Futebol Francês

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

 O Gelson Martins continua igual ao Gelson que cá estava, problema na hora de chutar à baliza fruto da fraca capacidade de decisão. Aliás, a nossa formação sofre desse síndrome, o de ter receio em chutar à baliza, de ter sentido de baliza.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
 O Gelson Martins continua igual ao Gelson que cá estava, problema na hora de chutar à baliza fruto da fraca capacidade de decisão. Aliás, a nossa formação sofre desse síndrome, o de ter receio em chutar à baliza, de ter sentido de baliza.

Já do outro lado, há Mbappe. Que jogador incrível. A sua capacidade física é assustadora. :mais:
 O Gelson Martins continua igual ao Gelson que cá estava, problema na hora de chutar à baliza fruto da fraca capacidade de decisão. Aliás, a nossa formação sofre desse síndrome, o de ter receio em chutar à baliza, de ter sentido de baliza.

Também nunca apanhou um treinador que lhe procurasse corrigir isso. Com o Jorge Jesus foi o que se viu. Durante a primeira metade da época teve a saborear a bancada. Pode ser que agora melhore.
Também nunca apanhou um treinador que lhe procurasse corrigir isso. Com o Jorge Jesus foi o que se viu. Durante a primeira metade da época teve a saborear a bancada. Pode ser que agora melhore.

 É um problema mais mental, de ambição, que propriamente técnico. São variadas as ocasiões que pode chutar, que pode procurar a baliza, contudo tenta assistir, pausa o jogo e acaba por perder o tempo e ângulo de remate. Depois, claro, a questão técnica. O Bruma, por exemplo, é muito mais afoito nesta questão, pensa mais como avançado. Creio que é mais a parte mental que é necessário trabalhar, o foco do Gelson tem que ser procurar a baliza, ser mais egoísta e depois também a técnica de remate, que melhorando pode lhe dar mais confiança.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Foi alto choke.

Até o Mbappe se passou.

Fui ver se o Mexer do Rennes era aquele que passou por aqui há uns anos, mas que não jogou nenhuma vez por nós.
Confirma-se. :lol:
Não sendo eu o acompanhante mais assíduo do futebol francês, não deixo de ir vendo os resultados e, muitas vezes, as equipas titulares e assim. Acho que se pode dizer que o trabalho do Tuchel esta época foi horrível.

O PSG é um clube que vive numa realidade muito própria, com um poder de investimento superior ao resto dos clubes da Liga Francesa todos juntos, provavelmente. Logo, é natural que vença o campeonato com vinte pontos de avanço, independentemente do treinador. Há exceções, como o Monaco do Jardim que conseguem fazer frente a isto, mas vai ser sempre muito raro. Posto isto, o campeonato não chega.

Apesar de as competições de Taça serem a eliminar e, portanto, terem particularidades diferentes de uma competição longa como o campeonato, é ridícula a forma como o PSG perde as duas Taças. Perde esta para o Rennes e é eliminado da Taça da Liga pelo Guingamp - dois adversários muito modestos por comparação. Já na Liga dos Campeões, frente a um Manchester United muito desfalcado, e depois de vencer a primeira mão fora(!), deixa-se ser eliminado em casa pelos ingleses.

Atenção, eu não quero saber do PSG para nada, isto é tudo comentário de um ponto de viste neutro. Acho que, para a realidade financeira do clube, o objetivo tem de ser vencer as quatro competições internas sempre, adicionando prestações honrosas na Liga dos Campeões. Para isso, precisam de jogadores com estofo nessa competição. Verdade seja dita, enterraram 200 e tal milhões num Neymar cheio de ratos e que pouca ambição mostra.

Parabéns ao Rennes, estas vitórias do underdog são sempre fixes. :mais:
"Nem Roma, nem a Academia se reconstroem num dia." - VARANDAS, Frederico (2019)
 Não sei o que é que melhor, se o underdog como o Rennes ganhar a taça de França ou ver o p$g perder, dado que esse clube é um clube de doping financeiro nojento que é financiado por magnatas que também financiam terrorismo. Tendo em conta a diferença brutal de orçamentos do p$g para os restantes clubes franceses, esse clube acaba a fazer uma época muito fraca, mesmo tendo ganho o campeonato francês com muitos pontos de avanço. O Antero Henrique deverá ser despedido do cargo de Director Desportivo do p$g, e o treinador Thomas Tuchel deve ficar bastante pressionado para a próxima época.
Foi alto choke.

Até o Mbappe se passou.



E o Neymar deu um soco a um adepto. :lol:
Será que acaba a bajulação aos treinadores Alemães, uma coisa é colocar ex júniores a jogar , outra é gerir Homens.
“There seems to be this snobbery around football that everyone has to play the most entertaining football" 
Gary Neville dixit
Será que acaba a bajulação aos treinadores Alemães, uma coisa é colocar ex júniores a jogar , outra é gerir Homens.

 Que homens?

 
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Fui ver se o Mexer do Rennes era aquele que passou por aqui há uns anos, mas que não jogou nenhuma vez por nós.
Confirma-se. :lol:

Já ouvi falar do interesse do Real Madrid  :lol:
 O Monaco já está a perder por 2 xontra o Rennes. O Leonardo Jardim tem estado uma autêntica nódoa.
Ainda vão arranjar maneira de levar a luta pela permanência até à última jornada
 O Mónaco defende imensamente mal. As linhas facilmente ficam desorganizadas e assim é complicado a qualquer equipa sobreviver. Depois, muito perdulários na finalização. O regresso do Leonardo foi bom enquanto houve algum alento mental, rapidamente se esfumou. Ainda descem.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
E o Rennes nem tá a usar alguns dos habituais titulares. O Sarr, Ben Harfa, Grenier, Benjamin Andre ou o Niang.
Parece-me óbvio que algo se passa dentro do clube.
Respeito o Jardim, mas não tenho muita simpatia pelo clube, ainda para mais estando lá 2 vermes.
Descer seria uma mancha na sua carreira.