Marcel Keizer - Treinador do Sporting Clube de Portugal

Verde_Branco e 3 Visitantes estão a ver este tópico.

Sim o que dizes tem toda a lógica, mas o que eu digo é que só ponderaram Keizer socorrendo-se desses conhecimentos porque outros nomes mais lógicos disseram que não. Estou longe de acreditar que keizer fosse O nome, até porque se bem te lembras a substituição de Peseiro não foi imediata, significa que andaram a negociar com este e com aquele, tendo por fim chegado a keizer.

 Precipitaram-se. Primeiro na escolha e posteriormente naquela entrevista que o Presidente afirmou que ainda estava a sentir o Keizer. Amadorismo, digo eu.
Citar
A escolha de Keizer define muito o que é esta direção. Não pode haver algo que dê mais força a quem tenha de decidir do que ter independência. Não tivemos de agradar a nenhuma fação. Quando se decide com independência, sem ter a preocupação de tomar decisões por causa do mandato e de eleições. Para mim a aposta não teve risco nenhum. E disse isto antes de ele fazer o primeiro jogo. Assenta em quatro fatores, como disse antes. Era a opção que me dava mais tranquilidade. Muito se fala dele hoje e merece, é um grande treinador, um grande senhor. Nem ele próprio acreditava que ia correr assim tão facilmente", recorda o líder leonino, dividindo o sucesso atual da equipa por toda a estrutura.

"O sucesso que está a ter como nosso timoneiro vem da estrutura do Sporting. No dia em que ele der uma entrevista, jamais esquecerá esta equipa à volta dele. Beto e Hugo Viana têm feito um trabalho fantástico, discretos, a trabalhar. De um profissionalismo e competência fantásticos. Mas não só: secretários-técnicos, toda a parte logística à volta, departamento médico, Unidade de Performance já implementada", contou.

A contratação de Keizer aconteceu depois de Frederico Varandas ter conversado com o técnico holandês.

"Quando lancei o nome dele muita gente ficou em pânico. Vamos pensar pelas nossas cabeças. Há algum tempo que reparei em Keizer, no futebol do Ajax. Depois, houve oportunidade de o conhecer melhor. Sou uma pessoa racional mas sigo sempre o mesmo instinto. Em conversas com ele, vi como as equipas dele jogavam, a forma como lidera um grupo, trocámos informações sobre jogadores e a sua forma de ser. Todas as peças para ter o mínimo risco possível. E depois tínhamos uma estrutura preparada para receber Keizer. Dificilmente trocava esta estrutura por qualquer outro clube, e não falo apenas de Portugal. Sei o que quero para um treinador, para um grupo, para o departamento médico, etc. Tive a sorte de conseguir trazer estas pessoas e não é preciso ter muito dinheiro", explicou à Sporting TV, no dia em que completou 100 dias à frente dos destinos do clube.

Nestes 100 dias de presidência, uma das decisões mais difíceis foi a saída de José Peseiro, afastado devido aos maus resultados.

"Eu era a pessoa mais feliz se tivesse continuado com ele até final. Era sinal que tudo corria bem. Mas eu sou presidente do Sporting. Para mim, temos de dominar, no mínimo, 32 jogos por ano. Podemos até não ganhar, mas temos de nos assumir como favoritos. Temos de ser mandantes e temos de ir para cima, temos de levar connosco estes milhões de adeptos. Temos de ter um futebol atrativo", explicou.

Apesar da decisão de afastar o técnico, Varandas agradeceu a Peseiro pelo tempo em que esteve no Sporting.

"Houve uma telenovela à volta de Peseiro. Tenho de lhe agradecer: ótima pessoa, bom treinador, mas não era o que eu precisava naquele momento. Se há coisa que vou fazer é errar. Perguntam-me se estou arrependido. Não estou. Não estou e estou muito confiante. Sempre passei, na minha vida, por situações de stress e de alta pressão. Hoje, com 39 anos, sinto-me confortável quando passo por elas. A decisão de mudança do treinador foi altamente tranquila e segura do que estava a fazer. Vem de trás, do que eu vi e do que estava a sentir. Sou um presidente que gosta de passar dois dias por semana na Academia. Gosto de sentir e gosto de ver. Naquele momento, senti que o Sporting precisava de outra coisa. Não iria tirar alguém para por alguém que não fosse fazer melhor", explicou.

Sim o que dizes tem toda a lógica, mas o que eu digo é que só ponderaram Keizer socorrendo-se desses conhecimentos porque outros nomes mais lógicos disseram que não. Estou longe de acreditar que keizer fosse O nome, até porque se bem te lembras a substituição de Peseiro não foi imediata, significa que andaram a negociar com este e com aquele, tendo por fim chegado a keizer.

 Precipitaram-se. Primeiro na escolha e posteriormente naquela entrevista que o Presidente afirmou que ainda estava a sentir o Keizer. Amadorismo, digo eu.
Citar
A escolha de Keizer define muito o que é esta direção. Não pode haver algo que dê mais força a quem tenha de decidir do que ter independência. Não tivemos de agradar a nenhuma fação. Quando se decide com independência, sem ter a preocupação de tomar decisões por causa do mandato e de eleições. Para mim a aposta não teve risco nenhum. E disse isto antes de ele fazer o primeiro jogo. Assenta em quatro fatores, como disse antes. Era a opção que me dava mais tranquilidade. Muito se fala dele hoje e merece, é um grande treinador, um grande senhor. Nem ele próprio acreditava que ia correr assim tão facilmente", recorda o líder leonino, dividindo o sucesso atual da equipa por toda a estrutura.

"O sucesso que está a ter como nosso timoneiro vem da estrutura do Sporting. No dia em que ele der uma entrevista, jamais esquecerá esta equipa à volta dele. Beto e Hugo Viana têm feito um trabalho fantástico, discretos, a trabalhar. De um profissionalismo e competência fantásticos. Mas não só: secretários-técnicos, toda a parte logística à volta, departamento médico, Unidade de Performance já implementada", contou.

A contratação de Keizer aconteceu depois de Frederico Varandas ter conversado com o técnico holandês.

"Quando lancei o nome dele muita gente ficou em pânico. Vamos pensar pelas nossas cabeças. Há algum tempo que reparei em Keizer, no futebol do Ajax. Depois, houve oportunidade de o conhecer melhor. Sou uma pessoa racional mas sigo sempre o mesmo instinto. Em conversas com ele, vi como as equipas dele jogavam, a forma como lidera um grupo, trocámos informações sobre jogadores e a sua forma de ser. Todas as peças para ter o mínimo risco possível. E depois tínhamos uma estrutura preparada para receber Keizer. Dificilmente trocava esta estrutura por qualquer outro clube, e não falo apenas de Portugal. Sei o que quero para um treinador, para um grupo, para o departamento médico, etc. Tive a sorte de conseguir trazer estas pessoas e não é preciso ter muito dinheiro", explicou à Sporting TV, no dia em que completou 100 dias à frente dos destinos do clube.

Nestes 100 dias de presidência, uma das decisões mais difíceis foi a saída de José Peseiro, afastado devido aos maus resultados.

"Eu era a pessoa mais feliz se tivesse continuado com ele até final. Era sinal que tudo corria bem. Mas eu sou presidente do Sporting. Para mim, temos de dominar, no mínimo, 32 jogos por ano. Podemos até não ganhar, mas temos de nos assumir como favoritos. Temos de ser mandantes e temos de ir para cima, temos de levar connosco estes milhões de adeptos. Temos de ter um futebol atrativo", explicou.

Apesar da decisão de afastar o técnico, Varandas agradeceu a Peseiro pelo tempo em que esteve no Sporting.

"Houve uma telenovela à volta de Peseiro. Tenho de lhe agradecer: ótima pessoa, bom treinador, mas não era o que eu precisava naquele momento. Se há coisa que vou fazer é errar. Perguntam-me se estou arrependido. Não estou. Não estou e estou muito confiante. Sempre passei, na minha vida, por situações de stress e de alta pressão. Hoje, com 39 anos, sinto-me confortável quando passo por elas. A decisão de mudança do treinador foi altamente tranquila e segura do que estava a fazer. Vem de trás, do que eu vi e do que estava a sentir. Sou um presidente que gosta de passar dois dias por semana na Academia. Gosto de sentir e gosto de ver. Naquele momento, senti que o Sporting precisava de outra coisa. Não iria tirar alguém para por alguém que não fosse fazer melhor", explicou.



Um tipo depara-se com a realidade e pensa que isto só pode ser um texto humorístico... #varandices
"O sucesso que está a ter como nosso timoneiro vem da estrutura do Sporting. No dia em que ele der uma entrevista, jamais esquecerá esta equipa à volta dele. Beto e Hugo Viana têm feito um trabalho fantástico, discretos, a trabalhar. De um profissionalismo e competência fantásticos. Mas não só: secretários-técnicos, toda a parte logística à volta, departamento médico, Unidade de Performance já implementada"

 De um profissionalismo e competência fantásticos.

 Ou seja, a culpa de jogarmos mal é dos jogadores. Ou dos adeptos, já existiu quem dissesse que os adeptos eram um problema, podem sempre voltar a jogar essa cartada.

 Quem afirma o que afirmou naquela entrevista jamais poderá despedir o treinador no fim da época. Isto se existir coerência no que diz, se existir firmeza e existir uma qualquer visão para o clube.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Keizer, só tens que eliminar os lampiões na taça de Portugal. Jogamos em casa e espero que tenhas praticamente todos os jogadores em boas condições para defrontar os encornados. A tua sorte é a sorte do Sporting e, por consequência, a minha.

Ps: Gonzalo plata no banco, a arma x
« Última modificação: Março 23, 2019, 12:13 pm por setaverde »
Meu amigo Sporting, nas boas e nas más horas, obrigado por me acompanhares ao longo da vida.
O homem é um pau mandado...o Gudelj deve fazer dele o que quer! a direção item item aspas aspas!

Até um corno manso manda nele!
Fico preocupado ( e parece, que já está a preparar a próxima época...) só de imaginar,  que será este o treinador para época que se segue !...  8)
" Por cada Leão que cair outro se levantará"
"O sucesso que está a ter como nosso timoneiro vem da estrutura do Sporting. No dia em que ele der uma entrevista, jamais esquecerá esta equipa à volta dele. Beto e Hugo Viana têm feito um trabalho fantástico, discretos, a trabalhar. De um profissionalismo e competência fantásticos. Mas não só: secretários-técnicos, toda a parte logística à volta, departamento médico, Unidade de Performance já implementada"

 De um profissionalismo e competência fantásticos.

 Ou seja, a culpa de jogarmos mal é dos jogadores. Ou dos adeptos, já existiu quem dissesse que os adeptos eram um problema, podem sempre voltar a jogar essa cartada.

 Quem afirma o que afirmou naquela entrevista jamais poderá despedir o treinador no fim da época. Isto se existir coerência no que diz, se existir firmeza e existir uma qualquer visão para o clube.

Os adeptos não, mas os sócios sim, são culpados e muito ! Só têm o que merecem ! Foram eles que validaram isto tudo. Agora, não se queixem !
0 Ídolos ! O nome na frente da camisola é infinitamente mais importante que o detrás ! Um verdadeiro leão só baixa a cabeça para beijar o símbolo que traz ao peito !
Já se correu com este fraquíssimo treinador? Devíamos estar já a preparar a próxima época e não a preparar apenas a época 2020/2021 que é o que sucederá caso Keizer faça a pré época.
@Alexandre10, para evitar o off-topic, mudei a minha resposta para aqui, onde parece melhor enquadrada:  :mrgreen:

O Mourinho quando chegou ao Chelsea tinha um inglês nativo... o Klopp, o Pochettino e os italianos igual.

Não estou a dizer que é irrelevante, mas não é um factor tão inibidor assim. Por exemplo, o facto de o Keizer não perceber nada da Liga pesa incrivelmente mais.

Perde-se sempre algo na comunicação e perde-se ainda mais quando o treinador anda a apalpar  o terreno, não é nenhum génio no treino e na táctica e os jogadores nem são capazes de interpretar o simples que se pede. Anda um argentino pelo Brasil que nem deve falar grande coisa de português e duvido que não fizesse muito melhor. Até no afastar de alguns jogadores e exigir outra qualidade em reforços. Falem que língua falarem.


Curiosamente dois pontos que levantei na altura (língua e falta de conhecimento do campeonato local) que foram altamente desvalorizados aqui no fórum.

Era a sede enorme de ver no Sporting um treinador estrangeiro (e lá o tiveram), depois já vinha a desculpa que nem todos os treinadores estrangeiros serviam(no shit).

O que parece difícil de perceber é que certos treinadores estrangeiros não metem os pés na nossa liga por nada...

Pois, mas curiosamente as dificuldades do treinador com a liga vieram com o tempo. Ele entrou bem, tirou o espartilho que o Peseiro tinha colocado, parou com a cena dos lançamentos longos para as alas e cruza, deu liberdade aos jogadores, mais toque de bola, mas apoio e os resultados surpreenderam.

As dificuldades dele na Liga vieram depois. A Liga adaptou-se a ele, mas ele não a procurou conhecer. Quando a ficou a conhecer, meteu-se a treinador igual aos tugas.

Obviamente toda a gente necessita de um período de adaptação. Os treinadores, os jogadores, mas não é só quando chegam do estrangeiro. Os treinadores de clubes pequenos também têm de se adaptar. Conhecem a Liga, mas não do lugar de quem tem de ganhar contra autocarros. E é muito, mas muito mais fácil defender que atacar. os jogadores idem. Portanto, dificuldades e adaptações existem sempre.

os treinadores estrangeiros não metem cá os pés porque a Liga é uma m**** e os melhores treinadores não querem meter cá os pés. Preferem outras onde brilham mais. E onde recebem substancialmente mais.

Os bons treinadores vingariam tão bem cá como noutras ligas. Agora, entre esta liga e outras melhores e a receber igual ou mias, adivinha lá o que escolhem.
« Última modificação: Março 26, 2019, 09:32 am por Ravanelli »
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Fico preocupado ( e parece, que já está a preparar a próxima época...) só de imaginar,  que será este o treinador para época que se segue !...  8)

Nada preocupado....... quem semeia ventos colhe tempestades.....por este andar vamos bater o recorde do Liverpool sem sermos campeões, obrigado G71, obrigado Varandas :venia: sem vocês não era possível.
Fico preocupado ( e parece, que já está a preparar a próxima época...) só de imaginar,  que será este o treinador para época que se segue !...  8)

Nada preocupado....... quem semeia ventos colhe tempestades.....por este andar vamos bater o recorde do Liverpool sem sermos campeões, obrigado G71, obrigado Varandas :venia: sem vocês não era possível.

Mau! Não estando a defender o Varandas (nem quero), o recorde é batido pelo somatório de vários mandatos de vários Presidentes (a maior parte não merecia a maiúscula). E começa no último que foi campeão:
40º - António Augusto Serra Campos Dias da Cunha (2 de Agosto de 2000 - 19 de Outubro de 2005)
41º - Filipe Pinto Basto Soares Franco (19 de Outubro de 2005 - 5 de Junho de 2009)
42º - José Eduardo Fragoso Tavares de Bettencourt (6 de Junho de 2009 - 27 de Março de 2011)
43º - Luís Filipe Fernandes David Godinho Lopes (28 de Março de 2011 - 25 de Março de 2013)
44º - Bruno Miguel de Azevedo Gaspar de Carvalho (26 de Março de 2013 - 24 de Junho de 2018) (destituído)
45º - Artur Ryder Torres Pereira (25 de Junho de 2018 - 8 de Setembro de 2018) (Comissão de Gestão)
46º - Frederico Nuno Faro Varandas (9 de Setembro de 2018 - presente)
MEGAJOKER não escreve segundo o novo acordo ortográfico! (E com orgulho!)

“Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Mas, no que respeita ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta.” (Albert Einstein)
Fico preocupado ( e parece, que já está a preparar a próxima época...) só de imaginar,  que será este o treinador para época que se segue !...  8)

Nada preocupado....... quem semeia ventos colhe tempestades.....por este andar vamos bater o recorde do Liverpool sem sermos campeões, obrigado G71, obrigado Varandas :venia: sem vocês não era possível.

Mau! Não estando a defender o Varandas (nem quero), o recorde é batido pelo somatório de vários mandatos de vários Presidentes (a maior parte não merecia a maiúscula). E começa no último que foi campeão:
40º - António Augusto Serra Campos Dias da Cunha (2 de Agosto de 2000 - 19 de Outubro de 2005)
41º - Filipe Pinto Basto Soares Franco (19 de Outubro de 2005 - 5 de Junho de 2009)
42º - José Eduardo Fragoso Tavares de Bettencourt (6 de Junho de 2009 - 27 de Março de 2011)
43º - Luís Filipe Fernandes David Godinho Lopes (28 de Março de 2011 - 25 de Março de 2013)
44º - Bruno Miguel de Azevedo Gaspar de Carvalho (26 de Março de 2013 - 24 de Junho de 2018) (destituído)
45º - Artur Ryder Torres Pereira (25 de Junho de 2018 - 8 de Setembro de 2018) (Comissão de Gestão)
46º - Frederico Nuno Faro Varandas (9 de Setembro de 2018 - presente)

---------------
Artur Ryder Torres Pereira (25 de Junho de 2018 - 8 de Setembro de 2018) (Comissão de Gestão)
4

a patrulha pata ?

foi por isso que só fizeram m**** , não chamaram a patrulha pata
Esta aqui no Mister Keizer o maior erro de Varandas...e pelos vistos não o vão corrigir...ERRO CRASSO!
Pois, mas curiosamente as dificuldades do treinador com a liga vieram com o tempo. Ele entrou bem, tirou o espartilho que o Peseiro tinha colocado, parou com a cena dos lançamentos longos para as alas e cruza, deu liberdade aos jogadores, mais toque de bola, mas apoio e os resultados surpreenderam.

As dificuldades dele na Liga vieram depois.

Será sempre esse o mito que ficará para a história: começou bem, toparam-no e ele nunca mais deu a volta.
Os mitos têm muita força e, quando se instalam, não há muito a fazer.

Eu nunca percebi o "entrou bem" cá dentro.

Ganha em Vila do Conde, com um futebol de posse mais interessante (porque não havia), mas com buracos na defesa de cortar os pulsos. Consentimos tantas ou mais oportunidades claras de golo do que aquelas que construímos. Eles devem ter posto tantos homens na cara do nosso guarda-redes como nós no deles. Só o Coentrão tem uma oportunidade dupla de remate e recarga, sempre sózinho.
Ganhámos? Sim, somos melhores. Normal.
Jogámos melhor que antes? Sim, porque o P0 e TF não se jogava.
Fomos superiores? no marcador, sim, no jogo-jogado, na construção, nas oportunidades... meh

Depois vem jornada dupla em casa, começando o horrível Aves, que começa a ganhar. Problemas defensivos persistem.
Marcámos 4 a uma das equipas que deve ir nos 40 encaixados...
Jogámos bem? Por amor da santa...

Depois o Nacional, que, em 20' cava duas batatas. A seco.
Ganhámos com chapa 5, incluindo penlaty duplo. E foi ganhar á equipa de resultados nos anos 40. Levou 10 na luz. Se o Aves tem uma defesa péssima e está nos 40, estes vão a caminho dos 60 sofridos.

Depois vem Guimarães, Tondela, mas aí já é o período áureo.
O "entrou "bem foram ... 3 jogos.

Isso é "entrar bem"?   :xock:
1º três joguecos é alguma coisa que se veja?
2º Porra, 3 vitoriazinhas foi a sequência de P0+TF.
Portanto o chicote deu tantas vitórias quanto "o começar bem". :-X
3º Vitórias gordas? O P0 antes de levar o chuto merecido tb tinha dado 3 secos ao Boavista...
4º A organização defensiva dos 3 primeiros jogos do K0 foi péssima. Tão má como depois, como agora.
Mas ninguém viu isso? Ficou tudo impressionado com os 5 ao nacional? Eu tb gostei, mas aquilo era um ai-Jesus... e era o nacional

Mas ok. Devo ser eu que tenho uns óculos estranhos.
"Quem, ali do outro lado, tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. Espero que este gesto seja o princípio de uma regularização da vivência institucional que deve caracterizar os maiores clubes nacionais" (Luís Filipe Vieira, presidente de SAD acusada de vários crimes no E-Toupeira, explica, a 28-09-2018, o papel de Marta Soares, Henrique Monteiro, Torres Pereira, Sousa Cintra e G71).
Ok, bem melhor que agora. O que pretendia dizer era isso. É suposto ao ires conhecendo melhorares, não piorar.
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Enganou bem ao principio lá isso enganou, agora já se viu que não é com este que lá vamos..... mas também sem ovos......
Enganou bem ao principio lá isso enganou, agora já se viu que não é com este que lá vamos..... mas também sem ovos......

5ª Feira - Folga
6ª Feira - Folga
Sábado - Folga
Domingo - Folga
2ª Feira - Treino
3ª Feira - Treino
4ª Feira - Folga

Isto foi a ultima semana do SCP.

Com ou sem ovos, não há milagres @Artur76.




Diz-me como te treinas, dir-te-ei como jogas. Já Pep Guardiola o dizia.

Se não treinam, como é que caralh* hão-de jogar bem.
A sério? Cinco dias de folga?  :xock:
Também treinar o quê não é? Um grupo constituído maioritariamente por coxos, treinado por um gajo sem qualidade, numa equipa que está em 4º lugar e dali não sai...
Se há um idiota no poder, é porque os que o elegeram estão bem representados.
Nem 1 deviam ter direito... :whistle: