Atletismo

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Alguém sabe se os atletas Rabah Aboud (Fundo), Fernando Silva (800 m),  Ricardo Proença (altura) e Paulo Afonso (marcha) ainda estão no Sporting?

Pesquisa na Wiki  http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Wiki_Sporting

Alguns saíram, outros ainda estão.
Citar
Nelson Évora foi terceiro em meeting na Polónia

Em Torun, superou, entre outros, o polaco Karol Hoffman, vice-campeão europeu em título e o alemão Max Hess, atual vice-campeão mundial de pista coberta e campeão europeu

Nelson Évora classificou-se em terceiro no salto em comprimento do meeting de atletismo Copernicus Cup, em Torun, Polónia, prova pontuável para o circuito mundial de pista coberta.

Com 16,80 metros como melhor, não ficou longe do cubano Cristian Nápoles, vencedor com 16,90, e do azeri Alexis Copello, cubano de origem, segundo com 16,89.

Évora esteve consistente, mas desta vez abaixo da barreira dos 17,00 metros. A sequência do português começou com 16,59, fez nulo e, ao terceiro ensaio, chegou aos 16,80. Depois, ainda se aproximou, com 16,77.

Continua com 17,30 como melhor da época, há uma semana, em Madrid - marca que lhe vai dando a segunda posição do ano, a duas semanas do campeonato do Mundo 'indoor'.

Em Torun, superou, entre outros, o polaco Karol Hoffman, vice-campeão europeu em título (quarto, com 16,69), e o alemão Max Hess, atual vice-campeão mundial de pista coberta e campeão europeu (quinto com 16,36).

Nelson Évora regressa à competição já no próximo domingo, no Nacional de Clubes, em Pombal, Leiria. Defenderá as cores do Sporting e vai ter como principal adversário o cubano naturalizado português Pedro Pichardo, do Benfica, campeão português desde o passado fim de semana.


O Jogo
Citar
SPORTING E BENFICA EM NOVO DUELO EM PISTA COBERTA
Expocentro de Pombal volta a receber os melhores atletas portugueses

A Expocentro de Pombal volta a receber os melhores atletas portugueses em pista coberta, agora com a realização do Nacional de Clubes, este fim de semana, com Sporting e Benfica como candidatos claros aos dois primeiros lugares.

A nível individual, os pontos fortes deverão ser o primeiro embate em solo nacional de Nelson Évora (Sporting) e Pedro Pichardo (Benfica), dois dos melhores triplistas do mundo, nova tentativa de mínimos para o Mundial de Birmingham de Ancuiam Lopes (Sporting), nos 60 metros, e de recorde nacional para Lorene Bazolo (Sporting), também nos 60 metros, mas femininos.

No ano passado, o Sporting foi fácil vencedor em femininos, elevando o seu total para 22 títulos em 24 edições. Mas no setor masculino houve surpresas e o Sporting surpreendeu o rival e reconquistou um título que lhe escapava desde 2011.

Cinco pontos apenas - 104-99 - separaram os dois 'colossos', com o Sporting a elevar o historial para 17 títulos contra sete.

Uma diferença tão curta deixa tudo em aberto, tanto mais que um 'nulo' no salto com vara ou uma desclassificação na estafeta 4x400 metros, por exemplo, podem 'deitar tudo a perder'.

As intensas mudanças de clubes na pré-época não são claras no sentido de se saber quem ficou mais forte, sendo que a mais mediática foi a contratação pelo Benfica do cubano Pedro Pichardo, entretanto naturalizado português, como resposta à ida de Évora para o Sporting, na outra época.

Este ano, Pichardo já foi campeão de Portugal, com Évora ausente, mas já se defrontaram pela primeira vez sob a mesma bandeira no 'meeting' de Madrid, com vantagem para o sportinguista - 17,30 metros e 17,01.

Segundo em Madrid e terceiro em Torun, na Polónia, com 16,80, Nelson Évora venceu o circuito da IAAF e recebeu um 'wild card' para o Mundial, onde Pichardo não estará, já que a federação internacional ainda não 'reconhece' a sua mudança de nacionalidade.

Tanto Nelson Évora como Pedro Pichardo também estão inscritos para o salto em comprimento, que não é a melhor especialidade de ambos, mas em que dão garantias de muitos pontos para o clube.

Em Birmingham, Évora terá a companhia do benfiquista Tsanko Arnaudov, no peso, e de Lorene Bazolo, do Sporting, nos 60 metros, e quase de certeza de Samuel Remedios (Juventude Vidigalense) no heptatlo. Os restantes atletas com mínimos do ano passado estão lesionados ou a recuperar de operação, ou longe da melhor forma.

