Golfe

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Fiquei surpreendido com a inexistência de um tópico para esta modalidade. Tenho acompanhado os últimos majors de golfe e cada vez se assume como um dos meus desportos favoritos.


Neste momento está a decorrer o US Open, realizado em Nova Iorque, no Bethpage Black Course de Farmingdale. Tem sido um verdadeiro exemplo da competição feroz que caracteriza esta modalidade. Estar em número 1 ou estar 200 abaixo no ranking quer dizer pouco, dadas as condicionalidades que afectam a prestação dos jogadores.

Na 4ª e última ronda do US Open, a liderança é partilhada por dois homens que não sabem o que é liderar um major desta grandeza: Lucas Glover - 71º do ranking e Ricky Barnes - 519º do ranking! Ambos os americanos estão com 7 abaixo do PAR e Barnes chegou a estar com -11, fantástico para um jogador que nunca esteve num Top 10 de qualquer torneio do PGA Tour.

A sessão foi interrompida quando o pôr do sol já não permitia a boa visibilidade do campo, adiando tudo para as 14 de amanhã, hora de Portugal. Os líderes estão no buraco 2 e Barnes já começou a acusar a pressão, abrindo com um bogey no 1º e tendo um mau drive de arranque no 2º, atirando a bola para o rough.

Quem já esfrega as mãos de contente é Phil Mickelson, 2º classificado no ranking, que está com -2 e no 2º lugar da prova, empatado com Hunter Mahan - 49º no ranking, David Duval - 882º e Ross Fisher - 29º.
Quanto a Tiger Woods, está em 8º lugar, com Even PAR, tendo já jogado 7 buracos dos 18.

Tem sido um major em que a chuva é protagonista, levando ao adiamento da prova por várias vezes, com os greens a ficaram alagados. Hoje já deveríamos saber o vencedor, mas exactamente por causa do mau tempo, as coisas atrasaram-se.
O processo normal de um major é composto por 4 dias: Os 2 primeiros em que todos os jogadores qualificados participam, apurando-se uma média de tacadas. Ao fim desses 2 dias, apenas passa quem estiver abaixo da média [cut]. Assim sendo, um major começa a uma quinta e normalmente termina a um domingo, coisa que não aconteceu neste US Open.

As más condições climatéricas têm tornado os greens empapados e lentos, dificultando os putts aos jogadores, saindo muitas vezes curtos. E quem não se safa nos putts, dificilmente tem um bom score. Contudo, tem sido uma maravilha ver este US Open, onde brilhantes tacadas não faltam, com destaque para Francesco Molinari - +6, Steve Stricker - +3 e Graeme McDowell - Even PAR, com shots brilhantes, em que o back spin tem sido o destaque.

Para terminar e para comprovar a competitividade deste desporto, deixo aqui a comparação dos jogadores do Top 10 Mundial com a sua prestação neste US Open, com a 4ª ronda a decorrer:

1º Tiger Woods [EUA] |             Even PAR -> 8º
2º Phil Mickelson [EUA] |            -2 -> 2º
3º Paul Casey [ING] |                     Falhou o cut
4º Sérgio García [ESP] |                 +3 -> 22º
5º Geoff Ogilvy [AUS] |                  +9 -> 47º
6º Henrik Stenson [SUE] |             +2 ->19º
7º Kenny Perry [EUA] |                 +6 -> 34º
8º Steve Stricker [EUA] |              +3 -> 22º
9º Vijay Singh [FIJ] |                     +7 -> 40º
10º Jim Furyk [EUA] |                    +7 -> 40º

Algumas imagens:

-> O co-líder, Ricky Barnes.
-> O outro líder, Lucas Glover.
-> O 2º melhor do ranking mundial, o  bem humorado Phil Mickelson.
-> Fãs preparados para mais uma molha.
-> 2 dos 100 voluntários que têm ajudado na manutenção dos greens.
-> Tiger e o caddie a cortarem caminho para o próximo buraco.

Quem quiser acompanhar a conclusão do US Open, é só ver a Sport TV às 14horas.

Sites:
http://www.usopen.com -> Site oficial do US Open.
http://www.pgatour.com -> Site oficial do PGA Tour.
http://www.owgr.com -> Site oficial dos rankings mundiais de golfe.
« Última modificação: Junho 22, 2009, 02:34 am por Schism »
No Open de Saint-Omer, torneio do European Tour, o português Filipe Lima - 416º do ranking conseguiu a 2ª posição com -7, perdendo apenas para o sueco Christian Nilsson - 405º que teve o belo registo de 13 pancadas abaixo do PAR.  :clap:

Link: http://scores.europeantour.com/default.sps?pagegid={8455C601-B598-43F0-AE27-8559DC7985DD}&redirectorid=leaderboard&eventid=2009047&ieventno=2009047&infosid=2
Este desporto é caro à brava, só me relaxa quando ando no Bogey, é extremamente complexo - e não falo de regras, falo a nível técnico - e é uma seca de seguir pela TV. Eu é que não vejo isso.  :) :arrow:
Também achava uma seca e até me lembro de tentar ver umas Ryder Cup e aquilo não me prendia. Mas desde que passei a conhecer melhor a modalidade e a ver os majors tem-se tornado um belo passatempo, quando passa na Sport TV algo em directo. A qualidade dos jogadores impressiona-me bastante. Acho um desporto dificílimo no que toca a alta competição, pois há milhares de jogadores capazes de fazer a vida negra aos melhores do mundo.

'Primeiro estranha-se, depois entranha-se.'

Também achava o ciclismo uma monotonia mas com o Lance Armstrong vs Ulrich isso mudou. Não perco um Tour de France.
« Última modificação: Junho 22, 2009, 03:50 am por Schism »
Também achava uma seca e até me lembro de tentar ver umas Ryder Cup e aquilo não me prendia. Mas desde que passei a conhecer melhor a modalidade e a ver os majors tem-se tornado um belo passatempo, quando passa na Sport TV algo em directo. A qualidade dos jogadores impressiona-me bastante. Acho um desporto dificílimo no que toca a alta competição, pois há milhares de jogadores capazes de fazer a vida negra aos melhores do mundo.

'Primeiro estranha-se, depois entranha-se.'

Também achava o ciclismo uma monotonia mas com o Lance Armstrong vs Ulrich isso mudou. Não perco um Tour de France.

Eu achava seca antes de começar a ver na TV, curiosamente também em directo na Sporttv, depois "entranhou-se" e sempre que tenho opotunidade não perco uma transmissão,  já joguei algumas vezes mas é um desporto muito técnico e sobretudo é necessário muito paciência e concentração! :arrow:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
E o vencedor do US Open foi Lucas Glover, um americano de 29 anos até então desconhecido nos Grand Slams de golfe. Lucas tinha partido para a última ronda em segundo, atrás do líder dos três primeiros dias Ricky Barnes. Ricky teve um último dia desastroso, com drives sistemáticos para o rough, fazendo 6 acima do PAR. Quem aproveitou foi Glover, que apesar de também ter cometido vários erros conseguiu passar para a frente com o score de -4.

O número 2 mundial, Phil Mickelson, chegou a cheirar o troféu quando um eagle lhe permitiu chegar a segundo com -3, ainda com 3 buracos para o fim. Contudo Mickelson não conseguiu superar Glover, tendo mesmo perdido uma pancada já na recta final, deixando o caminho aberto para o vencedor.

Tiger Woods terminou em 6º lugar com Even PAR. Os seus drives foram bem conseguidos mas falhou sistematicamente putts decisivos. Poderia muito bem ter saído com o seu 4º título no US Open mas desta vez a sorte não esteve com ele.

Top 10 final


Lucas Glover -> -4


Phil Mickelson -> -2
David Duval -> -2
Ricky Barnes -> -2


Ross Fisher -> -1

6º 
Tiger Woods -> E
Soren Hansen -> E
Hunter Mahan -> E


Henrik Stenson -> +1

10º
Rory McIlroy -> +2
Matt Bettencourt -> +2
Sergio García -> +2
Ryan Moore -> +2
Stephen Ames -> +2
Mike Weir -> +2



O próximo major está marcado para 16 de Julho, terminando a 19, em Turnberry, South Ayrshire, Escócia, local do 136º British Open.



It's time for British Open! Esta 136ª edição realiza-se no campo de Turnberry (PAR 70), Escócia. Vamos no 2º dia de competição e quem lidera neste momento é Steve Marino com -5, jogador americano de 29 anos que está na 77ª posição do ranking mundial. Na 1ª ronda executou 67 pancadas e na 2ª 68.

Contudo dificilmente entrará no fim-de-semana decisivo como líder, já que jogadores como o americano Stewart Cink, 33º do ranking e o australiano Mattew Goggin, 58º, iniciaram há pouco a segunda ronda com -4. Têm portanto 18 buracos para ultrapassarem Steve Marino, o que dificilmente não acontecerá.

Muitos dos favoritos estão bem posicionados tais como:

Retief Goosen -> -3
Ángel Jiménez -> -3
Camilo Villegas -> -3
Ross Fisher -> -3
Steve Stricker -> -2
Vijay Singh -> -2
Ángel Cabrera -> -1
Jim Furyk -> -1
Sérgio García -> -1
Tiger Woods
segue com +1, estando neste momento a jogar o 4º buraco da 2ª ronda.

Jogadores como Kenny Perry +2, Padraig Harrington +3 , Rory McIlroy +3 estão ainda acima do cut mas terão de trabalhar muito para se chegarem à frente.
Paul Casey, 3º do ranking, continua a desiludir. Depois de um mau US Open, está abaixo do cut com +4, tendo já cumprido a 2ª ronda.

Péssimas prestações:
Hunter Mahan -> +11
Geoff Ogilvy -> +13
Ian Poulter +14


Quanto a Phil Mickelson, 2º do ranking, não marca presença nesta edição do British, como seria espectável, pois a sua mulher está a lutar contra o cancro da mama.

Algumas imagens:

-> O japonês Tomohiro Kondo a fazer um shot no areal da praia no buraco 10

-> Tiger frustrado com o shot.

- O tratamento do campo.
Valeu bem a pena ver o último dia do PGA Championship. Tiger Woods perdeu surpreendentemente o torneio para o desconhecido Y.E. Yang da Coreia do Sul, e não ganha nenhum Major este ano. O sul-coreano, que é o primeiro golfista nascido na Ásia a vencer um Major, esteve com uma calma impressionante. Ele é que parecia o n.º 1 do mundo!  :o Um "eagle" no buraco 14 (shot espectacular a partir do "rough", que o colocou isolado na frente da classificação até final) foi a tacada do torneio.  :clap: Espectacular.  ;D

http://www.golf.com/golf/tours_news/article/0,28136,1916816-2,00.html


 
FORÇA LEÕES!!
Citação de: Público
O golfista Tiger Woods ficou ferido com gravidade num acidente de viação perto da sua residência, em Isleworth, no estado norte-americano da Florida.

A notícia foi avançada pelo jornal "Orlando Sentinel", que cita a brigada de trânsito local.

Woods, de 33 anos, terá perdido o controlo do seu carro, que acabou por embater numa boca de incêndio e depois numa árvore.

O mesmo jornal avança que o automóvel, um Cadillac Escalade, não estaria a circular a mais de 50 Km/hora, já que o "airbag" não foi activado.

O jogador foi transportado para o Hospital Health Central em estado grave. As autoridades não adiantaram mais pormenores.
Vou começar a jogar...quero ver se entro na linhagem da empresa onde trabalho..... :rotfl: :rotfl:
Citação de: Público
O golfista Tiger Woods ficou ferido com gravidade num acidente de viação perto da sua residência, em Isleworth, no estado norte-americano da Florida.

A notícia foi avançada pelo jornal "Orlando Sentinel", que cita a brigada de trânsito local.

Woods, de 33 anos, terá perdido o controlo do seu carro, que acabou por embater numa boca de incêndio e depois numa árvore.

O mesmo jornal avança que o automóvel, um Cadillac Escalade, não estaria a circular a mais de 50 Km/hora, já que o "airbag" não foi activado.

O jogador foi transportado para o Hospital Health Central em estado grave. As autoridades não adiantaram mais pormenores.


Pelo que vi na TV não foi grave, deu entrada e saiu no mesmo dia do Hospital, mais grave foi o "artista" do SIS em Lisboa e não ia a 50 Km/h, de certeza! :whistle:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Tiger Woods suspende carreira por 'tempo indeterminado'

O americano Tiger Woods disse nesta sexta-feira que suspenderá, por "tempo indeterminado", sua espetacular carreira no golfe, e admitiu ter mantido relações fora do casamento, que terminaram manchando sua reputação.
"Estou profundamente preocupado pela decepção e a dor que minha infidelidade causou a muita gente, especialmente a minha mulher e aos meus filhos. Quero repetir a todos que sinto profundamente e que peço perdão", disse Woods em seu site.

"Após refletir muito, decidi me retirar, por tempo indeterminado, do golfe profissional. Preciso concentrar minha atenção em me tornar um marido, pai e pessoa melhor", revelou Woods, que pediu privacidade "durante este período difícil".

Tiger Woods, de 33 anos, está no centro de um escândalo na mídia que começou com um confuso acidente de carro quando saía de casa, em 27 de novembro. Os meios atribuíram o acidente a uma briga com sua esposa gerada por uma relação do golfista com a camareira nova-iorquina Rachel Uchitel. Desde então, ao menos outras nove mulheres revelaram ter tido relações com o astro.

« Última modificação: Dezembro 12, 2009, 00:48 am por Schism »
Não deixa de ser supreendente uma pessoa que é tão forte a nível desportivo, tenha esta débacle a nível pessoal. Mas tal como o próprio ja referiu, ele é humano e como tal está susceptível ao erro.
Bem, isto agora dava para arranjar uma série de justificações maldosas à conta do golfe, dos buracos e das tacadas.  :mrgreen:
Venho por este meio aplaudir o meu "amigo" Tiger Woods pelo gosto evidenciado na escolha das amantes e afins, está de parabéns! ;D :great:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Não há dúvidas de que o homem é um verdadeiro campeão!
Um gajo depois de ver para onde ele dirigia as tacadas até deixa de ver o golfe como a modalidade rainha do tédio.... :whistle:
Citar
Cinco anos e algumas polémicas depois, Tiger Woods volta a vencer torneio de golfe


Tiger Woods conquistou o Tour Championship, este domingo, ao fim de cinco anos sem qualquer vitória. O jogador encerra, assim, a época do PGA Tour, o circuito norte-americano de golfe.

Observador
 
Tiger Woods conquistou o Tour Championship, ao fim de cinco anos sem qualquer vitória, e encerra assim a época do PGA Tour, o circuito norte-americano de golfe. O golfista disse que se sentia abençoado por voltar a ganhar, depois de ter passado cinco anos sem conquistar qualquer título na competição.

Foi inacreditável chegar a este nível novamente, não sabia que ia voltar a ser possível”, declara à CNN, no East Lake Golf Club, em Atlanta.


Numa prova para os primeiros 30 da FedEx Cup, conquistada pelo inglês Justin Rose, Woods liderou praticamente do primeiro ao 72.º buraco, acabando com duas pancadas de avanço sobre o compatriota Billy Horschel. Fechada a 80.ª vitória no PGA Tour, Tiger Woods afirmou estar incrédulo e não conteve as lágrimas. “Não sabia que ia conseguir alcançar este patamar novamente e aqui estamos com a 80.ª vitória. É um número muito bom”, disse Woods que começou o dia com um “birdie” (uma pancada abaixo do par) e esteve sempre no controlo da prova.

Nos segundos nove buracos do dia, já depois de Billy Horschel ter fechado a sua participação, Woods ainda “tremeu”, com três “bogeys” (uma pancada acima do par) nos buracos 10, 15 e 16, intervalos por um “birdie”, no 13, mas segurou o triunfo, com o par no 18, perante uma multidão em “loucura”.

O ex-líder do ranking mundial e vencedor de 14 majors fechou o dia com 71 pancadas (uma acima do par), o seu pior registo dos quatro dias, depois de 65+68+65, para um total de 269 pancadas (11 abaixo do par), contra 271 de Horschel.

O também norte-americano Dustin Johnson acabou em terceiro, com 273 pancadas (sete abaixo do par), enquanto Justin Rose ficou entre os quartos, com 274, o suficiente para conquistar a FedEx Cup, com Tiger Woods ainda a ser segundo.

Neste percurso, o jogador viu a sua carreira “tremer”: foi sujeito a várias operações às costas e esteve envolvido em algumas polémicas relativas à sua vida pessoal. “Sinto-me apenas abençoado. Apenas sortudo. Funcionou comigo. As minhas costas estiveram em muito mau estado. Não tem sido fácil, mas tenho uma ótima equipa comigo, que se tem esforçado muito para me dar mais uma oportunidade, e o seu apoio significa o mundo para mim”, afirmou à CNN.

Em 2009, vários casos de adultério vieram à superfície, tendo o golfista revelado que, durante os seis anos em que esteve casado com a sua mulher, Elin Nordegren, era viciado em sexo e teve relações com 120 mulheres.

A polémica resultou no fim do casamento com a modelo sueca, sendo que o jogador também perdeu muitos dos seus principais patrocinadores. A revista desportiva Golf Digest, a consultora Accenture, a multinacional General Motors, a companhia de telecomunicações AT&T e a marca de bebida Gatorade deixaram de o apoiar economicamente, o que afetou drasticamente a sua imagem.

Woods acabou por procurar ajuda para acabar com a sua obsessão e abandonou o desporto por uns tempos, voltando agora em força ao golfe. Com este triunfo no PGA Tour, o jogador de 42 anos está apenas a dois triunfos de Sam Snead, o jogador com mais triunfos (82) no PGA Tour, que está também ao lado de lendas como Arnold Palmer, Ben Hogan e Jack Nicklaus. A última conquista, por sua vez, foi no Bridgestone Invitational em agosto de 2013.

Sendo nós um clube elistista, faz-me alguma confusão como este tópico não tem andado mais mexido...

Depois de cair em desgraça, parece que o "Tigre" quer de novo levantar-se.