"SPORTING SAD 2014" ... sai um empréstimo de 20 milhões.

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Lion:

Tens razão, não são comedidos. E se não gastassem quase nada, o sucesso não seria muito diferente - creio.

E concordo com o que dizes. Agora, jogadores como Patrício, Carriço e André Santos - especialmente estes, com particular incidência para os dois primeiros - já não são os típicos miúdos da formação, a valorizar, e a crescer com uma base forte da equipa. São - para mim - jogadores capazes de fazer parte da tal base da equipa, porque são certezas.

E também agora eu pergunto: as tais trutas que desejamos... farão a diferença no Sporting de forma mais significativa do que estes jovens da formação? Quero acreditar que sim. Mas, sinceramente, duvido.

O que acho que devemos é não colocar os jovens da formação todos no mesmo saco. Jovens que estão para ser lançados agora (ou dentro de pouco tempo) são o André Martins, o Wilson Eduardo, o Nuno Reis, o João Gonçalves, etc etc. Jogadores como o Carriço e o Patrício, mesmo vindos da formação, são agora certezas e jogadores capazes de fazer parte da base da equipa. Como - espero - os outros que serão lançados agora o sejam a médio prazo...
Para mim investir numa SAD falida e' brincar com o fogo. Nunca na vida adquiriria Obrigações da Sporting SAD (no passado fi-lo). Outro aspecto e' o espaço temporal do investimento, principalmente com toda a incerteza que reina em Portugal e onde cada vez mais estou convicto de que vou ter que colocar o meu guito nalgum banco estrangeiro (Alemanha ou Suiça).
Inicia-se hoje, dia 27 de Junho, a Oferta Pública de Subscrição (OPS) da SPORTING SAD 2014.
 
A presente operação configura-se numa Oferta Pública de Subscrição de um máximo de 4.000.000 Obrigações, de valor nominal de 5€ cada, perfazendo um montante máximo de 20.000.000€ (caso a oferta exceda a procura, haverá lugar a rateio).
 
A emissão “SPORTING SAD 2014” tem um prazo de 3 anos e 4 meses e uma taxa de juro fixa de 9.25% (TANB), ao ano, com pagamento semestral de juros à excepção do 1º cupão. O período de subscrição ocorre entre 27 de Junho e 19 de Julho.
 
Datas relevantes:
 
27 de Junho - Início do período de subscrição;
15 de Julho - Início do período de Irrevogabilidade das ordens de subscrição;
19 de Julho - Final do período de subscrição;
20 de Julho - Apuramento dos resultados;
22 de Julho - Liquidação Física e Financeira e Admissão à Negociação.
O problema destes empréstimos é a bolha que o Sporting está a criar cada vez que recorre ao mesmo. Esqueçam lá mais valias e apostas...isto vai apenas cobrir o ultimo em falta , agravando a condição do Sporting.

Eu cada vez mais acho, e não é facil a ideia , de que devíamos aproveitar a situação macroeconómica do pais para reabilitar o clube. Seria muito doloroso para os adeptos , mas um passo para um clube muito mais sustentável.

O que me interessa a mim continuar a gastar balurdios para ver o Sporting a definhar em campo ? Se o rendimento é fraco , era muito mais lógico que o investimento no clube estivesse na linha dos resultados .

A situação actual é insustentável. E a direcção parece um burro com palas sem saber o que fazer a não ser andar para a frente.
My name is Ash and I am a slave. As far as I can tell, the year is 1300 A.D and I'm being dragged to my death. It wasn't always like this, I had a normal life, once.....
O problema destes empréstimos é a bolha que o Sporting está a criar cada vez que recorre ao mesmo. Esqueçam lá mais valias e apostas...isto vai apenas cobrir o ultimo em falta , agravando a condição do Sporting.

Eu cada vez mais acho, e não é facil a ideia , de que devíamos aproveitar a situação macroeconómica do pais para reabilitar o clube. Seria muito doloroso para os adeptos , mas um passo para um clube muito mais sustentável.

O que me interessa a mim continuar a gastar balurdios para ver o Sporting a definhar em campo ? Se o rendimento é fraco , era muito mais lógico que o investimento no clube estivesse na linha dos resultados .

A situação actual é insustentável. E a direcção parece um burro com palas sem saber o que fazer a não ser andar para a frente.