Bem abaixo do que fez em 2017, David Lima (Benfica) não tem chegado perto da 'marca de referência' nos 60 metros, de 6,70 segundos. Em contrapartida, Ancuiam Lopes (Sporting) já correu em 6,65 no passado fim de semana, a dois centésimos dos mínimos.

Terá na Expocentro as duas derradeiras oportunidades para o 'passaporte' para o Mundial, na tarde de sábado - na corrida na final, e depois numa prova extra, a fechar a sessão.

Sem rivais na atualidade, Lorene Bazolo aponta para outro patamar, o tornar-se recordista nacional. Nunca esteve tão próxima como esta época, com os 7,27 segundos que a deixaram a escassos dois centésimos do histórico recorde de Lucrécia Jardim e também ela terá duas oportunidas no sábado.

As provas extra, aliás, serão mais competitivas do que as finais, já que não haverá limite para atletas de Sporting e Benfica, os mais competitivos.

No peso, tudo será fácil para Tsanko Arnaudov, que tem 20,86 metros, mais de três metros à frente do rival do Sporting, Marco Fortes, o anterior recordista nacional.

Sara Moreira estará nos 3.000 metros para pontuar para o Sporting e sem colocar os mínimos para os Mundiais como objetivo. O Benfica conta com Margarida Raimundo, deixando Marta Pen fora da lista de inscritas, apesar de ser esta que tem a melhor marca lusa do ano.

Marta Pen, radicada nos Estados Unidos e que raramente corre em Portugal, é aposta para a 'dobradinha' de 800/1.500 metros, em que é favorita.

Nos 1.500 metros, que ainda não correu na época, vai defrontar Susana Godinho ou Amélia Vitorino, pelo Sporting.

Nota ainda para os 'trabalhos forçados' de Samuel Remédios, da Juventude Vidigalense, recordista do heptatlo, que vai ao comprimento, altura e 60 metros barreiras, sempre com perspetiva de pódioo.

Os campeonatos das I e II divisões disputam-se em simultâneo, pelo que estarão em pista 32 equipas, 16 de cada sexo.

Equipas participantes:

- I divisão masculina

Benfica

Sporting

Sporting de Braga

Juventude Vidigalense

Estreito

Jardim da Serra

CA Seia

Maia

- I divisão feminina

Sporting

Benfica

Sporting de Braga

Juventude Vidigalense

Jardim da Serra

Estreito

GRECAS

Senhora do Desterro

- II divisão masculina

GRECAS

Póvoa de Varzim

Cucujães

Gira Sol

Senhora do Desterro

Vermoil

São João da Madeira

Novas Luzes

- II divisão feminina

Fátima

Salesianos

Palhaça

Maia

Pechão

Eirense

C+S de Lavra

Ribeirinho


Record
Temos de ganhar amanha, esta modalidade é nossa. Estes intrusos de m**** aproveitaram a nossa distracção momentânea para se "sentarem" no nosso trono. O Leão voltou, bazem nojentos!
"Se as coisas correrem mal, essa despesa ficará por minha conta!"- a respeito da contratação de José Peseiro- Sousa Cintra 01/07/2018


Citar
Este fim de semana vamos disputar os Campeonatos Nacionais de Clubes de Pista Coberta - 1a Divisão.

Vamos defender os titulos conquistados em 2017.

#atletismoscp
#GanharComFuturo
#FeitoDeSporting

Bom resultado do Évora. :great:

Boa sorte a todos para o campeonato de clubes. :beer:
Final do Campeonato Nacional de Clubes em Pista Coberta



EM FRENTE, BRAVAS LEOAS e BRAVOS LEÕES! RUMO À VITÓRIA!
"É um orgulho estar no Sporting. Quem não conhece o Sporting sabe muito pouco de futebol"  Tales  3-9-2010
Há algum site ou tv que acompanhe?
Há algum site ou tv que acompanhe?
A FPAtletismo vai fazendo alguns directos no Facebook.

Entretanto ganhámos a prova de 60m com o Ancuiam Lopes. ;)
E 60m femininos também.  Funbica em 2o em ambas provas
Lorene Bazolo venceu os 60m mas sem recorde nacional por poucos centésimos de novo.

O Ancuiam não conseguiu novamente os mínimos para o mundial por pouco


Vencemos os 1500m marculinos com os cornudos em 3º, inesperado! Eles eram favoritos.
« Última modificação: Fevereiro 17, 2018, 15:57 pm por RodrigoMatias »
Grande vitória nos 1500m masculinos, bela recuperação na última volta, acho que o Benfica fez 3º.
Certo, vitória nos 1500 masc e lamps em 3.o.
3 pontos de avanço até agora