Frederico Varandas - Director Clinico Sporting CP

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Que falta de noção e ridículo.

Se há sector que realmente trabalha excepcionalmente bem no futebol profissional do clube é o departamento médico.
Que falta de noção e ridículo.

Se há sector que realmente trabalha excepcionalmente bem no futebol profissional do clube é o departamento médico.

Podes crer...
Fossem todos os departamentos do Sporting como o departamento médico e eramos o Bayern cá do sitio.
Fds, patético.

As galinhas e os porcos e respectivos "departamentos médicos" estão a ANOS LUZ do que se faz em Alvalade. ANOS LUZ!

O Varandas é "só" o médico a trabalhar num Clube profissional mais conceituado em Portugal. Só.
«Já vi o suficiente deste JJ e já lhe tirei as medidas. Com ele, o Sporting não vai a lado nenhum»
@SCP Always in forumscp 22-08-17

Queria aproveitar este momento conturbado e preocupante da vida do nosso Clube para publicamente reconhecer que o amigo tinha toda a razão. Ainda mais do que aquela que na altura todos suponhamos ser possível.
@Toca_do_lobo 18/05/2018
Noticias CM dizem tudo..
FORÇA GRANDE BRUNO CARVALHO...
Um gajo olha para o vizinho e vê metade da equipa no estaleiro.

Meu rico Varandas, desde que cá está penso que nunca tivemos uma vaga de lesões. Lesões reincidentes só os lesionados crónicos tipo Izmailov, Jeffren, Ewerton, dos quais o Varandas não tem culpa nenhuma.
Citar
FREDERICO VARANDAS: «ADRIEN METE A CABEÇA ONDE OS OUTROS METEM OS PÉS»
Diretor clínico do Sporting considera capitão um exemplo

No âmbito das Jornadas Internacionais de Medicina Desportiva, que decorrem este sábado em Alvalade, Frederico Varandas aceitou o desafio de Record para fazer um balanço da época prestes a terminar a nível de lesões. A análise do diretor clínico do Sporting é positiva.

"Há lesões que se conseguem evitar, com um bom planeamento e boa metodologia. E aqui a equipa técnica tem muito mérito. Podem ir buscar o melhor médico do mundo, se tiver um treinador que não respeite a recuperação de um atleta, as cargas, aquilo parece um hospital de campanha. O mérito tem de ser repartido. A nível dessas leões, que se conseguem prever, a época foi um sucesso", avalia Frederico Varandas, 37 anos.

Se houve "pouquíssimas" mazelas musculares, considerando que foi uma temporada com Champions, já problemas traumáticos aconteceram alguns e "para o mesmo jogador", Adrien.  Frederico Varandas começa por falar em "lesões azaradas" mas depressa corrige, porque há uma explicação bem objetiva.

"É preciso dar-lhe o mérito. O Adrien magoa-se mais porque mete a cabeça onde os outros metem os pés. Sinto respeito por jogadores como o Adrien. Se ele tem lesões no joelho é porque disputa todos os lances a 100%. Ele não brinca num jogo. Divide a bola. Tenta dar tudo em cada lance e isso paga-se. Sofre mais contacto físico. As lesões traumáticas dele foram assim. Tem a ver com a sua forma de jogar", considera o médico fisiatra, remetendo para um segundo exemplo. "Lembro-me do Rinaudo, que teve uma lesão gravíssima connosco. Era igual na entrega. Estes jogadores que dão tudo muitas vezes têm uma carreira mais acidentada exatamente por isso."

Expectativa por Carlos Mané

Se as lesões de Adrien não se explicam por mero azar, o mesmo não se pode dizer do caso de Carlos Mané. O avançado cedido ao Estugarda lesionou-se com gravidade nesta reta final da temporada e acaba de ser operado ao joelho direito. Pedro Pessoa, aos 56 anos, tem já um vasto currículo e experiência nestas intervenções. "Fazemos talvez 200 cirurgias aos ligamentos por ano. Eu opero à 2.ª, 3.ª, 4.ª e 5.ª feiras, 12 por semana em média. Mas posso fazer até 12 operações num dia. Se fosse pôr no currículo agora, já seriam muitos milhares", afirma o responsável pela cirurgia a Mané, que decorreu no Hospital CUF Descobertas.

"A operação correu muito bem. Não é (ligamento) cruzado, não é menisco, é uma lesão da cartilagem e, portanto, o tempo de retorno tem mais variáveis. Depende da evolução dele. Uma fratura osteocondral é sempre uma lesão grave", remata o ortopedista do departamento médico do Sporting.

Record
Citar

BOLETIM CLÍNICO
Por Sporting CP
02 maio, 2017
EQUIPA PRINCIPAL
Informações médicas do futebol profissional sobre Alan Ruiz e João Palhinha

O departamento médico do Sporting Clube de Portugal, liderado pelo dr. Frederico Varandas, divulga as seguintes informações clínicas:

Alan Ruiz
Lesão do ligamento lateral interno do joelho esquerdo
Tempo de recuperação expectável: 6 a 8 semanas

João Palhinha
Mialgia no adutor direito
Treino condicionado

http://www.sporting.pt/pt/noticias/futebol/equipa-principal/2017-05-02/boletim-clinico
Citar

BOLETIM CLÍNICO
Por Sporting CP
26 Jul, 2017
EQUIPA PRINCIPAL
Informações médicas do futebol profissional

O departamento médico do futebol profissional do Sporting Clube de Portugal, liderado pelo dr. Frederico Varandas, divulga as seguintes informações clínicas relativas ao plantel de futebol profissional:

Jérémy Mathieu – milagia no gémeo esquerdo da perna esquerda

André Pinto – entorse do tornozelo esquerdo

Cristiano Piccini – traumatismo no joelho direito

http://www.sporting.pt/pt/noticias/futebol/equipa-principal/2017-07-26/boletim-clinico


É ele que vem a correr, certo? :lol:
Nós somos da raça que nunca se vergará!


É ele que vem a correr, certo?
Ya :mrgreen:
Grande Varandas :clap:

Lol!!Que corrida! Até me pôs a sorrir!
Temos galgo :)
Disclaimer: todas as imagens de emails são fictícias, inúteis, e de fonte secundária.

"If you can survive disappointment, nothing can beat you."

(...) But my dreams have been stolen away.
Doutor... muito trabalho pela frente! Confiança TOTAL!!
«Já vi o suficiente deste JJ e já lhe tirei as medidas. Com ele, o Sporting não vai a lado nenhum»
@SCP Always in forumscp 22-08-17

Queria aproveitar este momento conturbado e preocupante da vida do nosso Clube para publicamente reconhecer que o amigo tinha toda a razão. Ainda mais do que aquela que na altura todos suponhamos ser possível.
@Toca_do_lobo 18/05/2018
No final de Agosto quando era preciso justificar a ausência do William nos convocados lá saía um comunicado do Departamento Clínico. Agora que temos sete titulares de baixa não recebemos qualquer informação do DC.
Custava muito fazer um boletim clínico regularmente para descansar/informar os sportinguistas?
Citar

BOLETIM CLÍNICO
Por Sporting CP
21 Nov, 2017
EQUIPA PRINCIPAL
Informações médicas de futebol

O departamento médico do futebol profissional liderado pelo dr. Frederico Varandas dilvuga as seguintes informações:

Jonathan Silva – o jogador foi ontem operado no hospital da CUF Descobertas pelo dr. Pedro Pessoa, por rotura do ligamento lateral interno do joelho direito. A cirurgia foi um sucesso e o tempo expectável de recuperação é de 10 a 12 semanas.

Marcos Acuña – lesão muscular na face posterior da coxa direita: treino condicionado.

Seydou Doumbia – lesão muscular na face posterior da coxa esquerda: em tratamento.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/futebol/equipa-principal/2017-11-21/boletim-clinico
Se eu pudesse dava-te um contrato vitalício, a tua alegria sempre que festejas um golo, faz-me lembra o meu falecido avô.
Gostava de te poder conhecer pessoalmente, e agradecer o estupendo trabalho que tens feito, e que passa desapercebido aos olhos de muita gente.

