Qual é o passivo do Sporting? (actual: 410 M€, R&C 2016/17)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Para co-substanciar o que escrevi acima acerca das receitas, aqui vai o relatório da Deloitte Money League de 2006:   

Citar
1.  Real Madrid - 275,7 milhões de euros (Bilheteira 63,7m€, TV 88m€, Comércio 144m€)
2. Manchester United - 246,4 milhões de euros (Bilheteira 102,5m€, TV 71,7m€, Comércio 72,2m€)
3. AC Milan - 234 milhões de euros (Bilheteira 38,1m€, TV 138m€, Comércio 57,9m€)
4. Juventus - 229,4 milhões de euros (Bilheteira 22,8m€, TV 124,4m€, Comércio 82,2m€)
5. Chelsea - 220,8 milhões de euros (Bilheteira 83,7m€, TV 82m€, Comércio 55,1m€)
6. Barcelona - 207,9 milhões de euros (Bilheteira 66,1m€, TV 79m€, Comércio 62,8m€)
7. Bayern Munique - 189,5 milhões de euros (Bilheteira e TV 72,1m€, Comércio 117,4m€)
8. Liverpool - 181,2 milhões de euros (Bilheteira 49m€, TV 75,5m€, Comércio 56,7m€)
9. Inter - 177,2 milhões de euros (Bilheteira 35,7m€, TV 103,2m€, Comércio 38,3m€)
10. Arsenal - 171,3 milhões de euros (Bilheteira 55,4m€, TV 71,9m€, Comércio 44m€)
11. AS Roma - 131,8 milhões de euros (Bilheteira 27,9m€, TV 76,5m€, Comércio 27,4m€)
12. Newcastle - 128,9 milhões de euros (Bilheteira 52,2m€, TV 41,3m€, Comércio 35,4m€)
13. Tottenham - 104,5 milhões de euros (Bilheteira 31,2m€, TV 37,8m€, Comércio 35,5m€)
14. Schalke 04 - 97,4 milhões de euros (Bilheteira 23,3m€, TV 16,5m€, Comércio 57,6m€)
15. Lyon - 92,9 milhões de euros (Bilheteira 20,4m€, TV 45,8m€, Comércio 26,7m€)
16. Celtic - 92,7 milhões de euros (Bilheteira 46,5m€, TV 25,3m€, Comércio 20,9m€)
17. Manchester City - 91,1 milhões de euros (Bilheteira 22,3m€, TV 38,7m€, Comércio 29,1m€)
18. Everton - 88,8 milhões de euros (Bilheteira 27,7m€, TV 43,7m€, Comércio 17,4m€)
19. Valencia - 84,6 milhões de euros (Bilheteira 24,1m€, TV 44,1m€, Comércio 16,4m€)
20. SS Lazio - 83,1 milhões de euros (Bilheteira 14,6m€, TV 44,1m€, Comércio 24,4m€)

Sporting CP - 30,4 milhões de euros (Bilheteira 11,3m€, TV 8,9m€, Comércio 10,2m€) (segundo relatório Sporting SAD)

Isto é uma pobreza franciscana... comecando pela bilheteira, passando pela TV onde essa então é de bradar aos céus e acabando no comércio que inclui publicidade, patrocínios e quotizacão. Se o Sporting não tivesse 3 milhões de adeptos ainda era como o outro, mas com uma base tão alargada não se justificam valores tão baixos.
Por acaso até existem empresas com passivo 0... só para verem existe uma grande cadeia de retalho que paga tudo (até as instalações) sem emprestimos por isso...

Em relação às receitas é simples, elas podem aumentar mas aí tem que se mudar a maneira de vender a marca Sporting.
- As receitas da televisão não vão aumentar muito sem um aumento da qualidade da nossa Liga, e quando é que esperam ver os clubes pequenos a jogarem para ganhar e com bons espectaculos? Pois...
- Na bilheteira se quiserem pagar mais pelos bilhetes estão à vontade mas tendo em conta a realidade do nosso país e o nivel de ocupação "teórico" do nosso estádio acho que não há grande volta a dar.
- Na parte comercial é que se pode evoluir e muito, mas atenção que só temos 3 milhoes de adeptos e só em Londres encontramos mais pessoas...
<a href="http://symphonyx.com/images/banners/symxPLwebsitebanner.png" rel="lightbox">[img alt=" width="468" height="60" border="0]http://symphonyx.com/images/banners/symxPLwebsitebanner.png[/img][/url]
Por acaso até existem empresas com passivo 0... só para verem existe uma grande cadeia de retalho que paga tudo (até as instalações) sem emprestimos por isso...

Basta um empréstimo para deixarem de ter Passivo 0. Mas essas grandes cadeias de retalho devem ter normalmente Passivos de Curto Prazo significativos, dado os prazos de pagamento a fornecedores serem normalmente muito dilatados. Mas diz aí (mesmo por MP) o nome da empresa, que eu vou ver o R&C.

Quanto a um clube de futebol funcionar melhor sem alvancagem financeira que com ela e ser exequível chegar lá, deve ser mesmo um milagre de Gestão que o Pipinho aprendeu onde tirou o Curso - ou se calhar inventou, sendo então aconselhável o registo da "patente"... ::)
Saudades do futuro.
Por acaso até existem empresas com passivo 0... só para verem existe uma grande cadeia de retalho que paga tudo (até as instalações) sem emprestimos por isso...

Basta um empréstimo para deixarem de ter Passivo 0. Mas essas grandes cadeias de retalho devem ter normalmente Passivos de Curto Prazo significativos, dado os prazos de pagamento a fornecedores serem normalmente muito dilatados. Mas diz aí (mesmo por MP) o nome da empresa, que eu vou ver o R&C.

Quanto a um clube de futebol funcionar melhor sem alvancagem financeira que com ela e ser exequível chegar lá, deve ser mesmo um milagre de Gestão que o Pipinho aprendeu onde tirou o Curso - ou se calhar inventou, sendo então aconselhável o registo da "patente"... ::)

Devia ter dito passivo bancário em vez de passivo...
Vou ser sicero não me lembro do nome da empresa, acho que é alemã, é na linha do Lidl mas não me lembro do nome, isto surgiu no meio de uma conversa de sócios lá da empresa em que um se referiu ao facto com grande espanto.

Mas claro dizer passivo zero na nossa realidade é algo irreal, devia ter dito um passivo pouco significativo ou passivo bancário zero.
« Última modificação: Outubro 31, 2007, 10:31 am por F_J_P »
<a href="http://symphonyx.com/images/banners/symxPLwebsitebanner.png" rel="lightbox">[img alt=" width="468" height="60" border="0]http://symphonyx.com/images/banners/symxPLwebsitebanner.png[/img][/url]
Concentrando-nos no tema do Passivo... tentando fazer um pequeno desenho do quadro ANTES da venda do património para o pessoal perceber (corrijam-me se estiver errado):

[ACTIVO = 320m€]
Património Imobiliário Não-Desportivo:
- Alvaláxia
- Edifício Visconde de Alvalade
- Clínica CUF
- Health Club
- Terrenos do antigo estádio
Património Desportivo:
- Estádio José Alvalade
- Academia Sporting
- Equipa de futebol (60m€)
(acrescem ainda ao património direitos de imagem, marca Sporting e troféus)


[PASSIVO = 277m€]
- Empréstimo bancário (237m€)
- Leasing da Academia (10m€)
- Empréstimo obrigacionista na SAD (18,5m€)
- Fornecedores (12m€)


Ao vender o património não desportivo o Sporting arrecada 55m€ (Alvaláxia + Edifício Visconde de Alvalade + Clínica CUF + Helath Club) + 15m€ (venda de 27,2% do capital da SAD que fica apenas com 51%) = 70m€ a que acrece + 35m€ (terrenos onde estava o antigo estádio - vendidos à MDC) = 105m€. Dos 70m€, 53m€ vão para o Passivo (o resto vai para cobrir défice de tesouraria) e suponho que os 35m€ foram também para o Passivo, ou seja, 90m€ são abatidos no Passivo:

[Passivo = 277 - 90 = 187m€]
[Activo = 320 - 55 - 15 - 35 = 215m€]

Qual é a diferenca? É que pagamos menos 3m€ / ano de Juro... segundo FSF, em 10 anos pagámos 75m€, i.e., 7,5m€/ano que passam a 4,5m€ / ano.

Ou seja, ficamos sem património que teríamos capacidade de rentabilizar para podermos poupar a contratacão de um "Purovic" por ano de juro (não sei quanto é que se paga de empréstimo).
« Última modificação: Outubro 31, 2007, 10:33 am por Paracelsus »
As contas não são lineares, menos divida menos risco, logo podes aumentar o prazo de pagamento e/ou baixar juros.

O que pode ser feito é pagar o ordenado a um "Carew" a custo zero por ano...
<a href="http://symphonyx.com/images/banners/symxPLwebsitebanner.png" rel="lightbox">[img alt=" width="468" height="60" border="0]http://symphonyx.com/images/banners/symxPLwebsitebanner.png[/img][/url]
A venda do estádio e/ou da academia JAMAIS seria aceite pelos sócios. Teria obrigatoriamente de ir a assembleia geral e, com toda a certeza do Mundo, tal proposta seria rejeitada de forma esmagadora.

Aliás, não acredito que essa hipótese alguma vez surgisse na cabeça de um funcionário do Sporting.

Quando isso acontecer, o clube acaba.

Deixa-me só referir telegráficamente, que se o Sporting alienar 49% da sua participação na SAD (tendo colocado o Estádio e a Academia na SAD), está efectivamente a vender metade daquelas estruturas, sem que os associados tenham qualquer palavra a dizer.
Para co-substanciar o que escrevi acima acerca das receitas, aqui vai o relatório da Deloitte Money League de 2006:   

Citar
1.  Real Madrid - 275,7 milhões de euros (Bilheteira 63,7m€, TV 88m€, Comércio 144m€)
2. Manchester United - 246,4 milhões de euros (Bilheteira 102,5m€, TV 71,7m€, Comércio 72,2m€)
3. AC Milan - 234 milhões de euros (Bilheteira 38,1m€, TV 138m€, Comércio 57,9m€)
4. Juventus - 229,4 milhões de euros (Bilheteira 22,8m€, TV 124,4m€, Comércio 82,2m€)
5. Chelsea - 220,8 milhões de euros (Bilheteira 83,7m€, TV 82m€, Comércio 55,1m€)
6. Barcelona - 207,9 milhões de euros (Bilheteira 66,1m€, TV 79m€, Comércio 62,8m€)
7. Bayern Munique - 189,5 milhões de euros (Bilheteira e TV 72,1m€, Comércio 117,4m€)
8. Liverpool - 181,2 milhões de euros (Bilheteira 49m€, TV 75,5m€, Comércio 56,7m€)
9. Inter - 177,2 milhões de euros (Bilheteira 35,7m€, TV 103,2m€, Comércio 38,3m€)
10. Arsenal - 171,3 milhões de euros (Bilheteira 55,4m€, TV 71,9m€, Comércio 44m€)
11. AS Roma - 131,8 milhões de euros (Bilheteira 27,9m€, TV 76,5m€, Comércio 27,4m€)
12. Newcastle - 128,9 milhões de euros (Bilheteira 52,2m€, TV 41,3m€, Comércio 35,4m€)
13. Tottenham - 104,5 milhões de euros (Bilheteira 31,2m€, TV 37,8m€, Comércio 35,5m€)
14. Schalke 04 - 97,4 milhões de euros (Bilheteira 23,3m€, TV 16,5m€, Comércio 57,6m€)
15. Lyon - 92,9 milhões de euros (Bilheteira 20,4m€, TV 45,8m€, Comércio 26,7m€)
16. Celtic - 92,7 milhões de euros (Bilheteira 46,5m€, TV 25,3m€, Comércio 20,9m€)
17. Manchester City - 91,1 milhões de euros (Bilheteira 22,3m€, TV 38,7m€, Comércio 29,1m€)
18. Everton - 88,8 milhões de euros (Bilheteira 27,7m€, TV 43,7m€, Comércio 17,4m€)
19. Valencia - 84,6 milhões de euros (Bilheteira 24,1m€, TV 44,1m€, Comércio 16,4m€)
20. SS Lazio - 83,1 milhões de euros (Bilheteira 14,6m€, TV 44,1m€, Comércio 24,4m€)

Sporting CP - 30,4 milhões de euros (Bilheteira 11,3m€, TV 8,9m€, Comércio 10,2m€) (segundo relatório Sporting SAD)

Isto é uma pobreza franciscana... comecando pela bilheteira, passando pela TV onde essa então é de bradar aos céus e acabando no comércio que inclui publicidade, patrocínios e quotizacão. Se o Sporting não tivesse 3 milhões de adeptos ainda era como o outro, mas com uma base tão alargada não se justificam valores tão baixos.

A questão é que essa pobreza franciscana é muito difícil de mudar.

A TV está hipotecada até 2018, portanto esqueça-se essa parcela durante largos anos.

A nível da bilheteira, a estratégia está lá - ter, a médio prazo, o estádio vendido antes da época começar. Resta saber se vão conseguir os objectivos a que se propõem. A meu ver, e a julgar pela diferença entre as campanhas da gamebox do ano passado para este ano, acho difícil e não acredito que o consigam num prazo razoável - digamos 5 anos.

No comércio, o mercado Português também é pequeno. Nunca chegaremos a nível interno aos valores dos outros países. Só apostando em mercados exteriores emergentes (Brasil, EUA, Ásia), embora exista sempre o problema regionalização das equipas desportivas (porque raio é que um japones há-de querer acompanhar o Sporting...).

A quotização sempre ajuda a disfarçar esta pobreza. Supostamente sairia uma campanha em Outubro para angariação de novos sócios, mas até agora ainda não vi nada (e hoje é dia 31...).


A meu ver, é preciso estar mentalizado que, com o actual modelo desportivo e económico (Liga Portuguesa, receitas baixas para Portugal na Champions), é impossível competirmos a sério na Europa e, por isso, resta-nos competir a nível nacional...
15 anos???Ninguem acha grave???

Pensando bem, com a quantidade de cracks que sao vendidos por preços optimos do ponto de vista finançeiro, em 4 anos o problema esta resolvido, depois é metermos nos noutro projecto de rentabilizaçao :boohoo:,ah e tentar a subida á bwin, porque a esta velocidade de vendas, e qualidade nas compras, ja nem descarto nenhuma hipotese

o Caca deve ja estar a planear alguma coisa do tipo..
Rabiu 30ME
Wilson Eduardo 10ME
Carriço 35ME
Amado 20ME
Paez 5ME
Moutinho 30ME...epa sou um genio, isto de tirar o SCP da crise até e giro e facil, agr vou pensar em como o por na *****
Para co-substanciar o que escrevi acima acerca das receitas, aqui vai o relatório da Deloitte Money League de 2006:   

Citar
1.  Real Madrid - 275,7 milhões de euros (Bilheteira 63,7m€, TV 88m€, Comércio 144m€)
2. Manchester United - 246,4 milhões de euros (Bilheteira 102,5m€, TV 71,7m€, Comércio 72,2m€)
3. AC Milan - 234 milhões de euros (Bilheteira 38,1m€, TV 138m€, Comércio 57,9m€)
4. Juventus - 229,4 milhões de euros (Bilheteira 22,8m€, TV 124,4m€, Comércio 82,2m€)
5. Chelsea - 220,8 milhões de euros (Bilheteira 83,7m€, TV 82m€, Comércio 55,1m€)
6. Barcelona - 207,9 milhões de euros (Bilheteira 66,1m€, TV 79m€, Comércio 62,8m€)
7. Bayern Munique - 189,5 milhões de euros (Bilheteira e TV 72,1m€, Comércio 117,4m€)
8. Liverpool - 181,2 milhões de euros (Bilheteira 49m€, TV 75,5m€, Comércio 56,7m€)
9. Inter - 177,2 milhões de euros (Bilheteira 35,7m€, TV 103,2m€, Comércio 38,3m€)
10. Arsenal - 171,3 milhões de euros (Bilheteira 55,4m€, TV 71,9m€, Comércio 44m€)
11. AS Roma - 131,8 milhões de euros (Bilheteira 27,9m€, TV 76,5m€, Comércio 27,4m€)
12. Newcastle - 128,9 milhões de euros (Bilheteira 52,2m€, TV 41,3m€, Comércio 35,4m€)
13. Tottenham - 104,5 milhões de euros (Bilheteira 31,2m€, TV 37,8m€, Comércio 35,5m€)
14. Schalke 04 - 97,4 milhões de euros (Bilheteira 23,3m€, TV 16,5m€, Comércio 57,6m€)
15. Lyon - 92,9 milhões de euros (Bilheteira 20,4m€, TV 45,8m€, Comércio 26,7m€)
16. Celtic - 92,7 milhões de euros (Bilheteira 46,5m€, TV 25,3m€, Comércio 20,9m€)
17. Manchester City - 91,1 milhões de euros (Bilheteira 22,3m€, TV 38,7m€, Comércio 29,1m€)
18. Everton - 88,8 milhões de euros (Bilheteira 27,7m€, TV 43,7m€, Comércio 17,4m€)
19. Valencia - 84,6 milhões de euros (Bilheteira 24,1m€, TV 44,1m€, Comércio 16,4m€)
20. SS Lazio - 83,1 milhões de euros (Bilheteira 14,6m€, TV 44,1m€, Comércio 24,4m€)

