[Eleições 2009] Pedro Pinto Souto é Candidato

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.



Algo sobre a apresentação da candidatura de Souto:

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=164157

SL
Assim a modos que ele acabou por não dizer rigorosamente nada... Tanta coisa para dois ou três chavões!
Assim a modos que ele acabou por não dizer rigorosamente nada... Tanta coisa para dois ou três chavões!

Sim pelo que vêm na noticia tens toda a razao.
Mas será que foi só isto? :mrgreen:
Do mal o menos das poucas que disse nao disse mal.....

SL
A não ser que o repórter não tivesse com muita pachorra para escrever...marcou-se uma conferência de imprensa para isto?

Citar
O empresário não revelou, no entanto, o nome das pessoas que vão estar ao seu lado no escrutínio agendado para 5 de Junho. "O importante é o projecto, nomes já tivémos muitos ao longo da história do Sporting. Os Sportinguistas pretendem um novo projecto, com novas ideias. Por isso não vamos estar agora a falar de nomes".

Não apresenta nomes porque os nomes não são importantes e o que importa é o projecto e as novas ideias, mas curiosamente também não apresenta nenhum projecto nem novas ideias.

Citar
O empresário garantiu que a maioria do capital da SAD continuará a pertencer ao clube

Como no modelo anglo-saxónico, suponho.

Citar
falou na construção de um pavilhão para as modalidades

Vá lá aprendeu alguma coisa com Soares Franco. Soares Franco prometeu e depois não cumpriu. Pedro Souto ao menos já não promete para não enganar os sócios. Já é uma evolução.

Citar
manter a aposta na formação

Jura...  ::)

Citar
a permanência de Paulo Bento no comando técnico da equipa de futebol será ainda avaliada no final da presente época

Na semana passada era a favor da sua continuidade, hoje já diz que vai pensar melhor. Também é uma evolução.

Citar
lutar para que o Sporting tenha mais receitas e menos custos, sendo mais sustentável no futuro

Mas não diz como.

Espremendo isto tudo, não dá nada. Continuarei à espera de algo parecido com um programa vindo desta candidatura.
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
Até agora, a postura tem sido tíbia, a forma muito fraca e o conteúdo meros chavões. Sobre a equipa também não se sabe nada, e se calhar seria mesmo impossível saber, porque ainda ontem parecia não ter ninguém para PMAG e convidava publicamente alguém que continua a ser hipótese como líder de uma lista própria ao CD (assinalável integridade "ideológica"...).

A declaração mais densa sobre a candidatura de Pedro Souto - e que mesmo assim não vai além de um conjunto de banalidades - foi feita pelo sogro e não pelo próprio. Salva-se - para efeitos meramente eleitorais, note-se - a imagem "de sucesso", mas é mesmo só a imagem, porque quando chega o discurso directo a dificuldade é muito grande e salda-se pelo fracasso (há um vídeo colhido no Estoril Open em que a atrapalhação do candidato chega a ser penosa).

Vamos lá a mostrar mais qualquer coisa, mesmo para quem está noutro quadrante há interesse em conhecer e, se for o caso, rebater.
Uma peça mais completa sobre a conferência de imprensa de PPS:

Pedro Souto quer dar “nova dinâmica” ao clube, para que deixe de ser o “eterno segundo”
07-05-2009 19:22
Victor Ferreira

Mas os jornalistas insistiram. Rogério Alves? “Tenho falado com ele, tem contribuído com ideias para o nosso projecto”, respondeu, desmentindo, mais tarde, em declarações ao PÚBLICO, que tenha almoçado com o actual presidente da Mesa da Assembleia Geral, como foi noticiado por alguns jornais. Na equipa de futebol, Paulo Bento? “Tem sido incansável, tem dado a cara pelo clube e no devido tempo falarei com ele para saber se é conciliável uma renovação.” E craques? “Não vamos entrar em loucuras ou disparates”. Para comandar o futebol, Luís Duque? “Não me fale de nomes”, voltou a pedir, rematando com uma garantia: “As pessoas que vão estar no Sporting vão ser as melhores.”

Uma coisa é certa: Pedro Pinto Souto diz ter “respeito pelo trabalho do dr. Soares Franco e do dr. Miguel Ribeiro Teles” e até adiantou que pretende conservar tanto o actual modelo financeiro (“desde que o clube mantenha a maioria do capital da Sociedade Anónima Desportiva”). como o de formação. “A nossa perspectiva é que este modelo está bem montado mas é possível melhorá-lo, através de negociações com a banca”, referiu. Mesmo que concorde com alguns dos aspectos da gestão actual do Sporting, Pedro Souto não aceita que o tratem como candidato de continuidade. “Esta é uma candidatura independente. Os meus apoios serão aqueles que se quiserem juntar a esta candidatura que começou a ser preparada, com muito trabalho, há três meses”.

Outra palavra a que recorreu diversas vezes foi transparência. Defendeu uma gestão profissionalizada – se for eleito presidente, abdicará do salário, mas “directores e administradores executivos serão remunerados” –, sujeita a avaliação de desempenho. Pretende também uma mudança da estrutura societária, passando para a Sociedade Geral de Gestão Sporting (detida a 100 por cento pelo clube) as actividades de serviços e assegurando que, pelo menos, 50,1 por cento da Sporting SAD continue nas mãos do clube.

São doze os objectivos estratégicos que revelou a uma sala bem composta de apoiantes e companheiros de candidatura. “Poderia estar duas ou três horas a falar sobre cada um deles”, afirmou, depois de apresentar uma síntese. Por essa razão, delineou um programa de 20 dias, durante os quais vai explicar detalhadamente que acções propõe para cada um dos objectivos que norteiam a sua candidatura.

O seu lema, “Sporting Global”, disse o candidato, traduz muitas das suas preocupações. Quer um clube “unido”, que seja do país e não de Lisboa, que se projecte a nível internacional, através do futebol, que é a modalidade na qual o seu projecto se concentra. “O foco estará no futebol, como actividade geradora de resultados desportivos e económicos”, disse, embora deixasse uma palavra para as outras modalidades, defendendo a construção de um pavilhão – aliás recomendada pelo Congresso Leonino. Porém, só defende a existência de modalidades que sejam “viáveis” e, de preferência, que tenham patrocinadores, porque não podem pôr em causa a estabilidade financeira do clube.
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
"Sociedade Geral de Gestão Sporting", se bem percebo, é a vulgata jornalístico-ignorante para a "Sporting, SGPS", a holding do Grupo Sporting que é detida a 100% pelo Clube.

Se assim é, o bem intencionado emagrecimento empresarial de Souto começa com o pé esquerdo. É que, nos termos da lei, as "actividades de serviços" prestadas a terceiros pelas várias empresas do Grupo não podem fazer parte do objecto de uma SGPS...
Até ver, este é o candidato "cheque em branco".  :mrgreen: Estou tão inclinado, que estou quase a cair.  :twisted:
FORÇA LEÕES!!
Souto quer acabar com estigma do "eterno segundo"
APRESENTOU LINHAS ESTRATÉGICAS DA CANDIDATURA 
 
   
 
Pedro Souto apresentou hoje as linhas estratégicas das sua candidatura à presidência do Sporting e uma das áreas que pretende melhorar é o futebol, para que a equipa de futebol "deixe de ser o eterno segundo classificado do campeonato".

O candidato apresentou as linhas essenciais e elogiou várias vezes o projeto de sustentabilidade financeira do atual Conselho Diretivo, liderado por Filipe Soares Franco, mas promete melhorá-lo de forma a "gerar mais receitas que possam ser canalizadas para investir na equipa de futebol e torná-la campeã".

Ainda em relação ao futebol profissional, realçou a necessidade de criar uma nova visão no sentido de "atrair os sócios que estão de costas viradas para o clube, fazê-los sentir de novo vaidade e paixão pelo Sporting" para que seja possível voltar a ter "o estádio cheio, como noutros tempos". O candidato não prometeu milhões nem contratações milionárias para a equipa de futebol, cujo treinador pretende manter na próxima época se for eleito a 5 de Junho.

"Temos ainda um presidente em funções, mas depois das eleições falarei com Paulo Bento para saber se é possível a renovação do contrato", afirmou Pedro Souto, fazendo um apelo à união entre os sportinguistas visto que os adversários do Sporting "são o Benfica e o FC Porto".

Souto quer construir "uma equipa ganhadora", baseada na "formação e em reforços de fora", de modo a tornar o futebol profissional uma actividade "geradora de resultados desportivos e económicos". Uma das palavras que repetiu como chave da sua acção futura foi transparência, "quer nas suas contas quer através da devolução do Sporting aos sócios", prometendo "acções junto das bases para lhes dar a conhecer o que a direção for fazendo e ouvindo as suas opiniões".

Inovação foi outra palavra mestra do seu programa, em função da necessidade de "tornar o Sporting menos fechado e aprender com os que de melhor se faz nos grandes clubes europeus". Promete ideias inovadoras quer "nas negociações com a Banca" quer na "criação de receitas e no controlo dos custos operacionais e de estrutura" e uma "transparência contabilística e financeira".

Em relação ao modelo de governação, Pedro Souto preconiza que o clube e a SAD tenham "competências autónomas, mas complementares" e que haja uma "administração e direção comuns", para "aumentar a eficácia na gestão dos interesses do Sporting". Souto defende uma "SAD maioritariamente controlada pelo Sporting" mesmo que se avance futuramente para "um aumento de capital da sociedade".

Outro ponto que focou foi a intenção de a sua candidatura "internacionalizar o modelo das academias e da marca Sporting, dando o exemplo de Angola e África do Sul, onde o clube já criou essas infra-estruturas. Pedro Souto aludiu ainda à necessidade de incentivar o ecletismo no clube, prometendo apoiar as modalidades amadoras "através de patrocínios que as tornem sustentáveis financeiramente".

Em relação aos nomes que comporão a sua lista, o candidato limitou-se a dizer que cada uma das áreas em que se divide o seu projecto "terá um responsável", voltou a repisar que gostaria de contar com Rogério Alves, actual presidente da Assembleia-Geral, na sua lista, nas mesmas funções, mas sustentou a ideia de que "chegou a hora de uma nova geração mostrar o que vale" à frente dos destinos do Sporting.

Por outro lado, preconizou que os "diretores e administradores executivos" que farão parte da sua lista sejam remunerados, mas recusou para si qualquer contrapartida financeira pelo seu trabalho em prol do Sporting porque "o presidente deve estar acima de qualquer suspeita e dar o exemplo de sportinguismo". Defendeu ainda que o presidente do clube deve acumular funções como presidente da SAD e que deve ser o responsável máximo pelo futebol, a despeito de a SAD contar com "um administrador com o pelouro do futebol.

In site Record

SL
 


Nem uma palavra sobre o pavilhão? :sick:

SL
« Última modificação: Maio 07, 2009, 20:47 pm por reilagarto »
Ou escapou qualquer coisa à Imprensa ou este senhor convoca uma conferência de imprensa onde não apresenta nomes, não apresenta projecto, não apresenta nada.

Mandou duas ou três frases feitas para o ar e pronto. É isto um candidato? Começa muito mal.
Campo Grande paga a traidores.
Acabou por dizer tanto hoje na conferência de imprensa como nas entrevistas que lhe fizeram no Estoril Open. ::)
"Venha de lá mas é o Nadal e o Federer mas é para o ano" é o que o homem deve andar a pensar...
Convém que ele diga explicitamente se, enquanto candidato da continuidade de FSF + Abrantes Mendes (ver o quote abaixo), vai seguir estritamente o plano financeiro de FSF, se é só aquilo ou se há algo mais. Porque senão parece que nunca está pronto... estará à espera que as ideias lhe entrem na cabeça por osmose ou quê?

O empresário teve ontem um dia em cheio: almoçou com Soares Franco, lanchou com Abrantes Mendes (...)
O meu voto vai para este.
Ou escapou qualquer coisa à Imprensa ou este senhor convoca uma conferência de imprensa onde não apresenta nomes, não apresenta projecto, não apresenta nada.
Mandou duas ou três frases feitas para o ar e pronto. É isto um candidato? Começa muito mal.
Ao menos o Ser Sporting tinha o elenco todo identificado, e distribuiu cópias do programa.
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
O meu voto vai para este.

Posso saber porquê?

Juro que é uma pergunta sincera, ando há dias a tentar perceber o que o Pedro Souto defende, a espremer e tal e a verdade é que não consigo nada... imagino que já tenhas as linhas de programa e saibas quem o vai acompanhar para dizeres algo deste género, por isso é que te pergunto.
O meu voto vai para este.

Mesmo sem apresentar um projecto?  :o
Ou escapou qualquer coisa à Imprensa ou este senhor convoca uma conferência de imprensa onde não apresenta nomes, não apresenta projecto, não apresenta nada.
Mandou duas ou três frases feitas para o ar e pronto. É isto um candidato? Começa muito mal.
Ao menos o Ser Sporting tinha o elenco todo identificado, e distribuiu cópias do programa.

Exacto. Neste momento, PPC com o Ser Sporting, é o único candidato assumido que tem uma equipa e um projecto. De resto é paisagem, isto é factual.
Campo Grande paga a traidores.
Citar
Citação de: Pablito em Hoje, 22:50
O meu voto vai para este.


Posso saber porquê?

Juro que é uma pergunta sincera, ando há dias a tentar perceber o que o Pedro Souto defende, a espremer e tal e a verdade é que não consigo nada... imagino que já tenhas as linhas de programa e saibas quem o vai acompanhar para dizeres algo deste género, por isso é que te pergunto
´

Neste momento a única coisa que me ocorre é imagem publica e mediatismo porque de resto não sabemos nada...
Como é que um gajo pode efectuar uma análise sobre alguém que não apresenta nada? Nem nomes, nem projecto... Uma treta pegada!

Vá Prince, vem cá dizer maravilhas sobre o homem. Se não houver nada para dizer, olha diz que ele é um empresário de sucesso já que essa é uma deixa que tu gostas de utilizar para defender os roquetistas... :twisted:
Como é que um gajo pode efectuar uma análise sobre alguém que não apresenta nada? Nem nomes, nem projecto... Uma treta pegada!

Uma coisa é certa, estamos a menos de um mês das eleições e ninguém pode dizer mal da candidatura de Pedro Souto. Como é que se pode dizer mal de uma candidatura de quem não se conhece mais ninguém a não ser o próprio e se não há nenhum projecto?
Campo Grande paga a traidores.