Porto 3 x Sporting 0

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Sinceramente já não estava com grande fé para este jogo, mas quando vi a equipa inicial mais pessimista fiquei.
Não vou começar aqui a exigir a saida do Peseiro, nem nada parecido, mas quanto a mim errou clamorosamente ao mudar uma equipa que estava a ganhar e começava a ter uma certa dinamica,  onde C.Martins e Rogério na direita desempenhavam papel importante.

Quantos às substituições, condeno a saída do Douala. Além de retirar um jogador veloz e que desiquilibra, acaba por dar um sinal de receio e falta de ambição.
O Rochemback foi uma nulidade e preocupa-me a foma de estar dele, um pouco virada para o vedetismo, penso que foi bem substituido.

Apesar da boa exibição do Ricardo, como se costuma dizer 'no melhor pano cai a nódoa', a sua falha no primeiro foi o principio do fim do SCP. As saídas dos postes são o seu maior defeito e ainda nos vão dar muitas tristezas.

Gostei da entrada do Pinilla e continuo a achar que tem futuro, é necessário é uma equipa que crie jogo.

Destaque positivo apenas para o C.Martins. Ele terá de ser sempre titular, pelo menos neste grupo.

A reação terá de ser já no próximo domingo e em força. Veremos.
FORÇA SCP!
Tenrinhos como de costume. É nestes jogos que se definem as grandes equipas e hoje ficou provado que efectivamente não temos pedalada para estas andanças. Má Direcção, maus jogadores, mau treinador, enfim, a Oeste, nada de novo. E ainda há quem me critique quando digo que já há muitos anos a esta parte que os campeonatos não são ganhos por nós, mas sim perdidos pelos outros. Porquê? Vejam a carreira do Sporting nas competições da UEFA e têm aí a resposta.

Nem sequer me vou pronunciar a respeito deste jogo, porque 3-0, nem nas minhas previsões mais pessimistas. Só vos vou dizer que o melhor está ainda para vir. Para quem acha que estamos a vender os nossos melhores jogadores para comprar m**** (desculpem, mas gosto de chamar as coisas pelo nome) em vez de fazer o oposto e assim ir fortalecendo o plantel ano após ano, esperem pela "pancada". Por aqui me fico...  :twisted:
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Tristeza!!!

Miséria!!!

4 no ano passado...Este ano foram 3. Por este andar, daqui a 4 anos somos capazes de molhar a sopa.

Qualquer equipe de m**** « no mínimo », empata com aqueles c******, chega lá o Sporting...é uma alegria,3 na na peida.

Estou farto de ser enchuvalhado.

Mauras...como é que isso anda???
๑۩۞۩๑¥kâr§âñ¥๑۩۞۩๑


http://a.imageshack.us/img691/5996/contra10.jpg
Faz-te sócio do Sporting Clube de Portugal: http://www.sporting.pt/Socios/Inscricao/socios_packsocioinscricao.asp
Este Sporting envergonha-me.

Peseiro demonstrou conhecer bem a cobardia de que acusou o Panionios.

Muitos dos jogadores do Sporting não demonstram qualidade técnica nem mental para envergar aquela camisola.

Mais uma vez fomos envergonhados e transformados numa equipa banal em casa do FCP. É, tristemente, cada vez mais um hábito.

Peseiro para mim teve o seu último fôlego esta noite. Nesta altura não consigo ver nele quaisquer capacidades para dar a volta e recolocar o Sporting a lutar pelo título. A substituição de Douala por Pinilla, logo após o primeiro golo sofrido, define a sua qualidade enquanto técnico e a forma medrosa como encarou este desafio. Obviamente, os jogadores sentem isso.

Face à postura da equipa neste jogo, salta à vista que Peseiro terá dado instruções de contenção aos jogadores. O Sporting atacava apenas com dois jogadores – Liedson e Douala – mantendo-se o meio-campo na expectativa em relação ao que o FCP fazia. Este não é o meu Sporting. O meu Sporting pode não ganhar mas pelo menos tenta. Isto é que não!

O único jogador que realmente me agradou, e que até entrou com vontade de dar a volta aos acontecimentos, foi Carlos Martins - o tal que saiu dos últimos onzes para fazer regressar ao meio-campo um inútil Rogério.

Liedson não deve conhecer a lei do fora-de-jogo. Torna-se ridículo a forma como o brasileiro cai sistematicamente em fora-de-jogo.

 Hugo Viana tem de perceber que não é por jogar bem contra o Panionios que passa a ser um grande jogador. É em jogos como este que os jogadores são colocados à prova. Esta noite não fez quase nada.

Ricardo voltou a falhar num jogo decisivo. Se no primeiro golo a responsabilidade é quase toda sua, teve ainda tempo para ser mal batido pelo menos no terceiro golo e para continuar a demonstrar insegurança na saída a cruzamentos.

Rui Jorge tem de sair da equipa. Paíto pode não ser um excelente defesa, mas fará concerteza melhor do que Rui Jorge.

Por mim confesso que já estou farto deste estado de coisas. Hoje seria o verdadeiro teste à equipa e ao treinador, tendo o chumbo sido completo. Não sei o que esperar dos próximos tempos, mas a minha descrença neste Sporting é total.
Olha que o Rui Jorge até foi um dos menos maus...
Há uma definição de inteligência que é: quando se vê que uma coisa não funciona, não se insiste nela"
FORÇA SCP!
Pouco há a dizer esta noite. O momento decisivo parece-me ter sido aquele erro de Ricardo, que até à altura tinha evidenciado uma
excelente exibição. Até à altura, o Sporting tinha pegado no jogo, embora tivesse recuado bastante na segunda parte, e o marcador
tanto poderia ter assinalado 1-0 ou 0-1. A partir deste momento, o Sporting deixou de ser equipa. Os outros dois golos parecem demais,
mas pode-se dizer que são merecidos se considerarmos que apenas se tratam de erros defensivos devidos à situação desfavorável, que
obrigava os leões a deixar espaços atrás da linha da bola.

Num jogo mau, em que nenhuma equipa jogou bem (o Sporting a não conseguir trocar a bola como era habitual; o Porto a limitar-se a ataques
longínquos e bolas aéreas), e em que os erros de arbitragem (alguns escandalosos) acabaram por se compensar uns aos outros, quém ganhou
foi quém mais aproveitou os erros do adversário e quém mais atacou. Daí um resultado um pouco largo demais mas justo.

Do lado do Sporting, o destaque vai, parece-me, para Rui Jorge (e foi assim que votei), que defendeu quase tudo o que havia para defender.  Carlos Martins e Pinilla
 mostraram alguma garra, tendo o último mostrado mais uma vez que funciona muito melhor como extremo do que como ponta-de-lança
(uma opinião que mantenho há meses).

Quanto às opções do treinador, devo dizer que ela terá certamente que as justificar, tendo ele responsabilidade máxima no que aconteceu.
Primeiro porque não manteve a estrutura que até funcionara em outros jogos, com Enak na dupla central e Rogério na posição de lateral
direito. Preferiu pôr o Enak a lateral direito, tirando o Carlos Martins, o que tirou muita consistência no meio-campo sportinguista. Durante
o jogo, fez sair 3 elementos que até davam maior garantia de poder melhorar as coisas: tirou Douala (substituído por Pinilla, que foi apoiar Liedson e só conseguiu coisas na posição de extremo esquerdo), tirou Hugo Viana, e tirou Rochemback. As coisas, como é evidente, pioraram.

Não posso deixar de dar os meus parabéns ao Futebol Clube do Porto, que foi mais equipa e teve mais consistência. A derrota do Sporting
não sofre qualquer contestação.
Carlos Martins............
John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Citação de: "CTX"
Olha que o Rui Jorge até foi um dos menos maus...

São opiniões. Respeito.

Eu deixei de ter paciência para um jogador que ao passar de meio-campo bombeia a bola para a área. Para além de que acho penosa a sua crónica falta de velocidade.

Não nos podemos esquecer que a partir daqui só vamos ver o Rui Jorge a piorar de ano para ano. Pelo menos o Paíto ainda tem alguma margem de progressão. Progressão essa que acontecerá mais facilmente caso venha a jogar com alguma frequência.
Ao primeiro teste mais exigente, lá apareceu o verdadeiro Sporting. Como já disse o Leão da Estrela, uma coisa é ganhar aos Penafiéis, outra é disputar resultados com equipas de topo.

O que se viu hoje foi a diferença entre ter medo e não ter, ter categoria e não ter, ter competência e não ter.

O onze inicial foi mal pensado: Enakarhire só defende, Rogério (que vinha fazendo um bom lugar na lateral) só emperra o jogo a meio campo, e ficou no banco o Carlos Martins, jogador com profundidade e meia distância (e que é a partir de hoje, depois da vontade que mostrou mesmo a perder por 3 e das lágrimas com que deixou o campo, o jogador do plantel por quem tenho maior consideração).

A estratégia era clara, mas indigna: arrefecer o jogo, com trocas de bola "dormentes" a meio campo, tentando prolongar o empate. O primeiro remate à baliza do Baía aconteceu para lá do meio da 2ª parte.

As substituições foram um desastre: Pinilla entrou para fazer de Douala, saiu Rochemback para se ver mais um episódio do fim penoso de um grande jogador (Barbosa). Nisto, o Peseiro não engana: é mesmo discípulo do Queiroz.

O primeiro golo é daqueles que não se podem sofrer. O Ricardo estava a ser o melhor do Sporting, mas aquilo foi frango mesmo e falta só houve na imaginação dele. O árbitro foi tendencioso mas não decisivo, e certamente não nesse lance.

Frente a uma defesa um pouquinho mais forte, o ataque mostrou a sua habitual inoperância (o Liedson deve ter aprendido a regra do fora de jogo na mesma escola que o Ayew).

Na semana passada escrevi que este seria um jogo para separar os homens dos meninos. Está feita a distinção, e no sentido que se desconfiava.

No fundo, como foi aqui dito na altura, as exibições contra Estoris, Penafiéis e Panhonhas só enganaram os tolos. Aquilo que o Sporting vale, contra as equipas que teoricamente disputam os mesmos objectivos, é isto que hoje se viu.

E no meio de toda esta miséria confrangedora, aquilo que eu não perdoo aos responsáveis do Sporting é a sensação de "normalidade" com que vi o meu Clube levar 1, 2, 3 golos, e a paz de espírito que sinto neste momento, própria de quem acaba de testemunhar um acontecimento corriqueiro.
A equipa inicial pareceu-me correcta. A entrada do beto era indispensável. Na quinta feira a maioria concordou que o Enak ainda estava "verdinho" e que a entrada do beto era necessária.
Rui jorge esteve mto bem hj não lhe podemos apontar nada. Faltou ao sporting uma atitude de ataque e de procurar o golo, de resto teve mediano. Ao faltar esta procura do golo, sofremos um golo e o sporting desmoronou-se.
Citação de: "FLL"
E no meio de toda esta miséria confrangedora, aquilo que eu não perdoo aos responsáveis do Sporting é a sensação de "normalidade" com que vi o meu Clube levar 1, 2, 3 golos, e a paz de espírito que sinto neste momento, própria de quem acaba de testemunhar um acontecimento corriqueiro.

Ora la esta, mas nao tarda nada aparece ja ai o pessoal a culpar o arbitro e a dizer que foi o sistema e o azar e ate aí volta tudo á normalidade...
No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.
Pois é, agora é que acertaste na mouche!!
Há uma definição de inteligência que é: quando se vê que uma coisa não funciona, não se insiste nela"
Já agora esclarecam-me: O Que é que o Roca disse ao Mr. Peseiro quando foi substituido?
Há uma definição de inteligência que é: quando se vê que uma coisa não funciona, não se insiste nela"
Não vou votar hoje no MVP dum jogo do qual vi 30 minutos da primeira parte. Aí vi um Sporting a trocar bem a bola, e a fazer apenas cócegas no ataque, e uma grande defesa do Ricardo no único remate digno desse nome. Pelos vistos as coisas alteraram-se para bem pior na 2ª parte.

Pelos vistos perdemos e perdemos bem. Como já é costume aqui no Fórum, os mesmos que há 2 dias acreditavam que podíamos ganhar no Dragay (para utilizar uma alcunha lamp :wink: ) dizem agora que se calhar nem à UEFA chegamos. Tão normal como perdermos nas Antas.

A minha opinião sobre o resto da época é a seguinte: nada está perdido. A equipa tinha vindo a crescer, e não pode agora desmoronar-se psicologicamente por causa de uma derrota. É aqui mais que nas substituições que se avalia o verdadeiro valor de um treinador, na reacção às adversidades. Não vejo que o plantel do Sporting, com as suas reconhecidas insuficiências, seja globalmente inferior ao plantel do Glórias (e não mudei a opinião que o Porto era o principal favorito).

Eu farei o que me é possível, começando pelo apoio à equipa no Domingo com o Boavista. Espero que estejam todos comigo.
Saudades do futuro.
Citação de: "Angel Lion"
A minha opinião sobre o resto da época é a seguinte: nada está perdido. A equipa tinha vindo a crescer, e não pode agora desmoronar-se psicologicamente por causa de uma derrota. É aqui mais que nas substituições que se avalia o verdadeiro valor de um treinador, na reacção às adversidades. Não vejo que o plantel do Sporting, com as suas reconhecidas insuficiências, seja globalmente inferior ao plantel do Glórias (e não mudei a opinião que o Porto era o principal favorito).

Eu farei o que me é possível, começando pelo apoio à equipa no Domingo com o Boavista. Espero que estejam todos comigo.

Excelente....
Onde é que eu assino????
Concordo inteiramente contigo....
Zed,

Como é possível falares no António Costa quando ele te perdoou um penalty claro em qualquer lado do planeta lol.

Este jogo foi perdido por PESEIRO E MAIS NINGUÉM... O sporting tem um plantel pobre, já o sabemos, mas tinha equipa mais que suficiente para ir às Antas ganhar, sobretudo tendo em conta a forma como o Porto se comportou na primeira parte, completamente ao nosso alcance nao tivessemos nós um treinador que afinal é cobardolas como o do ano passado.

Primeiro ao mudar estupidamente a equipa... se alguém tinha de sair era rogério, já que queria meter ena a lateral (que até se safou mto bem mas tb era um jogo para defender e não para atacar).

Carlos Martins devia ter jogado de início, o puto vinha de dois jogos um bom e o outro bonzinho, Rogério vinha de dois jogos maus. Votei obviamente em Martins, não só pelo safanão que deu no jogo mas pela atitude, vê-se que sua a camisola, que tem garra e vontade, nem sempre as coisas lhe saem bem mas está a merecer a titularidade, mais que brasileiros gordos de pernas finas que vieram rotulados de cracalhões e a quem ainda ninguém viu nada a não ser uma lentidão confrangedora.

Hoje Rogério não se viu em campo. NÃO FEZ NADA, e começo a pensar na qualidade deste reforço, para isto mais vale meter a jogar o tinga.

Depois aquelas substituições ridículas... barbosa? para quê? Douala de fora? O único jogador que estava a desequilibrar? Rochemback de fora? O único que não estando a fazer um jogão aguentava aquele meio campo ajudado pelo custódio.

Peseiro pode-se queixar de não ter equipa para ser campeão, mas levar 3 bandarilhas nas Antas é culpa única e exclusiva dele.

Apesar do erro de todo o tamanho de Ricardo é inadmissível que se culpe o homem pelo descalabro quando, se não fosse ele, quando levámos o primeiro já estariamos com 2 pelo menos no bucho limpinhos.

Salve-se o Rui Jorge em relação às minhas desconfianças, primeiro jogo decente que lhe vejo fazer este ano, mto bom.

PS: respondendo à pergunta do forista o Roca virou-se para trás e disse "vai tomar no...".
Simplesmente vergonhoso!

  Essa do pilinha fez-me rir!

 Tira-se o Douala e mete-se o goleador no treino...

                :?  :?  :?
Sporting,es a minha paixao.
Estarei sempre contigo ate morrer.
 Forca Sporting!
Como moderador:

Pessoal, tive que retirar a sondagem pois o proprio software do forum se recusa a faze-la e pendura o thread todo. :)

Consegui recuperar o thread quase inteiro, só se perdeu os dois primeiros posts (Kris e Morpheus).

Sorry!

Pode ser que o Avantix consiga resolver a questão e voltar a por a votação em cima.  :wink:
Nitidamente o fórum não estava preparado para que, mais do que a votação esmagadora no proscrito Martins, existisse alguém que tivesse votado em...

...PINILLA!...

 :lol:  :lol: