Música Electrónica - House, Electro, Trance, DnB, Dubstep

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Quando acabarem de ouvir os alemães de erasmus amigos bicuriosos do PHRZ podem checkar este set desta gostosa sul coreana


ou a track mais conhecida dela
Aquele house adocicado do mestre Sneak:

Quando acabarem de ouvir os alemães de erasmus amigos bicuriosos do PHRZ podem checkar este set desta gostosa sul coreana


ou a track mais conhecida dela

Peggy aka placar publicitário ambulante.

Mas fazia
Só para quem sabe..





Um bump neste tópico para assinalar o regresso do gajo que consegue ter uma beleza inversamente proporcional à qualidade da sua música.

Vem dia 22 ao Lux e julgo que no dia seguinte tá no Industria.

Mais groovy não há. Máquina.

Enviado do meu EML-L29 através do Tapatalk

Some caviar directamente de Munique.


28/2 no Lux.
Não aconselho ninguém a faltar.

Não sei se é da idade se é das centenas de vezes que fui ao Lux mas com este assalto de turismo massivo em Lisboa, o Lux tem perdido cada vez mais a sua essência, claro que a programação continua top notch não fosse o Rui Vargas o curador mas o ambiente está cada vez mais esquisito e a aura de Berlin que o Lux sempre teve onde os freaks e a comunidade LGBT eram presença assídua já se desvaneceu, antes ia ao Lux encontrava sempre 15/20 pessoas daquele grupinho mais restrito das pessoas que andam sempre em todas as festas que a gente sabe e que se conhecem todos uns aos outros, hoje entro no Lux e nao conheço ninguém, esse pessoal também me parece que já deixou de frequentar o espaço pelo menos com a mesma frequência o que quer dizer que a clientela regular mudou substancialmente nos últimos 3/4 anos.

Cada vez tenho menos vontade de lá ir, prefiro as festas independentes de labels em espaços improvisados e aleatórios.


« Última modificação: Fevereiro 26, 2019, 17:07 pm por UnderDgun »
UzpfSTEwMDAwMjExNjkzNzM1NDoyMDc5ODY5MDU4NzYwMzA1/
UzpfSTEwMDAwMjExNjkzNzM1NDoyMDc5ODY5MDU4NzYwMzA1/
Lenda. No passado fim de semana fez 10 horas no deck. 5 no Lux e 5 no Industria. É um party animal.


excêntrica, criativa e com muito mais técnica que 90% dos grandes nomes na actividade mais mainstream da EDM...

Giorgia Angiuli


O SPORTING acabou. o que restar será outra coisa qualquer... que não me interessa, que não me move e que me é indiferente, agora e sempre.
Como é que a noite Tuga conseguiu "destruir" esta faixa :question:
Fácil, é só qualquer pseudo DJ passa-la de 30 em 30m... :venia: :venia:

Como é que a noite Tuga conseguiu "destruir" esta faixa :question:
Fácil, é só qualquer pseudo DJ passa-la de 30 em 30m... :venia: :venia:


Dá vontade de dizer,Stop...



Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk

Sempre Sporting!

28/2 no Lux.
Não aconselho ninguém a faltar.

Não sei se é da idade se é das centenas de vezes que fui ao Lux mas com este assalto de turismo massivo em Lisboa, o Lux tem perdido cada vez mais a sua essência, claro que a programação continua top notch não fosse o Rui Vargas o curador mas o ambiente está cada vez mais esquisito e a aura de Berlin que o Lux sempre teve onde os freaks e a comunidade LGBT eram presença assídua já se desvaneceu, antes ia ao Lux encontrava sempre 15/20 pessoas daquele grupinho mais restrito das pessoas que andam sempre em todas as festas que a gente sabe e que se conhecem todos uns aos outros, hoje entro no Lux e nao conheço ninguém, esse pessoal também me parece que já deixou de frequentar o espaço pelo menos com a mesma frequência o que quer dizer que a clientela regular mudou substancialmente nos últimos 3/4 anos.

Cada vez tenho menos vontade de lá ir, prefiro as festas independentes de labels em espaços improvisados e aleatórios.



Como (antigo) habitual frequentador do Lux, concordo com tudo.

Menos a parte do Rui Vargas que, coitado, é só horrível.