus activos e um cash-flow positivo que lhe permite não só pagar o serviço da divida, como e alguns casos gerar liquidez para investimentos. Portanto não vai ser o Sporting a conseguir ter uma SAD com zero de divida, isso é irreal. O Sporting tem é de criar condições para ter os seus activos (jogadores) valorizados, e começar a ganhar com regularidade. Igualmente importante é fazer uma gestão cuidada de forma a tornar-se num sociedade solvente e geradora de balanços anuais positivos fruto da venda de activos e das receitas geradas pela participação na LC.


Não concordo com a ideia de apertar o cinto e voltarmos ao tempo do FSF. Aliás foi neste período que começamos a cavar o fosso para o slb e fcp, quando se achou que se podia viver quase em exclusivo da formação. Para nosso azar, os segundos lugares e a presença da LC, fruto de uma fornada de jogadores saídos da formação ímpar e do slb estar a viver uma situação desportiva semelhante à que vivemos actualmente, mascararam os problemas que se estavam a criar. Não só na vertente económica com a venda do património não desportivo, mas principalmente com o desinvestimento no futebol profissional. Foi este desinvestimento, somado ao episódio João Moutinho e á venda a preço de saldo do Miguel Veloso, que levou a que no final do consulado de JEB tivéssemos um plantel indigno para os nossos pergaminhos.

Defendo que o Sporting deve apostar na formação, mas não pode descurar o investimento na equipa principal de jogadores de qualidade, sendo por isso obrigatório que o plantel seja formado por uma uma mescla dos melhores da formação com atletas vindo de fora de inegável qualidade.

São públicos os números do passivo de slb e fcp. Em ambos os casos são maiores ou semelhantes ao nosso. Porque razão só o do Sporting é problema? Porque simplesmente já não se acredita neste projecto e nestas pessoas, porque a equipa perdeu a dinâmica de vitória, e os nossos activos perdem valor. Ao contrário, os nossos rivais ganham com regularidade, participam na LC e valorizam os seus activos, conseguindo sempre gerar boas mais valias.

Para terminar um texto que já vai longo. O Sporting precisa, de um projecto sério, alavancado em pessoas com visão estratégica e paixão pelo clube. Não pode ter medo de fazer sinergias com parceiros externos, desde que acautelados os interesses do clube. Não pode desinvestir no futebol, sob pena de perdemos em definitivo o comboio. Com pessoas sérias e dedicadas, e um projecto assente em bases realistas, a SAD tem futuro.

« Última modificação: Novembro 07, 2012, 18:08 pm por Nuno Lapa »
Excelente texto Nuno Lapa.

É realmente daquelas coisas encomendadas nem que seja pela parcialidade destes pseudo-jornalistas e opinadores de secretária que a comunicação social faz, muitas vezes impune (onde está um Presidente para mandar calar estes tipos?), sobre um cenário de calamidade e associar o insucesso do futebol com o resto do Clube e as suas modalidades, é uma afronta. O Clube é mal gerido no seu todo há muitos anos, no fundo esta ideia que se está a criar na opinião publica é apenas mais uma vil tentativa de nos mandar abaixo, é mais um sinal de alerta aos sócios, não deixar que aceitemos a desgraça, nós somos o Melhor.
« Última modificação: Novembro 07, 2012, 17:23 pm por HugoN »

Um pergunta: se a SAD se extinguisse, o futebol do Clube não poderia começar logo na primeira divisão abaixo dos escalões profissionais, a 2ª B?

É que, salvo erro, foi isso que esteve para acontecer com o Alverca. A SAD faliu e julgo que eles estiveram dois anos suspensos de todas as competições. Quando regressaram, tiveram oportunidade de recomeçar logo um escalão abaixo daquele onde estavam e só não o fizeram por não ter condições financeiras para tal, tendo que inscrever a equipa sénior na divisão mais baixa dos distritais da AF. Lisboa.

Lembro-me de ter lido isto na imprensa há uns anos atrás. Creio que foi assim.

Não partilho do pessimismo geral e considero que a SAD tem viabilidade, desde que seja gerida com uma estratégia clara.

Mas antes um pequeno à parte. Não se confunda a grandeza e a história centenária do Sporting Clube Portugal com o momento menos feliz que o futebol profissional atravessa

Considero de um enorme cinismo e hipocrisia, certa imprensa querer ligar uma coisa à outra, assim como considero absurda a tentativa de nos comparar ao Belenenses ou Boavista.

O Sporting é uma força viva da nossa sociedade, a maior referencia nacional no futebol de formação, está bem representado em inúmeras modalidades, tendo ao longo da sua história dado ao desporto nacional algumas das suas maiores glórias como Joaquim Agostinho, Carlos Lopes, Fernando Mamede, Rui Silva, Naide Gomes, Francis Obikwelo, João Pina, Luís Figo, Cristiano Ronaldo, etc...

Nunca, nem nos melhores sonhos dos seus dirigentes, alguma vez o Belenenses ou o Boavista chegou sequer perto da nossa história e prestigio.

Aproveito para falar do Braga. Sem menosprezar os feitos que este clube tem conseguido nos últimos anos, muito fruto do labor do seu presidente, não queiram agora fazer dele um grande. O Braga não tem títulos, não tem modalidades, não tem história na formação. É verdade que vive um momento ímpar na sua história, mas é só isso. Um “momento”. Querer, de repente, colocar o Braga, no lugar que nos pertence por direito, fruto das nossas conquistas e história, é uma afronta.

Regresso à SAD. Vivemos um momento difícil, porque nos últimos anos foram tomadas decisões erradas, fruto da falta de estratégia e visão para o futuro de quem nos dirigiu e dirige. Contudo, relembro o seguinte, quando JEB se demitiu, era comum dizer-se que o clube ia “desaparecer”. Porém, para um clube que estava, segundo alguns, condenado, apareceram 5 candidatos à presidência, dos quais 4 foram a votos, e que conseguiram a proeza de seduzir treinadores como Frank Rijkaard, Marco Van Basten, Zico e Domingos. Para um clube que ia acabar, não está mal.

Todos os candidatos garantiram ter investidores, no caso do BdC, até se sentou ao lado deles. O candidato eleito, arranjou, seja por via de investidores externos, fundos, empresários, 35 ME para reforços. Isto seria possível num clube sem viabilidade, sem futuro?

Defendo que o Sporting pode vender parte do capital da SAD, sem comprometer a sua posição dominante, não é preciso ter 80% das acções como acontece agora. Por outro lado, nenhum clube do mundo, vive sem passivo, isso é uma utopia. Aliás qualquer grande empresa, tem passivo, acontece que suporta esse passivo, com os seus activos e um cash-flow positivo que lhe permite não só pagar o serviço da divida, como e alguns casos gerar liquidez para investimentos. Portanto não vai ser o Sporting a conseguir ter uma SAD com zero de divida, isso é irreal. O Sporting tem é de criar condições para ter os seus activos (jogadores) valorizados, e começar a ganhar com regularidade. Igualmente importante é fazer uma gestão cuidada de forma a tornar-se num sociedade solvente e geradora de balanços anuais positivos fruto da venda de activos e das receitas geradas pela participação na LC.


Não concordo com a ideia de apertar o cinto e voltarmos ao tempo do FSF. Aliás foi neste período que começamos a cavar o fosso para o slb e fcp, quando se achou que se podia viver quase em exclusivo da formação. Para nosso azar, os segundos lugares e a presença da LC, fruto de uma fornada de jogadores saídos da formação ímpar e do slb estar a viver uma situação desportiva semelhante à que vivemos actualmente, mascararam os problemas que se estavam a criar. Não só na vertente económica com a venda do património não desportivo, mas principalmente com o desinvestimento no futebol profissional. Foi este desinvestimento, somado ao episódio João Moutinho e á venda a preço de saldo do Miguel Veloso, que levou a que no final do consulado de JEB tivéssemos um plantel indigno para os nossos pergaminhos.

Defendo que o Sporting deve apostar na formação, mas não pode descurar o investimento na equipa principal de jogadores de qualidade, sendo por isso obrigatório que o plantel seja formado por uma uma mescla dos melhores da formação com atletas vindo de fora de inegável qualidade.

São públicos os números do passivo de slb e fcp. Em ambos os casos são maiores ou semelhantes ao nosso. Porque razão só o do Sporting é problema? Porque simplesmente já não se acredita neste projecto e nestas pessoas, porque a equipa perdeu a dinâmica de vitória, e os nossos activos perdem valor. Ao contrário, os nossos rivais ganham com regularidade, participam na LC e valorizam os seus activos, conseguindo sempre gerar boas mais valias.

Para terminar um texto que já vai longo. O Sporting precisa, de um projecto sério, alavancado em pessoas com visão estratégica e paixão pelo clube. Não pode ter medo de fazer sinergias com parceiros externos, desde que acautelados os interesses do clube. Não pode desinvestir no futebol, sob pena de perdemos em definitivo o comboio. Com pessoas sérias e dedicadas, e um projecto assente em bases realistas, a SAD tem futuro.



 :arrow:

Como já escrevi, mesmo que por outras palavras, tantos anos de "gestores" criminosos fizeram os Sportinguistas terem medo de caminhar. Esse é o maior desafio: perder o medo.
"Ele não é estúpido" Mãe de Fgedegico Vagandas



Um pergunta: se a SAD se extinguisse, o futebol do Clube não poderia começar logo na primeira divisão abaixo dos escalões profissionais, a 2ª B?

É que, salvo erro, foi isso que esteve para acontecer com o Alverca. A SAD faliu e julgo que eles estiveram dois anos suspensos de todas as competições. Quando regressaram, tiveram oportunidade de recomeçar logo um escalão abaixo daquele onde estavam e só não o fizeram por não ter condições financeiras para tal, tendo que inscrever a equipa sénior na divisão mais baixa dos distritais da AF. Lisboa.

Lembro-me de ter lido isto na imprensa há uns anos atrás. Creio que foi assim.



Sim é. a Leiria SAD esta na 2B enquanto o Leiria dos adeptos AF Leiria.
Bem, em 2/3 anos estávamos de volta ao topo...