Noticias sobre o Cosmos/Espaço/Universo

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Pois bem pessoal decidi abrir este tópico, pois tal como eu, acho que há pelo forum malta que também se interessa bastante por este tipo de temas. Peço desculpa se já existia um tópico sobre isto, pelo que procurei não encontrei.

A NASA confirmou a existência de um planeta semelhante à Terra na “zona habitável” do sistema solar Kepler 22, localizado a 600 anos-luz de distância. O Kepler-22b é 2,4 vezes maior do que a Terra, tem uma temperatura de cerca de 22ºC e é o mundo mais parecido com o Planeta Azul alguma vez confirmado pela NASA.

O Kepler-22b é o primeiro planeta localizado na "zona orbital habitável" - região perto de uma estrela que tem as temperaturas adequadas para que exista água líquida – a ser descoberto e confirmado pela agência espacial norte-americana.
 
O novo planeta é cerca de 2,4 vezes maior do que a Terra e tem uma temperatura à superfície próxima dos 20ºC, mas os investigadores desconhecem ainda a sua composição, ficando por saber se é constituído sobretudo por rocha, gás ou líquido. O período orbital do Kepler-22b é mais pequeno do que o da Terra, levando 290 dias a completar uma volta em redor da sua estrela, semelhante ao sol mas mais pequena e fria.

“A sorte sorriu-nos com a detecção deste planeta”, afirmou William Borucki, o principal investigador da missão Kepler do Centro de Investigação da NASA localizado em Moffett Field, no Estado norte-americano da Califórnia.
 
O resultado, que será publicado no “The Astrophysical Journal”, foi anunciado na segunda-feira, na primeira conferência científica sobre a missão da sonda Kepler, a decorrer na Califórnia até dia 9.
 
A confirmação do Kepler-22b foi divulgada no primeiro dia do colóquio, juntamente com o anúncio da existência de 1094 novos candidatos a planetas. Até ao momento a sonda já identificou 2326 candidatos - 207 dos quais são aproximadamente do tamanho da Terra.
 
Missão da NASA procura planetas suscetíveis de ter vida
 A sonda Kepler, lançada pela NASA em março de 2009, tem por missão procurar “planetas-irmãos” da Terra suscetíveis de ter vida, observando mais de cem mil estrelas parecidas com o Sol.
 
Até ao momento foram identificados 2326 candidatos a planetas, dos quais 207 com um tamanho aproximado ao da Terra e 680 com dimensões maiores. Mas só 54 candidatos foram localizados em “zonas habitáveis”, segundo o anunciado pela equipa em Fevereiro. O Kepler-22b era um dos planetas incluídos na lista e o primeiro cuja existência foi formalmente confirmada pela agência espacial.
 
É provável que a existência de mais planetas semelhantes à Terra seja confirmada num futuro próximo, apesar de a NASA ter redefinido os limites da “zona habitável”, reduzindo o número de possíveis “planetas-irmãos” para 48. Dez são do tamanho da Terra.
 
A existência de cada planeta encontrado precisa de ser confirmada através de diversas observações feitas por sondas em órbita, incluído a Kepler, e telescópios localizados na Terra.

In rtp http://tv2.rtp.pt/noticias/?t=Kepler-22b-e-o-planeta-mais-parecido-com-a-Terra-alguma-vez-descoberto.rtp&article=506835&visual=3&layout=10&tm=94




Um video da tv brasileira:

Kepler 22b - Nasa descobre planeta parecido com a Terra - NASA finds Earth-like planet
« Última modificação: Dezembro 10, 2011, 12:28 pm por Paracelsus »
SPORTING SEMPRE !
Já tinha visto isso...Por acaso não se sabe como é que lá está a situação do desemprego não?

Estava a pensar emigrar, mas assim...se calhar mudo é de planeta  :think:


Ah não posso! O mágico Sporting Clube de Portugal é deste planeta!!  :victory:
Já tinha visto isso...Por acaso não se sabe como é que lá está a situação do desemprego não?

Estava a pensar emigrar, mas assim...se calhar mudo é de planeta  :think:


Ah não posso! O mágico Sporting Clube de Portugal é deste planeta!!  :victory:

 Não mudes, ainda não se sabe se dá para ir para lá :inde:

 :lol:
SPORTING SEMPRE !
.. de todos os planetas que podem ter "vida" este é aquele, que externamente, me dá maiores garantias de que podem existir seres vivos parecidos connosco a habitar por aquelas partes (!). :mrgreen: :great:
Sinceramente e sem intenção de ofender, acho uma parvoíce alguém acreditar que estamos sozinhos no universo.

Não quero com isto afirmar que do outro lado do universo está o Alien, atenção, mas pelo menos algo deve existir.
Por acaso não se sabe como é que lá está a situação do desemprego não?

Estava a pensar emigrar, mas assim...se calhar mudo é de planeta  :think:




 :clap: ;D ;D ;D :clap:

Já me fizeste dar uma gargalhada as 3 da madrugada, ainda acordo a família e os vizinhos...

Assim já podemos poluir e partir tudo e tornar a África numa lixeira radioactiva desertificada, que quando a temperatura começar a subir devido ao Aquecimento Global Antropogenético, pelos menos os senhores banqueiros já devem ter bilhete para o Kepler-22b, que por essa altura já deve ter mudado de nome para Goldman Sachs Exclusive Spacial Resort - A World Out Of This World.

Mais ou menos como as propriedades onde os senhores banqueiros vivem, mas com menos pobretanas e desempregados para aleijar a vista.

Fica assim explicado a razão para tanta ganancia...É que os bilhetes devem ser carotes.
.. de todos os planetas que podem ter "vida" este é aquele, que externamente, me dá maiores garantias de que podem existir seres vivos parecidos connosco a habitar por aquelas partes (!). :mrgreen: :great:

 :arrow:
Exactamente o mesmo que penso.

Sinceramente e sem intenção de ofender, acho uma parvoíce alguém acreditar que estamos sozinhos no universo.

Não quero com isto afirmar que do outro lado do universo está o Alien, atenção, mas pelo menos algo deve existir.

Também sou da mesma opinião. Secalhar grande parte das pessoas quando ouve falar em vida para além do nosso planeta, só se lembra daqueles miticos seres esverdeados de braços longos, olhos grandes em forma oval e negros. Mas, para existir Vida, basta considerarmos uns meros seres uni ou multicelulares.
SPORTING SEMPRE !
se há lá seres parecidos connosco é de evitar, quem sabe está se cheio de lampiões e tripeiros?!
Já tinha visto isso...Por acaso não se sabe como é que lá está a situação do desemprego não?

Estava a pensar emigrar, mas assim...se calhar mudo é de planeta  :think:


Ah não posso! O mágico Sporting Clube de Portugal é deste planeta!!  :victory:

 Não mudes, ainda não se sabe se dá para ir para lá :inde:

 :lol:
A 600 anos luz é impossível, por enquanto.
Acredito em vida fora do planeta Terra, quanto mais não seja, vida microscopia e isso.

Se existem, seres-humanos, ou pelo menos seres, "parecidos" connosco, já é outra história, mas não a coloco de parte.

Duvido é que alguma vez, consigamos ter a certeza disso. Acho que o planeta Terra não dura tempo suficiente, para a população evoluir de tal forma, que seja possível passear pelo universo.  :lol:

Mas por acaso, gosto destes temas. Universo, Vida extra-terrestre, Ovnis, etc...
Acredito em vida fora do planeta Terra, quanto mais não seja, vida microscopia e isso.

Se existem, seres-humanos, ou pelo menos seres, "parecidos" connosco, já é outra história, mas não a coloco de parte.

Duvido é que alguma vez, consigamos ter a certeza disso. Acho que o planeta Terra não dura tempo suficiente, para a população evoluir de tal forma, que seja possível passear pelo universo.  :lol:

Mas por acaso, gosto destes temas. Universo, Vida extra-terrestre, Ovnis, etc...

Em dois séculos passamos de cavalos para foguetões, de candeeiros à produção da energia atómica e sabe-se lá mais, imagina num milénio.
Acredito em vida no Universo. Era muita coincidência não haver.

O que não acredito é que exista alguma espécie de ser vivo que chegue aos nossos calcanhares  :lol:. Portanto, esqueçam lá isso dos OVNIs e dos extraterrestres esverdeados e com 2 corninhos que passeiam pelo universo e que de vez em quando nos assombram, que isso provavelmente nunca passará da ficção. É apenas a minha opinião, claro.

E também gosto muito destes temas!
Acredito em vida fora do planeta Terra, quanto mais não seja, vida microscopia e isso.

Se existem, seres-humanos, ou pelo menos seres, "parecidos" connosco, já é outra história, mas não a coloco de parte.

Duvido é que alguma vez, consigamos ter a certeza disso. Acho que o planeta Terra não dura tempo suficiente, para a população evoluir de tal forma, que seja possível passear pelo universo.  :lol:

Mas por acaso, gosto destes temas. Universo, Vida extra-terrestre, Ovnis, etc...

Em dois séculos passamos de cavalos para foguetões, de candeeiros à produção da energia atómica e sabe-se lá mais, imagina num milénio.

 :arrow:

A evolução dá-se a uma boa velocidade. Quem sabe um dia seremos avançados o suficiente para conseguir alcançar pontos no espaço que até então eram impossiveis de chegar.
SPORTING SEMPRE !
Raio de notícia sensacionalista...

Então esse vídeo da tv brasileira, "Nasa descobre planeta parecido com a Terra". Eles sabem lá se é parecido, tanto quanto sabemos pode até ser uma bola de gás, ou um inferno atmosférico como Vénus ou uma rocha gelada. As únicas parecenças são mesmo o intervalo onde se pode localizar a temperatura à superfície (que não se pode prever sem se saber como é a atmosfera) e a dimensão. Apenas isso.

Claro que ninguém nos garante que este planeta não é mesmo uma "cópia" do nosso com vida inteligente e tudo. É bem mais provável este ser assim, do que qualquer outro planeta (à excepção de HD 85512b e Gliese 581d) encontrado até hoje. Mas aí já entramos no campo da adivinhação.

Agora que já me queixei dos jornalistas já posso passar à satisfação. É de facto uma grande notícia, em particular pela promessa que mais planetas com características (dimensão e localização na zona habitável) semelhantes terão a sua existência confirmada (porque já foram encontrados) daqui para a frente, multiplicando assim a probabilidade de se encontrar um planeta semelhante à Terra noutras questões, nomeadamente a presença de água no estado líquido e quem sabe até de vida, mesmo que muito simples.



Já agora ficam umas curiosidades sobre a previsão da gravidade neste planeta. Se tiver uma densidade semelhante à da Terra (ou seja se for um planeta rochoso) à superfície do planeta alguém que pese 70kg na Terra em Kepler 22b pesará 168kg, se for maioritariamente constituído por água essa mesma pessoa pesará 30,1kg.
Raio de notícia sensacionalista...

Então esse vídeo da tv brasileira, "Nasa descobre planeta parecido com a Terra". Eles sabem lá se é parecido, tanto quanto sabemos pode até ser uma bola de gás, ou um inferno atmosférico como Vénus ou uma rocha gelada. As únicas parecenças são mesmo o intervalo onde se pode localizar a temperatura à superfície (que não se pode prever sem se saber como é a atmosfera) e a dimensão. Apenas isso.

Claro que ninguém nos garante que este planeta não é mesmo uma "cópia" do nosso com vida inteligente e tudo. É bem mais provável este ser assim, do que qualquer outro planeta (à excepção de HD 85512b e Gliese 581d) encontrado até hoje. Mas aí já entramos no campo da adivinhação.

Agora que já me queixei dos jornalistas já posso passar à satisfação. É de facto uma grande notícia, em particular pela promessa que mais planetas com características (dimensão e localização na zona habitável) semelhantes terão a sua existência confirmada (porque já foram encontrados) daqui para a frente, multiplicando assim a probabilidade de se encontrar um planeta semelhante à Terra noutras questões, nomeadamente a presença de água no estado líquido e quem sabe até de vida, mesmo que muito simples.



Já agora ficam umas curiosidades sobre a previsão da gravidade neste planeta. Se tiver uma densidade semelhante à da Terra (ou seja se for um planeta rochoso) à superfície do planeta alguém que pese 70kg na Terra em Kepler 22b pesará 168kg, se for maioritariamente constituído por água essa mesma pessoa pesará 30,1kg.

Não tinha ainda conhecimento deste facto, é de facto uma grande diferença :o
SPORTING SEMPRE !
Acredito em vida fora do planeta Terra, quanto mais não seja, vida microscopia e isso.

Se existem, seres-humanos, ou pelo menos seres, "parecidos" connosco, já é outra história, mas não a coloco de parte.

Duvido é que alguma vez, consigamos ter a certeza disso. Acho que o planeta Terra não dura tempo suficiente, para a população evoluir de tal forma, que seja possível passear pelo universo.  :lol:

Mas por acaso, gosto destes temas. Universo, Vida extra-terrestre, Ovnis, etc...

Em dois séculos passamos de cavalos para foguetões, de candeeiros à produção da energia atómica e sabe-se lá mais, imagina num milénio.
Pois ...mas foi tambem em apenas pouco mais de 2 seculos que quase acabamos com os recursos que servem da base ao nosso dito " desenvolvimento " ! - Essa vai ser uma questao muito interessante , vai ser uma corrida contra o tempo !
Ter garra para escrever o futuro !




Notícia interessante, mas na minha opinião há demasiados problemas por resolver neste mundo antes que possamos pensar em partir para outros. Infelizmente parece que essa não é a prioridade.
«What's with these new bands? Everyone knows Rock attained perfection in 1974, it's a scientific fact!»

Sem ajudas de regimes nem cafés com leite... SPORTING, A MAIOR POTÊNCIA DESPORTIVA NACIONAL
Ainda nem conhecemos o nosso e já estão a pensar em viajar.... A questão da evolução não é posta em causa, se a evolução disparou de uma forma enorme deve-se ao génio que inventou o computador, e foi a partir desta evolução que tudo evolui-o de uma forma muito mais rápida. 

E a questão que mais se põe é, o nosso planeta vai aguentar o tempo suficiente para podermos viajar entre planetas?
"Sporting! Minha vida é o Sporting, minha paixão é o Sporting, meu amor é o Sporting, é o Sporting é o Sporting é o Sporting! Meu vício é o Sporting, minha família é o Sporting, Sporting, Sporting, Sporting, é o meu Sporting!"
Por acaso não se sabe como é que lá está a situação do desemprego não?

Estava a pensar emigrar, mas assim...se calhar mudo é de planeta  :think:




 :clap: ;D ;D ;D :clap:

Já me fizeste dar uma gargalhada as 3 da madrugada, ainda acordo a família e os vizinhos...

Assim já podemos poluir e partir tudo e tornar a África numa lixeira radioactiva desertificada, que quando a temperatura começar a subir devido ao Aquecimento Global Antropogenético, pelos menos os senhores banqueiros já devem ter bilhete para o Kepler-22b, que por essa altura já deve ter mudado de nome para Goldman Sachs Exclusive Spacial Resort - A World Out Of This World.

Mais ou menos como as propriedades onde os senhores banqueiros vivem, mas com menos pobretanas e desempregados para aleijar a vista.

Fica assim explicado a razão para tanta ganancia...É que os bilhetes devem ser carotes.



 :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:
Não vai muito de encontro com o tema do tópico, o planeta, mas é sobre o Espaço e mais uma vez uma noticia interessante desta ''coisa'' fascinante que é o Universo. Portanto para não abrir outro tópico decidi incorporar aqui esta noticia, assim como irei continuar a fazer com mais noticias que surgam, espero que voçês também contribuam.

Captadas imagens de estrela «canibalizada»

Um grupo de astrónomos de um instituto de investigação de Grenoble, em França, e do Observatório Europeu Austral obtiveram as primeiras imagens de uma estrela que terá sido «canibalizada» pela outra, segundo anunciou esta quinta-feira o Centro Nacional da Investigação Científica (CNRS).

Em comunicado citado pela agência noticiosa France-Presse, o CNRS informa que foi graças a um telescópio virtual de 130 metros de diâmetro que os cientistas puderam observar a SS Leporis, um sistema de estrelas binário «atípico».

Os cientistas suspeitam que a estrela menos evoluída «canibalizou» a sua companheira mais velha, uma estrela gigante vermelha e fria.

De acordo com os astrónomos do CNRS, a estrela gigante terá «cedido perto de metade da sua massa inicial sob a forma de um vento estelar capturado pelo astro mais quente».
Situadas na constelação de Lièvre, as duas estrelas da SS Leporis têm uma distância ligeiramente superior à distância entre o Sol e a Terra.

O CNRS defende que as observações permitiram aos cientistas provar que estas observações «abrem perspectivas fascinantes para o estudo de outros sistemas de estrelas binários em interacção».

SPORTING SEMPRE !