 :arrow:

Que se assuma a travessia no deserto a curto prazo, para um crescimento equilibrado e sustentável a médio/longo prazo.
Não enganem mais os sócios, responsabilizem os autores da desgraça e definam um rumo. A cada temporada que passa, a situação agrava-se e dificulta o reerguer do Clube. Até chegar ao momento que tal não será possível...
"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar
Uma pergunta em OffTopic, sem qualquer agenda escondida (é mesmo curiosidade originada no total desconhecimento)

O que aconteceria ao clube num teórico cenário de falência dos maiores credores (nomeadamente BES/BCP)?
Eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que os outros entendem!

Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.
Uma pergunta em OffTopic, sem qualquer agenda escondida (é mesmo curiosidade originada no total desconhecimento)

O que aconteceria ao clube num teórico cenário de falência dos maiores credores (nomeadamente BES/BCP)?

O crédito vai para a massa falida, ficando os credores do banco com direitos sobre a massa falida...
"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar
Uma pergunta em OffTopic, sem qualquer agenda escondida (é mesmo curiosidade originada no total desconhecimento)

O que aconteceria ao clube num teórico cenário de falência dos maiores credores (nomeadamente BES/BCP)?

Referes-te ás dividas ? Alguma entidade as assumiria. A gente não se escapava delas  :D

O problema era a sustentação futura , e uma possível incapacidade de contrair crédito junto de outras instituições.
My name is Ash and I am a slave. As far as I can tell, the year is 1300 A.D and I'm being dragged to my death. It wasn't always like this, I had a normal life, once.....
Uma pergunta em OffTopic, sem qualquer agenda escondida (é mesmo curiosidade originada no total desconhecimento)

O que aconteceria ao clube num teórico cenário de falência dos maiores credores (nomeadamente BES/BCP)?

Tenho quase a certeza absoluta que a dívida não deixaria de existir, passando a ser devida a outros credores das entidades que faliram. Sem ter 100% de certezas, penso que é isso.
Uma pergunta em OffTopic, sem qualquer agenda escondida (é mesmo curiosidade originada no total desconhecimento)

O que aconteceria ao clube num teórico cenário de falência dos maiores credores (nomeadamente BES/BCP)?

O crédito vai para a massa falida, ficando os credores do banco com direitos sobre a massa falida...

Faz sentido e era o que eu, do alto da minha ignorância, presumia!

Uma pergunta em OffTopic, sem qualquer agenda escondida (é mesmo curiosidade originada no total desconhecimento)

O que aconteceria ao clube num teórico cenário de falência dos maiores credores (nomeadamente BES/BCP)?

Referes-te ás dividas ? Alguma entidade as assumiria. A gente não se escapava delas  :D

O problema era a sustentação futura , e uma possível incapacidade de contrair crédito junto de outras instituições.

Não me referia a absolutamente nada! Era mesmo uma questão paralela!  :D

Ainda assim. Num cenário teórico, a falência daqueles poderia ou não facilitar uma reestruturação profunda e vantajosa da divida, apenas mudariam as moscas ou corria-se o risco de os novos donos da divida estrangularem ainda mais o clube?

[mais um vez, isto é apenas um cenário para uma discussão puramente teórica]
Eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que os outros entendem!

Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.
Para os defensores do status quo e crentes no desempenho financeiro da presente direcção fica a informação sobre as garantias de cumprimento do presente empréstimo obrigacionista:

Garantias e subordinação do empréstimo
As Obrigações constituem uma responsabilidade directa, incondicional e geral da Sporting SAD que
empenhará toda a sua boa fé no respectivo cumprimento.


Gosto do empenhará toda a sua boa fé...

Em vez do vamos cumprir, dizem que vamos fazer o que pudermos para cumprir...

McCandless estranho o teu silêncio relativamente a:
"Difamações acerca dos autores deste empréstimo";
"Qualidades deste empréstimo";
"Mais valias do empréstimo";
"Qual o montante que irá ser aplicado/investido com este empréstimo";

Compreendes o que está em causa com este empréstimo obrigacionista?
Vais investir nestas obrigações?
"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar
O problema destes empréstimos é a bolha que o Sporting está a criar cada vez que recorre ao mesmo. Esqueçam lá mais valias e apostas...isto vai apenas cobrir o ultimo em falta , agravando a condição do Sporting.

Eu cada vez mais acho, e não é facil a ideia , de que devíamos aproveitar a situação macroeconómica do pais para reabilitar o clube. Seria muito doloroso para os adeptos , mas um passo para um clube muito mais sustentável.

O que me interessa a mim continuar a gastar balurdios para ver o Sporting a definhar em campo ? Se o rendimento é fraco , era muito mais lógico que o investimento no clube estivesse na linha dos resultados .

A situação actual é insustentável. E a direcção parece um burro com palas sem saber o que fazer a não ser andar para a frente.

Estou totalmente de acordo. As últimas duas épocas não foram mais do que montar um plantel com um orçamento extremamente elevado para os objectivos que eram possíveis atingir, o 3º lugar.

E para este ano, a não ser que as restantes contratações elevem muito a qualidade do plantel, arriscamo-nos a ter novamente um plantel muito caro para lutar apenas pelo 3º lugar.

Não vejo a sustentabilidade de um rumo destes.
Campo Grande paga a traidores.

Uma pergunta em OffTopic, sem qualquer agenda escondida (é mesmo curiosidade originada no total desconhecimento)

O que aconteceria ao clube num teórico cenário de falência dos maiores credores (nomeadamente BES/BCP)?

Referes-te ás dividas ? Alguma entidade as assumiria. A gente não se escapava delas  :D

O problema era a sustentação futura , e uma possível incapacidade de contrair crédito junto de outras instituições.

Não me referia a absolutamente nada! Era mesmo uma questão paralela!  :D

Ainda assim. Num cenário teórico, a falência daqueles poderia ou não facilitar uma reestruturação profunda e vantajosa da divida, apenas mudariam as moscas ou corria-se o risco de os novos donos da divida estrangularem ainda mais o clube?

[mais um vez, isto é apenas um cenário para uma discussão puramente teórica]

Na realidade , se o bes/bcp passassem por um cenário desses , o pais entrava num estado de tal forma calamitoso que todos seriam prejudicados  :D

Mas pensando apenas que as únicas accoes colaterais sobre a falência incidam sobre o Sporting. A possivel reestruturação passaria sempre pela vontade de quem assumia a divida. Eu tenho dificuldade em falar em renegociações pois nao conheço as moratórias , os valores a saldar a curto prazo , planos financeiros do clube a médio prazo. Se calhar os amigaços do Ricciardi diriam que nao existe ninguem melhores que eles e que são muita porreiros e outros "donos" nos lixariam no imediato. Eu diria que pelo nivel da nossa divida , pela nossa capacidade de gerar receitas e até a nossa implantação social , caso os planos de liquidação nao fossem sustentáveis , a reestruturação seria do maior interesse para eles .
My name is Ash and I am a slave. As far as I can tell, the year is 1300 A.D and I'm being dragged to my death. It wasn't always like this, I had a normal life, once.....

Uma pergunta em OffTopic, sem qualquer agenda escondida (é mesmo curiosidade originada no total desconhecimento)

O que aconteceria ao clube num teórico cenário de falência dos maiores credores (nomeadamente BES/BCP)?

Referes-te ás dividas ? Alguma entidade as assumiria. A gente não se escapava delas  :D

O problema era a sustentação futura , e uma possível incapacidade de contrair crédito junto de outras instituições.

Não me referia a absolutamente nada! Era mesmo uma questão paralela!  :D

Ainda assim. Num cenário teórico, a falência daqueles poderia ou não facilitar uma reestruturação profunda e vantajosa da divida, apenas mudariam as moscas ou corria-se o risco de os novos donos da divida estrangularem ainda mais o clube?

[mais um vez, isto é apenas um cenário para uma discussão puramente teórica]

Na realidade , se o bes/bcp passassem por um cenário desses , o pais entrava num estado de tal forma calamitoso que todos seriam prejudicados  :D

Mas pensando apenas que as únicas accoes colaterais sobre a falência incidam sobre o Sporting. A possivel reestruturação passaria sempre pela vontade de quem assumia a divida. Eu tenho dificuldade em falar em renegociações pois nao conheço as moratórias , os valores a saldar a curto prazo , planos financeiros do clube a médio prazo. Se calhar os amigaços do Ricciardi diriam que nao existe ninguem melhores que eles e que são muita porreiros e outros "donos" nos lixariam no imediato. Eu diria que pelo nivel da nossa divida , pela nossa capacidade de gerar receitas e até a nossa implantação social , caso os planos de liquidação nao fossem sustentáveis , a reestruturação seria do maior interesse para eles .

 :great:
Eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que os outros entendem!

Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.
McCandless estranho o teu silêncio relativamente a:
"Difamações acerca dos autores deste empréstimo";
"Qualidades deste empréstimo";
"Mais valias do empréstimo";
"Qual o montante que irá ser aplicado/investido com este empréstimo";

Compreendes o que está em causa com este empréstimo obrigacionista?
Vais investir nestas obrigações?

Não estranhas não. Respondi-te por pm, até para evitar o rumo habitual que os meus posts depois levam no fórum, só o prejudicando. Já te disse por pm, e volto a reafirmar caso não o tenhas lido. Sobre estas questões, falo contigo pessoalmente quando quiseres.

E não vou investir não, porque não tenho fundos para isso, ainda. Caso tivesse, investiria.
McCandless estranho o teu silêncio relativamente a:
"Difamações acerca dos autores deste empréstimo";
"Qualidades deste empréstimo";
"Mais valias do empréstimo";
"Qual o montante que irá ser aplicado/investido com este empréstimo";

Compreendes o que está em causa com este empréstimo obrigacionista?
Vais investir nestas obrigações?

Não estranhas não. Respondi-te por pm, até para evitar o rumo habitual que os meus posts depois levam no fórum, só o prejudicando. Já te disse por pm, e volto a reafirmar caso não o tenhas lido. Sobre estas questões, falo contigo pessoalmente quando quiseres.

E não vou investir não, porque não tenho fundos para isso, ainda. Caso tivesse, investiria.

Editado pela moderação.

Comentário do Super-Moderador Agradeço que se respeitem as opiniões alheias. A única asneira digna de registo aqui é a desconsideração pela mensagem de um colega forista.

Que prossiga o debate de ideias sem pessoalizações gratuitas.
« Última modificação: Junho 27, 2011, 20:58 pm por Winston Smith »
« Última modificação: Junho 27, 2011, 21:17 pm por Green_Heart »
És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013
20 M deste.

15 M do próximo que aí vem.

Com taxas de 9,25 % está lindo isto está.

35 M em empréstimos e os SEM MILHÕES?
Bruno de Carvalho o meu Presidente!
Viva o Sporting Clube de Portugal!
Sócio desde 1994!
Esta história dos 15M é uma gralha da comunicação social!

A SAD foi autorizada pela sua AG a fazer um, e só um, empréstimo obrigacionista de montante até 20M€!

Este empréstimo destina-se a pagar o anterior e respectivos juros, conforme admitido pelo GL.

GL assegurou que não será necessário fazer novo empréstimo para pagar este, tal como tinha garantido na campanha que o clube teria passivo zero no fim do seu mandato, e que o passivo consolidado do grupo seria, no fim do mandato, menor que o de hoje!

São promessas importantes e que eu espero que sejam cumpridas . . .
Exacto, podemos todos ficar "descansados" porque o presidente prometeu que este será o ultimo empréstimo deste género para pagar outro e por isso não vai haver efeito "bola-de-neve".

É bom que mantenham todos, estas palavras na memoria, tal como eu o vou fazer:

Citar
Empréstimo obrigacionista da SAD "será o último"
garantia de godinho lopes

O empréstimo obrigacionista através do qual a SAD do Sporting procura encaixar 20 milhões de euros será o último do género, anunciou esta quarta-feira o presidente do clube lisboeta, Godinho Lopes, durante a apresentação da iniciativa.

"Este quarto empréstimo obrigacionista servirá para pagar o que agora termina e será o último", informou Godinho Lopes, em conferência de imprensa realizada no estádio José Alvalade, em Lisboa.

O presidente do Sporting explicou que "não havia possibilidade de pagar o empréstimo obrigacionista sem o revalidar", em função da "aposta na contratação de jogadores de qualidade e na reestruturação da equipa de futebol".

A SAD do clube lisboeta oferece uma taxa de juro de 9,25 por cento ao ano, que Godinho Lopes qualificou de "reconfortante para quem tem coração leonino", lembrando a condição do Sporting de "bom pagador".

O empréstimo obrigacionista do Sporting terá um montante máximo de quatro milhões de obrigações, com valor nominal de cinco euros cada, que podem permitir à sociedade encaixar um total de 20 milhões de euros.

A oferta pública de subscrição decorrerá entre 27 de junho e 19 de julho de 2011, e o empréstimo, que terá a duração de três anos e quatro meses (reembolso em 22 de novembro de 2014).

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=704919
És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013