[Tips and Tricks] Como gerir um Clube e uma SAD

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Aqui vai um artigo interessante do Futebol Finance sobre a gestão do Real Madrid onde podemos verificar algumas das estratégias usadas para cobrir os investimentos feitos e que poderiam ser utilizadas a uma escala muito menor pelo Sporting, mas concretizável a nível nacional... e talvez desta forma não estivéssemos sempre a discutir recorrentemente de que bocado do Sporting é que temos de abdicar para cobrir as asneiras feitas pela direccão:

São vários os estudos de diferentes analistas e economistas desportivos que nos últimos meses se têm dedicado a analisar a sustentabilidade económica e financeira do Real Madrid. Depois de Florentino Perez voltar a implementar uma política de avultadosinvestimentosem jogadores, as dúvidas quando ao sucesso ou fracasso da estratégia são muitas.

Sem dúvida que será difícil prever o futuro financeiro do Real Madrid, sem sabermos qual o sucesso que a equipa irá obter desportivamente. No entanto e como já havíamos publicado anteriormente, aqui ficam alguns dados que podem ajudar quando o tema é a sustentabilidade financeira do Real Madrid.

10 dados sobre a sustentabilidade do Real Madrid

[1] Em 09/10 o Real investiu 257 milhões de Euros em novos jogadores, contra 87 milhões de Euros em receitas de transferências, portanto um deficit de 170 milhões de Euros.

[2] No global (aquisição+salários de 6 anos) a compra de C.Ronaldo custará ao Real 172 milhões de Euros e a de Kaká 119 milhões de Euros, um total de 291 milhões de Euros, sem incluir as restantes aquisições.

[3] O clube contraiu um empréstimo de cerca de 220 milhões de Euros, dando com garantias bancárias as receitas de direitos TV provenientes do contrato com a Mediapro, que prevê receitas de 157 milhões de Euros ano durante 7 anos, num total de 1.100 milhões de Euros.

[4] O Real Madrid renegociou recentemente o contrato de publicidade nas camisolas com a casa de aposta Bwin, o novo contrato de 4 anos (de 09/10 até 12/13) prevê receitas de 25 milhões de Euros anuais, num total de 100 milhões de Euros, o maior contrato mundial do género.

[5] Entre 03/04 e 06/07 sob o efeito David Beckham o Real aumentou a sua receita de merchandising em 137%, estimando-se que o clube tenha gerado neste tipo de receita mais de 400 milhões de Euros durante esse período.

[6] Estima-se que com as novas aquisições o clube possa gerar mais 120 milhões de Euros anuais de receitas extra. Segundo Florentino Perez os valores pagos por Beckham, Figo, Ronaldo e Zidane, foram superados pelas receitas.

[7] Segundo o relatório e contas de 07/08 o clube acumulava uma dívida de 563 milhões de Euros, assim a dívida do clube em 08/09 ascenderá certamente a 733 milhões de Euros.

[8] O Real Madrid foi segundo a Deloitte o clube com maiores receitas do mundo em 07/08 com 365 milhões de Euros, o orçamento do clube para 08/09 previa um aumento para 400 milhões de Euros.

[9] Segundo a Brand Finance o Real Madrid tem a sua marca avaliada em 340 milhões de Euros, ocupando a 2ª posição atrás do Man.United. Com o impulso mediático da aquisição dos novos jogadores, esta é a melhor ferramenta para renegociar contratos.

[10] Segundo a Sport+Markt só na Europa o Real conta com cerca de 46 milhões de adeptos, atrás do Barcelona com 50 milhões, no entanto a nível mundial a perspectiva será certamente diferente com os adeptos Asiáticos a seguirem os novos jogadores contratados.

Mas Celsus, para isso tens que ter uma equipa que pratique um futebol dinâmico e agradável sem nunca descurar dos títulos. Estou a falar em Portugal. O exemplo que dou é o FCP, em termos hipotéticos. Com uma rede de vitórias a nível interno e externo (1/4 final da CL regularmente) ganhas e/ou aumentas a marca. A marca permite renegociar com outras entidades e aumentar o encaixe financeiro e consequentemente aumentar o capital do FCP. Então vemos que o FCP está a negociar mal a sua marca, não é quem lucra mais com a sua marca (mas sim o Benfica) quando a nível externo é claramente superior e poderia usar esse factor. E ainda bem já que se negociasse devidamente poderia-se dar em Portugal o mesmo que há em França. Lyon não é quem tem mais adeptos nem quem mais enche os estádios mas é sem dúvida o que tem mais poder negocial. Para dizer que a má gestão do Sporting é um problema nacional, desde os clubes, passando pelo governo, até pelas empresas privadas. Eu acho que o que se faz em Inglaterra é possível de se fazer em Portugal, para isso basta ter uma equipa competitiva, sobretudo externamente onde a marca passa para o exterior. Imaginem a marca Sporting que é um clube de formação com selo Ronaldo aliado ao selo de vitória e competitividade, a imagem que o FCP passa para o exterior. É verdade que as empresas em Portugal são de tamanho reduzido e como tal não conseguem desembolsar, nem tem mercado para isso, valores absurdos para publicidade como o Real Madrid recebe, mas as marcas exteriores, Adidas, Nike, Btwin, podem suportar tal cachet. O problema não passa pelo tamanho do país mas sim pela exposição do mesmo.
vejam so o que eles recebem em transmissoes televisivas... quando é que paga a pt anualmente ao Sporting pela publicidade da tmn nas camisolas? Só a bwin paga mais ao real madrid que o nosso orçamento inteiro...
Em relação ao Pedro Souto, por esta altura já não valerá muito a pena falar disto, e este tipo de coisas hoje em dia já se sabem mais ou menos todas, mas o grande problema dele é que, se por um lado ele queria congregar diversas "facções" dentro do Clube, por outro lado ele nunca viu de de forma taxativa que o Sporting se iria manter "agarrado" ao BES.

A ideia dele seria pura e simplesmente procurar a melhor opção para renegociar a dívida do Sporting, sem que isso passasse necessariamente pelo BES, mas sim pela proposta mais vantajosa para o Clube. Dadas as ligações BES/Sporting, e o próprio facto do Pedro Souto ser um bom Cliente do banco, tanto a nível do seu património pessoal, como da empresa de que tinha sido Administrador (B.C.A.), o BES teria prioridade mas as coisas nunca se poderiam manter iguais.

Neste contexto, inicialmente o nosso caro actual Presidente chegou a mandar uma SMS ao Pedro Souto dizendo "Avança, Pedro". Houve almoços e tudo.

Mas alguém no BES, que fiquei a saber agora não ser tanto o Ricciardi mas sim um "bife" qualquer de que agora não me recordo o nome (da ESAF, empresa do Grupo BES), torceu o nariz. E com ele, vários membros da equipa da SAD na altura em exercício, com destaque para, entre outros, o Menezes Rodrigues. Daí que se tenha encetado um carrocel desenfreado para encontrar uma figura, que acabou por ser o JEB, que nem desculpas, pelo menos a título privado, pediu ao Pedro Souto.

Tanto assim é, que deixaram de se falar. Em simultâneo, o Pedro Souto resolveu pura e simplesmente tirar todas as contas particulares e empresariais que tinha no BES, incluíndo todas as que tinham a ver com a B.C.A. (e acreditem que não eram coisas modestas), e passar tudo para o BCP.

Enfim, isto foi um bocado  :offtopic: neste momento e não tem a ver com o PB, mas é mais uma demonstração dos métodos e forma de estar desta gente que temos há 14 anos a corroer o Clube.



Pois é!... Pois é!

E depois ainda dizem que é mentira. Depois, ainda dizem que é tudo boatos, calúnias e manobras de desestabilização. Confirmo parte das coisas que li neste texto (o que está a negrito e sublinhado) e ainda sei mas coisas que não posso divulgar. Tentei chamar a atenção para o que vinha aí, mas infelizmente, os sócios quiseram matar o Sporting.    :arrow:
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Corrijam-me se estiver enganado, mas o problema do fundo é que se está a valorizar activos por valores que não representam, nem alguma vez representarão, os números de que se fala. E isso para mim, cheira muito a lavagem de dinheiro.
Poderíamos dizer que o slb está a encher uma bolha que um dia lhe rebenta em cima. Mas a verdade é que já se diz isso há muitos anos e surge sempre qualquer coisa que faz esquecer as acções sem valor, as operações coração, os negócios com a epul, o ‘take-over chinês’, a injecção barardo, etc… E de aldrabice em aldrabice, enquanto uns aumentam passivos (também por culpa própria) outros, também o aumentam, mas estranhamente têm sempre uns recursos extra que lhes permite investir na equipa de futebol.

Para além dos erros que se cometeram no Sporting, só não vê quem não quer que o clube do regime jamais será chamado à pedra por toda a m**** que lá se faz. Se algum dia aquilo entrasse em falência o Estado arranajava maneira de meter lá dinheiro para salvar a "instituição". É com esta realidade que temos de lidar e combater. E a propósito do que se está a fazer relativamente ao fundo dos lampiões, relacione-se só o seguinte: o BES (um dos maiores, senão mesmo o maior credor da trapagem) gere o fundo de jogadores do beifica, a seguir a Ongoing, uma "empresa" na moda, anuncia que vai "investir" no fundo (logo interpretado por parôlos que é um sinal do prestígio da marca beifica, que o beifica é um bom investimento, blah, blah, blah ), mas a seguir soube-se que o BES tem 200 milhões de euros aplicados na Ongoing... É preciso fazer um desenho?  :whistle: Portugal é mesmo uma "aldeia"...  ::)
« Última modificação: Outubro 20, 2009, 00:07 am por Lionheart »
FORÇA LEÕES!!
Esqueceste-te da parte do desenho em que o BES que é credor do Sporting e tem um dos seus CEOs a presidente do conselho fiscal exerce um controlo sufocante sobre o clube, limitando-o a um simples pagador de dívida (se possível deitando a mão a todo o tipo de bens do SCP potencialmente valorizáveis em negócios futuros) para que não constitua um adversário à altura dos vermelhos (já chega o FCP). E como os sócios até gostam e ainda querem mais então perfeito!

E ainda dizem que os tipos do BES não percebem nada de bola. :twisted:
Visão e Transparência = Sucesso!
[...]
Quanto a quem teme pelo futuro do Sporting, não temam, pois haverá Sporting enquanto houver gente cobarde, ingrata e dúplice (os três eixos do Sportinguismo contemporâneo).
[...]
Aqui vai uma crónica do Zé Diogo Quintela ao Site de Apoio há bem pouco tempo sobre os Orçamentos:

Citação de: hxxp://www.sportingapoio.com/noticias/artigo-de-ze-diogo-quintela/
Artigo de Zé Diogo Quintela
Escrita em 19 de out, 2009 às 15:13



Felizmente para os jogadores do Sporting, nem todos os adeptos têm essa ideia de que o dinheiro é que determina o lugar de um clube. Eu sou um deles.

Não vou exigir o 3.º lugar só porque temos um orçamento que é, pelo menos, o triplo de qualquer outro clube mais pequeno. Exijo é o campeonato porque o Sporting é o Sporting. E porque o Braga, que tem um orçamento muito inferior aos 3 grandes está em primeiro lugar.

E porque a Dinamarca, que tem uma equipa com jogadores que valem menos do que os nossos, qualificou-se facilmente à frente de Portugal. Como a Sérvia, da França. Como o Chile, da Argentina. Porque, na Liga dos Campeões o Milão (orçamento caro) perdeu em casa com o Zurique (orçamento barato), a Juventus (cara) empatou em casa com o Bordéus (mais barato), o Inter (caro) não conseguiu ganhar ao Rubin Kazan (barato), nem o Atlético de Madrid (caro) ao APOEL (pechincha).

Porque nós não conseguimos ganhar ao Belenenses, um clube com orçamento de segunda divisão. Porque o dinheiro, que é importante, não é a única coisa que conta. Muito menos ficou a ser, de uma época para a outra. A mesma equipa que no ano passado se bateu pelo campeonato até ao fim, que foi melhor do que a muito mais cara equipa do Benfica, não está, de repente, dispensada de fazer o mesmo esta época.

As palavras do presidente (e de muitos outros, sportinguistas e não sportinguistas) servem para convencer os jogadores de que não faz mal correrem menos contra equipas mais caras. Além de ser um raciocínio errado, é aplicado parcialmente. Nunca vi ninguém ser admoestado por não correr mais contra equipas mais baratas.

A única vantagem deste discurso é que ameniza as minhas idas ao estádio. O jogo pode ser fraquinho, mas sou poupado à falta de qualidade porque não vejo bem, com toda a areia que me atiram aos olhos.
Muito bom texto do Zé Diogo  :clap: :clap: :clap:
Xbox Live - Luis1906