Open Austrália 2008

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

É muito inconstante, não controla muito bem os seus nervos e emoções, muitas vezes desconcentra-se e deixa-se ir abaixo, outras galvaniza-se e ganha excesso de confiança, é um jogador emocionalmente descontrolado.


Tirando Nadal na terra batida , por incrivel que parece essas sao as caracteristicas necessarias neste momento para vencer o Federer. Jogando constante e racionalmente o mais provavel é no final acabar derrotado (esteja Federer num dia bom ou nao). É necessario uma capacidade de superacao e de imprevisibilidade , que muitas vezes surge apenas nesse tipo de jogadores , para vencer Federer numa meia-final. Um bom exemplo disso (ao longo de toda a sua carreria ) é Safin que se estiver num dia bom , galvanizado e como que descontrolado num sentido emocional (nao perdido como é obvio) , é capaz de bater qualquer jogador do circuito. O problema é que as vezes esses dias nao surjem , ou demoram a aparecer no jogo , e nisso contra um Federer que nos momentos decisivos eleva o seu jogo de tal forma (unico jogador comparavel nestas situacoes era mesmo o Pistol Pete) que nao dá hipoteses.


No circuito feminino a Sharapova (na minha opiniao a jogadora mais talentosa pos Steffi Graff) a continuar assim vai limpar com alguma  facilidade . Jogar e vencer como fez frente á Henin nao é proeza ao alcance de qualquer uma.
« Última modificação: Janeiro 23, 2008, 19:04 pm por Ash »
O Federer ganha. O Federer só costuma perder em dias muito-muito-muito maus. Mesmo nos maus ele acaba sempre por ganhar porque a sua supremacia técnica é tão grande que faz a diferença mesmo nos momentos mais aflitivos.

Para além disso, o Federer é muito frio e racional durante o jogo e o Djokovic é o inverso. É muito inconstante, não controla muito bem os seus nervos e emoções, muitas vezes desconcentra-se e deixa-se ir abaixo, outras galvaniza-se e ganha excesso de confiança, é um jogador emocionalmente descontrolado.


Quando ele aprender a controlar mais essa vertente, então aí sim poderá definitivamente começar a ombrear mais seriamente com o Federer e Nadal.

Ontem ao ver o jogo do Djokovic (bem, só vi um set e meio) espantou-me a forma fria e muito calma como estava a jogar. No primeiro set então, parecia um morto-vivo, nem ai nem ui, e foi demolidor.

Estou desejando ver as semi-finais: todos os jogadores estão numa forma espectacular.
Nadal perdeu hoje contra Tsonga em 3 sets 6-2 6-3 6-2 incrivel o que este Tsonga tem feito neste open...Vamos ver como se porta na final... No circuito femininno Sharapova ganhou 6-3 6-1 a Jankovic num jogo que dominou...Ana Ivanovic ganhou a Hantuchova 0-6 6-3 6-4 e defrontara Sharapova numa final que promete
O inacreditavel aconteceu e Federer perdeu á poucos minutos em 3 sets!!!! por  7-5  6-3  7/6 .
Não foi inacreditável!
Djokovic jogou muito bem e muito seguro...
Incrivel foi a forma como Federer agora no tie-break após fazer pontos magistrais, comete erros incríveis em bolas fáceis... Mas atenção: Federer continua a ser o melhor de todos os tempos... Acontece que Djokovic é o melhor jogador da actualidade a seguir a ele e está em grande forma (ainda não perdeu um único set!), enquanto Federer não está de perto nem de longe no nível em que terminou a época!

Mas Nole, que irá jogar contra o Tsonga pela época passada que fez, merece ganhar também títulos de Grand Slam!
Não foi inacreditável!

Inacreditavel no sentido de Federer perder uma meia final por 3 sets a 0 . A vitoria foi mais que justa.


Mas atenção: Federer continua a ser o melhor de todos os tempos...

Isso é uma daquelas afirmacoes sempre muito dificl de provar...talvez o mais dominador do circuito durante uma fase. Quanto a ser o melhor de todos os tempos , na minha opiniao nao o é mas pertence a uma elite do tenis mundial.
Djokovic ganhou mesmo ao Federer e aparentemente sem grande dificuldade. 7-5, 6-3, 7-6.

Não pude ver o jogo, e quando fui ver já só vi o Djokovic a festejar efusivamente. Federer deve ter estado mesmo num dia horrível, porque eu já não me lembro da última vez que ele perdeu um jogo sem ganhar um único set.

A final prevejo que seja muito intensa. Dois tenistas em elevadíssima forma, extremamente motivados pelos seus últimos resultados,  sendo ainda ambos jovens e com estilos de ténis semelhantes. Promete espectáculo de alto nível e não vou perder o jogo por nada.

Quanto à Sharapova, acho que nunca a tinha visto a tão alto nível. Tem cilindrado por completo algumas das melhores tenistas da actualidade como a Dementieva, a Jankovic e a Justine Henin (!), e neste Open da Austrália ainda não perdeu um único set(!).

Depois de o ano passado não ter sido muito bom, com várias participações frustrantes em grandes torneios, este ano está a começar em grande. Se conseguir manter este nível, brevemente a Henin tê-la-á à perna no raking.

Mas atenção: Federer continua a ser o melhor de todos os tempos...

Isso é uma daquelas afirmacoes sempre muito dificl de provar...talvez o mais dominador do circuito durante uma fase. Quanto a ser o melhor de todos os tempos , na minha opiniao nao o é mas pertence a uma elite do tenis mundial.

Pode ainda não ser, mas basta-lhe mais 3 anos iguais aos últimos, e poderá tonar-se a todos os níveis estatísticos o melhor de sempre. O record de maior nº de semanas consecutivas no 1º do ranking já é dele aos 26 anos (!). Para ter o record de maior nº de semanas durante a carreira enquanto nº 1, bastam-lhe 80 (pouco mais de um ano e meio) para ultrapassar o Sampras. Para ter o record de maior nº de grand slams ganhos basta-lhe ganhar mais 3 para ultrapassar o record do Sampras.

Em termos técnicos é sempre discutível e ingrato, porque comparamos tenistas de diferentes épocas. Mas algumas das grandes lendas do ténis já referiram que o Federer foi o melhor e mais completo tenista que alguma vez houve. Nisso, e embora só conhecendo gente como Jimmy Connors, John McEnroe, Ivan Lendl e Bjorn Borg de vídeos, concordo com eles. Não me lembro de ver ninguém tão completo e tão perfeito em termos técnicos como o Federer. Mas claro isto nunca dá para determinar exacta e cietntificamente quem foi o melhor de sempre. Será sempre uma questão de opiniões.
« Última modificação: Janeiro 25, 2008, 12:41 pm por Ricardo Martins Pereira »
Impressionante este "Nole"!  :clap:


«Deus criou o Mundo em seis dias e ao sétimo descansou. Era Domingo, havia futebol»
Não foi inacreditável!

Inacreditavel no sentido de Federer perder uma meia final por 3 sets a 0 . A vitoria foi mais que justa.


Mas atenção: Federer continua a ser o melhor de todos os tempos...

Isso é uma daquelas afirmacoes sempre muito dificl de provar...talvez o mais dominador do circuito durante uma fase. Quanto a ser o melhor de todos os tempos , na minha opiniao nao o é mas pertence a uma elite do tenis mundial.

É evidente que é dificil de provar, porque é uma opinião pessoal! Agora, acho-o mais completo que todos os outros grandes campeões, porque não há nenhuma pancada em que ele não tenha grande facilidade de aplicá-la  (talvez exceptuando o amorti!)... Continuo a achar que nunca vi um jogador que tivesse um serviço tão variado, uma capacidade de acelerar bolas de direita como ele, e a esquerda em slice que ele tanto usa para atacar como para defender, e que sobretudo a  consegue usar para meter a bola em qualquer lado do campo... É um fora de série!

Hoje perdeu e perdeu bem, contra aquele que considero ser o melhor jogador da actualidade atrás dele...Digam o que quiserem, mas Nadal sem ser em terra batida dificilmente é jogador para entrar nestas lutas... Até um Nalbandian aplicado em jogar ténis é muito mais jogador que Rafa...

Nole à partida será o vencedor do torneio! Tsonga terá feito um percurso como o de Gonzalez há um ano atrás...
Eu quando referi se era o melhor ou nao estava obviamente a falar em termos tecnicos e nao estatisticos pois esses dependem mutio das epocas em que cada um jogou por isso é dificil comparar recordes de Bjorg , Sampras ou Federer pois os adversarios e o proprio jogo era diferente. Nao podendo opinar das grandes lendas do tenis que nunca pude assistir , dos jogadores que pude ver (alguns até in loco) Federer talvez seja o mais completo de todos e mais racional no seu jogo. Mas isso nao faz dele objectivamente o melhor jogador de todos os tempos e ainda tenho para mim que Pete Sampras foi um dos maiores monstros desportivos que tive a oportunidade de seguir a sua carreira (junto aqui M.Jordan e Maradona em outros desportos) , e se tivesse que escolher seria definitivamente ele o melhor de sempre (que assisti).
Digam o que quiserem, mas Nadal sem ser em terra batida dificilmente é jogador para entrar nestas lutas... Até um Nalbandian aplicado em jogar ténis é muito mais jogador que Rafa...

Não é bem assim. Tanto é jogador para "essas lutas" que já há bastante tempo ninguém o consegue tirar do 2º lugar do ranking. Nadal é um jovem muito esforçado e trabalhador, que está sempre a tentar melhorar e evoluir o seu jogo, e essa evolução tem sido nítida. Em terra batida é provavelmente o jogador mais forte de sempre nesse piso. Basta ver que detém o record de mais vitórias consecutivas em terra batida tendo, isto tendo apenas 21 anos, e que até hoje só dois tenistas lhe conseguiram ganhar nesse terreno.

Nos outros pisos, tem melhorado estrondosamente. Até há dois anos era impensável vê-lo chegar às meias-finais ou finais em grandes torneios de piso duro como ele tem conseguido ultimamente, ou chegar à final de Wimbledon como conseguiu em 2006 e 2007, só perdendo para o Federer.

Agora não se gostar dele pelo seu jeito de puto maniento, isso já é outra história.



Nole à partida será o vencedor do torneio! Tsonga terá feito um percurso como o de Gonzalez há um ano atrás...

Não teria assim tantas certezas. Vi parte do jogo do Tsonga frente ao Nadal, e ele está com um nível de confiança e forma física absolutamente fantástico. Durante o encontro contra Nadal, o Tsonga fez 17 azes (!) e teve uma percentagem ganhadora ao 1º serviço de 86% (!). A determinada altura do jogo, o Nadal já só olhava para ao lado e ria-se da sua impotência perante o Tsonga.
« Última modificação: Janeiro 25, 2008, 13:09 pm por Ricardo Martins Pereira »
Ficam as palavras de um senhor jogador(retirado do Record)

Citar

"Criei um monstro, por isso sei que tenho de ganhar sempre todos os torneios. Mas chegar as meias-finais é sempre bom.

Não é fácil tentar ganhar todas as semanas. Estamos sempre a encontrar tenistas do 'top 10' ou outros atletas que estão em muito boa forma e que podem surpreender-nos. Esta é a dificuldade do ténis

Apesar de tudo há um pouco de desapontamento. Mas ao nível de espírito. Já que dei tudo o que tinha para dar ao nível físico. Quando damos 100 por cento de nós ficamos de alguma forma satisfeitos com a nossa prestação. Nem sempre corre como queremos e eu sei disso"

Ganhei muitas, muita vezes, quando não esperava ganhar. Por isso este é um dia em que eu fiquei um pouco desapontado. Mas vai passar e vou olhar para a frente e para o que resta da época".

Aliado ao talento tem uma grande personalidade e isso transmite-se bem no court.
Depois de Sharapova ganhar os singulares femininos ontem, hoje foi Djokovic a ganhar os singulares masculinos... 4-6 6-4 6-3 7-6 foram os parciais com que venceu Jo Wilfried Tsonga num jogo muito bem disputado e emocionante!! É bom ver novos jogadores a receberem trofeus e a ganhar torneios...Ja estava farto de ver sempre Federer e Nadal e no circuito feminino Henin!!