Música Electrónica - House, Electro, Trance, DnB, Dubstep

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Estive a ver os posts de abetura do tópico e fiquei com muita vergonha do quão só ouvia house manhoso (big room/EDM) há 7 anos atrás e consegui excluir o género que interessa (TECHNO) do nome do tópico  ::)
Por um Sporting construído de baixo para cima, e não de cima para baixo.
Nu Jazz. Não sei se pertence aqui mas w/e, qualidade nunca é demais

Para quem não conhece, vou aqui apresentar a Tash Sultana, uma artista Australiana de um nível que considero colossal, pelo simples facto que actua e compõe sozinha, demonstra conhecimentos técnicos de produção e de estúdio absolutamente incríveis para quem já por si é tem um talento enorme para compor e cantar...

Enfim, o melhor é mesmo verem a actuação, para quem gostar de blues e reggae, com umas influências de rock psicadélico, não irá ficar desiludido, dois micros, um deles processado por pedais, looper sequencers para criar as faixas em tempo real...(sem palavras... épico!)



#Um talento destes costumava tocar na rua por moedas...
Citar
"O campeonato de 2015/16, se houvesse verdade desportiva, era nosso. (...)
Se for eleito presidente do Sporting, irei marcar reunião com o presidente da Federação e vou contar tudo o que sei!" Frederico Varandas
Vou ficar a espera, e a contar...
https://www.webcountdown.net/?a=LudVyB7
Solomun, ontem. Incrível.


Para quem não conhece, vou aqui apresentar a Tash Sultana, uma artista Australiana de um nível que considero colossal, pelo simples facto que actua e compõe sozinha, demonstra conhecimentos técnicos de produção e de estúdio absolutamente incríveis para quem já por si é tem um talento enorme para compor e cantar...

Enfim, o melhor é mesmo verem a actuação, para quem gostar de blues e reggae, com umas influências de rock psicadélico, não irá ficar desiludido, dois micros, um deles processado por pedais, looper sequencers para criar as faixas em tempo real...(sem palavras... épico!)



#Um talento destes costumava tocar na rua por moedas...
 :o fenomenal, nunca tinha ouvido, tenho ouvido Notion desde ontem em loop. Obrigado pela partilha!
Na minha opinião as três melhores actuações do Lisboa Electrónica juntamente com Fumiya Tanaka







PS: O último som da Sonja é qualquer coisa  :boohoo:
Fico satisfeito que este tópico tenha dado um turn around desde o início desde tópico até as últimas 20 páginas a diferença é notória, começou-se no Mcdonalds e no KFC e já estamos a chegar a cozinha de autor estrela Michelin.




Fico satisfeito que este tópico tenha dado um turn around desde o início desde tópico até as últimas 20 páginas a diferença é notória, começou-se no Mcdonalds e no KFC e já estamos a chegar a cozinha de autor estrela Michelin.




Ahahaah, tu vives num mundo à parte. Então tu achas que os batuques que tu ouves são a cozinha michelin? Lamento informar mas os batuques repetidos ad eternum que tu ouves são a mais clara representação de um big mac.

Não que um big mac não cai bem de vez em quando, mas os teus auto elogios a esses batuques para cerebros com qi de 2 digitos não deixa de ter graça.
Para quem não conhece, vou aqui apresentar a Tash Sultana, uma artista Australiana de um nível que considero colossal, pelo simples facto que actua e compõe sozinha, demonstra conhecimentos técnicos de produção e de estúdio absolutamente incríveis para quem já por si é tem um talento enorme para compor e cantar...

Enfim, o melhor é mesmo verem a actuação, para quem gostar de blues e reggae, com umas influências de rock psicadélico, não irá ficar desiludido, dois micros, um deles processado por pedais, looper sequencers para criar as faixas em tempo real...(sem palavras... épico!)



#Um talento destes costumava tocar na rua por moedas...

Sim, admito que fiquei apaixonado.
#team29%
Estou disposto a dar o meu tempo, vida e alma ao Sporting CP, mas têm de estar comigo. Nos últimos dois anos tive duas hipóteses: ou me juntava aos interesses ou a vocês. Escolhi juntar-me a vocês, mas têm de estar comigo, porque se não os interesses acabam comigo de uma vez. - BdC