Política Nacional

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

@SCasanova os meus pêsames




----------------------------------------------------------------------------------------------------------
entretanto mais cavaquices:
“Parecem bandos de pardais à solta / OS BUFOS / OS BUFOS"  :whistle:

The past is now part of my future,the present is well out of hand Ian Curtis, Heart and Soul
@SCasanova os meus pêsames




----------------------------------------------------------------------------------------------------------
entretanto mais cavaquices:
“Parecem bandos de pardais à solta / OS BUFOS / OS BUFOS"  :whistle:


Os meus sentimentos à colega forista, plenamente compreensíveis pois na 2ª também me faleceu um familiar.
Quanto à imagem postada, isso é um cartão da PIDE ou uma ficha na PIDE? É que teriam significados diferentes.
Antes de mais percebo a tua indignação, pois é um caso pessoal e eu, infelizmente, também passei por uma situação deplorável e com resultados nefastos, também com um avô. Mas... ou não percebeste ou não quiseste. Ninguém exige médias, quem as faz somos nós, ou pretendias que um aluno de 15 entrasse em detrimento de um 19?

Não me esqueci de te responder só que o meu avô faleceu 3ª feira de manhã e como é óbvio o tempo e a paciência é pouca para estar aqui. Em realação ao que estavamos a falar talvez me tenha explicado mal, as vagas são poucas e o restante sistema de saude é fraco.

Os meus pêsames. Se a tua agressividade foi devido à pouca vergonha que se passa nos serviços hospitalares compreendo perfeitamente, o meu avô teve na altura uma morte agoniante e lenta devido à burrice desses senhores de bata. Espero que o sol raie novamente.
@SCasanova os meus pêsames




----------------------------------------------------------------------------------------------------------
entretanto mais cavaquices:
“Parecem bandos de pardais à solta / OS BUFOS / OS BUFOS"  :whistle:


Página atrás tem o documento completo, já tinha colocado  :great:
Antes de mais percebo a tua indignação, pois é um caso pessoal e eu, infelizmente, também passei por uma situação deplorável e com resultados nefastos, também com um avô. Mas... ou não percebeste ou não quiseste. Ninguém exige médias, quem as faz somos nós, ou pretendias que um aluno de 15 entrasse em detrimento de um 19?

Não me esqueci de te responder só que o meu avô faleceu 3ª feira de manhã e como é óbvio o tempo e a paciência é pouca para estar aqui. Em realação ao que estavamos a falar talvez me tenha explicado mal, as vagas são poucas e o restante sistema de saude é fraco.
Os meus sentimentos, @SCasanova!
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO

O @JoaoDiogoJuve, não vejo dctº nenhum completo da ficha ou cartão do dr, Cavaco. :question: .........
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
Não tenho o mínimo apreço pelo Aníbal Silva. Mas a bem da verdade, essa lebre da ficha já tinha sido levantada na altura das últimas presidenciais, tendo o Aníbal justificado (e legitimamente, creio) que era necessário esse procedimento para poder fazer a sua investigação.
"Alianças só na mão esquerda da minha mulher"
Obrigado a todos.  :great:
Como assim a Alemanha quer tirar a soberania orçamental à Grécia? Quem julga que é a senhora Merkel?
Citar
Vários passes combinados aumentam perto de 30 44 por cento

Governo e empresas têm falado em aumentos médios dos transportes de 5%, mas várias assinaturas combinadas sobem muito mais.

Vários passes combinados entre o Metro e a CP ou Transtejo/Soflusa vão ter um aumento de perto de 30 por cento a partir de Fevereiro. Subidas que atingem assinaturas de quem usa a linha de Sintra, linha da Azambuja e barcos para a margem sul.

Até agora o governo e as operadores de transportes têm falado de um aumento médio de 5% nos transportes públicos a partir de Fevereiro e é essa subida que acontece em muitos passes como o L, L1, L12 ou L123. No entanto, há vários outras assinaturas que vão subir muito mais do que isso.

Por exemplo, quem compra a assinatura mensal do combinado CP-Metro e acaba a sua viagem habitual na estação de Queluz (Linha de Sintra) passa a pagar 47 euros e 95 cêntimos. Até agora pagava 25 euros e 20 cêntimos, num aumento de 36 90,28 por cento.

Na lista de assinaturas com maiores subidas segue-se o combinado CP-Metro para quem apanha o comboio na estação da Azambuja, um passe mensal que custava 72 euros e 70 cêntimos e passa a custar 95 euros e 5 cêntimos (uma subida de 31%).

Outro combinado, o CP-Metro para quem apanha o comboio na estação da Amadora sobe 28% (31 euros e 85 cêntimos para 40 euros e 65 cêntimos), num aumento idêntico ao que ocorre no combinado Metro-Transtejo (29 euros e 90 cêntimos para 38 euros e 40 cêntimos). Para além destes aumentos na casa dos 30 por cento, há vários outros passes combinados a envolver o Metropolitano de Lisboa com aumentos entre os 10 e 20 por cento.
http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=2268248
http://www.metrolisboa.pt/portals/0/desdobraveltarifasfev2012-a.pdf
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
O Cavaco queixa-se que as reformas não lhe chegam para as reformas, mas parece que na Noruega vivem de maneira mais frugal:


Les Norvégiens sont-ils des extraterrestres politiques ?


Pena é que por cá, tal frugalidade não seja adoptada pelos nossos deputados.

Ainda assim, volta e meia, há um ou outro que lá se vão confessando:

Ups, fugiu-lhe a boca para a verdade! A realidade que já todos sabíamos!


"O ser humano será o único animal que procura voluntariamente a servidão para se furtar ao dom que o distingue da restante criação: a inteligência." (Miguel Castelo Branco)
O Cavaco queixa-se que as reformas não lhe chegam para as reformas, mas parece que na Noruega vivem de maneira mais frugal:


Les Norvégiens sont-ils des extraterrestres politiques ?


Pena é que por cá, tal frugalidade não seja adoptada pelos nossos deputados.

Ainda assim, volta e meia, há um ou outro que lá se vão confessando:

Ups, fugiu-lhe a boca para a verdade! A realidade que já todos sabíamos!

Não é apenas na Noruega, regra geral em todos os países escandinavos a coisa é mais ou menos assim, eles trabalham (e são muito organizados caso contrário não aguentam as solicitações que os cargos exigem... e são bem mais que na maioria dos empregos) e depois no tempo livre gostam de estar com a família e amigos... nada de estranho, aliás nem eles concebem a vida de outra forma, seriam pessoas muito infelizes se assim não fosse. :great:


Gabriela Ventura - dirigente do Ministério da Agricultura, gestora do PRODER, numa sessão pública de esclarecimento.
 Só faltou um bocadinho para os agricultores ficarem melhor esclarecidos ...

 

Eh lecas! Qual Gestora do PH(R)DER? Uma verdadeira dominatrix do PH(R)DER! Com malta desta na agricultura, em breve cessará a "seca" que afecta o país...Trabalhadores rurais preparai vossas "alfaias"!...

Entretanto, Passos Coelho vai solicitando aos cidadãos, via Internet, ideias para o país. Valha-nos Deus...

« Última modificação: Janeiro 30, 2012, 02:53 am por Juan Seminário »
Essa foto foi tirada no tempo do Sócrates... ;)


"O ser humano será o único animal que procura voluntariamente a servidão para se furtar ao dom que o distingue da restante criação: a inteligência." (Miguel Castelo Branco)
Não há-de ela mostrá-las.
A 1ª mini s tra já!
Gabriélaaaa!!!!
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
Entretanto, Passos Coelho vai solicitando aos cidadãos, via Internet, ideias para o país. Valha-nos Deus...
Eu tenho uma ideia: DEMITA-SE!  :inde:


Marcha de Protesto «contra o aumento de preços nos transportes», pelas 18h00, com concentração junto à CP no Rossio em direcção ao Ministério da Economia e do Emprego, no Largo de Camões, em Lisboa.
Vamos mostrar a essa corja que não comemos e calamos como eles querem!
:great:

Recomendo a todos um dossier do PCP sobre as medidas que estão a ser aplicadas. Dia 2 de fevereiro vai sair também uma edição especial do Avante! que promete ter informações (desenvolvidas ao nível das que vimos no artigo transportes públicos) que serão úteis a todos independentemente da cor política :great:

- Mais exploração mais desemprego
- Roubam o povo, afundam o país
- Lutar por um Portugal com Futuro

The past is now part of my future,the present is well out of hand Ian Curtis, Heart and Soul


"O ser humano será o único animal que procura voluntariamente a servidão para se furtar ao dom que o distingue da restante criação: a inteligência." (Miguel Castelo Branco)
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
Citar
Os pobres que paguem a crise?

"O governo anunciou que vai alargar por mais um ano o programa de prevenção de execuções para evitar que as famílias percam as suas casas". Diria que isto acontece em que parte do mundo? Na Europa? E aqui, em Portugal? Pois está enganado. É nos Estados Unidos.
"O governo anunciou que vai alargar por mais um ano o programa de prevenção de execuções para evitar que as famílias percam as suas casas". Diria que isto acontece em que parte do mundo? Na Europa? E aqui, em Portugal? Pois está enganado. É nos Estados Unidos.


Em Portugal foram 6900 as casas entregues aos bancos por falta de pagamento dos empréstimos, um aumento de 17% em 2011. Quase metade dos casos aconteceram nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, com especial relevo para as zonas que funcionam como dormitórios.

O número de famílias que se declararam insolventes elevaram-se a 2.400 só no primeiro semestre do ano passado. O retrato numérico esconde histórias de autêntico terror e que nunca imaginaríamos ouvir há menos de seis meses. Idosos, que garantiram empréstimos aos filhos que não os pagaram, vêem entrar pelas suas casas os homens da execução que os deixam com um colchão e um casquilho para colocarem uma lâmpada, num total e absoluto desrespeito pela lei. Ou famílias que ficam sem a casa mas que têm de continuar a pagar o empréstimo.

Há umas semanas, num das análises à crise, o director da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa, José Ferreira Machado, fez uma constatação muito interessante. Nos Estados Unidos, a sociedade e o governo responsabilizaram os bancos, ou seja, os credores, pela sua crise da dívida. Na Europa culpam-se os devedores. Atitudes que estão a determinar medidas e políticas completamente diferentes nos dois lados do Atlântico.

O resultado desta atitude, que insulta o liberalismo, é uma Europa que desprotege os mais frágeis. Os gregos estão na miséria? Os portugueses caminham para a miséria? Pouco parece interessar aos líderes europeus, muito menos a Angela Merkel, mais preocupada em ganhar eleições na sua terra. Afinal os gregos, os portugueses, os irlandeses, os italianos, os espanhóis não votam na Alemanha.

Portugal é obrigado a jogar este jogo. Mas, na liberdade que tem, devia fazer a diferença. O ajustamento, como está desenhado, dita um mergulho recessivo na economia. Mas o programa de ajustamento dá ao governo de Pedro Passos Coelho margem para distribuir os custos desse reajustamento.

Até agora, a redução dos défices públicos e externo têm sido pagos pelo português comum, que depende do seu salário para viver ou que tem uma pequena empresa. É a eles que foi enviada a factura do aumento dos impostos, do corte dos subsídios, do pagamento da saúde, da subida da electricidade, do agravamento nos transportes públicos. O resultado tem sido a perda do emprego, a perda da casa e o desespero para muitas famílias.

A culpa é da troika? Claro que não. O retrato dos números do desemprego, das execuções e das insolvências devia fazer ver ao Governo como é urgente adoptar medidas que também são exigidas pela troika, como a redução da factura das parcerias público-privadas e dos subsídios da electricidade. Há no programa de ajustamento medidas que tardam a chegar e que reduzem a factura da crise que os mais frágeis estão a pagar.

"Os pobres têm de se sacrificar porque os ricos têm muitas despesas", diz ironicamente quem quer desdramatizar o desespero das conversas sobre a crise. Esperemos que este não seja o catecismo reinante. Os pobres que paguem a crise não é nenhum princípio liberal. É imoral.

Ler H. Garrido, uma liberal de direita, o que escreve, significa que as coisas estão muito piores. Quem agora escreve é a direita que foi enganada pela sede de poder.

A esquerda escreveu há pelos 2 anos isto que H. Garrido está a descobrir.
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
Depois temos estes....

Citar
“Importa proteger o talento, remunerar o talento. Há um caminho perigoso do igualitarismo, que defende que todos devemos ser igualmente pobres, que hostiliza a diferenciação remuneratória”, afirmou Bento durante um colóquio sobre diplomacia económica promovido pela comissão parlamentar dos Negócios Estrangeiros.
http://publico.pt/Noticia/portugal-deve-evitar-caminho-perigoso-do-igualitarismo-diz-vitor-bento-1531587


Citar
Em 2010 Vítor Augusto Brinquete Bento recebeu 450 000 euros como presidente do conselho de administração da SIIBS. Como andou pelo Banco de Portugal é provável que tenha tido mais diferenciações remuneratórias. No Conselho de Estado substitui Dias Loureiro, outro grande combatente contra o caminho perigoso do igualitarismo.
http://aventar.eu/2012/01/31/vai-viver-um-ano-com-o-salario-minimo-e-depois-conversamos-vitor-bento/
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010