João "Cantinho" Morais

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.


João Pedro Morais nasceu perto do pelado do Sporting de Alcabideche e aos 14 anos já jogava na equipa principal daquele pequeno clube, passando pouco depois para os juvenis do Estoril, onde confirmou o seu jeito para o futebol, chegando à primeira categoria dos "canarinhos".

Em 1954 assinou um duplo contrato, primeiro com o Caldas seduzido por uns quantos contos de reis, e depois com o Benfica pressionado pelo Estoril, que já tinha acertado tudo com os encarnados para a sua transferência.

Foi então suspenso por um ano, mas viu a sua pena reduzida a metade por uma amnistia e ficou com o passe na mão, acabando por ir para o Torreense que na altura estava na 1ª Divisão, onde se destacou de tal forma que foi contratado pelo Sporting em 1958.


ob o comando do uruguaio Enrique Fernandez estreou-se fazendo uma boa época como estremo esquerdo, a sua posição preferida, embora jogasse também do lado direito, mas nas duas temporadas seguintes jogou menos e teve as suas primeiras experiências em lugares mais recuados, mas não gostava e consta que uma vez inventou uma desculpa para não jogar na defesa e à conta disso acabou por ficar de fora de uma digressão do Clube.

Na temporada de 1961/62 sob o comando de Juca ganhou o lugar no lado esquerdo do ataque leonino e foi o jogador mais utilizado da época e um dos melhores marcadores da equipa que se sagrou Campeã Nacional nessa altura, era o seu primeiro título.

A época seguinte ainda foi melhor, marcou 24 golos contribuindo decisivamente para a conquista da Taça de Portugal de 1963, que permitiu ao Sporting estar presente na Taça das Taças da temporada seguinte, onde ele asseguraria um lugar na história do Sporting Clube de Portugal.

Apesar de continuar a ser regularmente titular, a época de 1963/64 não lhe estava a correr tão bem como as anteriores, pois atravessava uma fase de transição da sua posição original de extremo para lateral, de tal forma que nem era para jogar na Final da Taça das Taças.

Foi então que Hilário se lesionou gravemente num jogo do campeonato disputado na véspera da partida para a Bélgica e Morais que estava no camarote a assistir ao jogo, foi chamado à última da hora pelos altifalantes do Estádio José Alvalade, para substituir o seu infortunado companheiro.

Jogou a Final a defesa esquerdo com a missão de marcar o perigoso Sandor. O jogo terminou empatado, e devido à lesão do brasileiro Bé, Morais voltou a ser extremo esquerdo na Finalissíma. No entanto quando foi informado dessa decisão por Anselmo Fernandez, teimou em ser ele a marcar os cantos para tentar um golo directo com que tinha sonhado, e aos 19 minutos teve a sua oportunidade. Agarrou a bola dirigiu-lhe umas palavras amigas, deu-lhe um beijo e cumpriu o seu sonho, materializado no célebre Cantinho do Morais que Maria José Valério eternizou numa popular cantiga.


Na época de 1965/66 voltou a ser Campeão pelo Sporting, mas já como defesa direito, e foi nessa posição que chegou à Selecção Nacional que representou por dez vezes, com destaque para os três jogos realizados na fase final do Mundial de 1966, onde Portugal ficou em 3º lugar e Morais saiu com a fama de ter lesionado Pelé, num jogo em que o anulou completamente. No entanto mais tarde o próprio avançado brasileiro reconheceu que já tinha ido "tocado" para esse jogo.

Em 1966 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Atleta Profissional.

Em 1969 já com 34 anos abandonou o Sporting, jogando ainda um ano na África do Sul e duas épocas no Rio Ave, clube onde também foi treinador das equipas jovens.

Radicou-se então em Vila do Conde, onde arranjou um emprego como funcionário da Câmara Municipal.

João Morais faleceu a 27 de Abril de 2010, vítima de doença prolongada, quando tinha 75 anos de idade.


Fonte: Wiki Sporting



Palmarés

2 - Campeonatos Nacionais
    1961/62, 1965/66

1 - Taça das Taças
   1963/64


João Morais - Sporting CP






« Última modificação: Maio 16, 2013, 20:25 pm por SCasanova »
Belo tópico  :great:

Um Senhor Leão  :clap:
Citar
Apesar de continuar a ser regularmente titular, a época de 1963/64 não lhe estava a correr tão bem como as anteriores, pois atravessava uma fase de transição da sua posição original de extremo para lateral, de tal forma que nem era para jogar na Final da Taça das Taças.

Foi então que Hilário se lesionou gravemente num jogo do campeonato disputado na véspera da partida para a Bélgica e Morais que estava no camarote a assistir ao jogo, foi chamado à última da hora pelos altifalantes do Estádio José Alvalade, para substituir o seu infortunado companheiro.


No Estórias d' Alvalade o relato é arrepiante: Ele não estava convocado para a final da Taça das Taças por divergências com o falecido Anselmo Fernandes, então treinador. Ele era titular, tanto a extremo esquerdo como a direito, mas por alguma razão não estava convocado para esse jogo com o Setúbal. Ainda assim, pegou na "patroa" e foi ver a bola. Quando viu o choque com o Hilário, e já depois do jogo acabar, pensou "queres ver que a lesão é grave e ainda me vão chamar para o lote dos convocados?"  Minutos depois ouviu nos altifalantes "pede-se o favor, se o senhor morais se encontrar em Alvalade, de se dirigir ao balneário do Sporting. "A massa associativa aplaudiu porque gostavam muito dele por ter vindo do benfica e jogar contra eles com toda a alma, marcando sempre golos e dando o litro.
Foi mesmo lateral esquerdo na final, por ser um jogador polivalente. Ficou 3-3, com Figueiredo a falhar o 4-3 de forma curiosa: era perto do final do jogo, e seguia isolado para a baliza quando ouve um apito de alguém na bancada, desistindo da jogada por pensar ser o apito do árbitro.
No jogo do desempate, Morais foi extremo direito. Nessa manhã, acordou com um feeling que se fosse ele a marcar cantos, ia fazer golo. Mas nem era ele o nomeado, mas lá convenceu o treinador e aos 9/10 minutos, beijou a bola, e segredou "minha menina, vais entrar" e entrou mesmo. Ficou 1-0 e o resto é história.
Citar
Apesar de continuar a ser regularmente titular, a época de 1963/64 não lhe estava a correr tão bem como as anteriores, pois atravessava uma fase de transição da sua posição original de extremo para lateral, de tal forma que nem era para jogar na Final da Taça das Taças.

Foi então que Hilário se lesionou gravemente num jogo do campeonato disputado na véspera da partida para a Bélgica e Morais que estava no camarote a assistir ao jogo, foi chamado à última da hora pelos altifalantes do Estádio José Alvalade, para substituir o seu infortunado companheiro.


No Estórias d' Alvalade o relato é arrepiante: Ele não estava convocado para a final da Taça das Taças por divergências com o falecido Anselmo Fernandes, então treinador. Ele era titular, tanto a extremo esquerdo como a direito, mas por alguma razão não estava convocado para esse jogo com o Setúbal. Ainda assim, pegou na "patroa" e foi ver a bola. Quando viu o choque com o Hilário, e já depois do jogo acabar, pensou "queres ver que a lesão é grave e ainda me vão chamar para o lote dos convocados?"  Minutos depois ouviu nos altifalantes "pede-se o favor, se o senhor morais se encontrar em Alvalade, de se dirigir ao balneário do Sporting. "A massa associativa aplaudiu porque gostavam muito dele por ter vindo do benfica e jogar contra eles com toda a alma, marcando sempre golos e dando o litro.
Foi mesmo lateral esquerdo na final, por ser um jogador polivalente. Ficou 3-3, com Figueiredo a falhar o 4-3 de forma curiosa: era perto do final do jogo, e seguia isolado para a baliza quando ouve um apito de alguém na bancada, desistindo da jogada por pensar ser o apito do árbitro.
No jogo do desempate, Morais foi extremo direito. Nessa manhã, acordou com um feeling que se fosse ele a marcar cantos, ia fazer golo. Mas nem era ele o nomeado, mas lá convenceu o treinador e aos 9/10 minutos, beijou a bola, e segredou "minha menina, vais entrar" e entrou mesmo. Ficou 1-0 e o resto é história.

João Morais vinha do benfica  :inde:
não é bem: Moraiswiki ele assinaou pelo slb e pelo Estoril, e acabou suspenso à conta disso! E acabou por ir foi para o Torreense.
Obrigado Morais e muito bonito o que foi feito no cantinho de Morais.  :clap: :clap: :clap: :clap:
23-03-2013 O dia mais feliz da minha vida como sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem-haja Presidente!
23-06-2018 O pior dia da minha vida como sportinguista. Após campanha orquestrada entre lampiões, croquetes e comunicação social, cai o melhor Presidente da história do clube. Obrigado do fundo do coração Presidente por ter trazido um orgulho e alegria que estavam esmagados no meu coração para mim será eterno.
não é bem: Moraiswiki ele assinaou pelo slb e pelo Estoril, e acabou suspenso à conta disso! E acabou por ir foi para o Torreense.

Ah bom, até fico mais descansado então. Tempos de glórias...
Parabéns à sua memória  :clap:
Grande tópico SCasanova, realmente este é um daqueles jogadores que merece ser homenageado!
Obrigado a tudo o que fez João Morais!
Isto é a morte do artista. É uma versão melhorada do Torsiglieri, mas para um Sporting campeão não chega.

"All the people that was rooting on me to fail, at the end of the day they have to wake up tomorrow and have the same life that they had before they woke up today," James said. | "Lebron is not as good as Michael Jordan ? C´mon! Lebron is in a class by himself!" O.Robertson said.
excelente programa na RTP 2 sobre o caminho do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL na vitória na taça das taças de 1964,
quem tiver box da meo ou zon é só ir às gravações automaticas......
excelente mesmo, por isto e muito mais, é um orgulho ser do

SPORTING CLUBE DE POTUGAL

SL
excelente programa na RTP 2 sobre o caminho do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL na vitória na taça das taças de 1964,
quem tiver box da meo ou zon é só ir às gravações automaticas......
excelente mesmo, por isto e muito mais, é um orgulho ser do

SPORTING CLUBE DE POTUGAL

SL
 :arrow:

Finalmente foi possível ver umas imagens mais alongadas do jogo
Total de utilizadores ignorados: 44
Gostei muito da música da "reportagem", alguém sabe o nome?
Gostei muito da música da "reportagem", alguém sabe o nome?

Lance, Episódio 4;

____

Que hora tão bem passada! Porra, aquela confusão entre o árbitro do jogo de Manchester e os jogadores do Sporting surpreendeu-me. Além de o árbitro medir aí uns 1,90, o João Carlos quase que o pontapeou (é o jogador que surge no lado direito do ecrã, o mais alto dos jogadores do Sporting). Quase todos os jogadores do Sporting o empurraram. E, não menos surpreendente, nenhum jogador do United se demonstrou afectado por aquilo que estava a acontecer.

Grande reviravolta. Figura nas reviravoltas mais fantásticas, não só do futebol do Sporting, como do futebol mundial. Vencer aquele United por 5-0...

O 16-1, outro feito que continua por bater.

GRANDE SPORTING!
[...]
Quanto a quem teme pelo futuro do Sporting, não temam, pois haverá Sporting enquanto houver gente cobarde, ingrata e dúplice (os três eixos do Sportinguismo contemporâneo).
[...]
256 jogos e 68 golos pelo SCP  :clap:

No palmarés, no post inicial, falta 1 Taça de Portugal.

Sabem se a reportagem vai repetir?  Infelizmente não consegui ver.

Sent from my GT-I9300 using Tapatalk 2
256 jogos e 68 golos pelo SCP  :clap:

No palmarés, no post inicial, falta 1 Taça de Portugal.



Qual é a data Crash? :great:
Boas.

Alguém disponibiliza o TVRip da reportagem da TV2 de hoje?

Abraço
Ajuda ou atrapalha... O importante é participar!