Marco Torsiglieri

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Central medíocre. Nunca fui à bola com este latagão argentino e o jogo de quinta também não serviu para me convencer. Ainda assim, terá sido o melhor do centro da defesa ucraniana...e nem é grande elogio que lhe faço, tendo em conta a falta de qualidade do parceiro!...
« Última modificação: Março 31, 2012, 22:10 pm por Juan Seminário »
Nunca achei que o Torsiglieri fosse um grande jogador e continuo a ter a mesma opinião Temos Xandao e Onyewu (qualquer um melhor que ele), precisamos de um central mais rápido e menos duro de rins do que qualquer um destes.

Para 4ºcentral temos os jogadores da equipa B, ou o Carriço recuava da posição 6 para central e fazia a posição.

Se a venda do Torsiglieri foi efectuada por uma verba que cobre os EUR 1,7M que demos por ele, mais os salários da época 2010/2011 para mim foi um bom negócio

O Torsi só foi dispensado por ter sido aquisiçao do JEB/Costinha
Foi um dos que levou com a vassoura

Eu até dou de barato que tanto o Ony como o Xandao sao melhores
Mas tendo Torsi valia a pena ter torrado tanto dinheiro com o Rodriguez?

A venda dele é mais um mistério no que diz respeito a verbas..........

SL

É mesmo isso relagarto.

Para quem se apresentou com o salvador do Sporting. Neste decisão de dispensar um jogador com qualidade e gastar mais uns milhares de euros a trazer o Rodriguez, só enterrou mais um pouco o clube em termos financeiros.

E acho que não era uma coisa difícil de prever que ia acontecer.
Citar
Bungle:


Se a venda do Torsiglieri foi efectuada por uma verba que cobre os EUR 1,7M que demos por ele, mais os salários da época 2010/2011 para mim foi um bom negócio

Para ter coberto teria que ter sido uma verba idêntica ao valor global da operação, que foram 3.4M. A antecipação de uma venda futura, por alienação a um fundo, tem destas coisas.
Citar
Bungle:


Se a venda do Torsiglieri foi efectuada por uma verba que cobre os EUR 1,7M que demos por ele, mais os salários da época 2010/2011 para mim foi um bom negócio

Para ter coberto teria que ter sido uma verba idêntica ao valor global da operação, que foram 3.4M. A antecipação de uma venda futura, por alienação a um fundo, tem destas coisas.

Já deixando de lado o facto de termos dado 1,7M ou 3,4M, seja lá o que for, não percebo como é que se pode considerar um "bom negócio" só por recebermos o que pagámos, quando não houve rendimento desportivo. Isto é um clube de futebol, é preciso um bocado mais do que um "toma lá - dá cá" no que diz respeito a dinheiro de transferências, para se avaliar como "bom".

Para ser um "bom negócio" das duas uma, ou se recebe mais do que se pagou, ou então o rendimento desportivo justifica o investimento, mesmo que se perca dinheiro numa venda futura, ou até que não haja sequer uma venda.

E ainda é preciso ver se isso de termos recebido o que pagámos aconteceu mesmo ou não, e eu tenho as minhas dúvidas. O silêncio à volta deste caso parece-me ser bastante revelador, como no passado já foi em outros.
Vcs insistem em falar do que não sabem...

O custo da operação foi, salvo erro, EUR 3,4M. 50% do passe foi adquirido por um fundo por metade dessa verba.

O Torsi custou aos cofres do SCP 1,7M e tinhamos 50% do passe. se a venda dos 50% do passe que eram do clube cobriram essa verba+salários+prémio+comissões acho um excelente negócio.

Não é por o Rodriguez ser um barrete que o argentino passa a ser bom.

Mas afinal foi vendido ou não? Já não percebo nada disto.

Citar
«Gostava de voltar ao Sporting» - Torsiglieri
Fonte: A BOLA - http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=324557

Marco Torsiglieri, castigado, não defronta o Sporting na segunda ‘mão’ dos quartos de final da Liga Europa. O antigo central leonino considera que a eliminatória está em aberto e acredita que o Metalist, derrotado (1-2) em Alvalade na primeira ‘mão’, tem boas possibilidades de seguir em frente na prova.

«Temos a obrigação de fazer golos. O Sporting vai jogar da mesma forma como jogou em Alvalade, todo metido no seu meio-campo à espera de sair no contra-ataque e no erro da nossa equipa. Pode ser o jogo mais importante da temporada para nós. Estamos no terceiro lugar no campeonato, queremos chegar à UEFA mas também queremos passar esta eliminatória. O nosso golo deu-nos vida. Temos 90 minutos e a eliminatória está em aberto», disse em declarações à TSF.

Sobre a curta passagem por Alvalade, o argentino afirmou que, se tivesse dependido de si, tinha continuado de leão ao peito: «Queria jogar com o Sporting na Europa e, se um dia tiver que voltar, voltarei com muitas ‘ganas’.»
«Não é o Sporting que se orgulha do nosso valor. Nós é que nos devemos sentir honrados por ter esta camisola vestida.» - Francisco Stromp
Citar
Bungle:

Vcs insistem em falar do que não sabem...

O custo da operação foi, salvo erro, EUR 3,4M. 50% do passe foi adquirido por um fundo por metade dessa verba.

O Torsi custou aos cofres do SCP 1,7M e tinhamos 50% do passe. se a venda dos 50% do passe que eram do clube cobriram essa verba+salários+prémio+comissões acho um excelente negócio.


Bem. Fechamos o fórum a quem tem apenas inside info e matérias sobre as quais não há qualquer tipo de informação por parte do Sporting, ficam assim fora de especulação ao comum dos mortais.

Não se discute a percentagem detida pelo Sporting e os valores recebidos por parte do fundo, que essa informação consta do R&C. Os moldes da posterior venda aos ucranianos são desconhecidos e é subjectivo, no mínimo, sacar algo de positivo numa operação de contenção de danos, num jovem que acho que tinha potencial.

Digo mais. Acho brutal a diferença de tratamento entre jogadores com o carimbo de Freitas... e os outros. Nalguns casos perfeitamente justificáveis, em outros tal facto reveste-se de gestão lesiva dos interesses do clube.
Mas afinal foi vendido ou não? Já não percebo nada disto.

Citar
«Gostava de voltar ao Sporting» - Torsiglieri
Fonte: A BOLA - http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=324557

Marco Torsiglieri, castigado, não defronta o Sporting na segunda ‘mão’ dos quartos de final da Liga Europa. O antigo central leonino considera que a eliminatória está em aberto e acredita que o Metalist, derrotado (1-2) em Alvalade na primeira ‘mão’, tem boas possibilidades de seguir em frente na prova.

«Temos a obrigação de fazer golos. O Sporting vai jogar da mesma forma como jogou em Alvalade, todo metido no seu meio-campo à espera de sair no contra-ataque e no erro da nossa equipa. Pode ser o jogo mais importante da temporada para nós. Estamos no terceiro lugar no campeonato, queremos chegar à UEFA mas também queremos passar esta eliminatória. O nosso golo deu-nos vida. Temos 90 minutos e a eliminatória está em aberto», disse em declarações à TSF.

Sobre a curta passagem por Alvalade, o argentino afirmou que, se tivesse dependido de si, tinha continuado de leão ao peito: «Queria jogar com o Sporting na Europa e, se um dia tiver que voltar, voltarei com muitas ‘ganas’.»

Será que o moço bateu muito forte com a cabeça, ou o frio congelou-lhe os neurónios?
Na primeira parte não jogámos na expectativa, se calhar. :lol: Quantas vezes é que não ficámos a vê-los trocar a bola na defesa...
Citar
Bungle:

Vcs insistem em falar do que não sabem...

O custo da operação foi, salvo erro, EUR 3,4M. 50% do passe foi adquirido por um fundo por metade dessa verba.

O Torsi custou aos cofres do SCP 1,7M e tinhamos 50% do passe. se a venda dos 50% do passe que eram do clube cobriram essa verba+salários+prémio+comissões acho um excelente negócio.


Bem. Fechamos o fórum a quem tem apenas inside info e matérias sobre as quais não há qualquer tipo de informação por parte do Sporting, ficam assim fora de especulação ao comum dos mortais.

Não se discute a percentagem detida pelo Sporting e os valores recebidos por parte do fundo, que essa informação consta do R&C. Os moldes da posterior venda aos ucranianos são desconhecidos e é subjectivo, no mínimo, sacar algo de positivo numa operação de contenção de danos, num jovem que acho que tinha potencial.

Digo mais. Acho brutal a diferença de tratamento entre jogadores com o carimbo de Freitas... e os outros. Nalguns casos perfeitamente justificáveis, em outros tal facto reveste-se de gestão lesiva dos interesses do clube.

Não é necessário fechar o fórum nem olhar para qualquer tipo de informação secreta. O negócio do Torsiglieri implicou duas coisas:

- A compra de um jogador que não estava preparado para ser titular, quando era absolutamente necessário alguém que assumisse o eixo da defesa (rendimento desportivo).

- Gastos em remunerações mensais.

Ou seja, quero lá saber se o vendemos pelo mesmo preço que o comprámos. Gastámos dinheiro e acabámos por não ter rendimento desportivo absolutamente nenhum. É por estes "bons negócios" que temos este passivo.
"The one thing that doesn't abide by majority rule is a person's conscience." - Harper Lee
O Jornal Sporting desta semana refere-se a ele como "O ex-jogador dos «Leões» Marco Torsiglieri..."
Na primeira parte não jogámos na expectativa, se calhar. :lol: Quantas vezes é que não ficámos a vê-los trocar a bola na defesa...

Que eu saiba o jogo tem 90 minutos... e tivemos uma grande parte de jogo em que o Metalist nem se mexia, encostado às boxes...
Mas afinal foi vendido ou não? Já não percebo nada disto.

Citar
«Gostava de voltar ao Sporting» - Torsiglieri
Fonte: A BOLA - http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=324557

Marco Torsiglieri, castigado, não defronta o Sporting na segunda ‘mão’ dos quartos de final da Liga Europa. O antigo central leonino considera que a eliminatória está em aberto e acredita que o Metalist, derrotado (1-2) em Alvalade na primeira ‘mão’, tem boas possibilidades de seguir em frente na prova.

«Temos a obrigação de fazer golos. O Sporting vai jogar da mesma forma como jogou em Alvalade, todo metido no seu meio-campo à espera de sair no contra-ataque e no erro da nossa equipa. Pode ser o jogo mais importante da temporada para nós. Estamos no terceiro lugar no campeonato, queremos chegar à UEFA mas também queremos passar esta eliminatória. O nosso golo deu-nos vida. Temos 90 minutos e a eliminatória está em aberto», disse em declarações à TSF.

Sobre a curta passagem por Alvalade, o argentino afirmou que, se tivesse dependido de si, tinha continuado de leão ao peito: «Queria jogar com o Sporting na Europa e, se um dia tiver que voltar, voltarei com muitas ‘ganas’.»

Será que o moço bateu muito forte com a cabeça, ou o frio congelou-lhe os neurónios?

 :arrow: :arrow: :arrow:

Bem, cá ganda bubadeira com que o menino devia de estar...  :mrgreen:

Nós é que jogámos em contenção? Bolas, depois disto não me resta ver mais nada.
Pelo que sei o jogador tem 50% do passe ainda nas nossas mãos não é como diziam aqui que foi comprado :) bom saber pois gosto dele.

(Nota:Nossa mão significa nas mãos do fundo do investidor americano!?! penso eu que seja a nacionalidade.
Por ti contra tudo e todos!
Pelo que sei o jogador tem 50% do passe ainda nas nossas mãos não é como diziam aqui que foi comprado :) bom saber pois gosto dele.

(Nota:Nossa mão significa nas mãos do fundo do investidor americano!?! penso eu que seja a nacionalidade.

 :question:

Consegues explicar isso melhor...a nossa mão é um fundo americano?!  :inde:
Pelo que sei o jogador tem 50% do passe ainda nas nossas mãos não é como diziam aqui que foi comprado :) bom saber pois gosto dele.

(Nota:Nossa mão significa nas mãos do fundo do investidor americano!?! penso eu que seja a nacionalidade.

Foi ele próprio que disse que já tinha sido comprado pelo Metalist!! Esses 50% devem ser numa futura transferencia.
Este já não é nosso.
Tendo em conta isto

Citar
Os proveitos com transações de jogadores, nomeadamente com a venda de direitos
desportivos, resultam essencialmente das alienações dos jogadores Helder Postiga e Simon
Vukcevic.
(página 19/37 do último R&C, onde a "venda de direitos desportivos" tem o valor de 680.000€)

e isto

Citar
Alienações - Do Plantel Principal foram concretizadas as cedências definitivas dos jogadores Carlos Saleiro (Servette), Vukcevic (Blackburn Rovers), Alberto Zapater (Lokomotiv Moscoco), Hélder Postiga (Zaragoza), Yannick D’Jaló (OGC Nice) e Marco Torsiglieri (Metalist).
(página 23/37 do último R&C)

Penso que se pode concluir que o Torsi saiu a custo 0 (ou muito perto disso)  ^-^


Citar
Há coisas na vida que nunca mudam, a nobreza de carácter é uma delas, ou se tem, ou não. Por mais “riqueza” que ostentem, os pobres de espírito sempre o serão. O complexo de inferioridade demonstrado por todas estas atitudes é totalmente incompatível com um clube que para além de títulos quer ser grande, pois a grandeza é muito mais do que o vencer. A grandeza é vencer, é saber vencer, é saber perder, é saber estar, algo que não está ao alcance de todos.

O Sporting Clube de Portugal,
Lisboa, 28 de Outubro de 2013
E fechar isto? Já não é nosso  :arrow: