Ténis de Mesa - 2017/2018 Tri Campeões Nacionais

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Se o que me disseram hoje for verdade, vamos ter um grande reforço.

SL
Quem sairá?

Enviado do meu ZTE BLADE A512 através do Tapatalk



O Bode
É o que deverá ter menos minutos...

É o Rei Lagarto...

Enviado do meu ZTE BLADE A512 através do Tapatalk



Negativo. Nada a ver com isso. Será a ser verdade um grande reforço mas daí a atacar a Champions vai uma enorme distância.

SL
Pena teres arrefecido a inside mas pronto se aquilo é exagerado convém não criar muitas expectativas.

Que venham essas novidades !
Já agora só uma informação que não sei se partilharam aqui, o fakel não foi campeão europeu...
Já agora só uma informação que não sei se partilharam aqui, o fakel não foi campeão europeu...

Tiveram azar, o Ovtcharov lesionou-se antes na final estava muito limitado. Perdeu todos os jogos que fez na final.

E do outro lado o Boll estava em modo monstro e ganhou as partidas ao Mizutani.
Já agora só uma informação que não sei se partilharam aqui, o fakel não foi campeão europeu...

Tiveram azar, o Ovtcharov lesionou-se antes na final estava muito limitado. Perdeu todos os jogos que fez na final.

E do outro lado o Boll estava em modo monstro e ganhou as partidas ao Mizutani.
São equipas (estas 2 são top mas há mais 2 ou 3...) que em dias normais ganham-nos 3-0 ou 3-1...
Ganhar a Champions só dava indo buscar o Ma Long por 2 ou 3 meses.
O insider do tt diz que estivemos quase a fechar o Freitas, mas depois não aconteceu...
O insider do tt diz que estivemos quase a fechar o Freitas, mas depois não aconteceu...

É pena, esta secção merecia uma aposta em mais um jogador de topo.
Citar
Ténis de Mesa 17/18 | Glória Nacional e Afirmação Europeia
Por André Dias - 15/06/2018

Prosseguem os balanços da época 2017/2018 das Modalidades do Sporting Clube de Portugal, sendo agora a vez de analisar a temporada do Ténis de Mesa, a melhor de sempre, pelo menos no que respeita à equipa sénior masculina, que somou aos êxitos domésticos uma histórica caminhada nas competições europeias! No feminino o destaque vai para a subida ao escalão principal por parte das jovens Leoas que competem pela equipa sénior!

Na vertente masculina há a realçar uma absoluta supremacia no panorama nacional, com os comandados de Chen Shi Chao a vencerem pela terceira época consecutiva as três provas disputadas (Supertaça, Taça de Portugal e Campeonato Nacional), perfazendo assim um total de nove conquistas lusas ininterruptas!

Na Supertaça, os Leões confirmaram o amplo favoritismo frente à formação do São Cosme TMC, triunfando por 3-0; na Taça de Portugal os Leões eliminaram, sucessivamente, o CD 1º Maio, o GDCAAA Guilhabreu, o CD São Roque e a ADC Ponta do Pargo, triunfando em todos os encontros por 3-0, acabando assim por erguer o troféu.

No Campeonato Nacional, os Leões garantiram o primeiro lugar da Fase Regular com dezoito vitórias em dezoito encontros, onze por 4-0 e sete por 4-1, o que permitiu somar o número de pontos máximo (72). Nas meias-finais a turma de Alvalade venceu a ADC Ponta do Pargo por 3-0 nos dois encontros, sendo que depois na final o Sporting CP levou a melhor sobre o CD São Roque por 1-3 na Região Autónoma da Madeira e por 3-0 na Sala do Multidesportivo Sporting, conquistando assim o 35.º Campeonato Nacional do seu palmarés.

Porém, esta época revestiu-se de uma ambição europeia que conduziu os Tricampeões Nacionais a umas históricas meias-finais da Table Tennis Champions League, principal prova da Europa de Clubes, onde, com o regresso de Diogo Carvalho e de João Monteiro ao Sporting Clube de Portugal, os Leões cumpriram os requisitos de participação ao nível de cotação e nacionalidade dos atletas. O Sporting CP ultrapassou o Grupo A onde figuravam as equipas do Fakel Gazprom (Rússia), Campeão Europeu em 2017 e primeiro do ranking, AS Pontoise Cergy (França), Campeão Europeu em 2016 e oitavo do ranking, e o Dartom Bogoria (Polónia), décimo segundo do ranking, ao vencer os três encontros disputados na condição de visitado, surpreendendo ainda na deslocação a França, primeiro jogo oficial da temporada, ao vencer por 1-3! A turma de Alvalade terminava assim a fase de grupos com dez pontos somados, menos um que o Fakel Gazprom.

Nos quartos-de-final, a turma verde e branca venceu os franceses do Stella Sport La Romagne por 3-1 no jogo da primeira mão, conseguindo depois a passagem ao perder em França por apenas 3-2. Nas meias-finais o poderio do Fakel Gazprom foi por demais evidente, com a formação russa a vencer os dois encontros pela margem máxima. Pela primeira vez uma equipa portuguesa atingiu as meias-finais da Table Tennis Champions League, sendo que o Sporting CP já havia disputado os quartos-de-final nas épocas de 1998/1999 e 1999/2000.

Balanço:

Campeonato Nacional – Primeiro classificado, Campeão Nacional

Taça de Portugal – Vencedor (3-0 ADC Ponta do Pargo)

Supertaça – Vencedor (3-0 São Cosme TMC)

Table Tennis Champions League – Meias-finais (6-0 Fakel Gazprom)

Plantel:

Aruna Quadri, Bode Abiodun, João Monti, Diogo Carvalho, Gonçalo Castanheira e Francisco Silva

Treinador: Chen Shi Chao



A equipa sénior feminina, constituída por jovens atletas, alcançou a promoção ao escalão principal, depois de terminar a Zona Continente e Açores do Nacional da Segunda Divisão no quarto lugar com sessenta pontos, apenas atrás do GD Torre D. Chama e das equipas B do CTM Mirandela e do Ala Nun’Álvares, o que originou a promoção directa da turma às ordens de Marco Rodrigues. Na Taça de Portugal as Leoas foram até aos quartos-de-final, fruto de uma vitória por 3-0 diante do Câmara Lisboa Clube e uma derrota por 0-3 frente ao CTM Mirandela.

Balanço:

Campeonato Nacional da II Divisão – Quarto classificado, promovido ao Nacional da I Divisão

Taça de Portugal – Quartos-de-final (0-3 CTM Mirandela)

Plantel:

Patrícia Santos, Andrea Dodean, Helena Pedroso, Rita Silva, Bruna Marcelino e Juliana Silva

Treinador: Marco Rodrigues



Por fim, nota para as classificações das camadas jovens nos vários Campeonatos disputados:

Juniores masculinos – Campeão Distritais; Terceiro lugar no Campeonato Nacional

Cadetes masculinos – Segundo lugar no Campeonato Distrital; Terceiro lugar no Campeonato Nacional

Infantis masculinos – Campeão Distritais; Quinto lugar no Campeonato Nacional

Juniores femininos – Segundo lugar no Campeonato Nacional

Cadetes femininos – Campeão Distrital; Campeão Nacional



Bola na Rede