Fiquei especialmente estupefacto quando me chamaram a atenção para duas coisas, o 3 jogo completo de Coentrão e do primeiro jogo completo de Wallyson faz anos(como referi no topico do jogador, pensei que fosse obrigado a abandonar a carreira antes dos 25, e voltar a ver o mesmo a fazer 90 minutos, foi simplesmente soberbo).

Deves ser uma pessoa cativante, humilde e trabalhadora!

Um obrigado sentido de um Sportinguista cada vez mais orgulhoso do trabalho que se faz neste clube, que Diferença!

E tu és uma parte importante, que nunca nos abandones Varandas!!

SL
Francisco Stromp disse um dia: " O Sporting não se deve sentir honrado por nós aqui jogarmos! Nós é que nos devemos sentir honrados por vestir a camisola do Sporting!"
Citar
Homens de vidro viram ferro no Sporting e há um segredo para isso

Programa preventivo tem permitido a Mathieu e Coentrão atirar para trás das costas registo clínico problemático.

Renascidos. De forma sucinta, poderia ser este o conceito lançado para catalogar a nova etapa nas carreiras de Jérémy Mathieu e Fábio Coentrão, jogadores recrutados a Barcelona e Real Madrid, respetivamente, com um histórico recente de lesões problemático. O central francês de 34 anos falhou 39 jogos devido a limitações clínicas nas duas últimas épocas e chegou a equacionar arrumar as botas, enquanto o internacional português falhou no mesmo período... 63 jogos.

Sem prejuízo dos benefícios inequívocos da gestão feita pelo departamento médico chefiado por Frederico Varandas, que trabalha e avalia diariamente a condição da dupla, Mathieu conta ainda com o apoio dos serviços do fisioterapeuta francês Arnaud Bruchard, que o recuperou no Barcelona. "O Jérémy pediu-nos para o acompanharmos em permanência. Todas as semanas um dos nossos colaboradores vai ter com ele, para o apoiar nas suas rotinas de trabalho e ajudá-lo a recuperar. Jérémy é um grande profissional e é um verdadeiro prazer poder ajudá-lo", começa por referir Bruchard a O JOGO, antes de assegurar total articulação e colaboração com o departamento médico leonino: "O mais importante para nós é retirar o máximo rendimento de um jogador e proporcionar-lhe as melhores condições para que ele jogue e otimize ao máximo as suas capacidades. Para isso, trabalhamos sempre em sintonia com o staff do clube, não substituímos em nenhum momento os fisioterapeutas ou os médicos do clube, trabalhamos em conjunto para melhorar (seja pela prevenção ou otimização) individual e especificamente cada jogador."

Desafiado a pronunciar-se sobre a capacidade de Mathieu manter o nível exibicional que voltou a apresentar esta época por mais algum tempo, Bruchard perspetiva: "A carreira de um jogador é muito exigente. O futebol é um dos desportos coletivos mais desgastantes. Tem a maior densidade energética (distância percorrida por tempo efetivo de jogo) e a tendência é exigir cada vez mais maior poder de explosão. O futebol do futuro vai ter 1700 mudanças de direção contra as 1300 dos dias de hoje, vai ter 110 acelerações e desacelerações em vez das atuais 70... será, por isso, cada vez mais exigente. Serão precisas capacidades além do normal, um trabalho profundo e adaptado, um suporte biológico e médico ainda mais profissional e, sobretudo, uma mente de aço. O compromisso, a motivação e o foco serão cada vez mais condições primordiais para determinar a duração de uma carreira. E, nesse aspeto, o Jérémy tem de sobra! Em qualquer caso, ele sabe que pode contar connosco para o ajudar. Claro que tudo o que propomos tem de levar em linha de conta tudo o que que ele faz diariamente no terreno. Sem análise da carga e adaptação, nada se pode fazer. Temos uma metodologia muito precisa, mas também, e sobretudo, uma equipa com ligações aos melhores especialistas da Europa. É por isso que procuramos sempre conseguir um trabalho concertado com o staff dos clubes."

Uma garantia é deixada, em última análise, por Bruchard: "Terá sempre o cuidado... de dar tudo e jogar ao mais alto nível. É esse o seu grande objetivo: ajudar o Sporting a atingir o sucesso que merece."

O Jogo
O Homem do Ano no Nosso Futebol
ESFORÇO, DEDICAÇÃO, DEVOÇÃO E GLÓRIA
https://socionumminuto.pt/
Citar
Homens de vidro viram ferro no Sporting e há um segredo para isso

Programa preventivo tem permitido a Mathieu e Coentrão atirar para trás das costas registo clínico problemático.

Renascidos. De forma sucinta, poderia ser este o conceito lançado para catalogar a nova etapa nas carreiras de Jérémy Mathieu e Fábio Coentrão, jogadores recrutados a Barcelona e Real Madrid, respetivamente, com um histórico recente de lesões problemático. O central francês de 34 anos falhou 39 jogos devido a limitações clínicas nas duas últimas épocas e chegou a equacionar arrumar as botas, enquanto o internacional português falhou no mesmo período... 63 jogos.

Sem prejuízo dos benefícios inequívocos da gestão feita pelo departamento médico chefiado por Frederico Varandas, que trabalha e avalia diariamente a condição da dupla, Mathieu conta ainda com o apoio dos serviços do fisioterapeuta francês Arnaud Bruchard, que o recuperou no Barcelona. "O Jérémy pediu-nos para o acompanharmos em permanência. Todas as semanas um dos nossos colaboradores vai ter com ele, para o apoiar nas suas rotinas de trabalho e ajudá-lo a recuperar. Jérémy é um grande profissional e é um verdadeiro prazer poder ajudá-lo", começa por referir Bruchard a O JOGO, antes de assegurar total articulação e colaboração com o departamento médico leonino: "O mais importante para nós é retirar o máximo rendimento de um jogador e proporcionar-lhe as melhores condições para que ele jogue e otimize ao máximo as suas capacidades. Para isso, trabalhamos sempre em sintonia com o staff do clube, não substituímos em nenhum momento os fisioterapeutas ou os médicos do clube, trabalhamos em conjunto para melhorar (seja pela prevenção ou otimização) individual e especificamente cada jogador."

Desafiado a pronunciar-se sobre a capacidade de Mathieu manter o nível exibicional que voltou a apresentar esta época por mais algum tempo, Bruchard perspetiva: "A carreira de um jogador é muito exigente. O futebol é um dos desportos coletivos mais desgastantes. Tem a maior densidade energética (distância percorrida por tempo efetivo de jogo) e a tendência é exigir cada vez mais maior poder de explosão. O futebol do futuro vai ter 1700 mudanças de direção contra as 1300 dos dias de hoje, vai ter 110 acelerações e desacelerações em vez das atuais 70... será, por isso, cada vez mais exigente. Serão precisas capacidades além do normal, um trabalho profundo e adaptado, um suporte biológico e médico ainda mais profissional e, sobretudo, uma mente de aço. O compromisso, a motivação e o foco serão cada vez mais condições primordiais para determinar a duração de uma carreira. E, nesse aspeto, o Jérémy tem de sobra! Em qualquer caso, ele sabe que pode contar connosco para o ajudar. Claro que tudo o que propomos tem de levar em linha de conta tudo o que que ele faz diariamente no terreno. Sem análise da carga e adaptação, nada se pode fazer. Temos uma metodologia muito precisa, mas também, e sobretudo, uma equipa com ligações aos melhores especialistas da Europa. É por isso que procuramos sempre conseguir um trabalho concertado com o staff dos clubes."

Uma garantia é deixada, em última análise, por Bruchard: "Terá sempre o cuidado... de dar tudo e jogar ao mais alto nível. É esse o seu grande objetivo: ajudar o Sporting a atingir o sucesso que merece."

O Jogo

Está explicado o segredo. É o Bujardas, do Barcelona.
 :lol:

Estes gajos devem pensar que comemos gelados com a testa, como os lampiões.
Vão mas é engolir a palhinha!
Dizem que e por ele, fefe Varandas, que o Coentrão esta a recuperar a olhos vistos a sua forma fisica espero que continue para o ano
Rapaziada oiçam bem o que eu lhes digo e gritem todos comigo: Viva ao Sporting! Viva ao Sporting!

Romeu "RóRó" Ribeiro 
:beer: :beer: