Duque candidato à presidência

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Citação de: "FLL"
estilo de liderança que impôs, o discurso que adoptou, o apoio que deu ao treinador, o fecho do balneário, os reforços que escolheu, foram estes os factores decisivos.

Acho que no "fecho do balneário" muito se deve também ao Inácio. E quanto ao discurso que adoptou, agrada-me muito mais o do Dias Ferreira.
Sporting Sempre!
Mas Duque ficou-me "entalado", passo a expressão, devido à forma como saiu, e como geriu o defeso depois de termos sido campeões. E a nível de reforços, acertou em Janeiro de 2000, e depois, para além do regresso do João Pinto e do Sá, falhou. Já para não falar que foi graças às suas renovações contratuais que jogadores como Barbosa ficaram a ganhar ordenados assombrosos para a realidade do Sporting.
E também abandonou o barco, quando as coisas lhe começaram a correr mal, fruto das suas escolhas.
Sporting Sempre!
Tenho receio do Duque. Acho que o SCP precisa continuar na linha que vem seguindo de uns anos a esta parte.

O rigor orçamental é essencial para o futuro do SCP. É muito fácil um gajo qualquer vir para o SCP, prometer mundos e fundos, investir forte e feio e para além de nada ganhar e pôr o SCP em risco. Depois vai-se embora e quem vier que feche a porta. Esse filme já foi visto muitas vezes.

A época passada foi a prova que não é preciso assumir muitos riscos  para ter uma equipa competitiva. Por isso sou pela continuidade, assumindo que foram cometidos erros, indentificando-os e corrigindo.

Só assim se consegue chegar onde todos queremos, acredito que mudar nesta altura só trará mais riscos e menos beneficios.
FORÇA SCP!
Citar
Por isso sou pela continuidade, assumindo que foram cometidos erros, indentificando-os e corrigindo.

Mas isso já se viu que não será possível. A seguirmos pelo caminho da continuidade, continuaremos com alianças benéficas para os nossos rivais, e ficaremos sempre com equipas espremidas, mas que infelizmente na hora da verdade falham sempre. Ou seja, apesar de não haver um investimento forte no futebol, há também uma grave lacuna de ambição desportiva, patente na postura da equipa e do corpo tecnico.

A meu ver, precisamos de alguém que tenha em conta as finanças do Sporting, mas que pense também, que só sobreviveremos, e só teremos algum retorno financeiro se desportivamente tivermos sucesso. Porque acima de sermos uma Sociedade Anónima, somos um Clube. Obvio, que para tal ser conseguido, não quero populismos baratos, nem promessas de mundos e fundos.
Sporting Sempre!
Do site "A Bola"

Luís Duque disponível para presidir à Sporting, SAD
Luís Duque considera-se disponível para voltar à liderança da Sporting SAD. No desempenho desse cargo, o clube leonino sagrou-se campeão nacional. «Serei candidato à SAD e não à presidência do clube», explicou Duque esta manhã.
 
ASF  
O mandato de Dias da Cunha termina no próximo ano e Luís Duque diz-se disponível para trabalhar na SAD do clube. «Não serei candidato a presidente do Sporting, isso está fora dos meus horizontes», assegura.

«Apoiarei um candidato à presidência do clube qualquer elemento que tenha feito parte da equipa no tempo em que estive à frente da SAD leonina», assumiu Luís Duque.


Não me parece que seja a melhor maneira de lançar uma candidatura, mas mostrou disponibilidade e uma certa abertura.
Estará a lançar a ponte ao MRT?

Mas o próprio Dias Ferreira disse que só queria ser presidente do clube e não da SAD. Coincidências? Meras especulações sem fundo?
Sporting Sempre!
Esta bom.....esta bom..... :o
Mais do que as pessoas é preciso aguardar pelos projectos.

Numa primeira análise não simpatizo com Duque, acho que foi o último profissional de SAD que passou pelo Sporting que realmente percebia do meio mas perdeu completamente o foco com a cegueira provocada pela guerra de poder com Roquette, sendo um grande responsável pela destruição do bom trabalho que podia ter surgido do fim do jejum.

