26-03-2011 VERGONHA!

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Custa-me tanto... mas tanto... desejar insucesso desportivo ao scp... Não consigo amigos...

Odeio de morte esta corja de responsáveis que temos... Mas sempre que o SPORTING joga, em que modalidade for...

Sofro, grito e esperneio até à morte para que ganhem,,,
Ajuda ou atrapalha... O importante é participar!
Podia simplesmente citar o post do meu grande amigo Artur e fazer das dele as minhas palavras, mas sinto que também deva dizer algo.

O dia 26 de Março de 2011 foi, sem qualquer tipo de dúvida, o dia mais triste da minha vida enquanto Sportinguista. Adjectivei como triste como podia adjectivar de 1001 outras formas, que o sentimento seria sempre o mesmo. Até hoje.
A maior vergonha de um clube centenário ocorreu naquela fatídica madrugada em que estavamos PRONTOS a salvar o Sporting de uma vez por todas de uma manada de bandidos, pulhas e canalhas, dignos de um filme de Scorcese.

Todo esse dia foi marcado por puro Sportinguismo, desde o jantar do Forum onde compareceram mais de 40 pessoas, onde tive o prazer de conhecer muitos e muitos foristas que ainda hoje mantenho uma relação de amizade e de um Sportinguismo sem igual, ao início daquela madrugada que por mais 100 anos que viva, nunca esquecerei.

Ao jantar (e seria injusto da minha parte referir nomes, porque eramos tantos...) o espirito e a esperança eram inabaláveis, a confiança reinava numa mesa gigante onde irmãos e irmãs do mesmo sangue partilhavam a sua alegria, a sua dedicação e a sua paixão a um clube. Por entre o repasto e o golo do Matías frente a Portugal, soavam os primeiros alarmes via net de que, caso fosse derrotada, a Lista A imediatamente pediria recontagem dos votos. Bom sinal, pensávamos nós. Sinal de que desde bem cedo o polvo via a sua situação muito tremida.

Findo o jantar e naturalmente, entre dispersões e regressos a casa, seguimos para o estádio cerca de 20 pessoas, em grupos, em amena cavaqueira, mas o semblante era sempre o mesmo em todos os rostos. Esperança, motivação, era hoje o Dia do Sporting.
A noite ia avançando, um punhado mais de foristas foi dispersando dado o adiantar da hora, mas outros permaneceram indeléveis nas imediações do Hall VIP, esperando impacientemente alguma informação quer de dentro do mesmo, quer dos jornalistas presentes dos vários orgãos de comunicação social.
Nem a chuva, nem a tentativa (consumada) de invasão do Hall VIP por parte de alguns elementos da Juve Leo nos demoveram dos nossos lugares, mantivemo-nos firmes, unidos, ali, pelo Sporting.

Já a madrugada ia longa quando entrámos para o Hall VIP, por entre cânticos, abraços e sorrisos, surgiam as primeiras informações de que Bruno de Carvalho teria vencido o acto eleitoral, quer na internet, quer posteriormente confirmadas pelos jornalistas presentes. Estava quase. Muitos apelavam à calma, mas muitos outros não conseguiam conter a emoção e cantavam, saltavam, rejubilavam por finalmente nos terem devolvido o Sporting. Rebentaram-se petardos, entoaram-se gritos de "A SIC é do Benfica! Oh oh oh oh ohhh...", a euforia era tal que quando davamos por nós estavamos a falar e a confraternizar com perfeitos estranhos como se nos conhecessemos à anos e anos.

Entretanto surgiu uma pessoa a comunicar no Hall VIP para nos dirigirmos para fora do recinto pos iria ser anunciado a vencedor das eleições, que posteriormente subiria ao palanque ali montado para o efeito. Assim o fizémos. Mal saímos as portas do auditório foram trancadas, cerradas, para que ninguém conseguisse voltar a entrar. À chuva, na rua, os cânticos e as palmas não deixavam a vizinhança dormir, era daquelas noites em que as vozes gritavam mais alto, eram rugidos de milhares de Leões e Leoas àvidos por um Sporting vencedor.

Já perto das 5h30 da madrugada chegava-nos a informação via telemóvel, de parentes em casa colados à TV e à internet, de que houvera uma reviravolta de última hora e de que a lista vencedora seria a Lista A, de Godinho Lopes, mesmo depois de Rogério Alves, candidato pela mesma lista à Mesa da Assembleia Geral ter vindo publicamente e aos microfones dos jornalistas felicitar Bruno de Carvalho pela vitória no acto eleitoral e desejar-lhe toda a felicidade. Muitos de nós julgaram ser uma contra-informação errada, dado que tudo e todos davam como praticamente consumada a vitória da Lista C. Apesar da fé ainda se manter, as já longas horas e horas de espera faziam-nos antever que qualquer coisa de errado se passava. Porquê tanto tempo para anunciar o vencedor? Porque nos disseram para irmos para a rua que o vencedor iria ser anunciado dentro de momentos, quando mais de 1 hora depois rigorosamente ninguém nos tinha vindo comunicar absolutamente nada?

Foi então que começou a surgir de todo o lado a informação final de que Godinho Lopes teria vencido as eleições, depois de uma pequena afinação dos números dado o diferencial ser bastante reduzido. Não vou, agora, entrar em demais detalhes. Só dizer que ainda está, hoje, 27 de Março de 2012, por explicar os mais de 4000 votos que apareceram fantasmagóricamente depois dos números oficiais serem dados a conhecer.

A partir deste momento, todos sabem o que se passou, o que se viveu, o que se sentiu. Não sou eu que vou estar a repisar esses momentos.

A viagem de volta a casa nessa madrugada, já pelas 7h da manhã, foi a macabra mentalização de que o Sporting Clube de Portugal teria sido alvo do maior acto de cobardia, roubo e desonestidade alguma vez visto no desporto nacional.

Naquela noite, roubaram-nos o Sporting.


Vou encurtar as minhas palavras para dizer o seguinte:
- Quem esteve naquela noite, em Alvalade, SABE que houve fraude nas eleições do Sporting! Porque o sentiu na pele! Por mais de A ou B tente desvirtuar qualquer acto de legalidade que tenha acontecido, NÓS SABEMOS QUE HOUVE FRAUDE! ESTÁVAMOS LÁ! VIMOS O SPORTING SER ROUBADO E ESBULHADO DEBAIXO DO NOSSO NARIZ!

- Quem esteve em Alvalade naquela noite sabe, por mais teorias que inventem, sabe que a massa adepta do Sporting é a mais fiel, mais apaixonada e mais íntegra do Mundo.

- Quem esteve em Alvalade naquela noite sabe que a oportunidade era única de esvaziar o Sporting de todos os seus malfeitores.

- Quem esteve em Alvalade naquela noite, à chuva, ao frio, com mulheres e filhos em casa a quilómetros de distância sabe, mais do que tudo, que o verdadeiro Sporting somos nós!


E um dia, porque esse dia chegará, mais cedo ou mais tarde, o Sporting irá ser-nos devolvido. Vivo ou Morto.


Um grande abraço a todos aqueles com quem privei naquele dia e noite em Alvalade, do jantar até ao regresso a casa. Um grande abraço a todos e votos de que em breve nos voltemos a reunir mais uma vez, para resgatar aquilo que é nosso por direito.


O SPORTING AOS SPORTINGUISTAS!


Que arrepio na espinha depois de ler o teu post. Embora estivesse na Holanda (em Erasmus) e por isso não me tenha sido permitido votar e estar lá, como bem queria, revi-me bem no que escreveste. Até porque segui em directo as eleições via streaming até já ser de manhã. Nem queria acreditar.

A única coisa que me faz pagar as quotas é saber que mais tarde ou mais cedo vou poder exercer novamente o direito de voto, e lutar pelo nosso clube. Por muito que nos custe, é o máximo que podemos fazer.
É evidente que foi roubado, que foi aldrabado!! São todos responsáveis e foi uma pena e uma oortunidade perdida ali naquela noite e às sete da matina não se ter acabado com a raça deles!! Pandilha de ladrões, vigatistas e criminosos!!! Ódio eterno!!! :arrow:
Até nem houve gente a votar que não era sócio/sportinguista nem nada...

Valeu de tudo.

Está agora a fazer um ano, que juntamente com umas centenas de bravos Sportinguistas, aguardávamos esperançosos a vitória de BdC.

Infelizmente, nessa noite, que começou em grande estilo num mega jantar de elementos do melhor fórum da net, passaram-se coisas que julguei serem impossíveis de acontecer no Clube que o meu Pai me ensinou a amar e que eu mais tarde vim a adorar completamente...


Foi sem qualquer dúvida, (mesmo considerando os 3-6 e a final da Uefa, que vi ao vivo), a maior tristeza que vivi enquanto Sportinguista...

O passar das horas, o cântico que anunciava a vitória do Bruno, o prorrogar das contagens, os petardos da Juve, o correrem connosco do hall vip (porque já tinham chegado a um resultado final e portanto queriam anunciar os resultados com pompa, no palco instalado para o efeito), a debandada de todos os sócios que apoiavam GL, permanecendo em Alvalade apenas apoiantes do BdC, o trocar palavras com um jornalista da SIC que confirmava a vitória do Bruno, o anúncio em todos os jornais desportivos da vitória do Bruno de Carvalho, os parabéns do vencedor anunciado à Mesa da AG - Rogério Alves, congratulando o Bruno e mostrando uma total disponibilidade futura de colaboração estreita entre os vencedores apesar de virem de listas diferentes...o stress por nunca mais anunciarem o Bruno como vencedor...o acumular de horas...o anúncio abrupto e aterrador de que, afinal godinho lopes tinha ganho as eleições para o CD e Eduardo Barroso para a Mesa da AG, numa inversão completa, inusitada e conveniente dos resultados oficiosos que todos tinhamos tido conhecimento prévio...foi uma bomba armadilhada que explodiu quando esse rato de esgoto apareceu numa tentativa de falar aos Sportinguistas ali presentes...

Foi triste, demasiado triste, e se me orgulho de ter ficado em Alvalade nessa noite, junto de irmãos de sangue leonino, crentes no regresso do verdadeiro Sporting, foi, nessa manhã, quando regressava a casa meio anestesiado, meio masoquista e vinha a ouvir esse filho da p.uta do Lino de castro, (que até hoje, mais do que qualquer outro destes carneiros que nos tem desgovernado é o porcalhão que eu mais gostava de ver na rua para lhe poder dizer uma ou duas palavrinhas), que me senti apunhalado, apunhalado e com uma navalha daquelas bem compridas, que me chegava ao coração...

Por mais que me tenha iludido, por mais esperança que tenha tido, por mais quotas que tenha pago ou venha a pagar, por mais vitórias e títulos que venhamos a conquistar no futuro, a verdade, do fundo do coração, é que o Sporting, aquele SPORITNG que me fez sonhar, desde criança até esse dia, MORREU ALI.

Tudo o que aconteceu/venha a acontecer já nunca será igual. Mesmo que continue a vibrar com as vitórias e a chorar com as derrotas, nunca mais posso sentir (dizê-lo até posso, mas...) que o Sporting é um Clube Único/EXEMPLAR, e não posso porque nós SPORTINGUISTAS não fomos capazes de exigir que assim acontecesse...deixando-nos violentar naquilo que é mais elementar: A VERDADE!

E GRITO AQUI BEM ALTO PARA QUEM QUISER OUVIR:

AS ELEIÇÕES FORAM ALDRABADAS!!!!
QUEM LÁ ESTEVE, E ÉRAMOS MUITOS DO FÓRUM, SABE QUE, POR MAIS M.ERDAS QUE DIGAM E JUSTIFIQUEM, AS ELEIÇÕES FORAM ALDRABADAS/AFINADAS, como lhes queiram chamar.


Não sei como estaríamos se a vontade dos Sócios tivesse sido respeitada, mas, DIFICILMENTE estaríamos pior!
EU ACREDITAVA E CONTINUO A ACREDITAR NO BdC.


ABAIXO O GODINHISMO,




VIVA O GRANDE (em história e fieldade de alguns dos seus adeptos) SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!




PS: Peço desculpa pelo tamanho do post...mas tinha que desabafar...

Artur Guerreiro,

Excelente desabafo, que todos os desabafos fossem como o teu e teríamos um Sporting Clube de Portugal bem melhor.

Continuo com a esperança que mais tarde ou mais cedo o fatídico dia 26-03-2011 em que tivemos um empossado chegará ao fim, até lá lutar nada mais nos resta, mas desistir do verdadeiro Sporting Clube de Portugal, nunca.

Obrigado pelo teu desabafo!  :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:
23-03-2013 O dia mais feliz da minha vida como sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem-haja Presidente!
23-06-2018 O pior dia da minha vida como sportinguista. Após campanha orquestrada entre lampiões, croquetes e comunicação social, cai o melhor Presidente da história do clube. Obrigado do fundo do coração Presidente por ter trazido um orgulho e alegria que estavam esmagados no meu coração para mim será eterno.
Podia simplesmente citar o post do meu grande amigo Artur e fazer das dele as minhas palavras, mas sinto que também deva dizer algo.

O dia 26 de Março de 2011 foi, sem qualquer tipo de dúvida, o dia mais triste da minha vida enquanto Sportinguista. Adjectivei como triste como podia adjectivar de 1001 outras formas, que o sentimento seria sempre o mesmo. Até hoje.
A maior vergonha de um clube centenário ocorreu naquela fatídica madrugada em que estavamos PRONTOS a salvar o Sporting de uma vez por todas de uma manada de bandidos, pulhas e canalhas, dignos de um filme de Scorcese.

Todo esse dia foi marcado por puro Sportinguismo, desde o jantar do Forum onde compareceram mais de 40 pessoas, onde tive o prazer de conhecer muitos e muitos foristas que ainda hoje mantenho uma relação de amizade e de um Sportinguismo sem igual, ao início daquela madrugada que por mais 100 anos que viva, nunca esquecerei.

Ao jantar (e seria injusto da minha parte referir nomes, porque eramos tantos...) o espirito e a esperança eram inabaláveis, a confiança reinava numa mesa gigante onde irmãos e irmãs do mesmo sangue partilhavam a sua alegria, a sua dedicação e a sua paixão a um clube. Por entre o repasto e o golo do Matías frente a Portugal, soavam os primeiros alarmes via net de que, caso fosse derrotada, a Lista A imediatamente pediria recontagem dos votos. Bom sinal, pensávamos nós. Sinal de que desde bem cedo o polvo via a sua situação muito tremida.

Findo o jantar e naturalmente, entre dispersões e regressos a casa, seguimos para o estádio cerca de 20 pessoas, em grupos, em amena cavaqueira, mas o semblante era sempre o mesmo em todos os rostos. Esperança, motivação, era hoje o Dia do Sporting.
A noite ia avançando, um punhado mais de foristas foi dispersando dado o adiantar da hora, mas outros permaneceram indeléveis nas imediações do Hall VIP, esperando impacientemente alguma informação quer de dentro do mesmo, quer dos jornalistas presentes dos vários orgãos de comunicação social.
Nem a chuva, nem a tentativa (consumada) de invasão do Hall VIP por parte de alguns elementos da Juve Leo nos demoveram dos nossos lugares, mantivemo-nos firmes, unidos, ali, pelo Sporting.

Já a madrugada ia longa quando entrámos para o Hall VIP, por entre cânticos, abraços e sorrisos, surgiam as primeiras informações de que Bruno de Carvalho teria vencido o acto eleitoral, quer na internet, quer posteriormente confirmadas pelos jornalistas presentes. Estava quase. Muitos apelavam à calma, mas muitos outros não conseguiam conter a emoção e cantavam, saltavam, rejubilavam por finalmente nos terem devolvido o Sporting. Rebentaram-se petardos, entoaram-se gritos de "A SIC é do Benfica! Oh oh oh oh ohhh...", a euforia era tal que quando davamos por nós estavamos a falar e a confraternizar com perfeitos estranhos como se nos conhecessemos à anos e anos.

Entretanto surgiu uma pessoa a comunicar no Hall VIP para nos dirigirmos para fora do recinto pos iria ser anunciado a vencedor das eleições, que posteriormente subiria ao palanque ali montado para o efeito. Assim o fizémos. Mal saímos as portas do auditório foram trancadas, cerradas, para que ninguém conseguisse voltar a entrar. À chuva, na rua, os cânticos e as palmas não deixavam a vizinhança dormir, era daquelas noites em que as vozes gritavam mais alto, eram rugidos de milhares de Leões e Leoas àvidos por um Sporting vencedor.

Já perto das 5h30 da madrugada chegava-nos a informação via telemóvel, de parentes em casa colados à TV e à internet, de que houvera uma reviravolta de última hora e de que a lista vencedora seria a Lista A, de Godinho Lopes, mesmo depois de Rogério Alves, candidato pela mesma lista à Mesa da Assembleia Geral ter vindo publicamente e aos microfones dos jornalistas felicitar Bruno de Carvalho pela vitória no acto eleitoral e desejar-lhe toda a felicidade. Muitos de nós julgaram ser uma contra-informação errada, dado que tudo e todos davam como praticamente consumada a vitória da Lista C. Apesar da fé ainda se manter, as já longas horas e horas de espera faziam-nos antever que qualquer coisa de errado se passava. Porquê tanto tempo para anunciar o vencedor? Porque nos disseram para irmos para a rua que o vencedor iria ser anunciado dentro de momentos, quando mais de 1 hora depois rigorosamente ninguém nos tinha vindo comunicar absolutamente nada?

Foi então que começou a surgir de todo o lado a informação final de que Godinho Lopes teria vencido as eleições, depois de uma pequena afinação dos números dado o diferencial ser bastante reduzido. Não vou, agora, entrar em demais detalhes. Só dizer que ainda está, hoje, 27 de Março de 2012, por explicar os mais de 4000 votos que apareceram fantasmagóricamente depois dos números oficiais serem dados a conhecer.

A partir deste momento, todos sabem o que se passou, o que se viveu, o que se sentiu. Não sou eu que vou estar a repisar esses momentos.

A viagem de volta a casa nessa madrugada, já pelas 7h da manhã, foi a macabra mentalização de que o Sporting Clube de Portugal teria sido alvo do maior acto de cobardia, roubo e desonestidade alguma vez visto no desporto nacional.

Naquela noite, roubaram-nos o Sporting.


Vou encurtar as minhas palavras para dizer o seguinte:
- Quem esteve naquela noite, em Alvalade, SABE que houve fraude nas eleições do Sporting! Porque o sentiu na pele! Por mais de A ou B tente desvirtuar qualquer acto de legalidade que tenha acontecido, NÓS SABEMOS QUE HOUVE FRAUDE! ESTÁVAMOS LÁ! VIMOS O SPORTING SER ROUBADO E ESBULHADO DEBAIXO DO NOSSO NARIZ!

- Quem esteve em Alvalade naquela noite sabe, por mais teorias que inventem, sabe que a massa adepta do Sporting é a mais fiel, mais apaixonada e mais íntegra do Mundo.

- Quem esteve em Alvalade naquela noite sabe que a oportunidade era única de esvaziar o Sporting de todos os seus malfeitores.

- Quem esteve em Alvalade naquela noite, à chuva, ao frio, com mulheres e filhos em casa a quilómetros de distância sabe, mais do que tudo, que o verdadeiro Sporting somos nós!


E um dia, porque esse dia chegará, mais cedo ou mais tarde, o Sporting irá ser-nos devolvido. Vivo ou Morto.


Um grande abraço a todos aqueles com quem privei naquele dia e noite em Alvalade, do jantar até ao regresso a casa. Um grande abraço a todos e votos de que em breve nos voltemos a reunir mais uma vez, para resgatar aquilo que é nosso por direito.


O SPORTING AOS SPORTINGUISTAS!

Obrigado Assenzaforzata, por contares a tua verdade e os teus sentimentos.  :clap: :clap: :clap: :clap:

Não estive presente, mas sofri muito junto com a minha filha naquela noite a mais vergonhosa e triste da minha vida como Sportinguista.

Certo de que estaria se pudesse estar com o maior orgulho do Mundo, enorme abraço por lá teres estado e seres um dos que lutou para um Sporting Clube de Portugal como o conhecemos e não isto a que estamos a assistir.

Acredito que o dia de a corja cair chegará mais tarde ou mais cedo. VERGONHA!
23-03-2013 O dia mais feliz da minha vida como sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem-haja Presidente!
23-06-2018 O pior dia da minha vida como sportinguista. Após campanha orquestrada entre lampiões, croquetes e comunicação social, cai o melhor Presidente da história do clube. Obrigado do fundo do coração Presidente por ter trazido um orgulho e alegria que estavam esmagados no meu coração para mim será eterno.
Já dizia o Estaline, 'It's Not the People Who Vote that Count; It's the People Who Count the Votes'
Um ano depois ainda dói demasiado voltar a ler estas coisas.

Eu já não tenho esperança absolutamente nenhuma e esta história do estádio onde ninguém com real responsabilidade se mexeu a favor dos interesses do Sporting ajuda e muito a que me sinta assim.

Estamos entregues aos bixos.
"O Sporting Clube de Portugal é uma reserva moral no plano desportivo e social. E para tanto temos de trabalhar ainda mais, ser ainda mais competentes do que aqueles que não foram. Haja Sporting. E haja desporto, paz, justiça, honra, trabalho e dignidade, com dedicação rigor e competencia. Porque o Sporting é mais que um Clube, é uma forma de estar na vida. Com elevação e respeito, é essa a nossa marca. É isso que nos faz diferentes. É isso que nos faz ganhar. O desejo de ser melhor, de fazer melhor, ir mais longe."
ROUBO DE IGREJA FOI O QUE SE PASSOU NAQUELA NOITE.

NÂO PODERÁ FICAR ESQUECIDA, ATÉ CHOREI, JÁ QUE ME ENVOLVI TANTO NAS ELEIÇÕES DADA A REVOLTA QUE ME CAUSARAM TODAS AS OUTRAS LISTAS QUE POR FIM SE UNIRAM CONTRA O BRUNO EM VEZ DE SE UNIREM PELO SPORTING
     :twisted: :twisted: :twisted:
GARRA
Um ano depois ainda dói demasiado voltar a ler estas coisas.
Isto. Sem dúvidas o dia mais triste da minha vida leonina.

E também não consigo desejar insucesso desportivo ao Sporting (mesmo sabendo que essa seria a forma mais rápida, e provavelmente a única, deles saírem do poleiro). Mas também não podemos nem devemos estar à espera que um salvador da pátria, um D. Sebastião se mexa para tomarmos acções, temos já no dia 24 uma "batalha" (e não, não estou nem quero incitar à violência, pois não é o meu estilo de vida).

Entristece-me bastante ver pessoas que se dizem sportinguistas assobiarem para o lado e fecharem os olhos enquanto esta gente faz o que quer, sempre em benefício próprio e nunca do clube que dizem servir. Já cheguei a ser apelidado de lampião e de destabilizador por lhes dizer as verdades. Está na hora de abrir os olhos! O Sporting ainda é nosso, mas pode deixar de ser se continuarmos de braços cruzados, está na hora de arregaçar as mangas e limpar a casa!
Um ano depois ainda dói demasiado voltar a ler estas coisas.
Isto. Sem dúvidas o dia mais triste da minha vida leonina.

E também não consigo desejar insucesso desportivo ao Sporting (mesmo sabendo que essa seria a forma mais rápida, e provavelmente a única, deles saírem do poleiro). Mas também não podemos nem devemos estar à espera que um salvador da pátria, um D. Sebastião se mexa para tomarmos acções, temos já no dia 24 uma "batalha" (e não, não estou nem quero incitar à violência, pois não é o meu estilo de vida).

Entristece-me bastante ver pessoas que se dizem sportinguistas assobiarem para o lado e fecharem os olhos enquanto esta gente faz o que quer, sempre em benefício próprio e nunca do clube que dizem servir. Já cheguei a ser apelidado de lampião e de destabilizador por lhes dizer as verdades. Está na hora de abrir os olhos! O Sporting ainda é nosso, mas pode deixar de ser se continuarmos de braços cruzados, está na hora de arregaçar as mangas e limpar a casa!

Bem dito.
 :arrow:
És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013
Aqui alguém disse que mais de ano depois ainda dói ler estes posts...

Eu digo que por toda vida nos mancharam naquilo que era o nosso maior orgulho: o facto de sermos diferentes... de sermos um clube visto com o desdém de quem no fundo sempre queria ser como nós... integros e intocáveis na nossa honra!

Tenho para mim como como a maioria dos presentes aqui no fórum 3 momentos muito tristes e marcantes pela negativa... 1º A final da UEFA perdida em casa; 2º a derrota por 3-6 frente ás galinhas; 3º a derrota europeia frente ao Bayern M (0-5 e 7-1)... mas estas derrotas por muito que tivessem doído (e doeram... muito!!), nunca me abalaram o sentimento de pertencer ao "Clube Diferente" melhor que todos os outros porque sempre fomos e sempre seríamos... INTEGROS!! Por muito que nos custasse peder um jogo e/ou uma qualquer competição... sempre era preferivél do que ver o nome do enorme SPORTING CLUBE DE PORTUGAL na lama...

Hoje em dia quando posso, continuo a ir a Alvalade (não com a frequência que gostaria... mas isso são outros quinhentos)... continuo a vibrar com os nossos golos e as nossas vitórias seja em que modalidade for... a minha alma que me faz ter um nervoso miudinho com ligeiros tremores no corpo ao longo do dia sempre que o nosso clube joga assim o dita...

Mas vergonha... essa apenas a senti no dia das nossas (muito arcaicas) eleições! Este é o motivo pelo qual actualmente não sou sócio... e que não me deixa sê-lo.

No fim de tudo isto (até porque aqui alguém já referiu que o nosso CLUBE nos há-de ser devolvido... vivo ou morto!), o que eu temo é que nem morto nos devolvam o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL...

Saudações Leoninas

P.S. - redigo estas linhas nas vésperas do jogo frente ao metalist... e já hoje estou com um nervoso miudinho! Espero que com maior ou menor dificuldade nos apuremos para a meia-final!
...e o SPORTING é o nosso grande amor!!