Votação

Por onde têm de passar as mudanças no Sporting?

por lado nenhum, este é apenas um mau período e vamos ultrapassá-lo
3 (1.8%)
pela demissão do presidente e convocação de eleições
60 (36.6%)
pela estrutura em geral, mas mantendo a SAD
18 (11%)
por toda a estrutura, incluindo a dissolução da SAD
73 (44.5%)
pela refundação do clube
10 (6.1%)

Votos totais: 156

Sporting Clube de Portugal: fim à vista ou alarmismo de mau gosto?

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

O objectivo deste tópico não é alarmar ninguém desnecessariamente, nem lançar (ainda mais) confusão e muito menos gozar com o Sporting. Mas numa notícia que saiu hoje no Record a propósito da resposta do Sousa Cintra ao Costinha, que muitos já devem ter lido, um ex-vice-presidente do nosso clube alerta para uma possibilidade em que alguns de nós sportinguistas já pensámos, mas cuja ideia preferimos reprimir.

Se estas declarações do nosso ex-presidente Abílio Fernandes, transcritas embaixo, podem ser encaradas por alguns como uma «boca» irresponsável, irrealista e comprometida com eventuais interesses, a verdade é que hoje em dia falamos e ouvimos falar com alguma frequência de um tema que seria impensável há não muito tempo.

Confesso que li e não consegui contrariar nada - e ainda por cima fiquei a saber uma informação nova acerca das nossas garagens... Achei que devia haver um tópico para além do do JEB para discutir o nosso futuro próximo (se os moderadores considerarem desnecessário, por favor sintam-se à vontade para o bloquear/apagar).

Onde irá parar o nosso querido Sporting??



Aqui está a notícia (o que interessa é o último parágrafo):

Citar
Sousa Cintra: «Costinha que diga que palhaçada é essa do papel»
EX-PRESIDENTE IRRITADO COM AMEAÇA DO MINISTRO
08:00 quinta-feira, 16 dezembro de 2010

Para Sousa Cintra, a polémica com Costinha nem teria chegado a tanto. “Não disse nada que outro sportinguista não dissesse”, observa, sobre o facto de ter questionado as “responsabilidades” do diretor de futebol. “Estou de consciência tranquila. Não retiro uma vírgula”, acrescenta. Apesar de não querer “alimentar polémicas com empregados do clube”, o empresário, de 66 anos, sente-se lesado no bom nome, pela forma como Costinha reagiu à crítica, pedindo-lhe para se meter “na sua vida” e ameaçando “um dia” revelar “um papelinho do tempo em que ele era presidente [de 1989 a 1995].

“Tenho respeito por ele e desejo-lhe sucesso. Mas não teve comportamento próprio de um diretor de futebol. Se quis atacar a minha gestão, lembro-lhe que tínhamos a melhor equipa em Portugal. O meu erro, já o assumi e arrependo-me disso até hoje, foi despedir Robson para apostar em Queiroz. Portanto, ele que diga que palhaçada é essa do papel”, desafiou, visivelmente irritado, admitindo que tentará esclarecer o assunto “quando estiver” com José Eduardo Bettencourt. “Vou dizer-lhe que isto é lamentável. Não quero prejudicar o Sporting. Estes problemas não se resolvem na praça pública.”

Extinção da SAD

Entretanto, Abílio Fernandes, de 64 anos, diz que o Sporting “provavelmente terá de acabar para recomeçar de novo, como a Fiorentina.” E admite propor a ideia da extinção da SAD numa futura assembleia geral. “Não sou o único a ter este ponto de vista. O Sporting está a caminhar para uma situação como a do Boavista. Já nem as garagens do estádio são suas”, lamenta o antigo vice-presidente da direção de Sousa Cintra.


www.record.xl.pt

Saudações Leoninas
Sporting sempre!
«What's with these new bands? Everyone knows Rock attained perfection in 1974, it's a scientific fact!»

Sem ajudas de regimes nem cafés com leite... SPORTING, A MAIOR POTÊNCIA DESPORTIVA NACIONAL
Acredito mesmo que estamos a caminhar para o final do clube centenário "Sporting Clube de Portugal", há uns anos era impensável ver o Boavistão na 2ª B e eles lá andam e não se levantam...

Algum dia seremos engolidos pelo monstro criado pelos roquettistas e só a extinção nos livrará disto, mais vale começar de novo do que andarmos diariamente a manchar a memória de quem fundou o clube.
Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting
Terei de pensar melhor nas consequências que poderão advir, mas à primeira vista, se o Abílio Fernandes apresentar essa proposta da extinção da SAD, estou praticamente certo que votarei a favor dessa extinção. Mas reafirmo que tenho de pensar melhor, analisar todas as possíveis consequências, conversar com muitos dos amigos aqui do fórum para trocarmos ideias sobre o assunto para poder tomar a melhor decisão para o Sporting Clube de Portugal.
Não que se perdesse grande coisa com a extinção da SAD. Afinal, nada do que nos venderam quando foi criada - transparência e competência na gestão do futebol, rigor financeiro e resultados no campo - se concretizou. Por outro lado, até acredito a FPF e a Liga não tivessem coragem de aplicar a lei atirar-nos para os distritais - afinal, ainda damos muito dinheiro em bilheteira e receitas televisivas a ganhar aos outros clubes (incluindo a Benfica e Porto).
 
O problema é que para isso seria necessário o clube comprar a totalidade das acções da SAD e não estou a ver como é que isso se conseguiria. A partir do momento em que fosse anunciada que a intenção da compra era a extinção da SAD,

a) Nenhum banco financiaria a operação

b) Os maiores accionistas não aceitariam sua perda de influência - e.g. a Olivedesportos/Controlinveste - e resistiriam ao máximo a vender, o que elevaria brutalmente o custo da operação
« Última modificação: Dezembro 16, 2010, 17:02 pm por Petrovich »
Não é nada que eu já não tivesse pensado, aliás julgo te-lo escrito aqui no forum.

Acho que o actual sporting, muito mas muito dificilmente se voltará a erguer, e voltar a ser aquele SPORTING que um dia todos amámos.
Não temos um presidente, não temos ninguém na estrutura dirigente carismático, não temos hoje em dia, um único jogador carismático, não temos equipa, não temos euros, o que ainda nos resta, e só nos resta porque isso ninguém pode roubar, é a Grandiosa História deste clube centenário e seus sócios e adeptos.

Depois do que vi acontecer a Fiorentina, olhei com bons olhos a extinção de um sporting podre, cheio de maus vicios e maus profissionais, envolvido num teia bancária sem solução a vista. A Fiorentina, será sempre a Fiorentina, tal como o Sporting, seria sempre o Sporting.


Já agora, um possível extinção da SAD do Sporting, teria obrigatoriamente de extinguir o clube Sporting Clube Portugal????
Estes criminosos abaixo irão encarregar-se da extinção da SAD. Quando já não for possível rapar mais nada.
Já não falta muito, talvez mais uns dois ou três anos.

Não é nada que eu já não tivesse pensado, aliás julgo te-lo escrito aqui no forum.

Acho que o actual sporting, muito mas muito dificilmente se voltará a erguer, e voltar a ser aquele SPORTING que um dia todos amámos.
Não temos um presidente, não temos ninguém na estrutura dirigente carismático, não temos hoje em dia, um único jogador carismático, não temos equipa, não temos euros, o que ainda nos resta, e só nos resta porque isso ninguém pode roubar, é a Grandiosa História deste clube centenário e seus sócios e adeptos.

Depois do que vi acontecer a Fiorentina, olhei com bons olhos a extinção de um sporting podre, cheio de maus vicios e maus profissionais, envolvido num teia bancária sem solução a vista. A Fiorentina, será sempre a Fiorentina, tal como o Sporting, seria sempre o Sporting.


Já agora, um possível extinção da SAD do Sporting, teria obrigatoriamente de extinguir o clube Sporting Clube Portugal????

Não me pronuncio relativamene à extinção da SAD, mas registo o que disse Petrovich.

Relativamente a comparações SCP/Fiorentina... ok, preparados para ficar sem estádio, academia, passes de jogadores e receitas futuras que serviram de garantia? Preparados para apoiar o clube na distrital de Lisboa? A jogar no campo emprestado do Loures ou coisa que o valha? Não iria deixar de ser sportinguista, isso não que me está no sangue, mas que não se brinque com coisas sérias...



Extinção da SAD

Entretanto, Abílio Fernandes, de 64 anos, diz que o Sporting “provavelmente terá de acabar para recomeçar de novo, como a Fiorentina.” E admite propor a ideia da extinção da SAD numa futura assembleia geral. “Não sou o único a ter este ponto de vista. O Sporting está a caminhar para uma situação como a do Boavista. Já nem as garagens do estádio são suas”, lamenta o antigo vice-presidente da direção de Sousa Cintra.


Aguardo a opinião de alguns ilustres noventas
Não é nada que eu já não tivesse pensado, aliás julgo te-lo escrito aqui no forum.

Acho que o actual sporting, muito mas muito dificilmente se voltará a erguer, e voltar a ser aquele SPORTING que um dia todos amámos.
Não temos um presidente, não temos ninguém na estrutura dirigente carismático, não temos hoje em dia, um único jogador carismático, não temos equipa, não temos euros, o que ainda nos resta, e só nos resta porque isso ninguém pode roubar, é a Grandiosa História deste clube centenário e seus sócios e adeptos.

Depois do que vi acontecer a Fiorentina, olhei com bons olhos a extinção de um sporting podre, cheio de maus vicios e maus profissionais, envolvido num teia bancária sem solução a vista. A Fiorentina, será sempre a Fiorentina, tal como o Sporting, seria sempre o Sporting.


Já agora, um possível extinção da SAD do Sporting, teria obrigatoriamente de extinguir o clube Sporting Clube Portugal????

Não me pronuncio relativamene à extinção da SAD, mas registo o que disse Petrovich.

Relativamente a comparações SCP/Fiorentina... ok, preparados para ficar sem estádio, academia, passes de jogadores e receitas futuras que serviram de garantia? Preparados para apoiar o clube na distrital de Lisboa? A jogar no campo emprestado do Loures ou coisa que o valha? Não iria deixar de ser sportinguista, isso não que me está no sangue, mas que não se brinque com coisas sérias...






Penso que ficariamos apenas sem a academia, o estadio é do Sporting clube.

Acho que isto é uma situação que vai acontecer mais tarde ou mais cedo, basta analisar as contas, conhecidas entenda-se, do Sporting nos últimos anos.
Extinção da SAD

Entretanto, Abílio Fernandes, de 64 anos, diz que o Sporting “provavelmente terá de acabar para recomeçar de novo, como a Fiorentina.” E admite propor a ideia da extinção da SAD numa futura assembleia geral. “Não sou o único a ter este ponto de vista. O Sporting está a caminhar para uma situação como a do Boavista. Já nem as garagens do estádio são suas”, lamenta o antigo vice-presidente da direção de Sousa Cintra.


Aguardo a opinião de alguns ilustres noventas

É a solução que advogo desde há algum tempo, e já aqui expresse, por diversas vezes, que uma das soluções passaria pela extinção da SAD. Há duas vias, ou por declaração de falência, em que os activos serviriam para cobertura de dívidas, para além das consequências desportivas,  ou pela aquisição do total do capital da SAD pelo Sporting, e aí teriamos que nos mobilizar num esforço colectivo de angariação de fundos  para evitar que o clube entrasse em banca-rota. Havendo interessados, optava pela segunda via. Se o Sporting somos nós então façamo-nos presentes, sem excepções e de uma vez por todas.  As SAD's são um buraco sem fundo, e um pretexto para grandes grupos económicos decidirem as vidas dos clubes. Não optando por nenhuma destas soluções, então a única alternativa passaria pela colocação do total do capital social da SAD em bolsa, ou aparecer um magnata do petróleo com uma OPA. Mas aí, meus amigos já dificilmente poderiamos considerar que estariamos a apoiar o Sporting...
Não é nada que eu já não tivesse pensado, aliás julgo te-lo escrito aqui no forum.

Acho que o actual sporting, muito mas muito dificilmente se voltará a erguer, e voltar a ser aquele SPORTING que um dia todos amámos.
Não temos um presidente, não temos ninguém na estrutura dirigente carismático, não temos hoje em dia, um único jogador carismático, não temos equipa, não temos euros, o que ainda nos resta, e só nos resta porque isso ninguém pode roubar, é a Grandiosa História deste clube centenário e seus sócios e adeptos.

Depois do que vi acontecer a Fiorentina, olhei com bons olhos a extinção de um sporting podre, cheio de maus vicios e maus profissionais, envolvido num teia bancária sem solução a vista. A Fiorentina, será sempre a Fiorentina, tal como o Sporting, seria sempre o Sporting.


Já agora, um possível extinção da SAD do Sporting, teria obrigatoriamente de extinguir o clube Sporting Clube Portugal????

Não me pronuncio relativamene à extinção da SAD, mas registo o que disse Petrovich.

Relativamente a comparações SCP/Fiorentina... ok, preparados para ficar sem estádio, academia, passes de jogadores e receitas futuras que serviram de garantia? Preparados para apoiar o clube na distrital de Lisboa? A jogar no campo emprestado do Loures ou coisa que o valha? Não iria deixar de ser sportinguista, isso não que me está no sangue, mas que não se brinque com coisas sérias...






Penso que ficariamos apenas sem a academia, o estadio é do Sporting clube.

Acho que isto é uma situação que vai acontecer mais tarde ou mais cedo, basta analisar as contas, conhecidas entenda-se, do Sporting nos últimos anos.

O estádio até podia estar em meu nome... fala-se de refundação e um desterro do género Fiorentina, ora com uma equipa no útimo escalão nacional ou na distrital com a quebra de receitas inerentes e com todo o património imobiliário hipotecado, é tirar as conclusões.
Extinção da SAD

Entretanto, Abílio Fernandes, de 64 anos, diz que o Sporting “provavelmente terá de acabar para recomeçar de novo, como a Fiorentina.” E admite propor a ideia da extinção da SAD numa futura assembleia geral. “Não sou o único a ter este ponto de vista. O Sporting está a caminhar para uma situação como a do Boavista. Já nem as garagens do estádio são suas”, lamenta o antigo vice-presidente da direção de Sousa Cintra.


Aguardo a opinião de alguns ilustres noventas

É a solução que advogo desde há algum tempo, e já aqui expresse, por diversas vezes, que uma das soluções passaria pela extinção da SAD. Há duas vias, ou por declaração de falência, em que os activos serviriam para cobertura de dívidas, para além das consequências desportivas,  ou pela aquisição do total do capital da SAD pelo Sporting, e aí teriamos que nos mobilizar num esforço colectivo de angariação de fundos  para evitar que o clube entrasse em banca-rota. Havendo interessados, optava pela segunda via. Se o Sporting somos nós então façamo-nos presentes, sem excepções e de uma vez por todas.  As SAD's são um buraco sem fundo, e um pretexto para grandes grupos económicos decidirem as vidas dos clubes. Não optando por nenhuma destas soluções, então a única alternativa passaria pela colocação do total do capital social da SAD em bolsa, ou aparecer um magnata do petróleo com uma OPA. Mas aí, meus amigos já dificilmente poderiamos considerar que estariamos a apoiar o Sporting...

Seja clube, seja SAD ou coisa que o valha... com este tipo de gestão incompetente vai dar exactamente ao mesmo. Não vejo a SAD como um problema em si.
Seja como for, é impossível, até burlesco, pensar que o Sporting poderia refundar-se e, no processo, continuar com os bens que ainda lhe restam. A refundação do clube é uma ideia arrojada. No entanto, a sua efectivação é impossível. Ou, se quiserem, seria preciso uma adesão espectacular da massa associativa, como, por exemplo, a entrada de dezenas de milhares de novos sócios. Mesmo assim...
[...]
Quanto a quem teme pelo futuro do Sporting, não temam, pois haverá Sporting enquanto houver gente cobarde, ingrata e dúplice (os três eixos do Sportinguismo contemporâneo).
[...]
Não é nada que eu já não tivesse pensado, aliás julgo te-lo escrito aqui no forum.

Acho que o actual sporting, muito mas muito dificilmente se voltará a erguer, e voltar a ser aquele SPORTING que um dia todos amámos.
Não temos um presidente, não temos ninguém na estrutura dirigente carismático, não temos hoje em dia, um único jogador carismático, não temos equipa, não temos euros, o que ainda nos resta, e só nos resta porque isso ninguém pode roubar, é a Grandiosa História deste clube centenário e seus sócios e adeptos.

Depois do que vi acontecer a Fiorentina, olhei com bons olhos a extinção de um sporting podre, cheio de maus vicios e maus profissionais, envolvido num teia bancária sem solução a vista. A Fiorentina, será sempre a Fiorentina, tal como o Sporting, seria sempre o Sporting.


Já agora, um possível extinção da SAD do Sporting, teria obrigatoriamente de extinguir o clube Sporting Clube Portugal????

Não me pronuncio relativamene à extinção da SAD, mas registo o que disse Petrovich.

Relativamente a comparações SCP/Fiorentina... ok, preparados para ficar sem estádio, academia, passes de jogadores e receitas futuras que serviram de garantia? Preparados para apoiar o clube na distrital de Lisboa? A jogar no campo emprestado do Loures ou coisa que o valha? Não iria deixar de ser sportinguista, isso não que me está no sangue, mas que não se brinque com coisas sérias...






Penso que ficariamos apenas sem a academia, o estadio é do Sporting clube.

Acho que isto é uma situação que vai acontecer mais tarde ou mais cedo, basta analisar as contas, conhecidas entenda-se, do Sporting nos últimos anos.

O estádio até podia estar em meu nome... fala-se de refundação e um desterro do género Fiorentina, ora com uma equipa no útimo escalão nacional ou na distrital com a quebra de receitas inerentes e com todo o património imobiliário hipotecado, é tirar as conclusões.


O maior património do clube é a sua história e adeptos e isso não se perde numa refundação. Andamos há anos numa espécie de purgatório com o inferno ali ao lado, ou somos engolidos pelo passivo megalómano ou recomeçamos do zero mas de cara lavada e livres destes sanguessugas!
Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting
Tenham calma...

vem ai o guru das Centurias, já está feito o filme, segundo consta com policiais à mistura e tudo, argumento feito entre comes e bebes.


Falta só a retirada do tapete e a proclamar nos Restauradores.
Sócio/Emblema de Prata/Gamebox A14
14/12/2005 joguei no relvado do Estádio de Alvalade.
Data de registo: Maio 19, 2005, 19:47 pm
Mas se a SAD declara-se falência, não poderia ser criada uma nova sem que o clube sofresse muito com isso?? Eu digo isto, porque em Portugal, já muitas empresas declaram falência, e depois abrem com novos nomes?

A Sporting SAD, e o Sporting Clube, são dois organismos diferentes, e de modo a não perdermos o que já esta na posse da SAD, não seria possivel passar as mais valias (academia etc) para o Sporting Clube, declarar falência da SAD, e formar uma nova SAD, e voltar a passar as mais valias para a mesma de modo a chamar investidores para a nova SAD?



Desculpem a minha ignorância, mas isso não seria possível?

« Última modificação: Dezembro 17, 2010, 11:52 am por kokruxt »
Mas se a SAD declara-se falência, não poderia ser criada uma nova sem que o clube sofresse muito com isso?? Eu digo isto, porque em Portugal, já muitas empresas declaram falência, e depois abrem com novos nomes?

A Sporting SAD, e o Sporting Clube, são dois organismos diferentes, e de modo a não perdermos o que já esta na posse da SAD, não seria possivel passar as mais valias (academia etc) para o Sporting Clube, declarar falência da SAD, e formar uma nova SAD, e voltar a passar as mais valias para a mesma de modo a chamar investidores para a nova SAD?



Desculpem a minha ignorância, mas isso não seria possível?



Isso fazia mais sentido!

Epá nunca serei a favor do Sporting declarar falencia e ir para divisões inferiores.
Nunca nunca nunca! Recuso-me e não quero saber de mais nada, só essa ideia enoja me
«Não é o Sporting que se orgulha do nosso valor. Nós é que nos devemos sentir honrados por ter esta camisola vestida.» - Francisco Stromp
Tenham calma...

vem ai o guru das Centurias, já está feito o filme, segundo consta com policiais à mistura e tudo, argumento feito entre comes e bebes.


Falta só a retirada do tapete e a proclamar nos Restauradores.



Rogério Alves e Paulo Pereira Cristovão?

Importas-te de clarificar?
Sporting
Tenham calma...

vem ai o guru das Centurias, já está feito o filme, segundo consta com policiais à mistura e tudo, argumento feito entre comes e bebes.


Falta só a retirada do tapete e a proclamar nos Restauradores.



Rogério Alves e Paulo Pereira Cristovão?

Importas-te de clarificar?


Não posso porque só oiço zumzuns/som de fundo, a serem verdade, nem sei o que pensar (neste momento vale tudo para inverter o ciclo).

Mas só aceito se forem rectificadas por eleições antecipadas.
Sócio/Emblema de Prata/Gamebox A14
14/12/2005 joguei no relvado do Estádio de Alvalade.
Data de registo: Maio 19, 2005, 19:47 pm
Mas se a SAD declara-se falência, não poderia ser criada uma nova sem que o clube sofresse muito com isso?? Eu digo isto, porque em Portugal, já muitas empresas declaram falência, e depois abrem com novos nomes?

A Sporting SAD, e o Sporting Clube, são dois organismos diferentes, e de modo a não perdermos o que já esta na posse da SAD, não seria possivel passar as mais valias (academia etc) para o Sporting Clube, declarar falência da SAD, e formar uma nova SAD, e voltar a passar as mais valias para a mesma de modo a chamar investidores para a nova SAD?



Desculpem a minha ignorância, mas isso não seria possível?



Isso fazia mais sentido!

Epá nunca serei a favor do Sporting declarar falencia e ir para divisões inferiores.
Nunca nunca nunca! Recuso-me e não quero saber de mais nada, só essa ideia enoja me

Desculpem lá mas nada disso faz sentido nenhum!

Respeito quem defende uma refundação, como já foi feito noutros clubes por essa europa fora, e até alguns cá em Portugal, nomeadamente nas modalidades semi-amadoras.

Esqueçam a ideia de falir a SAD e continuar com o clube! Porque a maior parte do passivo está no clube! Porque o clube é responsável pelo passivo da SAD em caso de falência desta! Mas principalmente porque mesmo que fosse viável, seria uma chico-espertice que nos baixaria a um nível abaixo dos nossos rivais, e mancharia o nosso orgulho para sempre.

Sinceramente acho que quem defende esta ideia ou é muito jovem para compreender conceitos abstractos como honra, orgulho e responsabilidade, ou está completamente contaminado pelas visões mercadistas da vida em sociedade!

É legítimo defender o fim da SAD, mas extinguindo-a. Para isso seria necessário recomprar todas as acções que estão dispersas fora do clube e conseguir contornar a lei das sociedades desportivas, que, se não estou em erro, determina que após ter passado a representação desportiva para uma SAD, um clube só pode reaver a representação desportiva começando nas divisões inferiores.

Não vamos lá com atalhos! Quem defende uma refundação tem que ter a consciência que se propõe começar do ZERO, tal como fizeram os fundadores!