De qq forma vou pela ideia do Rui, qto mais candidaturas melhor, finalmente existe pluralidade no clube e vontade de sportinguistas fazerem algo pelo mesmo, começava a ficar deprimido com a falta de soluções alternativas ao longo destes 10 anos de desgraça.
Todas as candidaturas são bem vindas, desde que haja um debate de ideias. O unanimismo não é bom, dá uma legitimidade perversa.


Gostaria de ver debatidos alguns temas, como por exemplo:

- O que fazer com as modalidades extra futebol, criar SAD's próprias, com autonomia de organização e financeira.

- Para quando um pavilhão multiusos, onde os jogadores das modalidades extra futebol poderão treinar e realizar os jogos.

- Porque não ampliar as instalações da academia para poder receber os praticantes de outras modalidades (atletismo, por exemplo), e assim deixaria de ser a academia de futebol para ser uma academia de desporto. Isso respeitando as restrições financeiras evidentemente.

- Qual a possibilidade de voltar a "criar" a equipa B, com um tipo de jogo semelhante á equipa A, onde jogadores recém promovidos poderiam competir e não ficar só pelos treinos.



cumps,
VCoelho
Esforço, Dedicação, Devoção e Glória
"Queremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande como os maiores da Europa."
- José Alvalade (8 de Maio de 1906)
Tb vou pelo mesmo diapasão... nomes dão suporte, mas o que me interessa é saber o que querem fazer e como o pretendem fazer.

Ao contrario do que já li por aqui (tá calado oh grilito) não quero que o pessoal comece a escolher e discutir os assuntos que não iteressam, como o nome do treinador.

Prefiro saber primeiro que tipo de treinador advogam e só entao se poderá discutir um nome, com a subjectividade que essa discussão contém.
Citação de: "Rui"
No entanto, a confirmar-se esta candidatura, prevejo uma resposta da parte dos actuais dirigentes, tentando MRT para avançar na candidatura, acabando a escolha por ser LD - MRT, cada um deles "polindo" uma posição mais radical, seja de corte com a actualidade (LD) seja de continuidade com a actualidade (MRT).

é uma ideia; arrisco dizer, podendo o futuro esmagar a minha tese, que mais depressa vejo Miguel Ribeiro Telles ao lado de Duque, que à frente de uma candidatura da continuidade. (não esquecer que foi pela mão de Duque que MRT entrou no clube.) *

e sim, a candidatura/disponibilidade de Duque à presidência da Sad agrada-me por boa parte das razões que o FLL acima refere.



* «Apoiarei um candidato à presidência do clube qualquer elemento que tenha feito parte da equipa no tempo em que estive à frente da SAD leonina», assumiu Luís Duque. - parece-me importante, esta frase. (Ribeiro Telles, Horta e Costa, Ferreira Lima e Corrêa Sampaio - administradores da sad presidida por Luís Duque.)
'When the seagulls follow the trawler, it is because they think sardines will be thrown into the sea"
Não tou nada calado........MRT, Duque e Scolari é que é........
O Duque chega para o papa e o orelhas e o Scolari chega para os jogadores e para os jornalistas :arrow:
especulando um pouco...

Imagine-se que quem ganhar as eleições quer realmente o Scolari à frente da equipa, e...

... as restrições orçamentais?

... o tecto salarial? Que agora é de 75mil, na opinião publica passa a ideia que oScolari ganha bastante mais que os tais 75.

manda-se à fava o tecto salarial ou esse mesmo tecto é só para jogadores?
Só para os jogadores claro (e mesmo assim defendo que com excepções tipo mais vale ter 1 jogador bom a ganhar 20 MC que 3 medianos a ganhar 6,5 e não acrescentem nada).

O treinador tem de ser considerado á parte , caso contrario só nos toca aqueles que mais ninguem quer..........
Penso ser consensual que Luís Duque é uma mais valia para a SAD, é na minha opinião quem melhor combina a inteligência e a classe necessária para gerir um clube distinto, com o conhecimento profundo do sub - mundo do futebol português.

A utilidade do mesmo é tanto maior quanto o próprio governo tem demonstrado falta de coragem para agir de forma a pôr termo as anomalias, para não dizer outra coisa, que abunda no nosso futebol, mesmo perante a ameaça da FIFA em excluir a selecção nacional e os clubes portugueses de todas as competições.

