Tópico dos Filmes

asdlolxd93_ e 1 Visitante estão a ver este tópico.



O grande erro foi terem metido patetas que não percebem nada de cinema à frente do projecto. A Kathleen sabe tanto daquilo como eu de tricot.

Para além da ideia ridícula de meterem as personagens da trilogia anterior, trocando a oportunidade de fazer de facto algo de novo no universo Star Wars pelo simples efeito nostálgico, foram ainda por cima buscar o JJ que a única coisa que sabe é... recriar o efeito nostálgico de filmes anteriores através de ripoffs sem qualquer tipo de originalidade. Digo ideia ridícula de trazer as personagens anteriores porque, com a idade que têm, o único final que iam ter era morrerem ou passarem a personagens completamente secundárias. Mais valia terem-lhes arranjado um final antes dos filmes se iniciarem que permitisse desenvolver uma história decente. O filme do Rian foi demasiado conceptual para o público Star Wars, mas sobretudo não funcionou porque não encaixou no anterior, as expectativas eram de mais um ripoff com ligeiras diferenças, mas ainda assim eram as de um ripoff, porque foi essa onda que o JJ cavalgou e que os espectadores aceitaram como sendo a tónica desta terceira trilogia.

Agora vem a série do Benioff do GoT e o Mandalorian. Se o Benioff fizer tudo bem vai ser de estrondo, porque o material que existe sobre a Old Republic é qualquer coisa de incrível. E a do Mandalorian acho que vai ter lá o Filoni a produzir... quem viu o Star Wars Rebels sabe que o Filoni respira Star Wars e a forma fabulosa como montou uma história de Star Wars com personagens próprios, argumento original e com bons story-arcs.

E bastava à Kathleen e JJ terem aproveitado algumas ideias da Old Republic e do Star Wars Rebels (como os templos Jedi e Sith) para abrir logo uma nova dimensão em Star Wars sem precisar de ir buscar os personagens antigos para dar “credibilidade” à coisa.

Depois do desastre financeiro que foi a produção do Solo a Kathleen já nem devia estar à frente de nada que se relacionasse com este franchise.


São gostos e gostos não se discutem mas eu discordo. Achei o filme bastante fraco e acho que os últimos anos têm trazidos filmes de altíssima qualidade no que ao género de terror diz respeito.

Também não gostei deste filme, ou melhor não o achei nada de especial.

O Pascal Laugier ficou conhecido com o ultra violento filme Mártires, que pertence a uma época de filmes franceses de Terror que ficou denominada de movimento extremista(onde inclui o Alexandre Aja,Xavier Gens,Bustillo...)

O Mártires é um filme com uma verdadeira legião de fãs dentro do seu género(e o Pascal a par do Aja eram os maiores nomes desse movimento), mas pessoalmente sempre achei a que a violência no filme era existente sobretudo pelo shock value.A razão por detrás da mesma soa a uma desculpa esfarrapada que tiveram de inventar para justificar aquilo.Nunca me impressionou, e não compreendo o fascínio que existe pelo filme.

Alias esse era um dos problemas com a maioria destes filmes deste movimento cinematográfico, muitas vezes era uma violência forçada e pouco natural somente com o intuito de chocar os espectadores.E um bom filme de terror não deve ser só isso.

Dito isto é inegável que o Mártires é um filme de grande culto.Mas depois disso Laugier nunca mais realizou uma película digno de registo.O sucesso do Mártires deu lhe a oportunidade de realizar um filme em Hollywood(o insípido Tall man com a Jessica Biel), e o seu mais recentemente filme é este Ghostland(não é terrível, mas...meh  :inde: ).

Quer me parecer a mim que este é o típico one hit wonder.

Diga-se que os realizadores daquele movimento Francês de terror nenhum teve grande sorte também(sem surpresas diria...).O Alexandre Aja contundo foi aquele que se safou melhor, mas também não possui um registo por ai além. 
Já há muito tempo que não ia ao cinema ver um filme e fui ver o Hellboy. Gostei! Duas horas bem passadas.

Meu amigo Sporting, nas boas e nas más horas, obrigado por me acompanhares ao longo da vida.
Atenção amantes de terror, isto é capaz de ser para um gajo ver usando fralda.

"Para mim , o Sporting é como uma mulher que se ama logo à primeira vista. Um homem pode conhecer várias mulheres , mas há sempre ‘aquela’, a especial. Independentemente de ficarmos com ela ou não, lembramo-nos dela para sempre!" - Ivone De Franceschi
Também vi o Hellboy, um filme que está a ser dizimado pela crítica e a ser um flop monumental de bilheteira.

Ia sem expectativas nenhumas, ou melhor as piores possíveis e francamente não achei o filme tão mau quanto o pintam.Isto não quer dizer que seja um bom filme e definitivamente é incomparável com aquilo que Guilhermo Del Toro fez anteriormente com a personagem.

Muitas pessoas questionam-se porque razão não deixaram o Del Toro completar a trilogia, o próprio nunca escondeu alias esse desejo.

Mas a realidade é que embora os filmes do Del Toro tenham sido bem recebidos pela crítica e fãs da personagem nunca foram grandes sucessos de bilheteira(e até acabou por ser surpreendente quando anunciaram que ira haver mais um filme com esta personagem).

Este último até tinha um director decente(o Neil Marshall realizou alguns filmes de terror no passado que se tornaram obras de culto), mas o argumento é muito fraquinho e pelo que se diz na comunicação social a realização do filme em si foi desastre.Produtores que se intrometeram demasiado e inclusive relatos de um comportamento pouco profissional por parte do David Harbour(que ficou conhecido pelo grande público pelo papel do Xerife da série Stranger Things).

Quando assim é o resultado final acaba por não ser surpreendente.


Esqueci me de referir que também assisti ao novo Pet Sematary.

Tinha muito hype mas não achei nada de especial, claramente foi uma tentativa de capitalizar o sucesso que existiu recentemente com o IT mas a meu ver não foi um remake tão feliz como esse.

Acrescenta muito pouco em relação à adaptação passada para justificar a sua existência( nem mesmo a pequena mudança que fizeram no argumento o justifica).

Mas para quem desconhece a obra e o filme anterior a este, talvez esta adaptação tenha algum interesse.
O cemitério vivo original foi o filme que mais suores frios e pesadelos me causou até hoje. Gravei-o em VHS, mas, só o facto de saber que tinha o filme, fazia-me mal. Tive que me livrar da cassete de vídeo. Há uns anos atrás, vi-o novamente em formato digital, mas também o apaguei. Eu vi tudo o que era filme de terror desde que sou gente, mas este é o meu trauma. Se calhar ser muito novo e estar muito em cima da televisão, rodeado de amigos, cortinas fechadas e por ter sido provavelmente o meu primeiro contacto com a obra de Stephen King, ( não me recordo se já tinha visto o Shining ou o Carrie) contribuiu para os meus night terrors. Nada me assustou mais do que perder a família e eu tinha razão. Nada é mais assustador do que uma possível realidade, metaforizando o cemitério índio com qualquer desgraça que possa ocorrer a quem nós genuinamente amamos.

O outro foi a companhia dos lobos e vi-o no cinema, no meio dos meus pais. Assustámo-nos tanto e o filme também provoca repulsa.
Também vi o tubarão com os meus pais, que conheciam as pessoas do cinema e, por isso, a minha idade nunca foi um problema. Resultado, tornei-me num viciado em adrenalina e foi difícil arranjar uma forma de me desligar desse vício. Sou provavelmente a prova viva de quem é psicopata, nasce psicopata. É uma coisa inata e genética. Acredito nisso profundamente. Uma coisa é gostar de sentir medo pela própria vida, outra coisa é gostar de infligir esse medo. Há qualquer coisa a menos no cérebro de um psicopata.

Aqui fica o trailer da companhia dos lobos com uma das melhores transformações de um homem num lobisomem.

Meu amigo Sporting, nas boas e nas más horas, obrigado por me acompanhares ao longo da vida.
O link que abaixo vou colocar destina-se a um Filme de curta duração para os fãs dos filmes "Alien", produzido pela 21st Century Fox. O filme "Alien- o oitavo passageiro" está a comemorar 40 anos. A 21st century fox, recentemente adquirida pela Disney por biliões de dólares, era a detentora dos franchises Alien, Predator, X-men, Deadpool, etc. Esta produtora fez um concurso de curtas-metragens para homenagear a obra-prima de Sir Ridley Scott. As melhores seis curtas-metragens eleitas por um júri ganharam o concurso e foram financiadas na pós-produção, antes de serem gratuitamente exibidas pela IGN numa data próxima dos 40 anos do filme Alien de 1979. Pessoal apoiem no YouTube, porque é importante para a Disney, no sentido de haver uma série de TV "live action" sobre o "perfect organism", a "starbeast", ou, pura e simplesmente, sobre o Alien. Como é óbvio é das poucas coisas pelas quais sou fã, até diria obcecado. Quanto mais gente visionar estas curtas-metragens, maior será a probabilidade da Disney conceder luz verde a Ridley Scott para realizar o filme alien covenant 2, o terceiro filme da trilogia e finalmente ligar este filme ao filme Alien, o oitavo passageiro de 1979. Para quem não saiba, estes filmes que compõem a trilogia são prequelas do filme Alien de 1979, ou seja, descrevem acontecimentos que cronologicamente ocorreram antes do filme original, cuja criatura foi criada pelo  holandês gótico, já falecido, H.R.Geiger.



ps: vejam mesmo até ao fim, 9:33

Better than Prometheus!

E disto gostam :question:

Nunca estive tão mal ao nível de filmes. Este ano pouco tenho acompanhado. Nem no cinema nem em casa. De qualquer das formas os meus géneros preferidos têm estado na rua da amargura. SCI FI, épicos históricos e fantasia. 
Sporting até morrer! Obrigada por me teres dado uma das maiores alegrias da minha vida, Campeão 1999/2000.
Woooow!Descobri que a cor do dinheiro tem uma prequela.
É com a personagem do Paulo Newman, "Fast" Eddie Felson.

The Hustler 1961
8.0 no IMBd

The past is now part of my future,the present is well out of hand Ian Curtis, Heart and Soul
@Nightwish76 já vi e gostei. Tens aqui outra alien short que saiu uma hora atrás (ainda não a vi)



@Alexandre10  , não sei se esta é melhor que Prometheus, pois, ainda não a vi.

Faltam duas que serão "liberadas" no dia 26/4...Alien Day, LV-426 planet.
« Última modificação: Abril 19, 2019, 19:03 pm por setaverde »
Meu amigo Sporting, nas boas e nas más horas, obrigado por me acompanhares ao longo da vida.
Esta short ganhou muitos prémios. Eu gostei.

The fisherman

Meu amigo Sporting, nas boas e nas más horas, obrigado por me acompanhares ao longo da vida.
Este filme feito em 2014 por fãs está muito bom! Aliens: LV-426




Golo Sporting!
Meu amigo Sporting, nas boas e nas más horas, obrigado por me acompanhares ao longo da vida.
Quase duas horas de entretenimento, apesar de algumas falhas no argumento e da falta de profundidade, é um filme que se vê bem. Surpreende pela positiva.

Um pouco desiludido e com muitas perguntas sem resposta depois de ver o Endgame
Quase duas horas de entretenimento, apesar de algumas falhas no argumento e da falta de profundidade, é um filme que se vê bem. Surpreende pela positiva.



Já vi. Vince Vaughn Excelente. Mel Gibson ...nem é preciso dizer nada. Excelente dupla. A história é muito boa. O desespero leva-nos a muitas ruas e avenidas e a lugares onde nunca pensámos estar, metafórica e literalmente falando.
Meu amigo Sporting, nas boas e nas más horas, obrigado por me acompanhares ao longo da vida.
Avengers: EndGame  :venia:

Sou dos gajos que mais triggered fica com lapsos nos filmes e buracos nos argumentos, especialmente se tocam assuntos especificos
Spoiler: mostrar
timetravel
e este filme tem uns quantos, mas nem dá para um gajo se chatear.
Que filmaço.
Citação de: Presidente
A questão para mim nunca foi essa.
Citação de: Presidente
Pode ser difícil de acreditar mas o mundo não gira em volta de BdC.
Para quem gosta destes filmes e do Universo criado nos últimos 11 anos, este é o filme para essas pessoas.

Simplesmente incrível. Rio, choro, arrepio. Referências. Momentos que serão falados nas próximas décadas.

É perfeitamente respeitável que as pessoas não apreciem o estilo, os filmes, as personagens. Mas um Universo assim, 22 filmes em 11 anos, é algo que nunca foi antes feito e talvez nunca será. Épico é a melhor definição para o MCU.

Every story has an end.
Para quem gosta destes filmes e do Universo criado nos últimos 11 anos, este é o filme para essas pessoas.

Simplesmente incrível. Rio, choro, arrepio. Referências. Momentos que serão falados nas próximas décadas.

É perfeitamente respeitável que as pessoas não apreciem o estilo, os filmes, as personagens. Mas um Universo assim, 22 filmes em 11 anos, é algo que nunca foi antes feito e talvez nunca será. Épico é a melhor definição para o MCU.

Every story has an end.

Eu sou daqueles que não quero saber minimamente se 22 filmes estão interligados ou não, aliás so de pensar nisso e me deixa assim para o meeh, porque quer dizer que teria andado a ver uma “série” de 22 episódios (o tempo de uma season de meio-ano/1 ano) em que cada episódio dura 2h mas só sai de meio em meio ano. Acho que me dava uma coisinha má se tivesse de seguir uma série dessa maneira.

Portanto interessa-me mais o filme em si e mesmo que perceba o conceito de filmes em algumas partes, a coisa que mais odeio é quando um filme acaba “a meio” (tipo Matrix entre o 2 e o 3), que foi o caso do Infinity ou lá como se chama. Quer dizer que este aqui já não deve começar da melhor maneira, mas se não cair no ridículo de ir reverter o que andou a plantar no primeiro filme então até pode sair alguma coisa de jeitoso.
Por ter ficado agradavelmente surpreendido com o primeiro filme decidi dar uma oportunidade a esta sequela.

Não é tão bom como o primeiro...mas a partir dos primeiros 20 minutos o filme até se vê bem.

6/10

https://www.imdb.com/title/tt8155288/

Happy Death Day 2U
Aqui estão os links para as últimas curtas-metragens comemorativas dos 40 anos do filme 'Alien, o oitavo passageiro', que os fez no dia 26 de abril, ou seja, ontem.

Alien: Alone


Alien: Harvest




Meu amigo Sporting, nas boas e nas más horas, obrigado por me acompanhares ao longo da vida.
Por ter ficado agradavelmente surpreendido com o primeiro filme decidi dar uma oportunidade a esta sequela.

Não é tão bom como o primeiro...mas a partir dos primeiros 20 minutos o filme até se vê bem.

6/10

https://www.imdb.com/title/tt8155288/

Happy Death Day 2U
Eu achei o primeiro bem melhor que o segundo, no sentido de me ter divertido mais. Acho que ambos os filmes são maus, mas acabei por me divertir no primeiro, no segundo nem isso, é tão tão estúpido, e isso até poderia nem ter sido um problema, mas eles levam aquilo tão a sério.

É daqueles filmes que não dá para pensar nas coisas que aquilo começa a cair por todos os lados. Destaco pela positiva a Jessica Rothe, que mais uma vez provou que é uma excelente atriz apesar do material que recebe ser uma borrada autentica.

Spoiler: mostrar
Achei 1 ou 2 cenas da Tree com os pais, daquelas que é suposto serem emocionais, boas porque até conseguiram ser o que eles pretendiam, e os atores eram os melhores do filme. Acho que foram as únicas cenas que resultaram bem neste filme.


Spoiler: mostrar
Os primeiros 15-20 minutos com aquele miúdo asiático são de uma qualidade muito muito baixa, mesmo para um filme da Blumhouse. O ator parece que está a ler um guião pela primeira vez na vida.


Em termos de cenas estúpidas, são muitas mas há ali 2 ou 3 que aquilo nem numa sátira passava por decente.
Spoiler: mostrar
A cena da miuda, cujo nome não me lembro, em que ela tem de distrair o diretor da universidade...


Spoiler: mostrar
E aquela no fim com o outro professor que ela andava a comer no primeiro filme em que ele do nada mata a mulher. Quem é que leu o guião e achou que aquilo era uma boa ideia?


Spoiler: mostrar
E claro, a post-credits scene em que a instituição descobre a máquina deles e precisam de alguém para testar aquilo. Da maneira como eles escreveram a "realidade" do filme, não faz sentido nenhum.