Sporting CP - 30,4 milhões de euros (Bilheteira 11,3m€, TV 8,9m€, Comércio 10,2m€) (segundo relatório Sporting SAD)

Isto é uma pobreza franciscana... comecando pela bilheteira, passando pela TV onde essa então é de bradar aos céus e acabando no comércio que inclui publicidade, patrocínios e quotizacão. Se o Sporting não tivesse 3 milhões de adeptos ainda era como o outro, mas com uma base tão alargada não se justificam valores tão baixos.
Obrigado Paracelsus pelo post.
Ja ha algum tempo que procuro este relatorio da Deloitte, mas nao consegui encontrar até agora.
E interessante para poder fazer um benchmark. Realmente, as receitas do nosso scp sao miseraveis...
Talvez esse relatorio entre mais em detalhes no que diz respeito a maneira de realizar essas receitas.
Seria interessante saber se o relatorio fala dos passivos dos clubes.
Se tiveres a tua disposiçao uma versao electronica desse relatorio, podes me o enviar sff?
Obrigado
Socio do SCP desde 1993!
Não tenho o relatório da Money League infelizmente... encontrei os dados na Net.
Um outro que tb gostava de ter era o da Deloitte das financas do futebol português de 2006/07, mas acho que só há em papel e tem que se comprar à A BOLA.
Mas afinal de contas quem é que colocou o Sporting nesta situação? Este senhor é uma continuidade do que ja vem da dinastia roquetista. Essa é que é essa! Só  tem é que abater o passivo, é mais que obrigação dele!
Parece que afinal o passivo não desceu tanto como sopunhamos, segunso FSF anda por volta dos 230 Milhões.

***, nem resultados financeiros nem desportivos.

Saudações Leoninas
Seria importante neste momento perguntar a FSF, já que ele aponta objectivos como cumpridos (ou a caminho de o serem), porque razão o plano financeiro que apresentou (150 milhões de passivo a Julho de 2007) ainda não está atingido e já agora se o será, quando e se nas mesmas permissas em que foi apresentado.

É que as coisas eram claras, a base da nova proposta eram o saneamento financeiro (os resultados actualmente estão muito longe do projectado), competitividade desportiva (não é preciso dizer nada) e reforço do ecletismo (ouço falar de umas coisas assim por alto, mas sem concretização nenhuma).

Dentro do espirito mercantilista tão do agrado dos gestores do clube, pergunto... Quem e quando se assumem responsabilidades???
Já faltou mais para vender o (ou parte do) estádio, aposto 500 Euros que isto já passou na cabeça de algum engravatado  :-\
"Onde não há vontade de poder, há decadência." 
Friedrich Nietzsche
Parece que afinal o passivo não desceu tanto como sopunhamos, segunso FSF anda por volta dos 230 Milhões.

***, nem resultados financeiros nem desportivos.



Sim vi isso hoje...fala que o passivo depois de abatido o dinheiro da venda do património....vai ficar em 230 milhões..

Agora é preciso lembrar que...o presidente falou que com a venda do Nani por 25 milhões e com a venda do património o passivo iria descer para os 150 milhões.

ONde estão os 80 milhões?
Saudações Leoninas,

http://canalscp.blogspot.com
O passivo actual do Sporting é de 210 milhões de euros

FRANCO GARANTE QUE SERÁ MENOR EM 6 MESES E NULO EM 15 ANOS
 
 
O passivo actual do Sporting é de 210 milhões de euros, segundo revelou ontem Filipe Soares Franco à Rádio 5, emissora desportiva da Rádio Nacional Angolana.

A realizar uma visita de negócios de dois dias àquele país africano, na qualidade de presidente do Conselho de Administração da OPCA, o líder leonino estimou ainda que “as contas estão controladas e dentro de seis meses a dívida do Sporting será de apenas 150 milhões de euros”.

A redução do passivo deve-se, ainda segundo Soares Franco, a “duas operações imobiliárias que permitirão um encaixe de 50 a 70 milhões de euros” aos cofres dos leões.

Mas o optimismo do presidente vai mais longe. O objectivo é “acabar com o passivo do Sporting nos próximos 15 anos”.
Por outro lado, Soares Franco admitiu que as relações do Sporting com as suas filiais angolanas “não têm sido muito estreitas”, algo que pretende inverter até para “angariar um maior número de sócios”. “Há um projecto que deve ter início em Dezembro para as filiais e núcleos africanos. Sabemos que temos muitos adeptos em terras angolanas e é preciso vender aqui a marca Sporting”, assumiu.
 
Fonte : Record

Espero que esta entrevista fique para memória futura e tenha sido rigorosa.

Há aqui objectivos ambiciosos cujo cumprimento, no futuro, irei verificar.
Não me agrada é que o Sr. Franco fale de objectivos a 15 anos, quando em entrevistas anteriores, já referiu que não pretende continuar no clube muito mais tempo.
Nesse sentido, não me parece muito correcto falar de objectivos que não vai cumprir.


Era bom que os dirigentes do clube abordassem mais vezes este assunto e de uma forma mais clara e transparente para que todos os Sportinguistas pudessem estar cientes da verdadeira situação do clube.

Duvidas relativamente a esta entreveista:

O passivo referido é relativo a todo o universo Sporting?
Em que medida é que o dinheiro da venda do Nani contribuiu para a diminuição do passivo?
Não contribuiu ainda? Vai contribuir?
Quais são as duas operações imobiliárias que permitirão um encaixe de 50 a 70 milhões de euros?
Estamos a falar ainda dos terrenos do antigo estádio?

Gostava que o presidente soubesse comunicar aos adeptos as respostas a este tipo de questões.
E repito, devia fazê-lo numa linguagem que todos pudessem entender sem se escudar em formalismos contabilisticos.
Temos direito a esta informação.

É evidente que isto é possível desde que se saiba comunicar.





Reparem o post que começa este tópico....

É caso para perguntar de Outubro para cá o passivo subiu 20 milhões?

Em que é que ficamos afinal de contas?

Será que a entrevista de Outubro foi dada a uma hora que possamos confiar? Ou terá sido o adiantado da hora de ontem nos Stromps?
« Última modificação: Dezembro 15, 2007, 15:24 pm por bgvp »
Saudações Leoninas,

http://canalscp.blogspot.com
Mas afinal onde e que se diz que o passivo e de 230milhoes?
No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.
Li no record que ele proferiu isso ontem nos Stromps...

Franco salientou o “espírito de missão para levar o mandato até final, algo que nada nem ninguém conseguirá abalar”. E, segundo Record apurou, o líder admite até recandidatar-se a novo mandato. “Temos de escolher em que desportos queremos ser especialistas”, “Não vamos ceder mais nos terrenos” e “passivo de 230 milhões” foram outras ideias fortes.
« Última modificação: Dezembro 15, 2007, 16:56 pm por bgvp »
Saudações Leoninas,

http://canalscp.blogspot.com