Votação

Como avalia a prestação da Selecção Nacional?

Muito boa
3 (1.6%)
Boa
2 (1%)
Razoável
56 (29.2%)
93 (48.4%)
Péssima
38 (19.8%)

Votos totais: 176

[Mundial 2010] A Selecção Nacional

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Esse deve ter sido silenciado (se sim, também não se perdeu grande coisa, mas nesta matéria até podia ter graça).
Isto não é a Coreia do Norte, porque os métodos são mais subtis, ainda que a eficácia seja parecida.

Só queria dizer mais uma coisa.
Eu tenho estado a falar no pressuposto de que nenhum tv portuguesa tenha ainda pegado nessa filha da p*utice que é o vídeo da cuatro (digo filha da p*tice porque os planos e as repetições configuram uma tentativa de liquidação de imagem).
Eu, pelo menos, só o vi hoje na net, mas ontem tb. não vi tv's.
Não sei se as as coisas que não abri num dos pasquins cá e no as sobre a escarreta eram o mesmo vídeo-assassino.
Mas o pouco que hoje li na imprensa escrita enojou-me porque eram muitas as críticas ao CR com base apenas e só no "vão falar com o CQ".
Se bem conheço o politicamente correcto em Portugal, aposto que a divulgação da escarreta, do "jod*r, car*jo", "o vete a grabar a quien gano, car*jo" vão dar brado.

Quando o mais interessante é: "Asi, no ganamos, Carlos"
Eu estou plenamente de acordo com ele.
Se foi na substituição do HA, eu disse pior, mas foi em português.

e por falar em HA:
Citar
Quando digo que um jogador está cansado, então está cansado. Não brinquem com a minha honra
Isto é que para mim é grave!
A partir do momento em que ter um dos melhores jogadores do mundo na equipa é visto como um problema, acho que está tudo dito sobre a qualidade do seleccionador. Da mesma maneira que deploro a incapacidade de extrair o melhor dos jogadores no Sporting, tenho de o fazer com o seleccionador nacional.

Foi um Mundial fraco, onde apenas os mínimos - a qualificação para os oitavos - foram atingidos, e mesmo aí com uma grande ajuda do calendário. Uma equipa medrosa, incapaz de criar de perigo contra adversários com um mínimo de qualidade e que saiu do Mundial como entrou - a jogar para o 0-0.

Sim, a Espanha é a Espanha; mas entrar num jogo destes tendo como único plano de vitória os penalties é indigno de uma equipa que defendia um 4º lugar do último Mundial e que se apresentava como a 3º classificada no ranking da FIFA. Parecia um regresso aos anos 80. Estive fora do país e vi o jogo num espaço ao ar livre. Posso dizer-vos que, de entre várias nacionalidades, ninguém chorou a eliminação deste Portugal.

Queirós está agora a fazer o que faz melhor: a querer passar entre os pingos da chuva e a fugir às responsabilidades. Prefere fazer demonstrações pífias de autoridade e falar de amanhãs que cantam em vez de preservar os jogadores com que terá de fazer a campanha para 2012 e reflectir sobre as causas da derrota. Aliás, Mourinho já lhe mandou a boca...

Quando a demissões, tirem o cavalinho da chuva. Seria de facto o mais lógico. Para já, um europeu deve servir para preparar um mundial - e não o contrário. Depois, Queirós falhou a renovação. Ou melhor, a continuação da renovação de Scolari, pois apenas introduziu três novos jogadores - Eduardo, Coentrão e Liedson. No resto, há todo um mundo por fazer.

Mas o prof. já disse que não saiu de Manchester para brincar - leia-se se o querem fora, paguem-lhe o resto do contrato. Tem sido assim toda a sua carreira e não vai mudar agora. E como 7º treinador mais bem pago do Mundial, a indemnização não saíria barata. Por isso, preparemo-nos para um deprimento Euro 2012...
Já ouvi e li muitas opiniões sobre o desempenho da selecção neste mundial, concordo com algumas, outras nem tanto e obviamente tenho a minha.

A contratação de CQ para seleccionador nunca me entusiasmou, simplesmente porque enquanto treinador "a solo" nunca provou nada. Fez o seu curriculum como adjunto de Alex Ferguson, e alguns quiseram fazer-nos acreditar que no MU ele é que era o "treinador" e Ferguson andava por lá jogar FM nos tempos livres, como se o clube inglês já não ganhasse títulos antes da chegada de CQ e tivesse continuado a ganhar depois de ele sair.

Este seleccionador nacional vive da memoria das conquistas de Riade e Lisboa, depois disso o seu curriculum é um vazio. Quando foi chamado para mostrar o que realmente valia, primeiro no Sporting e anos mais tarde no Real Madrid, acabou despedido provando-se que está longe de ser o treinador que ele acha que é, e alguns insistem em querer acreditar.

Dois anos de CQ na selecção nacional, espremidos dão-nos o que? Na minha opinião muito pouco, para não ter de dizer nada.

Perdeu-se a paixão que existia pela selecção nacional que começou a ser construída por Humberto Coelho e foi mais tarde um dos trunfos de Scolari.

A tão propalada renovação, trave mestra da contratação de CQ nas palavras do Gilberto Madaíl, é uma utopia. De todas as experiências que o seleccionador fez durante dois anos e que nos iam custando a qualificação para o mundial, só 2 atletas são solução de futuro, Eduardo e Coentrão, todos os outros ou não foram chamados para África ou então são comprovados erros de casting. De resto dos 14/15 jogadores mais utilizados nesta prova, mais de 90% vem do tempo de Scolari.

Mas tudo isto, não seria problemático se existem resultados. Ora o grave, é que hoje o futebol da selecção é um grande deserto de ideias. Não existe fio condutor, uma ideia de jogo, absolutamente nada. Acresce que CQ tem arruinado com a reputação dos nossos melhores jogadores.

O CR durante o período em que Scolari foi seleccionador (e isto não é a apologia do treinador brasileiro, poderia ter sido com outro qualquer), dizia então, que o CR na "gerência" anterior foi só um dos melhores marcadores da selecção. Chega CQ e ele passa por uma seca de 16 meses! O CR piorou enquanto jogador? Nenhuma estatística o confirma, antes pelo contrário, continua a marcar golos em barda nos clubes por onde tem passado. Então o que se passa?

Simplesmente o nosso seleccionador, em vez de olhar para os jogadores que tem, as suas características e estudar como eles rendem nos clubes, acha que eles é que tem de se adaptar. Ora a selecção não é um clube, onde se trabalha todos os dias, muitas vezes antes do jogos não há tempo para mais que dois ou três treinos, pelo que os atletas deveriam actuar da forma mais similar possível, ao que fazem nos clubes, porque obviamente assimilação de processos torna-se muito mais rápida. Mas, e fazer CQ compreender isto?

Com a excepção do FCP de Jesualdo, quase todos os jogadores seleccionados jogam nos clubes em 4x4x2 variando depois em pequenas nuances. O CR tem sempre jogado assim, tendo ao lado um ponta-de-lança na área acompanhá-lo. Veja-se o caso de Liedson, o Sporting já tentou por mais de uma vez alterar o esquema para o 4x3x3, aliás isso foi uma experiência que Carvalhal fez e voltou atrás, simplesmente porque as característica dele não se adequam, pois bem, o seleccionador não sabe isto ? Se sabe, porque razão o convocou? Para quê convocar um atleta que se sabe à partida não vai render? Acontece que o levezinho passou mais tempo na loja do cidadão a tratar da naturalização do que dentro de campo no mundial, alguém ganhou com isto? A selecção o jogador? Não me parece.

E mais exemplos existem, porquê insistir com Tiago a 10, quando ele nunca foi 10 na vida. O Tiago notabilizou-se como muleta de um típico "10", quando no Lyon jogava com Juninho ao lado. Convocar dois laterais direitos e jogar o jogo mais importante do mundial com um central adaptado. Colocar em campo o Pepe, por puro capricho, ele que esteve parado 6 meses por lesão, quando tem Veloso ou Pedro Mendes. Encher a convocatória de defesas centrais quando tem Moutinho ou Carlos Martins para dar criatividade ao meio-campo. Alguém que entenda minimamente de futebol entende estas opções?

Bastava CQ olhar para o lado. Na Espanha Del Bosque não inventa. Qual é a melhor equipa do mundo? Barcelona. Pois bem na selecção o centro da defesa é do Barcelona ( Puyol + Pique) o meio-campo idem (Xavi+Iniesta+Busquet). Scolari fez o mesmo em 2004, pegou na base da equipa do FCP de Mourinho, colocou-os a jogar nas mesmas posições, polvilhou a equipa com mais 3 ou 4 jogadores e chegou à final (eu sei que perdeu..) Era isto que eu pedia a CQ, olhar para a forma de jogar das equipas onde ele foi buscar os jogadores e criar um sistema semelhante, de forma a proporcionar-lhes rotinas adquiridas ao longa de toda a época.
Como disse o Deco após o jogo com a Costa do Marfim, ele nunca na carreira tinha jogado encostado a uma linha, com que intuito CQ o coloca a jogar nessa posição?

Por fim, não tendo sido bonitos alguns episódios que a selecção viveu, Nani, Deco e por fim por CR, com o famoso "perguntem ao Queiroz", são no entanto a prova de que os jogadores, na sua maioria, não acreditam neste seleccionador, nem na sua liderança. Por isso, e se ele continuar, não auguro nada de bom para o futuro da selecção nacional, porque já são demasiadas as feridas abertas.
Já ouvi e li muitas opiniões sobre o desempenho da selecção neste mundial, concordo com algumas, outras nem tanto e obviamente tenho a minha.

A contratação de CQ para seleccionador nunca me entusiasmou, simplesmente porque enquanto treinador "a solo" nunca provou nada. Fez o seu curriculum como adjunto de Alex Ferguson, e alguns quiseram fazer-nos acreditar que no MU ele é que era o "treinador" e Ferguson andava por lá jogar FM nos tempos livres, como se o clube inglês já não ganhasse títulos antes da chegada de CQ e tivesse continuado a ganhar depois de ele sair.

Este seleccionador nacional vive da memoria das conquistas de Riade e Lisboa, depois disso o seu curriculum é um vazio. Quando foi chamado para mostrar o que realmente valia, primeiro no Sporting e anos mais tarde no Real Madrid, acabou despedido provando-se que está longe de ser o treinador que ele acha que é, e alguns insistem em querer acreditar.

Dois anos de CQ na selecção nacional, espremidos dão-nos o que? Na minha opinião muito pouco, para não ter de dizer nada.

Perdeu-se a paixão que existia pela selecção nacional que começou a ser construída por Humberto Coelho e foi mais tarde um dos trunfos de Scolari.

A tão propalada renovação, trave mestra da contratação de CQ nas palavras do Gilberto Madaíl, é uma utopia. De todas as experiências que o seleccionador fez durante dois anos e que nos iam custando a qualificação para o mundial, só 2 atletas são solução de futuro, Eduardo e Coentrão, todos os outros ou não foram chamados para África ou então são comprovados erros de casting. De resto dos 14/15 jogadores mais utilizados nesta prova, mais de 90% vem do tempo de Scolari.

Mas tudo isto, não seria problemático se existem resultados. Ora o grave, é que hoje o futebol da selecção é um grande deserto de ideias. Não existe fio condutor, uma ideia de jogo, absolutamente nada. Acresce que CQ tem arruinado com a reputação dos nossos melhores jogadores.

O CR durante o período em que Scolari foi seleccionador (e isto não é a apologia do treinador brasileiro, poderia ter sido com outro qualquer), dizia então, que o CR na "gerência" anterior foi só um dos melhores marcadores da selecção. Chega CQ e ele passa por uma seca de 16 meses! O CR piorou enquanto jogador? Nenhuma estatística o confirma, antes pelo contrário, continua a marcar golos em barda nos clubes por onde tem passado. Então o que se passa?

Simplesmente o nosso seleccionador, em vez de olhar para os jogadores que tem, as suas características e estudar como eles rendem nos clubes, acha que eles é que tem de se adaptar. Ora a selecção não é um clube, onde se trabalha todos os dias, muitas vezes antes do jogos não há tempo para mais que dois ou três treinos, pelo que os atletas deveriam actuar da forma mais similar possível, ao que fazem nos clubes, porque obviamente assimilação de processos torna-se muito mais rápida. Mas, e fazer CQ compreender isto?

Com a excepção do FCP de Jesualdo, quase todos os jogadores seleccionados jogam nos clubes em 4x4x2 variando depois em pequenas nuances. O CR tem sempre jogado assim, tendo ao lado um ponta-de-lança na área acompanhá-lo. Veja-se o caso de Liedson, o Sporting já tentou por mais de uma vez alterar o esquema para o 4x3x3, aliás isso foi uma experiência que Carvalhal fez e voltou atrás, simplesmente porque as característica dele não se adequam, pois bem, o seleccionador não sabe isto ? Se sabe, porque razão o convocou? Para quê convocar um atleta que se sabe à partida não vai render? Acontece que o levezinho passou mais tempo na loja do cidadão a tratar da naturalização do que dentro de campo no mundial, alguém ganhou com isto? A selecção o jogador? Não me parece.

E mais exemplos existem, porquê insistir com Tiago a 10, quando ele nunca foi 10 na vida. O Tiago notabilizou-se como muleta de um típico "10", quando no Lyon jogava com Juninho ao lado. Convocar dois laterais direitos e jogar o jogo mais importante do mundial com um central adaptado. Colocar em campo o Pepe, por puro capricho, ele que esteve parado 6 meses por lesão, quando tem Veloso ou Pedro Mendes. Encher a convocatória de defesas centrais quando tem Moutinho ou Carlos Martins para dar criatividade ao meio-campo. Alguém que entenda minimamente de futebol entende estas opções?

Bastava CQ olhar para o lado. Na Espanha Del Bosque não inventa. Qual é a melhor equipa do mundo? Barcelona. Pois bem na selecção o centro da defesa é do Barcelona ( Puyol + Pique) o meio-campo idem (Xavi+Iniesta+Busquet). Scolari fez o mesmo em 2004, pegou na base da equipa do FCP de Mourinho, colocou-os a jogar nas mesmas posições, polvilhou a equipa com mais 3 ou 4 jogadores e chegou à final (eu sei que perdeu..) Era isto que eu pedia a CQ, olhar para a forma de jogar das equipas onde ele foi buscar os jogadores e criar um sistema semelhante, de forma a proporcionar-lhes rotinas adquiridas ao longa de toda a época.
Como disse o Deco após o jogo com a Costa do Marfim, ele nunca na carreira tinha jogado encostado a uma linha, com que intuito CQ o coloca a jogar nessa posição?

Por fim, não tendo sido bonitos alguns episódios que a selecção viveu, Nani, Deco e por fim por CR, com o famoso "perguntem ao Queiroz", são no entanto a prova de que os jogadores, na sua maioria, não acreditam neste seleccionador, nem na sua liderança. Por isso, e se ele continuar, não auguro nada de bom para o futuro da selecção nacional, porque já são demasiadas as feridas abertas.


Concordo com tudo , mas não nos podemos esquecer que o adjunto é o campeão das rescisões e portanto nunca se vai demitir para poder Chular a Federação ou para no final do contrato vir dizer que ele tinha começado um projecto que precisava de tempo e como não lhe renovarem o contrato (se for o caso) o projecto não foi acabado e que se os tempos futuros forem piores que a culpa é do Madail
Total de utilizadores ignorados: 44
Citação de: Leão de Ouro em Julho 01, 2010, 17:10 pm
Criticam-no porque invejam-no. Eu nem contesto a sua capacidade de liderança, embora tenha preferência pelo Ricardo Carvalho, mas um jovem como o Ronaldo nunca poderá ser um capitão eficaz porque é demasiado novo, demasiado rico, demasiado invejado, demasiado falado, demasiado etc,...
Todos querem ser estrelas, todos querem ser alvo das maiores das atenções, mas o Ronaldo tem o pódio todo para ele, e justamente, porque deu um salto enorme, como jogador e como pessoa.

O gajo queria vencer, e a famosa dica do "perguntem ao CQ" representa isso mesmo. A cuspidela era de evitar, mas contra os Espanhóis tudo é válido, porque lições de nojice estão eles fartos de dar, principalmente a Portugal.

Porque invejam-no? Eu invejo a ele e a qualquer um dos outros que têm seguramente uma vida melhor que a minha. Isso não tem nada a ver com as críticas que lhe são apontadas.

Não, queres ver que todas as críticas que lhe fazem são consequência do seu terrível e persistente mau comportamento, não? O facto de invejares ou não o Ronaldo é indiferente. A tua opinião sobre ele, boa ou má, vale tanto como a do meu cão. Quem lhe aponta críticas, sendo que as mesmas têm dimensão no mundo do futebol, são os jornalistas, os editores dos jornais, etc., não pontos de vista expressos por pessoas individuais. Explica-me a razão pela qual o Ronaldo, no campeonato espanhol, é constantemente agredido pelos jogadores e penalizado pelos árbitros? O Ronaldo sofre, actualmente, aquilo que o Beckham sofreu quando chegou ao Real Madrid: persistente ódio da imprensa, violência dentro de campo, provocações vergonhosas fora dele, indolência por parte dos árbitros, etc. Aliás, o Ronaldo até tem direito a este inovador cântico: "morre Ronaldo", muitas vezes entoado em estádios espanhóis.

A atitude dele não foi a mais correcta, todos o sabemos, todos o admitimos, mas ficou explícita a razão: não gostou do esquema táctico, entendeu que o mesmo era errado para que a equipa desse a volta ao resultado. Mais: conhecendo nós a abordagem táctica do Queiroz, receosa e sempre insuficiente, mais razão dou ao Ronaldo. Numa equipa sem o mínimo de qualidade atacante, seja por razões individuais ou de grupo, ainda mais razão dou ao Ronaldo. Qualidade na transição de bola? Zero! Dinâmica ofensiva? Zero! Sofreste um golo de Espanha e, ao contrário de muitas equipas, morreste, ficaste, deixaste de jogar à bola. Aprecio jogadores que ficam f****** quando perdem, não tenho problemas em o admitir, ainda para mais quando a derrota possui o treinador como auxiliar e o adversário se chama Espanha.

A derrota frente a Espanha, ou a falta de capacidade para virar o resultado, é culpa do Ronaldo? Entraste no jogo com claras intenções de controlar o adversário e sem qualquer iniciativa de ataque. Os livres do Ronaldo, a maioria mal executados e em locais demasiado longe da baliza, comprovaram o seguinte: lances estudados, zero! criatividade, zero!
« Última modificação: Julho 01, 2010, 22:16 pm por danielw »
[...]
Quanto a quem teme pelo futuro do Sporting, não temam, pois haverá Sporting enquanto houver gente cobarde, ingrata e dúplice (os três eixos do Sportinguismo contemporâneo).
[...]
Citar
Bettencourt defende continuidade de Queiroz na selecção
Presidente do Sporting não encontra motivos para a saída do seleccionador


José Eduardo Bettencourt, presidente do Sporting, defendeu esta quinta-feira a continuidade de Carlos Queiroz no cargo de seleccionador nacional, considerando que «temos de ter mais orgulho naquilo que tem sido feito no futebol português».


Interrogado sobre um eventual afastamento do seleccionador, o presidente dos leões saiu em defesa de Queiroz. «Não vejo razão para que tal aconteça. Quem dá a cara por projectos está sempre sujeito a criticas e tem de estar preparado para tudo», destacou o dirigente, à margem da apresentação dos novos equipamentos das várias modalidades do clube para a temporada 2010/11.

Quanto ao Mundial, Bettencourt manifestou a sua simpatia pelo Brasil, mas acha que vai ser a Alemanha a fazer a festa final.

In MaisFutebol

http://www.maisfutebol.iol.pt/seleccao/bettencourt-sporting-carlos-queiroz-queiroz-seleccao/1174706-1194.html
Eu não concordo com esta onda de culpabilização relativamente ao Queirós e ao Ronaldo. Acho que nenhum dos dois é o principal culpado por termos sido eliminados nas meias-finais e considero esta prestação bastante razoável tendo em conta dois factores: as equipas que enfrentámos e a qualidade dos nossos jogadores. A verdade é que fomos eliminados pela melhor selecção do mundo, num jogo onde até tivemos bastantes oportunidades e que poderia ter perfeitamente caído para o nosso lado. Acho que a preparação do Queirós foi boa e só em contra-ataque e dando pouco espaço se poderia ganhar aquele jogo, porque se jogássemos de forma mais ofensiva dávamos mais espaço para a Espanha circular a bola e isso seria um suicídio. Claro que a substituição do Hugo Almeida foi um erro tremendo, mas a preparação do encontro não.

Depois, há a questão da qualidade dos nossos jogadores. As pessoas ainda têm as últimas prestações de Portugal na memória, mas esquecem-se que o nível qualitativo dos nossos jogadores é muito inferior ao passado. Diria até que esta é a pior selecção de Portugal dos últimos 20 anos, basta olhar para o meio-campo para ver que é composto apenas por jogadores médio+, sem categoria internacional. Não temos ponta de lança também, e a lesão do Bosingwa e do Nani deixou-nos completamente coxos porque não temos jogadores suficientemente bons para os substituir. Portugal precisa urgentemente de se renovar sob pena de nem sequer continuarmos a ir às fases finais das grandes competições.

Por fim, o tópico Ronaldo. É interessante como é necessário encontrar sempre culpados para as derrotas e como existe tanto ódio em Portugal por um jogador. O povo português espera que o Ronaldo faça tudo: marque, assista, recupere bolas, finte, desculpabilizando assim os colegas que não o conseguem fazer. Como o Simão ou o Danny, que neste mundial foram uma nulidade. Na maior parte dos casos, o Ronaldo esta sozinho na frente de ataque e por isso optava pelo remate, ou quando tabelava com os colegas eles perdiam a bola. Não se pode pedir a um jogador conhecido pelo seu jogo vertical, isto é, que gosta de empurrar a equipa para a frente, para estar constantemente a passar para o lado ou para trás. Além do mais, deve ser frustrante ter como companheiros de ataque jogadores como o Simão ou o Almeida, que não são reconhecidos pela suas imensas capacidades individuais. Não deu para fazer mais e se calhar até poderia ter feito melhor, mas esta campanha de culpabilização é absolutamente degradante.

Em suma, acho que tendo em conta todas as condicionantes Portugal fez um mundial razoável e não envergonhou ninguém. Espero que nos próximos tempos haja uma renovação efectiva, porque se assim não for podemos entrar outra vez num período onde nem sequer nos apuramos para as fases finais.
"The one thing that doesn't abide by majority rule is a person's conscience." - Harper Lee
O problema principal nao e termos sido eliminados pela Espanha, isso era normal porque num jogo destes a vitoria poderia pender sempre para um lado.
O problema reside no facto de que com Queiroz a frente da selecção, somos incapazes de nos impor mesmo contra uma selecção de calibre médio como Dinamarca,Suécia ou Costa do Marfim.
Como disse Mourinho " Quando ganhamos, ganhamos todos, quando perdemos o culpado serei sempre EU " , e assim se ganha um grupo de trabalho.

Carlos Queiroz vem com a ladainha que esta a fazer uma renovação, eu pergunto qual renovação? 2 jogadores ja conta como renovaçao? quem começou a renovar a selecçao foi o Scolari ...

Mas nao vale a pena falar muito mais disto porque o vamos aturar mais 2 anos. Mas com todas estas guerras internas que queiroz foi armando duvido que se consiga criar um "grupo" de jogadores sequer para nos apurarmos condignamente para o Europeu.
Nani, Deco, Hugo Almeida e o proprio CR sao jogadores que foram treinados pelos melhores treinadores do mundo e que criticaram a actuaçao de Queiroz, ate o proprio Liedson o fez embora de uma forma mais branda. O Mourinho idem aspas, aspas.
Alias a resposta do Deco quando lhe perguntaram se o ambiente da selecçao era bom, " Entre os jogadores sim ", diz tudo sobre o que se passou em africa
Sporting Clube de Portugal
Citar
Bettencourt defende continuidade de Queiroz na selecção
Presidente do Sporting não encontra motivos para a saída do seleccionador


José Eduardo Bettencourt, presidente do Sporting, defendeu esta quinta-feira a continuidade de Carlos Queiroz no cargo de seleccionador nacional, considerando que «temos de ter mais orgulho naquilo que tem sido feito no futebol português».


Interrogado sobre um eventual afastamento do seleccionador, o presidente dos leões saiu em defesa de Queiroz. «Não vejo razão para que tal aconteça. Quem dá a cara por projectos está sempre sujeito a criticas e tem de estar preparado para tudo», destacou o dirigente, à margem da apresentação dos novos equipamentos das várias modalidades do clube para a temporada 2010/11.

Quanto ao Mundial, Bettencourt manifestou a sua simpatia pelo Brasil, mas acha que vai ser a Alemanha a fazer a festa final.

In MaisFutebol

http://www.maisfutebol.iol.pt/seleccao/bettencourt-sporting-carlos-queiroz-queiroz-seleccao/1174706-1194.html

Não me admira nada este apoio à incompetência, esta desculpabilização de um homem que sempre tratou mal o Sporting, de uma ave rara que atacou o Sporting nos últimos tempos (desde quando fomos jogar com o Man. Utd. até a esta convocatória para a selecção).

Fica na linha das boas relações com os presidentes dos rivais, apesar do habitual gozo com que o tratam.....
Muito bem, Sr. Presidente, muito bem  :clap:

P.S.: Começa a engrossar a lista das jebardices a apresentar no final do 2º ano de mandato (e ainda só vamos com menos de um mês depois do final do 1º ano de mandato)
Apesar de muitas vezes não concordar com ele, sobretudo no que diz respeito ao Sporting, já que temos 2 visões diametralmente opostas sobre o que deve ser o Sporting, não deixou de concordar com quase a totalidade deste artigo de opinião do Bernardo Ribeiro.

http://www.record.xl.pt/noticia.aspx?id=19b8c210-f797-4455-9e93-71b5cfb25dc7&idCanal=00000124-0000-0000-0000-000000000124
Citar
A opinião não é (só) minha. Nem apenas de supostos inimigos pessoais do selecionador nacional. É, por exemplo, dos mais de 20 mil utilizadores do Record Online que ontem responderam ao simples inquérito: Deve Carlos Queiroz continuar à frente da Seleção? 85% disseram não. É óbvio que não. Como é óbvio que vai continuar, num País de brandos costumes e pouca exigência, onde é permitido ao selecionador dizer que a participação no Mundial foi positiva e que Portugal fez uma excelente exibição frente à Espanha. O mesmo homem que quando Scolari chegou a uma final de um Europeu e a uma meia-final do Mundial as desvalorizou dizendo que Portugal tinha era "de ganhar". O mesmo homem que quase deixava Portugal à porta da África do Sul e a deixa com uma vitória, dois empates e uma derrota.

Mais grave na participação portuguesa é uma mão-cheia de questões que ficam sem resposta e para as quais só os fiéis escudeiros de Queiroz têm resposta.

Como é possível não ter vergonha e falar da arbitragem do jogo com a Espanha em que Portugal levou um banho de bola e a melhor oportunidade foi criada por Puyol? 24 horas depois da derrota?

O que se passou com Nani? Uma história mal contada em que se encapotou algo ou apenas um desastre em termos de comunicação que levou a uma série de más interpretações e obrigou mesmo Luís Horta a vir a publico negar a existência de doping na Seleção Nacional?

A novela com Deco. Se não houve perdão ao brasileiro, o que ficou ele a fazer na África do Sul? Se houve, e se a ideia era ganhar à Espanha, como ficou no banco entrando Pedro Mendes? Deco não merecia. E nós também não.

Ouço na televisão e não acredito. O selecionador diz que Portugal tem hoje opções consolidadas na baliza, a lateral-esquerdo e a lateral-direito. Desculpe? Baliza e lateral esquerda, ok. Na direita? Levou Paulo Ferreira e Miguel e quem mais jogou foi o central Ricardo Costa. Em 4 jogos utilizou três jogadores. Qual a opção consolidada? A que tanto nos penalizou frente aos espanhóis e Del Bosque agradeceu?

Como entender a guerra entre Cristiano Ronaldo, o estandarte de Portugal, e o selecionador? Como perceber que após uma grande época em Madrid, CR7 faça tão pouco na equipa portuguesa? Estará farto de andar sozinho lá na frente? Como pode o capitão falar assim do líder? Como escrevia ontem um leitor, Queiroz conseguiu transformar o melhor do Mundo no pior português.

E as queixinhas constantes em relação aos amarelos dos espanhóis, aos árbitros sul-americanos e ontem até à falta de um campo para a seleção treinar... em Portugal - já temos poucos estádios às moscas, construa-se mais um com o dinheiro dos contribuintes...

O mais grave, depois de tudo isto, é que Portugal deixou de jogar para ganhar. E isso é que dói mais após o que vimos em 2004, 2006 e 2008, mas também com Humberto Coelho e António Oliveira em competições anteriores. A verdade é que, à exceção do jogo com a Coreia do Norte, Portugal não jogou nada de nada neste Mundial. Que saudades da derrota por 3-2 com a Alemanha no Euro'2008. E o divórcio do País com a seleção de Queiroz é hoje quase total. Vai sofrer a FPF, vai sofrer o futebol português e vamos sofrer nós, os que gostamos do jogo.
Concordo completamente com esse artigo de Bernardo Ribeiro.
Que o Bettencourt não ache que o Queiroz deva sair da selecção por causa dos resultados já toda a gente estaria à espera, e também não tem grande importância, porque o que ele pensa em relação a esta matéria não interessa muito, mas já se sabe que uma vez adepto da mediocridade, adepto dela até morrer. É assim no Sporting, e pensa o mesmo em relação à selecção.

Mas já que gosta tanto de elogiar os modelos aqui dos vizinhos do lado e dos lá de cima podia também ver que com este treinador os jogadores do Sporting são constantemente postos de parte, o exemplo disso foi esta convocatória ridicula que fez para o Mundial bem como as opções que foi tendo durante o torneio. Os lá de cima, bem ou mal, não descansaram enquanto não viram o Scolari longe, e tudo porque entendiam que prejudicava os interesses do clube.

Mas por cá está tudo bem, trabalha-se de outra forma...  ::)
O que começa a ser preocupante aqui é o:

"Perdemos com equipas com ranking maior que o nosso"

"E se sair Queiroz, há algum melhor?"

"Queiroz é o único capaz de fazer a renovação"

"O que queriam que o homem fizesse? Com Mourinho também perdíamos"


Isto faz-me lembrar algo. A juntar ao mau futebol e ao medo demonstrado em campo e às substituições e adaptações ridículas...isto é tão familiar... :whistle:
O que começa a ser preocupante aqui é o:

"Perdemos com equipas com ranking maior que o nosso"

"E se sair Queiroz, há algum melhor?"

"Queiroz é o único capaz de fazer a renovação"

"O que queriam que o homem fizesse? Com Mourinho também perdíamos"


Isto faz-me lembrar algo. A juntar ao mau futebol e ao medo demonstrado em campo e às substituições e adaptações ridículas...isto é tão familiar... :whistle:

A Federação Portuguesa de Futebol, um ninho de podridão e interesses por excelência, soube estragar todo o trabalho de Scolari. Melhor dizendo: soube estragar toda a dimensão internacional criada por Scolari.

Apesar de termos sido derrotados pela Grécia na final do Euro, é inquestionável que Scolari mudou a face de Portugal. Pegou nos escombros deixados pelo António Oliveira e transformou a selecção, ao ponto de a colocar como uma das mais temíveis a nível mundial.

Os detractores do brasileiro sempre lhe apontaram vários erros: desde ser um incompetente a nível táctico, a um seleccionador que apenas escolhia consoante o empresário e o patrocinador, e ao facto de recorrer a luso-brasileiros para colmatar lacunas, em vez de fomentar as camadas jovens.

Pois bem... Queiroz faz o mesmo. É um incompetente a nível técnico, escolhe consoante o empresário e teve de recorrer a Liedson para se qualificar para o Mundial. A renovação? Mais um mito queirosiano, ao seu bom estilo. De Eliseu, a Gonçalo Brandão, passando por Edinho ou Zé Castro, Queiroz não renovou coisa nenhuma: inventou. E quando se viu apertado, à beira de ficar de fora do Mundial, lá teve de recorrer aos mesmos de sempre.

O que eu quero dizer com isto é muito simples: A FPF deveria ter aproveitado o excelente impacto de Scolari. Como? Contratando outro técnico estrangeiro de renome, e com bom currículo a nível de selecções.

Naquele momento em que Scolari deixou a selecção, não duvido que haveria muitos treinadores capazes de aceitar um acordo com a FPF.
Treinar uma das melhores selecções do mundo, com um dos melhores jogadores do mundo; e, ainda, a possibilidade de auferir um salário top 10...
Não seriam aliciantes suficientes para seduzir alguém melhor que Queiroz?

Mas não... Apostou-se no rasco, no básico, no medíocre. Chegou Queiroz e montou o velho paradigma pré-Scolari. Voltou o conluio de interesses, voltou a fanfarranice, voltou a mediocridade.

Antes um tipo que dá uma pêra num sérvio, que um queixinhas-egocêntrico.
« Última modificação: Julho 02, 2010, 01:41 am por Schism »
Podem não saber ler, nem fazer a tabuada do cinco. Mas os lampiões nunca elegeram Sousa Cintra, Roquette, Dias da Cunha, Soares Franco, Bettencourt, Godinho Lopes e Varandas.
Não sei se sabem mas o Carlos Queiroz mora aqui em Oeiras , numa boa vivenda feita depois de ter recebido a indemnização do Sporting.
Curiosamente um amigo meu cruzou-se com ele hoje aqui em Oeiras e como não quer a coisa questionou-o sobre o Cristiano Ronaldo e o Mourinho.

Sobre o Cristiano Ronaldo , a resposta foi :

"O melhor do mundo não se viu!"

Sobre o Mourinho :

"É um arrogante!"

Todos são culpados menos ele , esqueçam o Euro 2012 , quanto à selecção comecem a pensar sim no Mundial 2014.
Vieira 04/04/2017

" Lentamente temos estado a colaborar em unir o Sporting. Vamos ignora lo " em relação a Bruno de Carvalho.

"Brunismo" expressão usada 1º por Pedro Guerra no Prolongamento.
Sinceramente , mesmo tendo em conta a suposta indeminizacao que o Queiros certamente ira crer, era preferivel que seja despedido  , mesmo tendo ele direito a receber  o que esta escrito no seu contracto, do que a manter uma pessoa que ja se viu que nao tem categoria para o lugar !!

Portugal , os jogadores portugueses so tem a ganhar com a sua saida , com esta amostra de treinador ,portugal  nada ganhara  , ou por outro podera nada ganhar na mesma mas com a continuacao deste adunto e obvio que o prestigio de portugal nao sera o mesmo!!

Rua com o Qeiros e ja!!
"Que saudades da derrota por 3-2 com a Alemanha no Euro'2008"
 :arrow:
Nunca escrevo aqui, e não li o que estava para trás, mas queria dizer, não sei se já alguém o disse, que estava na hora do Sporting tomar uma posição publica de apoio ao Cristiano Ronaldo, e deviamos de ter sempre uma boa relação com ele, manter sempre alguma proximidade, com ele e outros como Nani e Dany  por exemplo.
SPORTING SEMPRE !!!...20.721-0
Nunca escrevo aqui, e não li o que estava para trás, mas queria dizer, não sei se já alguém o disse, que estava na hora do Sporting tomar uma posição publica de apoio ao Cristiano Ronaldo, e deviamos de ter sempre uma boa relação com ele, manter sempre alguma proximidade, com ele e outros como Nani e Dany  por exemplo.

 :arrow:
"If you can't dazzle them with brilliance, baffle them with bullshit"
Nunca escrevo aqui, e não li o que estava para trás, mas queria dizer, não sei se já alguém o disse, que estava na hora do Sporting tomar uma posição publica de apoio ao Cristiano Ronaldo, e deviamos de ter sempre uma boa relação com ele, manter sempre alguma proximidade, com ele e outros como Nani e Dany  por exemplo.

Segundo essa lógica também devíamos apoiar o Quaresma, o Fei Ge e o Simão, não?

O CR considera o SCP como um clube por onde passou, porque não o devemos considerar um jogador que passou pelo nosso clube?