Política Nacional

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

 Sem querer criar qualquer paralelo, é engraçado que os países onde há os melhores níveis de desenvolvimento, de progresso, de tecnologia, de qualidade e conforto na sociedade, haja um enorme respeito pelos animais. A Alemanha, por exemplo, é uma referência no que toca aos animais. Quanto mais avançados são os países, mais respeito existe pelos animais, um maior reconhecimento de que existe ali uma vida e que práticas barbaras sejam condenáveis e inexistentes.

 A tourada é um espectáculo de massacre a um animal. É impingir a dor deliberadamente sobre uma vida que em momento algum se pode defender. Um espectáculo que devia, em minha opinião, ser proibido por ser exactamente uma prática barbara. Dado que civilização é a evolução da vida humana sobre valores e direitos, a tourada torna um país menos civilizado em relação a outros. Isto se encararmos o animal selvagem ou doméstico como uma vida dotada de sensibilidade, que por acaso já possui um estatuto jurídico (Lei nº 8 / 2017, de 03 de Março) em Portugal.

 Há práticas culturais que deviam ser eliminadas da nossa Cultura e a tourada é exactamente a principal. Aquilo é condenável em todos os sentidos e, o mais ridículo, é que ainda aplaudem a pessoa que massacra, que assassina, o animal em plena arena. É só uma opinião pessoal.

A mesma sociedade alemã que viu Hitler subir ao poder, usando o seu avanço civilizacional para dominar e oprimir outros povos, Portugal nessa altura não participou na segunda guerra mundial, logo nós portugueses éramos sobe os teus padrões mais avançados civilizacionalmente que a Alemanha?

E hoje, que essa mesma Alemanha vê uma extrema direita a reerguer-se, já deixa de ser uma civilização avançada, se deixar de ter a mesma atitude em relação aos homossexuais e imigrantes? 

E os países que têm pena de morte, como os E.U.A. e a China são mais ou menos civilizados que nós?

Creio que se estão a confundir padrões morais e humanos, com padrões de desenvolvimento. Por exemplo, o facto da Tailândia ter muitos transexuais faz deles mais avançados civilizacionalmente?

E ser-se Vegan é ser mais civilizado que os comuns Omnívoros? Ou comer carne é um atraso civilizacional?

A minha dúvida persiste em que medida é que a tourada não faz parte de uma sociedade civilizada? Parece-me um argumento fraco, para quem se quer sentir moralmente superior aqueles "infelizes" que gostam de tourada.
A mesma sociedade alemã que viu Hitler subir ao poder, usando o seu avanço civilizacional para dominar e oprimir outros povos, Portugal nessa altura não participou na segunda guerra mundial, logo nós portugueses éramos sobe os teus padrões mais avançados civilizacionalmente que a Alemanha?

E hoje, que essa mesma Alemanha vê uma extrema direita a reerguer-se, já deixa de ser uma civilização avançada, se deixar de ter a mesma atitude em relação aos homossexuais e imigrantes? 

E os países que têm pena de morte, como os E.U.A. e a China são mais ou menos civilizados que nós?

Creio que se estão a confundir padrões morais e humanos, com padrões de desenvolvimento. Por exemplo, o facto da Tailândia ter muitos transexuais faz deles mais avançados civilizacionalmente?

E ser-se Vegan é ser mais civilizado que os comuns Omnívoros? Ou comer carne é um atraso civilizacional?

A minha dúvida persiste em que medida é que a tourada não faz parte de uma sociedade civilizada? Parece-me um argumento fraco, para quem se quer sentir moralmente superior aqueles "infelizes" que gostam de tourada.

 A questão do "se quer sentir moralmente superior" é lançada por ti. Por isso, saberás o que queres dizer com isso. Eu considero que estamos todos no mesmo patamar, os que gostam de touradas e os que as condenam, somos todos seres-humanos, uns com maior sensibilidade para a questão animal, outros com menor sensibilidade ou indiferença. O ser animal já lhe foi reconhecido que possui sensibilidade, tal como está na lei que citei anteriormente, logo práticas bárbaras contra o mesmo, é impingir dor e sofrimento a um ser animal, como forma de espectáculo, é para mim um atraso civilizacional. Para mim, é uma questão de civilização acabar com as touradas, são práticas violentas para com um ser animal e uma sociedade evoluída, tenderá a defender o ser animal, ao invés de o sujeitar ao sofrimento e à dor.

“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
A questão do "se quer sentir moralmente superior" é lançada por ti. Por isso, saberás o que queres dizer com isso. Eu considero que estamos todos no mesmo patamar, os que gostam de touradas e os que as condenam, somos todos seres-humanos, uns com maior sensibilidade para a questão animal, outros com menor sensibilidade ou indiferença. O ser animal já lhe foi reconhecido que possui sensibilidade, tal como está na lei que citei anteriormente, logo práticas bárbaras contra o mesmo, é impingir dor e sofrimento a um ser animal, como forma de espectáculo, é para mim um atraso civilizacional. Para mim, é uma questão de civilização acabar com as touradas, são práticas violentas para com um ser animal e uma sociedade evoluída, tenderá a defender o ser animal, ao invés de o sujeitar ao sofrimento e à dor.

Continuas sem responder às minhas questões, porquê?
Já que continuam com o tema das touradas já escrevi e volto a escrever.
Se os deputados acham as touradas uma coisa desumana que votem leis de forma a serem proibidas.
Se acham que essa é a vontade da maioria dos portugueses porquê não o fazem??
Não sou contra as touradas pelos motivos que já referi em posts anteriores mas via com bom olhos por ex. A aprovação de regras para minimizarem o sofrimento dos bichos.
Tipo uma medida máxima do tamanho dos ferros e um número máximo de ferros por touro.
Continuas sem responder às minhas questões, porquê?

 Nós se formos a justificar os nossos actos, com os actos dos outros, deixaremos de evoluir. A Europa é uma referência nos direitos humanos, é mesmo o seu maior alicerce, bem como nos valores morais. A questão animal deve ser tratada como no passado tratamos dos direitos humanos, obviamente com as diferença que existem entre o ser-humano e o ser-animal, agora uma vez que o segundo possui sensibilidade, a meu ver é uma prática bárbara e condenável submeter o ser-animal ao sofrimento e à dor, para gáudio de quem assiste. Nós, Europeus, somos quase que a consciência moral do Mundo, sobretudo pelo o nosso passado que é pesado, doloroso e que criou a consciência necessária para evoluir em termos de sociedade. Para mim, é imperial para o avanço civilizacional terminar com práticas bárbaras sobre o ser-animal, sobretudo aquelas que são feitas sob a véstia de espectáculo. E, mais uma vez reforço, a Europa é uma referência nos direitos dos animais e ter touradas, que é o exemplo que falamos, é um retrocesso civilizacional. Tal como há outros retrocessos por esse Mundo fora, mas o exemplo deve ser sempre a evolução, nunca o retrocesso.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Fiz perguntas simples e directas para tentar perceber qual seria o entendimento de "civilizado" do forista, e não respondeu.

Insisti em não se confundir padrões morais e humanos e padrões de desenvolvimento, mais uma vez ignorou.

E continuo a ler a mesma cartilha com os rodeios de sempre a insistir "nas práticas bárbaras" que impedem o "progresso civilizacional". Se a tourada nos está a atrasar civilizacionalmente eu quero saber por uma simples questão de curiosidade intelectual porquê.

Vou tentar só mais uma vez repetindo todas as questões que fiz até agora...

1ª Pergunta - "Numa sociedade civilizada a tourada não existia", em que medida, exactamente existir a tourada em Portugal nos torna mais ou menos civilizados?

2ª Pergunta - A isto posso aplicar a outros temas, de uma maneira geral porque é que proibir ou legalizar um determinado comportamento da sociedade nos torna mais "civilizados"?

3ª Pergunta - Há países onde foi legalizada a cannabis, serão mais civilizados?

4ª Pergunta - Outros ainda não legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo, serão menos civilizados?

5ª Pergunta - A mesma sociedade alemã que viu Hitler subir ao poder, usando o seu avanço civilizacional para dominar e oprimir outros povos, Portugal nessa altura não participou na segunda guerra mundial, logo nós portugueses éramos sobe os teus padrões mais avançados civilizacionalmente que a Alemanha?

6ª Pergunta - E hoje, que essa mesma Alemanha vê uma extrema direita a reerguer-se, já deixa de ser uma civilização avançada, se deixar de ter a mesma atitude em relação aos homossexuais e imigrantes?

7ª Pergunta - E os países que têm pena de morte, como os E.U.A. e a China são mais ou menos civilizados que nós?

8ª Pergunta - Por exemplo, o facto da Tailândia ter muitos transexuais faz deles mais avançados civilizacionalmente?

9ª Pergunta - E ser-se Vegan é ser mais civilizado que os comuns Omnívoros? Ou comer carne é um atraso civilizacional?

Agradeço resposta para reflexão, a minha intenção desde o início é clara, não sou a favor nem contra apenas tenho dúvidas em relação ao argumento "civilizado" neste debate.

No meu ver o argumento é puramente moral, ou seja, é moralmente correcto maltratar animais para gáudio dos espectadores? Faz sentido continuar uma prática ultrapassada de confronto entre homem e fera? E deve ser terminada pela força de lei, pela educação, ou por deixar de financiar a prática pelo estado?

Apenas me limito a fazer questões para um debate, para perceber melhor de onde e qual a bússola moral, de quem diz que um povo é mais ou menos civilizado com base na tourada.
Exacto, o burgess levanda boas questões. Se acham que espetar coisas num touro torna um país pouco civilizado. Também é legitimo achar que matar animais para os comer é pouco civilizado. Caçar é pouco civilizado. Comer caracois é pouco civilizado. Meter marisco vivo a cozer é pouco civilizado.

Viva ao concurso de sensibilidade. Que ganhe o mais sensivel.
Camaradas e camarades... f***-** a vontade de inventar palavras é tanta que sai disto :lol:

Fiz perguntas simples e directas para tentar perceber qual seria o entendimento de "civilizado" do forista, e não respondeu.

Insisti em não se confundir padrões morais e humanos e padrões de desenvolvimento, mais uma vez ignorou.

E continuo a ler a mesma cartilha com os rodeios de sempre a insistir "nas práticas bárbaras" que impedem o "progresso civilizacional". Se a tourada nos está a atrasar civilizacionalmente eu quero saber por uma simples questão de curiosidade intelectual porquê.

Vou tentar só mais uma vez repetindo todas as questões que fiz até agora...

1ª Pergunta - "Numa sociedade civilizada a tourada não existia", em que medida, exactamente existir a tourada em Portugal nos torna mais ou menos civilizados?

2ª Pergunta - A isto posso aplicar a outros temas, de uma maneira geral porque é que proibir ou legalizar um determinado comportamento da sociedade nos torna mais "civilizados"?

3ª Pergunta - Há países onde foi legalizada a cannabis, serão mais civilizados?

4ª Pergunta - Outros ainda não legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo, serão menos civilizados?

5ª Pergunta - A mesma sociedade alemã que viu Hitler subir ao poder, usando o seu avanço civilizacional para dominar e oprimir outros povos, Portugal nessa altura não participou na segunda guerra mundial, logo nós portugueses éramos sobe os teus padrões mais avançados civilizacionalmente que a Alemanha?

6ª Pergunta - E hoje, que essa mesma Alemanha vê uma extrema direita a reerguer-se, já deixa de ser uma civilização avançada, se deixar de ter a mesma atitude em relação aos homossexuais e imigrantes?

7ª Pergunta - E os países que têm pena de morte, como os E.U.A. e a China são mais ou menos civilizados que nós?

8ª Pergunta - Por exemplo, o facto da Tailândia ter muitos transexuais faz deles mais avançados civilizacionalmente?

9ª Pergunta - E ser-se Vegan é ser mais civilizado que os comuns Omnívoros? Ou comer carne é um atraso civilizacional?

Agradeço resposta para reflexão, a minha intenção desde o início é clara, não sou a favor nem contra apenas tenho dúvidas em relação ao argumento "civilizado" neste debate.

No meu ver o argumento é puramente moral, ou seja, é moralmente correcto maltratar animais para gáudio dos espectadores? Faz sentido continuar uma prática ultrapassada de confronto entre homem e fera? E deve ser terminada pela força de lei, pela educação, ou por deixar de financiar a prática pelo estado?

Apenas me limito a fazer questões para um debate, para perceber melhor de onde e qual a bússola moral, de quem diz que um povo é mais ou menos civilizado com base na tourada.
https://en.m.wikipedia.org/wiki/Straw_man

"A straw man is a common form of argument and is an informal fallacy based on giving the impression of refuting an opponent's argument, while actually refuting an argument that was not presented by that opponent."
Sinto-me na obrigação de vir a público dizer que enfiar uma lanterna no cú não torna ninguém num iluminado. E sim, sou formado em Luminotecnia.
já agora proiba-se também qualquer desporto que possa magoar pessoas e que são televisionados -boxe, mma, etc - afinal de contas tbm há lá animais a serem maltratados para gáudio de milhões de visualizadores. e já que tamos numa de probir que se acabe com o alcool e o tabaco! e testes a medicamentos que se faça logo a seres humanos!
 @Burgess, que salgalhada que vai por aí. 

 Eu dei a minha opinião com as touradas. Podes simplesmente discordar, é escusado estares a desconversar com argumentos vazios de significado para o que estamos a discutir. Lido bem com o facto de teres outra opinião e até gostares de touradas.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
já agora proiba-se também qualquer desporto que possa magoar pessoas e que são televisionados -boxe, mma, etc - afinal de contas tbm há lá animais a serem maltratados para gáudio de milhões de visualizadores. e já que tamos numa de probir que se acabe com o alcool e o tabaco! e testes a medicamentos que se faça logo a seres humanos!

Que se proíba a venda de perfumes.

Gestão croquética , o clube dos tachos e das tacinhas.

Nenhum discurso para o exterior para apaziguar os lampiões.

Há sempre uma modalidade , um activo para alienar em nome do equilíbrio financeiro.
já agora proiba-se também qualquer desporto que possa magoar pessoas e que são televisionados -boxe, mma, etc - afinal de contas tbm há lá animais a serem maltratados para gáudio de milhões de visualizadores. e já que tamos numa de probir que se acabe com o alcool e o tabaco! e testes a medicamentos que se faça logo a seres humanos!

Que se proíba a venda de perfumes.



e o presunto e leite, que é selvaticamente retirado às vacas !
https://en.m.wikipedia.org/wiki/Straw_man

"A straw man is a common form of argument and is an informal fallacy based on giving the impression of refuting an opponent's argument, while actually refuting an argument that was not presented by that opponent."

Fazer questões é um straw man... Fiquei esclarecido.
 @Burgess, que salgalhada que vai por aí. 

 Eu dei a minha opinião com as touradas. Podes simplesmente discordar, é escusado estares a desconversar com argumentos vazios de significado para o que estamos a discutir. Lido bem com o facto de teres outra opinião e até gostares de touradas.

Limitei-me a fazer questões, pois não sou contra nem a favor. Perguntas com as quais pretendia saber a tua ideia de civilizado, creio que não é algo assim tão complexo.
Limitei-me a fazer questões, pois não sou contra nem a favor. Perguntas com as quais pretendia saber a tua ideia de civilizado, creio que não é algo assim tão complexo.

 Claro, também podia perguntar o que achas da quantidade de chuva que caiu hoje em Lisboa. Para perceber a tua ideia sobre possíveis calamidades. Se isso é relevante? Ao menos fico a saber a tua opinião sobre meteorologia.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Claro, também podia perguntar o que achas da quantidade de chuva que caiu hoje em Lisboa. Para perceber a tua ideia sobre possíveis calamidades. Se isso é relevante? Ao menos fico a saber a tua opinião sobre meteorologia.

Se o debate fosse chuva em Lisboa, estaria bastante interessado em saber se iria haver inundações, como estaria o trânsito e a circulação, teria toda a curiosidade e faria perguntas para aprofundar o tema e aprender.

Agora quanto ao outro tema, se não consideras o termo civilizado importante para o debate, então porque o referes tantas vezes? 
Agora quanto ao outro tema, se não consideras o termo civilizado importante para o debate, então porque o referes tantas vezes? 

 Referi porque é a minha opinião.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Agora quanto ao outro tema, se não consideras o termo civilizado importante para o debate, então porque o referes tantas vezes?

 Referi porque é a minha opinião.

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Straw_man

"A straw man is a common form of argument and is an informal fallacy based on giving the impression of refuting an opponent's argument, while actually refuting an argument that was not presented by that opponent."

Fazer questões é um straw man... Fiquei esclarecido.
Eu deixei-te aí a definição básica de straw man. Se quiseres traduzo mas sim, foi exactamente o que fizeste.
Sinto-me na obrigação de vir a público dizer que enfiar uma lanterna no cú não torna ninguém num iluminado. E sim, sou formado em Luminotecnia.