Futuro da Sporting S.A.D.

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ai discordo contigo.
Um Sporting de contenção, nos serviços mínimos mas competente e organizado no mínimo lutava para o o 3/4 lugar.
Mas isso ja acontece nos últimos anos.
A diferença é o investimento, muito, e a competência, nenhuma.
Sempre Sporting!
Oh Stunner so nos e que ainda nos colocamos como rivais porto e benfica.

Qual foi a ultima vez que realmente lutamos com eles nos ultimos cinco anos??

A indiferenca deles para com o nosso clube neste momento e enorme.
Sporting Clube de Portugal
Refundação, extinção do cancro que é uma SAD nos moldes actuais e definir um novo padrão de gestão futebolística. É por aqui que acho que a solução poderá passar, no meu entender o actual Sporting não tem uma salvação que comparativamente seja melhor.
[/71%: VOCÊS SÃO PIORES QUE LAMPIÕESb]
Não aceito o olhar pessimista do Paracelsus apesar de concordar. Seria a única maneira de equilibrar as contas do Sporting o mais rapidamente possível mas isso significava e por isso não aceito, o fim do sonho e ilusão de um Sporting como clube grande. O fosso seria enormíssimo em relação aos rivais (que deixariam de ser rivais) e haveria uma machadada brutal no rejuvenescimento de novos Sportinguistas. Esse caminho era o fim de um Sporting Europeu. Poderiam argumentar que seria apenas uma mão cheia de anos mas todos nós sabemos que seria o baixar da guarda, o acomodamento e posteriormente seria brutalmente penoso voltar a erguer-se. Completamente contra o desinvestimento.

Nao indiquei aquele caminho tendo em vista uma maneira rápida de equilibrar as contas para depois voltarmos a ter condições de lutar por títulos, mas sim tendo por objectivo a própria sobrevivência/sustentabilidade do futebol do clube.

Depois da lógica financeira se tornar mais saudável e o Sporting ter condições para subsistir sem grandes sobressaltos pode  ser que existam condições para almejar títulos... e pode ser que nao :inde:, podemos acabar como um clube que luta sempre pelo 4-6o lugar e nao mais que isso.

Mas também pode suceder que se consiga proceder a este tipo de ajustamento de modo menos radical e como tal sem perder grande competitividade, e penso que é isso a que se referem... no entanto, para isso suceder é preciso existir uma fonte de financiamento que cubra a parada durante uns anos, algo que duvido muito que venha a acontecer, e também que a competência no futebol seja praticamente total com alguma regularidade, o que também me parece complicado num horizonte próximo... no entanto, pode ser que tal suceda, nao digo que nao.
Oh Stunner so nos e que ainda nos colocamos como rivais porto e benfica.

Qual foi a ultima vez que realmente lutamos com eles nos ultimos cinco anos??

A indiferenca deles para com o nosso clube neste momento e enorme.
Mas aí a culpa também é nossa, que temos dirigentes que não nos representam bem, e da comunicação social que procura uma bipolarização asquerosa do futebol nacional e que se tem avolumado nos últimos anos.

Quando nós ficámos 4 anos seguidos em 2º (e é uma péssima classificação para mim, não pensem que estou a louvar estes resultados), sempre à frente da lampionagem, alguém ouviu dizer que os lamps já não eram um grande e que o Braga e o Guimarães (tenho ideia de que ficaram à frente deles) eram maiores que eles?

Ou seja, não é por não lutarmos pelo título há 4 anos que deixamos de ter os rivais do costume.

Os principais inimigos, contudo, estão dentro do Clube, obviamente. E é necessário aniquilá-los para sempre da vida e da história do Sporting.
Querem acabar de vez com a nossa paixão!
Não vamos deixar... porque nunca desistimos de ti!
O cenário é muito difícil, e talvez por isso tenhamos algumas hipóteses, precisamos é de competência e de pessoas à frente do clube que defendam intransigentemente o SCP.

As medidas a tomar seriam as seguintes:

1-  A banca está numa situação muito difícil, não tanto como nós mas para lá caminha, não está em condições de fazer face a 450 M € de imparidades assim de um momento para o outro.

Isto abre caminho para uma negociação com o BCP e BES, onde o SCP lhes transmite (o que eles já sabem), que apenas gera cash flows necessários para fazer face a uma dívida de 150M€, a pagar em 25 anos, propondo um hair cut à dívida de 2/3.

A Banca terá então duas opções, 1ª pede a insolvência do SCP e fica com imparidades de 450M€, 2ª aceita.

Acredito piamente que escolherão a segunda.


2- Reduzir os custos para níveis sustentáveis, o SCP gera nos melhores anos 45M€ época, não pode gastar 90M€, aliás nem 45M, teríamos que, entre custos com pessoal, FSE, juros, amortizações, e impostos, gastar nunca mais de 40M€ época.

A compra de passes de jogadores, só com as mais valias da venda de outros.

3- Apostar na cantera, o plantel deveria ser constituído por 10 elementos experientes, de preferência com mística de clube , e outros 10-12 oriundos da formação, sempre complementados pela equipa B.

4- Assumir-mo-nos como grande, e sem vergonhas ou falsos moralismos, lutar pelo controle da liga e federação.

5- Dotar o Departamento de futebol de uma estrutura fechada e verdadeiramente sportinguista (saudades da troika Manolo Vidal, José Manuel Torcato e Inácio).

Em traços gerais penso que esta é a solução para o SCP, assim alguém tenha hipótese de a implementar!!!

« Última modificação: Novembro 06, 2012, 20:02 pm por Rubionico »
Saudações Leoninas
Para mim, primeiro que tudo terão que ser revistos os estatutos e o sistema de votos, o próximo presidente terá que ter a coragem de propor um sistema verdadeiramente democrático.

Senão, por muito boas ideias que as pessoas tenham e competência, vai ser uma carga de trabalhos aprovar as ideias em AG.
És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013
O SCP não é um retrato fiel da crise no país. Mas sim das empresas nacionais que fecham as portas todos os dias.

Excesso de endividamento , custos operacionais insuportáveis ( duas vezes as receitas fixas ), património hipotecado até ao tutano ( imobiliário, receitas futuras, passes dos jogadores ).

A SAD não cai,  pela dimensão da divida que tem e o que esta significa para os balanços da banca, que vai permitindo alguns balões de oxigénio enquanto for possível e pela dimensão social que o SCP tem, a sua marca, a sua história, que vai servindo como canto de sereia para alguns investidores e apoios financeiros. Até ver.

Os dirigentes do SCP, os actuais e anteriores, com fortes relações com dirigentes dos bancos credores, que trabalharam em conjunto no crescimento da divida, no project finance, nas reestruturações financeiras e na futura entrada da banca no capital da SAD, têm assegurado com maior ou menor dificuldade, a laboração da SAD com recurso ao continuo aumento do passivo, mas hipotecando a sustentabilidade do clube,  aumentando exponencialmente os custos, não fazendo o mesmo às receitas.

Eu não sei como é que se considera que o desinvestimento não é aceitável, quando temos um buraco anual de 40M, o passivo continua a aumentar, quando antecipamos receitas, quando vendemos os passes dos nossos jogadores, os nossos activos, por trocos, hipotecando potenciais receitas extraordinárias, única forma de ir disfarçando o buraco, mas isto num cenário de sucesso desportivo que não é vislumbrável e de gestão de activos competente, que historicamente não existe.

GL fala no ADN do Sporting, não porque tenha visto a luz. É porque vai vender o que for possível vender, a que preços for, para tapar o buraco da época em curso. E o que restará depois serão os putos da formação, um ou outro jogador mais barato e que não tenha tido mercado.

Não vejo que haja outras alternativas, venha agora quem vier.

- Redução brutal de custos.

- Venda dos anéis mais dispendiosos, a quem os quiser comprar.

- Renegociação da divida.


Feito isto, irá depender da capacidade de quem estiver à frente do clube. Já foi dado o exemplo do Dortmund e é um bom exemplo. Mas o que eles fizeram, não é para todos. É para quem sabe e pode. Há muito clube por esse mundo fora que teve que se redimensionar e nunca mais chegou ao patamar anterior. Temos adeptos que... bem, somos muitos. Temos o know how da formação. Temos história. Há matéria prima.

Convenhamos que para o que se tem feito e não falo este ano, mas sim nos 3 anteriores, metade ou menos do orçamente, serve. Sem necessidade de aumentar passivo, antecipar receitas e vender os passes dos nossos activos a fundos. Acredito que com dirigentes capazes e nos lugares certos, o rendimento futuro de uma equipa profissional do SCP, mesmo de "low cost", não envergonhará como esta o faz. E merecerá o apoio, sincero e incondicional, dos Sportinguistas.
Não aceito o olhar pessimista do Paracelsus apesar de concordar. Seria a única maneira de equilibrar as contas do Sporting o mais rapidamente possível mas isso significava e por isso não aceito, o fim do sonho e ilusão de um Sporting como clube grande. O fosso seria enormíssimo em relação aos rivais (que deixariam de ser rivais) e haveria uma machadada brutal no rejuvenescimento de novos Sportinguistas. Esse caminho era o fim de um Sporting Europeu. Poderiam argumentar que seria apenas uma mão cheia de anos mas todos nós sabemos que seria o baixar da guarda, o acomodamento e posteriormente seria brutalmente penoso voltar a erguer-se. Completamente contra o desinvestimento.

Nao indiquei aquele caminho tendo em vista uma maneira rápida de equilibrar as contas para depois voltarmos a ter condições de lutar por títulos, mas sim tendo por objectivo a própria sobrevivência/sustentabilidade do futebol do clube.

Depois da lógica financeira se tornar mais saudável e o Sporting ter condições para subsistir sem grandes sobressaltos pode  ser que existam condições para almejar títulos... e pode ser que nao :inde:, podemos acabar como um clube que luta sempre pelo 4-6o lugar e nao mais que isso.

Mas também pode suceder que se consiga proceder a este tipo de ajustamento de modo menos radical e como tal sem perder grande competitividade, e penso que é isso a que se referem... no entanto, para isso suceder é preciso existir uma fonte de financiamento que cubra a parada durante uns anos, algo que duvido muito que venha a acontecer, e também que a competência no futebol seja praticamente total com alguma regularidade, o que também me parece complicado num horizonte próximo... no entanto, pode ser que tal suceda, nao digo que nao.


A malta é do Sporting porque os pais ou os avós viram o Sporting a ser campeão, se não for esta nova geração, a não ser que tenha influência familiar, deixará de ser. Se à uns anos o Sporting jogava bom futebol e isso seria uma atenuante, neste momento nem isso. Reduzir o Sporting a um Braga seria matar o Sporting como ele actualmente é. Obviamente que eu sou contra. Eu acredito num reajustamento de valores mantendo sempre pulso forte na venda de jogadores, isto é, orçamento mais baixo, onde as despesas são cobertas pelas receitas, mesmo significando zero proveitos, mas rígidos na manutenção do plantel. Acredito que possamos continuar a ir ao mercado e contratar Carrillos, Rinaudos e outros, para isso obviamente é necessário competência, jogadores de grande valor e com ordenados consideravelmente mais baixos que os nossos craques pagos a preço de ouro e mantendo uma linha bem estreita com a equipa B e com os Juniores. Na vez de promover 2/3 jogadores poderíamos, se houvesse talento, uns 5/6 por época até ter um plantel repleto de jovens e promissores jogadores e um núcleo duro de jogadores experientes como o Schaars, Rinaudo e outros que possam vir sem que atrofiem as contas do clube. Esses, reafirmo, deveriam ser escolhidos a dedo e com sensatez, experiência, maturidade e capacidade de liderança. A venda dos miúdos seria sempre, como política do clube pelas valores condicente com um clube grande, que é o Sporting Clube de Portugal
O SCP não é um retrato fiel da crise no país. Mas sim das empresas nacionais que fecham as portas todos os dias.

Excesso de endividamento , custos operacionais insuportáveis ( duas vezes as receitas fixas ), património hipotecado até ao tutano ( imobiliário, receitas futuras, passes dos jogadores ).

A SAD não cai,  pela dimensão da divida que tem e o que esta significa para os balanços da banca, que vai permitindo alguns balões de oxigénio enquanto for possível e pela dimensão social que o SCP tem, a sua marca, a sua história, que vai servindo como canto de sereia para alguns investidores e apoios financeiros. Até ver.

Os dirigentes do SCP, os actuais e anteriores, com fortes relações com dirigentes dos bancos credores, que trabalharam em conjunto no crescimento da divida, no project finance, nas reestruturações financeiras e na futura entrada da banca no capital da SAD, têm assegurado com maior ou menor dificuldade, a laboração da SAD com recurso ao continuo aumento do passivo, mas hipotecando a sustentabilidade do clube,  aumentando exponencialmente os custos, não fazendo o mesmo às receitas.

Eu não sei como é que se considera que o desinvestimento não é aceitável, quando temos um buraco anual de 40M, o passivo continua a aumentar, quando antecipamos receitas, quando vendemos os passes dos nossos jogadores, os nossos activos, por trocos, hipotecando potenciais receitas extraordinárias, única forma de ir disfarçando o buraco, mas isto num cenário de sucesso desportivo que não é vislumbrável e de gestão de activos competente, que historicamente não existe.

GL fala no ADN do Sporting, não porque tenha visto a luz. É porque vai vender o que for possível vender, a que preços for, para tapar o buraco da época em curso. E o que restará depois serão os putos da formação, um ou outro jogador mais barato e que não tenha tido mercado.

Não vejo que haja outras alternativas, venha agora quem vier.

- Redução brutal de custos.

- Venda dos anéis mais dispendiosos, a quem os quiser comprar.

- Renegociação da divida.


Feito isto, irá depender da capacidade de quem estiver à frente do clube. Já foi dado o exemplo do Dortmund e é um bom exemplo. Mas o que eles fizeram, não é para todos. É para quem sabe e pode. Há muito clube por esse mundo fora que teve que se redimensionar e nunca mais chegou ao patamar anterior. Temos adeptos que... bem, somos muitos. Temos o know how da formação. Temos história. Há matéria prima.

Convenhamos que para o que se tem feito e não falo este ano, mas sim nos 3 anteriores, metade ou menos do orçamente, serve. Sem necessidade de aumentar passivo, antecipar receitas e vender os passes dos nossos activos a fundos. Acredito que com dirigentes capazes e nos lugares certos, o rendimento futuro de uma equipa profissional do SCP, mesmo de "low cost", não envergonhará como esta o faz. E merecerá o apoio, sincero e incondicional, dos Sportinguistas.

Lion73, concordo com tudo o que referes até porque mais uma vez estás repleto de razão e por mais que uma vez te disse que nem sequer tenho capacidades para fazer esse tipo de análises como sempre fazes e bastante bem.

Isso é ponto assente, mas faço a minha da forma que sei e a meu ver é tudo até um pouco fácil, como é óbvio o Sporting Clube de Portugal não consegue suportar os ordenados de Elias e de outros tudo muito bem, despacha-os da melhor forma que puder e estou convicto que conseguirá manter-se na linha da frente, apostando forte na formação e tendo os seus adeptos a apoiar as medidas que forem necessárias para nos conseguirmos manter firmes, bem mais firmes do que aquilo que estamos depois de 90 milhões deitados praticamente ao lixo, não será assim como digo, pois temos bons jogadores, mas 90 milhões é obra!

Para terminar Paulo Bento provou gostem ou não que com a formação e com pouco dinheiro se pode ser campeão em Portugal, só não o foi porque a corrupção não deixou podem dizer que sou maluco podem dizer que o Paulo Bento é uma besta, mas os números é que interessam e repito Paulo Bento provou que eramos capazes não o fomos porque não deixaram.
23-03-2013 O dia mais feliz da minha vida como sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem-haja Presidente!
23-06-2018 O pior dia da minha vida como sportinguista. Após campanha orquestrada entre lampiões, croquetes e comunicação social, cai o melhor Presidente da história do clube. Obrigado do fundo do coração Presidente por ter trazido um orgulho e alegria que estavam esmagados no meu coração para mim será eterno.
H1: A manterem-se estes f.d.p. à frente do Clube.

H2: Alternativa (verdadeira) aos FDGP que "dirigem" o Clube:




Pegando nas hipóteses correctamente colocadas pelo nosso prezado e amigo forista Artur Guerreiro, vou tentar responder à solicitação do Johnfrusciante.


H1: A manterem-se estes f.d.p. à frente do Clube.


Dissolução e extinção pura e dura da Sporting SAD.


Desde a sua criação em 1997, pelo mentor e Chefe da Quadrilha, José Roquette, que a SAD tem sido sempre, um coito e um refúgio de gente escabrosa, de empregados da banca, de comissários no Sporting ao serviço da banca.

Espoliaram todos os bens do Sporting Clube de Portugal dos sócios, e transferiram-nos para a SAD dos accionistas.
Hoje, o Sporting Clube de Portugal e os sócios já não têm praticamente nada, e tudo está nas mãos da SAD e dos accionistas.

Quando os VMOCs, uma rasteira e uma premeditada habilidade financeira manhosa de lesa-Sporting forem reconvertidos, a maioria do capital ficará nas mãos do BES e do BCP, uma vez que com o estratagema montado, foram estes os dois bancos que subscreveram 90 e tal por cento das obrigações.

Ao longo destes 15 anos de SAD, têm sido praticados todos os atropelos ao Sporting e inclusivamente aos seus estatutos, têm sido cometidas as maiores bandalheiras e sujeiras, tudo isto com os resultados vergonhosos e miseráveis que se conhecem.

 RESULTADOS LÍQUIDOS DA SAD EM MILHÕES DE EUROS

1997/1998 -    -7.445 (milhões de euros)
1998/1999 -    -2.546
1999/2000 -    -11.435
2000/2001 -    -21.445
2001/2002 -    -22.715
2002/2003 -    -27.311
2003/2004 -    -9.222
2004/2005 -    -10.280
2005/2006 -     313
2006/2007 -     14.480
2007/2008 -     597
2008/2009 -    -13.349
2009/2010 -    -28.187
2010/2011 -    -43.991
2011/2012 -    -45.947


No meio de todo este panorama sinistro de incompetência e gestão danosa, acresce dizer, que os seus administradores nunca se coibiram de auferir ordenados insultuosos e pornográficos, de receberem indemnizações obscenas com a prerrogativa de nunca abrirem o pio, e duma impunidade total sobre o deplorável serviço que prestaram e que continuam a prestar ao Sporting.

Tudo isto, num conluio gritante com a banca e num claro conflito de interesses, onde, entre outros comissários, o presidente do BESI, José Maria Ricciardi, é Administrador da Sporting SAD, e está dentro do Sporting desde o início da criminosa Era Roquette, precisamente pela mão do seu primo José Roquette.

Este inqualificável conluio, com os resultados que estão à vista de todos, tem sido um sorvedor de dinheiro ao Sporting com taxas, spreads, e juros, impostos a seu bel-prazer, e um espartilho, um colete de forças, que na verdade, não deixa o Sporting respirar.

A todo este rol de barbaridades, é preciso acrescentar que tem sido desbaratado e esturrado dinheiro duma forma infame e sem qualquer critério, e que, uma vez que as garantias estão todas do lado da Banca através do desfalque e esvaziamento do Clube e do seu património, para além do pinga-pinga permanente, nunca foram, nem serão pedidas responsabilidades aos seu autores.

O “serviço” está a ser feito, e só falta agora esta personagem detestável e execrável que dá pelo nome de Godinho Lopes, último comissário e também caixeiro-viajante, conseguir enganar alguém, e aparecer com um comprador para o Sporting através da SAD, e assim encher os alforges dos accionistas, dos premeditados e engendrados “credores”, ou seja, do BES e do BCP.

Importa também referir, que a relação entre estes salteadores da Sporting SAD e os funcionários do Sporting Clube de Portugal (cada vez menos funcionários, porque o Sporting Clube já quase não tem nada), sempre foi péssima, e sempre foi pautada por parte da SAD, por uma arrogância e uma prepotência tal, que desde sempre provocou um péssimo ambiente e transformou todas as estruturas existentes em verdadeiros ninhos de víboras.

Junte-se agora, a ausência total de Sportinguismo por parte de quem tem governado o Sporting, o vergonhoso e miserável desempenho desportivo, aliado à compreensível e justificada debandada dos sócios e ao divórcio dos adeptos com estes dirigentes canalhas, o descrédito, a perda de todos os valores e princípios levada a cabo pela propositada des-sportinguização, o compadrio, o suborno, a falcatrua, o embuste, as golpadas, o aliciamento, a manipulação, as ameaças, a coação, a agressão a Sportinguistas, a falência e a ruína, e temos o retrato fiel do que tem sido o Sporting e a SAD.

Daí que, dissolver e extinguir a Sporting SAD, é como já referi noutras ocasiões, ao invés de entregar o ouro ao bandido, é tirar o ouro ao bandido. Por todos os motivos.

Seria o abortar de todo um projecto diabólico e sinistro que começou há 17 anos, e que está a acabar e a matar o Sporting.

Seria o regresso ao Sporting associativo, e um ponto final no Sporting dos accionistas.

Seria a reconquista do Sporting para os Sportinguistas, em detrimento duma gentalha abjecta que invadiu, e tomou o Sporting de assalto.

Lembro também, que com a dissolução e extinção da Sporting SAD o património desportivo regressa ao clube de origem. Ou seja, o Sporting Clube de Portugal.

Regime Jurídico das Sociedades Desportivas

Artigo 34.º
Destino do património em caso de extinção.
Quando tenha lugar a extinção da sociedade desportiva, as instalações desportivas são atribuídas ao clube desportivo fundador.




Depois, a questão da dívida existente à banca, receio que querem incutir a alguns, tem muito que se lhe diga.

Desde as últimas “eleições” que a camarilha golpista gosta de ameaçar que se for para presidente do Sporting, outro que não faça parte da Corja, a banca fecha a torneira.

Não sei, se nessas condições, seria a banca a fechar a torneira ao Sporting, ou seria o Sporting a fechar a torneira à banca.
 
Com um Sportinguista verdadeiro à frente dos destinos do Clube, que não esteja enredado em lobbies, que esteja para servir os interesses do Sporting e não os interesses de terceiros, tenho muitas dúvidas que a “dívida”, seja sequer para pagar.

Demonstrando o conluio e o conflito de interesses existente, a par dos resultados vergonhosos conhecidos, haverá que ver ainda, é quem é que tem a pagar a quem.

Além disso, com a completa descredibilização da banca e dos banqueiros, que hoje são vistos como gatunos autorizados e encartados, não me parece que estivessem em posição de abrir uma guerra com cerca de 3 milhões de Sportinguistas.



Quanto à penalização de ir para as distritais por extinção da SAD, também tem muito que se lhe diga.

De qualquer modo, se as instituições governamentais e os órgãos de soberania não fossem sensíveis às pretensões do Sporting Clube de Portugal, o que não acredito, e o Sporting tivesse de começar nas distritais, isso seria indubitavelmente preferível, a ter de continuar a assistir à morte do Sporting e a ter de conviver com esta escumalha infecta.

Se tiverem coragem façam um referendo aos sócios, perguntando se é a favor da manutenção da SAD ou a favor da sua extinção, referendo esse, em que julgo que cada sócio vale um voto, e depois vejam o resultado.

Claro que as respostas ao referendo, não poderiam ser enviadas para o Sporting.
Teriam de ser enviadas e escrutinadas por uma qualquer instituição independente que oferecesse o mínimo de credibilidade.    

 



H2: Alternativa (verdadeira) aos FDGP que "dirigem" o Clube:


Compreendo que alguns, em teoria, e na sua boa fé, defendam que a existência da SAD possa ser um instrumento interessante, desde que dirigido e administrado por pessoas sérias, competentes, e acima de tudo Sportinguistas. Ou seja, por outros que não estes.

No entanto, e como são estes que lá estão, seria incapaz de formular qualquer ideia, dar qualquer sugestão, sob pena de hipoteticamente e por qualquer acaso, esse contributo poder ser válido e aproveitado.

Não me perdoaria a mim mesmo, pois o que eu mais ardentemente desejo a esta cáfila, são insucessos, são derrotas, é todo o mal que lhes possa acontecer, e todo o mal que lhes possa acontecer, será um bem para o Sporting.
Quanto mais depressa caírem e quanto mais depressa chegarem ao fim, mais depressa o Sporting renascerá e se reerguerá.

O Sporting chegou a tal ponto, e a situação é de tal modo dramática, que hoje os Sportinguistas já têm vergonha de ser deste sporting, já se lamenta que os próprios filhos não se revejam neste miserável sporting e já se questiona o que fazer para os poder convencer a não serem de outro clube. Foi o que estes bandalhos fizeram ao Sporting.

É preciso acabar com este sofrimento.

É preciso devolver a honra e o orgulho em ser do Sporting.

É preciso expulsá-los a todos.






Feito isto, irá depender da capacidade de quem estiver à frente do clube. Já foi dado o exemplo do Dortmund e é um bom exemplo. Mas o que eles fizeram, não é para todos. É para quem sabe e pode. Há muito clube por esse mundo fora que teve que se redimensionar e nunca mais chegou ao patamar anterior. Temos adeptos que... bem, somos muitos. Temos o know how da formação. Temos história. Há matéria prima.

Convenhamos que para o que se tem feito e não falo este ano, mas sim nos 3 anteriores, metade ou menos do orçamente, serve. Sem necessidade de aumentar passivo, antecipar receitas e vender os passes dos nossos activos a fundos. Acredito que com dirigentes capazes e nos lugares certos, o rendimento futuro de uma equipa profissional do SCP, mesmo de "low cost", não envergonhará como esta o faz. E merecerá o apoio, sincero e incondicional, dos Sportinguistas.

Tudo muito certo Lion, mas acho que esse reajuste acabará por ter de ser feito por todos os clubes portugueses (não só, mas são os que nos interessam) e aí, se juntarmos uma liderança competente ao que coloquei em bold, acho que poderemos almejar mais do que subalternizar a nossa existência. São quase 30 anos de um dirigismo no Sporting que nos torvou a vista e do qual parece impossível sair. No entanto, existem coisas boas, e essas são fundamentais para sair da crise.

Certo é que, cada dia que passe neste rumo, será mais um prego para mais tarde retirar.
Um passado que regressa com a forma de futuro.


Feito isto, irá depender da capacidade de quem estiver à frente do clube. Já foi dado o exemplo do Dortmund e é um bom exemplo. Mas o que eles fizeram, não é para todos. É para quem sabe e pode. Há muito clube por esse mundo fora que teve que se redimensionar e nunca mais chegou ao patamar anterior. Temos adeptos que... bem, somos muitos. Temos o know how da formação. Temos história. Há matéria prima.

Convenhamos que para o que se tem feito e não falo este ano, mas sim nos 3 anteriores, metade ou menos do orçamente, serve. Sem necessidade de aumentar passivo, antecipar receitas e vender os passes dos nossos activos a fundos. Acredito que com dirigentes capazes e nos lugares certos, o rendimento futuro de uma equipa profissional do SCP, mesmo de "low cost", não envergonhará como esta o faz. E merecerá o apoio, sincero e incondicional, dos Sportinguistas.

Tudo muito certo Lion, mas acho que esse reajuste acabará por ter de ser feito por todos os clubes portugueses (não só, mas são os que nos interessam) e aí, se juntarmos uma liderança competente ao que coloquei em bold, acho que poderemos almejar mais do que subalternizar a nossa existência. São quase 30 anos de um dirigismo no Sporting que nos torvou a vista e do qual parece impossível sair. No entanto, existem coisas boas, e essas são fundamentais para sair da crise.

Certo é que, cada dia que passe neste rumo, será mais um prego para mais tarde retirar.

É claramente isso, mas sem dúvida alguma.
23-03-2013 O dia mais feliz da minha vida como sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem-haja Presidente!
23-06-2018 O pior dia da minha vida como sportinguista. Após campanha orquestrada entre lampiões, croquetes e comunicação social, cai o melhor Presidente da história do clube. Obrigado do fundo do coração Presidente por ter trazido um orgulho e alegria que estavam esmagados no meu coração para mim será eterno.
Perante este cadáver financeiro que é a Sporting SAD,

Qualquer solução que não envolva no mínimo uma renegociação de divida é utópica. Servirá apenas para varrer os problemas para debaixo do tapete, como alias a Sporting SAD tem feito nos últimos anos.


Foram os VMOC's em 2011 que não é mais que uma operação de cosmética ao Balanço do Sporting. A divida mantém-se, existe, mas é chutada através de VMOC's para os capitais Próprios até 2016 para equilibrar balanço. Em 2016 teremos novamente o mesmo problema, e estes VMOC's transformar-se-ão naquilo que nunca deixaram de ser, PASSIVO FINANCEIRO.

E será assim também com a incorporação da SPM na SAD ainda este ano, que não é mais do que a usurpação ao Sporting Clube de Portugal dos direitos sobre o ESTÁDIO DE ALVALADE. Mais uma operação cosmética que visa única e exclusivamente equilibrar o balanço, tornar a SAD "solúvel" aos olhos da CMVM e a um qualquer Magnata Chinês.


Qualquer empresa em Portugal com um balanço semelhante ao que a Sporting SAD apresenta, há muito que tinha declarado insolvência.

É uma absoluta loucura ir sustentando isto e dar continuidade a isto! Deixemo-nos de utopias de "pegar" nesta sociedade e tentar ainda dar solvabilidade a isto.






1) - A solução passa por:

- Renegociação da divida com os credores da SAD da Sporting SAD, negociando claramente um Haircut superior a 50%. Só assim é equacionavel o Sporting ter alguma viabilidade financeira, para voltar a ser competitivo.

- Reformulação total do modelo operacional e competitivo da Sporting SAD (E aqui podem-se aproveitar muitas ideias já deixadas neste topico).



Ou então..



2) - Em ultima hipótese:

- "Limpeza" dos passivos do Sporting Clube de Portugal para com as empresas da SAD, e dissolução imediata da Sporting SAD e de todas as restantes sociedades que a compõem.

- Refundação do futebol da Sporting SAD para o Sporting Clube de Portugal.
hxxp://www.sportingapoio.com/delegacao-russa-em-alvalade/[/url]



Aqui está possivelmente o Futuro da Sad!
"Brace Yourselves, Winter is Coming. "
hxxp://www.sportingapoio.com/delegacao-russa-em-alvalade/[/url]



Aqui está possivelmente o Futuro da Sad!

Por falar em ironia...
És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013
Estudantes do curso de gestão desportiva. Parece me tudo menos investidores...
Mas verdade seja dita, agora é que é bom para comprar...ups...investir
Sempre Sporting!
O sporting e um gigante adormecido! E preciso mandar para fora do clube quem nao sente os seus valores - jogadores incluidos - e revitalizar a cultura sportinguista com gente competente, apaixonada e competitiva! As proximas eleicoes, esperemos que o mais rapidamente possivel, vao ser a nossa ultima oportunidade de retomar a grandeza da nossa historia.
Sporting sempre!

http://napontadabola.blogspot.pt
Um espaço para debater futebol
Ora vamos lá assentar ideias. Parece-me que temos 3 "projectos" possíveis para o clube.

Projecto 1 : Manutenção da SAD com um projecto sustentável

As ideias base passam e muito resumidamente:

- Redefinir objectivos: Passaríamos a lutar por lugares mais modestos na classificação (3º,4º,5º).
- Forte desinvestimento em jogadores.
- Venda jogadores com altos salários.
- Corta o máximo em custos com pessoal para níveis que nos proporcionassem ter uma receita superior à despesa.
- Potenciar as receitas (campanhas sócios, Gamebox´s, Naming Estádio, Publicidade bancadas, Direitos TV, Merchandising, etc).
- Ter um plantel maioritariamente de jogadores da Academia, com recurso a jogadores emprestados por outros clubes, com opção de compra a valores realistas.
- Fazer uma auditoria de Gestão e accionar todos os mecanismos legais caso se encontrem irregularidades.

Pontos Chave que precisam de resolução:

1) Questão do Fair-Play Financeiro da UEFA: Como conseguir no final desta época desportiva obter um resultado positivo?

No actual contexto, a única solução que vislumbro é a de vender "tudo o que mexe" no futebol do Sporting. Jogadores da equipa A, Equipa B, juniores, etc. Nesta temporada não foi gasto muito dinheiro em transferências, contudo os custos com pessoal, juros, etc são sempre altíssimos, e as receitas tem tendência a diminuir devido aos resultados desportivos.

2) VMOC´S : Ao que parece com a incorporação da Sporting Património e Marketing na Sporting SAD após a conversão das VMOC´s continuamos a ter a maioria do capital da SAD. É assim???

Projecto 2: Extinção SAD e regresso ao Sporting Clube de Portugal.

Neste caso e como sabemos, quer a Academia quer o Estádio estão em posse da SAD, que tem um passivo de superior a 200 Milhões de Euros. Desconheço o passivo do clube, mas como se fala que o Passivo total do Grupo Sporting é de mais de 400 Milhões de euros, julgo ser idêntico.

E aqui tenho muitas dúvidas de execução do plano.

Como se extingue a Sporting SAD?
Como se consegue "passar" o Estádio e Academia para o clube?
Ficamos livres do passivo da SAD?
A Sporting SAD está inscrita na Liga e UEFA. Como conseguiremos inscrever o clube quando a anterior entidade não é a mesma?
Perdemos as receitas de merchandising associadas à SAD? E os direitos televisivos?

Etc, etc...

Parece-me que a ideia de extinsão da SAD não é exequivel, mas como foi aqui sugerida, ficam as questões para os juristas do forúm.


Projecto 3: Aparecimento de um "Abramovic"

Não me parece que um "magnata" queira estorricar dinheiro num clube Português...
Se o Clube não tem futuro...se é só queimar dinheiro etc...etc...

Porque é que os Situacionista(s)...bancas e afins não largam o Clube ?
SPORTING ATÉ MORRER