Porem, convenhamos que ele saiu por iniciativa própria, e contra a vontade de muitos dirigentes, talvez na expectativa de um regresso antecipado perante um coro de solicitações, que nunca se veio a verificar, uma vez que dirigentes de classe não faltam ao SCP, uns melhor que outros. Mas ainda assim penso que tem lugar na SAD, como líder, e seria bem-vindo, talvez não tenha manifestado antes a sua disponibilidade porque o Dias da Cunha continua a ser o presidente a quem ele apresentou a sua demissão por várias vezes até este ter aceite, isso poderá inibi-lo a mostrar-se novamente disponível, sem antes criticar  a gestão actual. Mas ele que não exagere.


Citação de: "BALAKOV"
Citar
O ex-presidente da SAD há muito que acompanha - como observador, e com desagrado - as directrizes que o clube segue, nomeadamente na gestão do futebol, estando nesta altura a ultimar a sua candidatura para suceder a Dias da Cunha
Luís Duque, ex-presidente da SAD leonina, vai apresentar nos próximos dias a sua candidatura à presidência do Sporting, para suceder a Dias da Cunha, cujo mandato termina no próximo ano. O notável sportinguista exerce actualmente funções na Câmara Municipal de Sintra, mas encontra-se a ultimar pormenores da sua campanha... às eleições do Sporting.

Refira-se que já manifestaram intenção de se candidatar Dias Ferreira e Guilherme de Sousa Lemos, e aguarda-se a candidatura de, em princípio, Ernesto Ferreira da Silva (presidente do Conselho Fiscal) como aposta de Dias da Cunha na continuidade.

Talvez o Insolente tenha razão, mas é como já referi, se fosse apenas entre DF contra a oligarquia, votava DF às cegas, a partir da altura em que há mais candidatos, quero ver os programas e conhecer as ideias...
"Recordo o que disse numa AG no mandato anterior. Estou disposto a dar o meu tempo, vida e alma ao Sporting, mas têm de estar comigo. Nos últimos dois anos tive duas hipóteses: ou me juntava aos interesses ou a vocês. Escolhi juntar-me a vocês."
Bruno de Carvalho, 17 de Fevereiro de 2018
Já agora, em relação ao ordenado do treinador, sou 100% contra plantéis com jogadores a ganhar mais que o treinador, acho que o mesmo nao deve estar abrangido, deve é arranjar-se uma cláusula que diga algo como, "Em caso do objectivo X, nao ser conseguido, o valor de indemnização passa a y"
Para no caso de "Chicotada" nao se endividar o clube até à sarjeta...
"Recordo o que disse numa AG no mandato anterior. Estou disposto a dar o meu tempo, vida e alma ao Sporting, mas têm de estar comigo. Nos últimos dois anos tive duas hipóteses: ou me juntava aos interesses ou a vocês. Escolhi juntar-me a vocês."
Bruno de Carvalho, 17 de Fevereiro de 2018
Concordo com essa medida, acho que não está a ser aplicada em nenhum clube, pelo menos os Clubes/Sad ficavam com um tipo de "justa causa" e pagavam somente o que o contrato estipulasse.


sim senhor, grande ideia...

saiu de ti ou foi plágio?
É minha,

Em 99 qdo o Vasco tinha aquela Super equipa que foi à final da Libertadores, e que incluia entre outros, Helton, Leo Lima, Romario, Euller, Juninho e quem mais me esqueça, o Romário tentou não aparecer a nenhum treino na semana que antecedeu o jogo que viriam a perder com o Manure, o treinador tentou deixá-lo de fora, e o Romário veio para os jornais dizer que nao recebia ordens de quem ganha menos que ele, e que assim se via a importancia de cada um, desde aí que elaborei essa ideia...
"Recordo o que disse numa AG no mandato anterior. Estou disposto a dar o meu tempo, vida e alma ao Sporting, mas têm de estar comigo. Nos últimos dois anos tive duas hipóteses: ou me juntava aos interesses ou a vocês. Escolhi juntar-me a vocês."
Bruno de Carvalho, 17 de Fevereiro de 2018
Citação de: "Incitatus"
... desde aí que elaborei essa ideia...


muito boa, diga-se.



bem, isto parece uma graxa do caraças...  :D


mas não, apenas apreciei a ideia.