Frederico Varandas - Presidente do Sporting Clube de Portugal

skywalker, ricbernardo, Couto74, ShadowCitizen, JOHN MADEIRA (+ 1 Escondidos) e 15 Visitantes estão a ver este tópico.

Ontem era o Bas Dost que ia ser oferecido, hoje é que vamos receber 20M pelo Gelson, anseio pelo dia de amanha para ver que noticia vai abalar o forum... Na minha opinião ambas a noticias são tanga, nem vamos dar o Bas a ninguém nem vamos receber nada deliberadamente pago pelo atlético em relação ao Gelson.

Este processo bem como os restantes vão ser decididos em tribunal para o bem e para o mal, esta é mais uma noticia para encher chouriço. Como já referi aqui depois os outros é que papam as noticias da comunicação social e vocês é que andam aqui todos em alvoroço com uma pseudo noticia.

Se o Atlético não quis pagar nada no inicio do ano pelo gelson porque raio haveria de querer pagar agora? Ainda para mais quando tudo indica tem proposta do Mónaco.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
O que está em causa é o Sporting, quero lá saber se é o Varandas, o Manuel ou o Zé o presidente. É o Sporting. Que está numa situação difícil, com dívidas a clubes e fornecedores, que tem um plantel e um orçamento para gerir, que precisa de toda e qualquer folga negocial e tudo que seja poder ter como garantido x ou y é sempre de ponderar.

No Verão venderia o Gelson por 30M. Porque fazendo o balanço entre prós(velocidade, capacidade de desequilíbrio, ginga) e contras(definição, remate, inteligência) acho que era um valor justo.

Mas muita m**** aconteceu, os m***** invadiram Alcochete e deram cabo do Sporting. Que agora vai levar anos a levantar-se.

Se realmente derem 20M, se forem limpos e sem comissões, eu aceitaria. E porquê? Porque imaginando aqui um cenário negro, o tribunal não nos dá razão, não só não vemos euro nenhum como temos de indemnizar o Gelson, que vai chupar o que puder chupar. E não se esqueçam que nós accionamos uma renovação para aumentar a cláusula, renovação essa que também aumentou o ordenado. Entre anos restantes, ordenado, prémios e indemnização por danos, no pior dos casos tínhamos de dar uns 10M ao gajo. O melhor dos cenários era o tribunal nos dar razão, e aí vejo muita gente a falar em 100M e afins esquecendo-se que essa probabilidade deve rondar os 1%. E porquê? Porque mesmo um tribunal dando-nos razão, será praticamente impossível que nos seja dado o valor da cláusula e não o valor do jogador. E que valor seria esse? 20? 30? 40?

Pesando tudo na balança, entre a diferença da vitória no caso, o prejuízo de perder, o valor garantido, a situação actual e a força que mais um acordo daria para a situação do Rafael Leão(aquela que é para levar até ao fim sem sequer duvidar), não vou criticar em nada a direcção se aceitar.

Mil vezes isso do que antecipar mais o contrato da NOS.

PS-Talvez por não ter o Gelson num patamar tão alto como muitos, tenha esta visão, admito.

Então o Militão vale 50M€ e o gelson não vale mais de 20M€?!?! Fds...

Sinceramente não me parece que qualquer dos jogadores que rescindiu vença a causa. Seria um precedente com grandes prejuízos para qualquer clube.
Até aceitaria um acordo mas 20M€? NUNCA! No mínimo 50M€! E já estaria a ser benevolente...
Chama-se a isso ter tomates no sitio. Coisa que o bagandas duvido sequer que tenha...
O que está em causa é o Sporting, quero lá saber se é o Varandas, o Manuel ou o Zé o presidente. É o Sporting. Que está numa situação difícil, com dívidas a clubes e fornecedores, que tem um plantel e um orçamento para gerir, que precisa de toda e qualquer folga negocial e tudo que seja poder ter como garantido x ou y é sempre de ponderar.

No Verão venderia o Gelson por 30M. Porque fazendo o balanço entre prós(velocidade, capacidade de desequilíbrio, ginga) e contras(definição, remate, inteligência) acho que era um valor justo.

Mas muita m**** aconteceu, os m***** invadiram Alcochete e deram cabo do Sporting. Que agora vai levar anos a levantar-se.

Se realmente derem 20M, se forem limpos e sem comissões, eu aceitaria. E porquê? Porque imaginando aqui um cenário negro, o tribunal não nos dá razão, não só não vemos euro nenhum como temos de indemnizar o Gelson, que vai chupar o que puder chupar. E não se esqueçam que nós accionamos uma renovação para aumentar a cláusula, renovação essa que também aumentou o ordenado. Entre anos restantes, ordenado, prémios e indemnização por danos, no pior dos casos tínhamos de dar uns 10M ao gajo. O melhor dos cenários era o tribunal nos dar razão, e aí vejo muita gente a falar em 100M e afins esquecendo-se que essa probabilidade deve rondar os 1%. E porquê? Porque mesmo um tribunal dando-nos razão, será praticamente impossível que nos seja dado o valor da cláusula e não o valor do jogador. E que valor seria esse? 20? 30? 40?

Pesando tudo na balança, entre a diferença da vitória no caso, o prejuízo de perder, o valor garantido, a situação actual e a força que mais um acordo daria para a situação do Rafael Leão(aquela que é para levar até ao fim sem sequer duvidar), não vou criticar em nada a direcção se aceitar.

Mil vezes isso do que antecipar mais o contrato da NOS.

PS-Talvez por não ter o Gelson num patamar tão alto como muitos, tenha esta visão, admito.
"Vai demorar anos a levantar-se".

O Sporting avançou para esta época com 36M de gastos c pessoal no 1 semestre.

Foram 20M em 2014, 25M em 2015, 43M em 2016. Custos anuais!

Em 2013 o Sporting tinha capitais próprios negativos em mais de 100M. Agora são positivos.

Trabalhem mas é q estou a ver todas as linhas de receita a baixar ( SAD e clube) e o miserabilismo em alta.

Eu não faço comparações com 2013 ou 2002 ou 1999 ou o que seja. Como o clube estava em 2013 e o que o Bruno fez já foi mais que debatido no fórum e não é isso que está em causa.

E os custos são muito acima do que devia para a qualidade que temos.

Mas é inegável que do onze base, os activos mais valiosos e os titulares mais determinantes foram os que rescindiram, com a excepção de Coates, e noutro prisma de Wendel(pelo potencial) e Mathieu(pelo rendimento). Todos os outros que faziam parte da espinha dorsal cagaram no clube e saíram. Patrício, William, Gelson, Bruno Fenrnades, Dost, um jovem cheio de talento e potencial como o Leão e mais uns caga tacos que davam para fazer dinheiro. Isto é perder a equipa base de um dia para o outro. Dinheiro que pode ter de sair para indemnizações, dinheiro que deixou de entrar, dinheiro que tivemos de investir para trazer de volta ou procurar reforços, enfraquecimento do poder negocial do clube, mau sinal dado aos mercados, condicionou patrocinadores, originou eleições, meses com uma comissão de gestão incompetente, porra @Lion73 isto foi uma queda dos diabos. É óbvio que, gastando mais ou menos, olhando para os números ou simplesmente para a realidade do plantel e fazendo o balanço global, vai levar tempo para nos levantar-mos. Aliás, só mesmo pela nossa grandeza é que mesmo passando por isto ainda conseguimos estar minimamente competitivos. Mas se apagarmos do passado o ataque à academia, mesmo tendo perdido no Maritimo e mesmo com todos os possíveis contra-tempos a nossa posição actualmente seria incomparavelmente melhor. Até porque nem a eleições teríamos ido.

Por isso é que o contexto actual me obriga a aceitar e compreender coisas que de outra maneira não aceitaria.

O que eu repudio é este contexto de miserabilismo e dramatismo que eu vejo, qd em simultâneo vejo propaganda e pavões por coisa nenhuma.

Há o exemplo do EO, com a porcaria do discurso pequeno e desmobilizador até verem o rabo a arder e a terem que se mexer a poucos dias da liquidação, para lançarem foguetes pelo "sucesso" de uma operação que não deu para pagar a anterior e muito menos para as necessidades de tesouraria para esta época.

As receitas contratualizadas são muito superiores ao que eram há 5 anos, o activo duplicou e não vi este choro.

Mexam-se!

Mas não é fazer propaganda para atirar areia para os olhos dos adeptos e sócios como hoje o Cal faz, outra vez!
Ontem era o Bas Dost que ia ser oferecido, hoje é que vamos receber 20M pelo Gelson, anseio pelo dia de amanha para ver que noticia vai abalar o forum... Na minha opinião ambas a noticias são tanga, nem vamos dar o Bas a ninguém nem vamos receber nada deliberadamente pago pelo atlético em relação ao Gelson.

Este processo bem como os restantes vão ser decididos em tribunal para o bem e para o mal, esta é mais uma noticia para encher chouriço. Como já referi aqui depois os outros é que papam as noticias da comunicação social e vocês é que andam aqui todos em alvoroço com uma pseudo noticia.

Se o Atlético não quis pagar nada no inicio do ano pelo gelson porque raio haveria de querer pagar agora? Ainda para mais quando tudo indica tem proposta do Mónaco.

Talvez para prevenir um eventual pagamento de indemnização ao sporting quando o tribunal lhe der razão... digo eu...
O que está em causa é o Sporting, quero lá saber se é o Varandas, o Manuel ou o Zé o presidente. É o Sporting. Que está numa situação difícil, com dívidas a clubes e fornecedores, que tem um plantel e um orçamento para gerir, que precisa de toda e qualquer folga negocial e tudo que seja poder ter como garantido x ou y é sempre de ponderar.

No Verão venderia o Gelson por 30M. Porque fazendo o balanço entre prós(velocidade, capacidade de desequilíbrio, ginga) e contras(definição, remate, inteligência) acho que era um valor justo.

Mas muita m**** aconteceu, os m***** invadiram Alcochete e deram cabo do Sporting. Que agora vai levar anos a levantar-se.

Se realmente derem 20M, se forem limpos e sem comissões, eu aceitaria. E porquê? Porque imaginando aqui um cenário negro, o tribunal não nos dá razão, não só não vemos euro nenhum como temos de indemnizar o Gelson, que vai chupar o que puder chupar. E não se esqueçam que nós accionamos uma renovação para aumentar a cláusula, renovação essa que também aumentou o ordenado. Entre anos restantes, ordenado, prémios e indemnização por danos, no pior dos casos tínhamos de dar uns 10M ao gajo. O melhor dos cenários era o tribunal nos dar razão, e aí vejo muita gente a falar em 100M e afins esquecendo-se que essa probabilidade deve rondar os 1%. E porquê? Porque mesmo um tribunal dando-nos razão, será praticamente impossível que nos seja dado o valor da cláusula e não o valor do jogador. E que valor seria esse? 20? 30? 40?

Pesando tudo na balança, entre a diferença da vitória no caso, o prejuízo de perder, o valor garantido, a situação actual e a força que mais um acordo daria para a situação do Rafael Leão(aquela que é para levar até ao fim sem sequer duvidar), não vou criticar em nada a direcção se aceitar.

Mil vezes isso do que antecipar mais o contrato da NOS.

PS-Talvez por não ter o Gelson num patamar tão alto como muitos, tenha esta visão, admito.
"Vai demorar anos a levantar-se".

O Sporting avançou para esta época com 36M de gastos c pessoal no 1 semestre.

Foram 20M em 2014, 25M em 2015, 43M em 2016. Custos anuais!

Em 2013 o Sporting tinha capitais próprios negativos em mais de 100M. Agora são positivos.

Trabalhem mas é q estou a ver todas as linhas de receita a baixar ( SAD e clube) e o miserabilismo em alta.

Eu não faço comparações com 2013 ou 2002 ou 1999 ou o que seja. Como o clube estava em 2013 e o que o Bruno fez já foi mais que debatido no fórum e não é isso que está em causa.

E os custos são muito acima do que devia para a qualidade que temos.

Mas é inegável que do onze base, os activos mais valiosos e os titulares mais determinantes foram os que rescindiram, com a excepção de Coates, e noutro prisma de Wendel(pelo potencial) e Mathieu(pelo rendimento). Todos os outros que faziam parte da espinha dorsal cagaram no clube e saíram. Patrício, William, Gelson, Bruno Fenrnades, Dost, um jovem cheio de talento e potencial como o Leão e mais uns caga tacos que davam para fazer dinheiro. Isto é perder a equipa base de um dia para o outro. Dinheiro que pode ter de sair para indemnizações, dinheiro que deixou de entrar, dinheiro que tivemos de investir para trazer de volta ou procurar reforços, enfraquecimento do poder negocial do clube, mau sinal dado aos mercados, condicionou patrocinadores, originou eleições, meses com uma comissão de gestão incompetente, porra @Lion73 isto foi uma queda dos diabos. É óbvio que, gastando mais ou menos, olhando para os números ou simplesmente para a realidade do plantel e fazendo o balanço global, vai levar tempo para nos levantar-mos. Aliás, só mesmo pela nossa grandeza é que mesmo passando por isto ainda conseguimos estar minimamente competitivos. Mas se apagarmos do passado o ataque à academia, mesmo tendo perdido no Maritimo e mesmo com todos os possíveis contra-tempos a nossa posição actualmente seria incomparavelmente melhor. Até porque nem a eleições teríamos ido.

Por isso é que o contexto actual me obriga a aceitar e compreender coisas que de outra maneira não aceitaria.

44M€ em Vendas só em 6 meses ...

Saíram esses pesos pesados mais JJ (mais de 30M€ em Ordenados) e os custos estão muito acima das receitas ????

mas ainda precisamos de fazer 65M€ Em Antecipação de receitas futuras para pagar despesas correntes ... parem de mentir aos sócios.

Mas toca de ceder jogadores a custo zero na véspera de eliminatória Uefa ... e siga para continuar a comprar (só para esta época o investimento em novos jogadores ultrapassa 45M€)






"O Sporting tinha em junho 78,9 mil sócios pagantes. Nesta temporada a média foi de 80,5%."

Mais uma lição de incompetência. Como é que se atira areia para os olhos das pessoas? Comparando na mesma frase um valor absoluto com uma percentagem para alturas diferentes!!! O sr. Cal como não quer dizer que o número de sócios caiu a pique, prefere mascarar valores. Onde anda a transparência? Qual é o número actual de sócios sr. Cal?

Esse valor é completamente diferente do que consta no orçamento de junho. O sr Cal tem sido useiro e vezeiro em meias verdades e falácias. Vamos ver se esta é mais uma.


Será +- ...

80% dos pagantes face aos pagantes anteriores .... perda de uns 16Mil que tinham ainda a quota em dia em determinada data que lhes deu jeito fazer a “análise”.
O que está em causa é o Sporting, quero lá saber se é o Varandas, o Manuel ou o Zé o presidente. É o Sporting. Que está numa situação difícil, com dívidas a clubes e fornecedores, que tem um plantel e um orçamento para gerir, que precisa de toda e qualquer folga negocial e tudo que seja poder ter como garantido x ou y é sempre de ponderar.

No Verão venderia o Gelson por 30M. Porque fazendo o balanço entre prós(velocidade, capacidade de desequilíbrio, ginga) e contras(definição, remate, inteligência) acho que era um valor justo.

Mas muita m**** aconteceu, os m***** invadiram Alcochete e deram cabo do Sporting. Que agora vai levar anos a levantar-se.

Se realmente derem 20M, se forem limpos e sem comissões, eu aceitaria. E porquê? Porque imaginando aqui um cenário negro, o tribunal não nos dá razão, não só não vemos euro nenhum como temos de indemnizar o Gelson, que vai chupar o que puder chupar. E não se esqueçam que nós accionamos uma renovação para aumentar a cláusula, renovação essa que também aumentou o ordenado. Entre anos restantes, ordenado, prémios e indemnização por danos, no pior dos casos tínhamos de dar uns 10M ao gajo. O melhor dos cenários era o tribunal nos dar razão, e aí vejo muita gente a falar em 100M e afins esquecendo-se que essa probabilidade deve rondar os 1%. E porquê? Porque mesmo um tribunal dando-nos razão, será praticamente impossível que nos seja dado o valor da cláusula e não o valor do jogador. E que valor seria esse? 20? 30? 40?

Pesando tudo na balança, entre a diferença da vitória no caso, o prejuízo de perder, o valor garantido, a situação actual e a força que mais um acordo daria para a situação do Rafael Leão(aquela que é para levar até ao fim sem sequer duvidar), não vou criticar em nada a direcção se aceitar.

Mil vezes isso do que antecipar mais o contrato da NOS.

PS-Talvez por não ter o Gelson num patamar tão alto como muitos, tenha esta visão, admito.
"Vai demorar anos a levantar-se".

O Sporting avançou para esta época com 36M de gastos c pessoal no 1 semestre.

Foram 20M em 2014, 25M em 2015, 43M em 2016. Custos anuais!

Em 2013 o Sporting tinha capitais próprios negativos em mais de 100M. Agora são positivos.

Trabalhem mas é q estou a ver todas as linhas de receita a baixar ( SAD e clube) e o miserabilismo em alta.

Eu não faço comparações com 2013 ou 2002 ou 1999 ou o que seja. Como o clube estava em 2013 e o que o Bruno fez já foi mais que debatido no fórum e não é isso que está em causa.

E os custos são muito acima do que devia para a qualidade que temos.

Mas é inegável que do onze base, os activos mais valiosos e os titulares mais determinantes foram os que rescindiram, com a excepção de Coates, e noutro prisma de Wendel(pelo potencial) e Mathieu(pelo rendimento). Todos os outros que faziam parte da espinha dorsal cagaram no clube e saíram. Patrício, William, Gelson, Bruno Fenrnades, Dost, um jovem cheio de talento e potencial como o Leão e mais uns caga tacos que davam para fazer dinheiro. Isto é perder a equipa base de um dia para o outro. Dinheiro que pode ter de sair para indemnizações, dinheiro que deixou de entrar, dinheiro que tivemos de investir para trazer de volta ou procurar reforços, enfraquecimento do poder negocial do clube, mau sinal dado aos mercados, condicionou patrocinadores, originou eleições, meses com uma comissão de gestão incompetente, porra @Lion73 isto foi uma queda dos diabos. É óbvio que, gastando mais ou menos, olhando para os números ou simplesmente para a realidade do plantel e fazendo o balanço global, vai levar tempo para nos levantar-mos. Aliás, só mesmo pela nossa grandeza é que mesmo passando por isto ainda conseguimos estar minimamente competitivos. Mas se apagarmos do passado o ataque à academia, mesmo tendo perdido no Maritimo e mesmo com todos os possíveis contra-tempos a nossa posição actualmente seria incomparavelmente melhor. Até porque nem a eleições teríamos ido.

Por isso é que o contexto actual me obriga a aceitar e compreender coisas que de outra maneira não aceitaria.

44M€ em Vendas só em 6 meses ...

Saíram esses pesos pesados mais JJ (mais de 30M€ em Ordenados) e os custos estão muito acima das receitas ????

mas ainda precisamos de fazer 65M€ Em Antecipação de receitas futuras para pagar despesas correntes ... parem de mentir aos sócios.

Mas toca de ceder jogadores a custo zero na véspera de eliminatória Uefa ... e siga para continuar a comprar (só para esta época o investimento em novos jogadores ultrapassa 45M€)

Se o investimento em jogadores novos ascende a 45 milhões então estamos mesmo em gestão danosa, é que dos novos jogadores não vejo nada que se aproveite. Espero sinceramente que tenhas os números errados.
A única negociação que enquanto sócio aceito são 50 milhões, ou seja aceito um desconto de 50%.
Nós somos da raça que nunca se vergará!
"O Sporting tinha em junho 78,9 mil sócios pagantes. Nesta temporada a média foi de 80,5%."

Mais uma lição de incompetência. Como é que se atira areia para os olhos das pessoas? Comparando na mesma frase um valor absoluto com uma percentagem para alturas diferentes!!! O sr. Cal como não quer dizer que o número de sócios caiu a pique, prefere mascarar valores. Onde anda a transparência? Qual é o número actual de sócios sr. Cal?

Esse valor é completamente diferente do que consta no orçamento de junho. O sr Cal tem sido useiro e vezeiro em meias verdades e falácias. Vamos ver se esta é mais uma.


Será +- ...

80% dos pagantes face aos pagantes anteriores .... perda de uns 16Mil que tinham ainda a quota em dia em determinada data que lhes deu jeito fazer a “análise”.
Foi essa a leitura q fizeste dos gráficos? É q eu percebi outra coisa... de qq das formas, não batem certo.
Acima de tudo o maior problema desta nova Direcção é a comunicação. São fracos que Doyen. Nisso Bruno de Carvalho era muitíssimo superior. Conseguia virar derrotas em vitórias só com o uso da oratória. Confesso que me empolgava e sentia as suas palavras como verdades absolutas. Esta nova maneira de comunicar deixa-me sempre desconfiado mesmo quando falam verdades. O poder da oratória é imprescindível a quem quer ser Líder e nisso Varandas é fraco.

Dou por exemplo a CI de Varandas naquele acorde monocromático e sem alma. Imaginem que era Bruno de Carvalho a proferir as mesmas palavras. Imagino o Gáudio que não era. A verdade ou a mentira continuava a ser a mesma mas o poder de oratória convenceria muito mais. E isso é um mérito de Bruno de Carvalho entre outros que Varandas não tem.

Outro dos maiores erros de Varandas é a vitimização constante que ele deixa transparecer. Por culpa directa ou por culpa indirecta o certo é que ele abre o flanco todo e dá um ar de coitadinho. Ao fazer isso e sendo representante máximo do Sporting, associa ao clube a essa pobreza de alma. Nisso Bruno também era diferente, enchia o peito e dava um sinal corporal de força mesmo quando sabia que iria perder. Com isso o Sporting ganhava força negocial. Era um Sporting aparentemente forte mesmo que os problemas fossem iguais ou similares aos actuais. O que damos a entender aos outros da nossa imagem, influencia em muito a nossa vida.

Outro exemplo e isto já parte de uma suposição minha e não em factos verídicos ou comprováveis é o tema rescisões. Com Bruno tivemos uma clara posição de força contra os jogadores e a não vontade de negociar face à chantagem rescisão. Bruno esticou a corda mostrando-se irredutível, chegando mesmo a incentivar a vontade dos jogadores. Com Varandas o mais certo era uma negociação e as rescisões não teriam seguido mas o Sporting seria vitima das chantagens. Confesso que não sei qual das posições seria mais benéfica para o Sporting. Eu sei que para muitos nem questionam baixar as calças aos jogadores mas aprendendo um pouco com outros Presidentes de outros clubes, ás vezes as posições de força levam a um maior prejuízo do que saber negociar e obter outras vitórias, menos dignas da honra mas dignas de saber interpretar o problema que temos em mãos.

Apesar de não podermos ter uma realidade alternativa, adorava ver como Bruno iria resolver a questão das rescisões. Levaria os processo a tribunal até ao fim, arrastando o clube numa incerteza processual longa e com as consequências financeiras da perca de activos até por fim o tribunal decidir ou tentaria renegociar para rever a curto prazo o dinheiro que tanta falta faz para o normal funcionamento do clube.
Acima de tudo o maior problema desta nova Direcção é a comunicação. São fracos que Doyen. Nisso Bruno de Carvalho era muitíssimo superior. Conseguia virar derrotas em vitórias só com o uso da oratória. Confesso que me empolgava e sentia as suas palavras como verdades absolutas. Esta nova maneira de comunicar deixa-me sempre desconfiado mesmo quando falam verdades. O poder da oratória é imprescindível a quem quer ser Líder e nisso Varandas é fraco.

Dou por exemplo a CI de Varandas naquele acorde monocromático e sem alma. Imaginem que era Bruno de Carvalho a proferir as mesmas palavras. Imagino o Gáudio que não era. A verdade ou a mentira continuava a ser a mesma mas o poder de oratória convenceria muito mais. E isso é um mérito de Bruno de Carvalho entre outros que Varandas não tem.

Outro dos maiores erros de Varandas é a vitimização constante que ele deixa transparecer. Por culpa directa ou por culpa indirecta o certo é que ele abre o flanco todo e dá um ar de coitadinho. Ao fazer isso e sendo representante máximo do Sporting, associa ao clube a essa pobreza de alma. Nisso Bruno também era diferente, enchia o peito e dava um sinal corporal de força mesmo quando sabia que iria perder. Com isso o Sporting ganhava força negocial. Era um Sporting aparentemente forte mesmo que os problemas fossem iguais ou similares aos actuais. O que damos a entender aos outros da nossa imagem, influencia em muito a nossa vida.

Outro exemplo e isto já parte de uma suposição minha e não em factos verídicos ou comprováveis é o tema rescisões. Com Bruno tivemos uma clara posição de força contra os jogadores e a não vontade de negociar face à chantagem rescisão. Bruno esticou a corda mostrando-se irredutível, chegando mesmo a incentivar a vontade dos jogadores. Com Varandas o mais certo era uma negociação e as rescisões não teriam seguido mas o Sporting seria vitima das chantagens. Confesso que não sei qual das posições seria mais benéfica para o Sporting. Eu sei que para muitos nem questionam baixar as calças aos jogadores mas aprendendo um pouco com outros Presidentes de outros clubes, ás vezes as posições de força levam a um maior prejuízo do que saber negociar e obter outras vitórias, menos dignas da honra mas dignas de saber interpretar o problema que temos em mãos.

Apesar de não podermos ter uma realidade alternativa, adorava ver como Bruno iria resolver a questão das rescisões. Levaria os processo a tribunal até ao fim, arrastando o clube numa incerteza processual longa e com as consequências financeiras da perca de activos até por fim o tribunal decidir ou tentaria renegociar para rever a curto prazo o dinheiro que tanta falta faz para o normal funcionamento do clube.
Bom post.
Destaco o último parágrafo , que era o modo como se devia ter encarado toda esta situação , levar todos os processos a tribunal , ainda por cima tendo um dos melhores advogados do Mundo a tratar do caso.
Agora  " 20 M já é bom " "sentar à mesa e negociar "  :lol: :naughty:
Nunca tivemos um Presidente tão bem preparado na área do futebol, seguramente, nos últimos 50 anos. Tenho a certeza que será ele que fará regressar o "Crónico" dos Cinco Violinos!
Este já lá anda há 11 anos, se nem este consegue, então fechem esta m****.
Essa dos 20M é bom... sinceramente, é. Com a actual direcção, até achava que era óptimo. Aliás, quanto menos entrar para eles mamarem melhor.
Essa dos 20M é bom... sinceramente, é. Com a actual direcção, até achava que era óptimo. Aliás, quanto menos entrar para eles mamarem melhor.

Agora é rebentar com a SAD. Mamar é depois.
Dêem as voltas que quiserem quem está mal de finanças, não gasta o que nós gastamos no mercado de Janeiro.
É uma irresponsabilidade de todo o tamanho, não têm desculpa, já estavam por dentro das dificuldades todas.

Enviado do meu ALE-L21 através do Tapatalk

Pensava que tantos meses após as rescisões as pessoas já soubessem para que serve uma cláusula de rescisão mas parece que alguns ainda não perceberam ou não querem perceber.

Cláusula de rescisão = Rescisão sem mútuo acordo.
A ser dada razão ao clube o valor a pagar é o presente na cláusula de rescisão seja ela de 1€ ou 1000M€. É para isso que ela serve...

Para quem ainda assim tiver dúvidas que se questione porque razão é que o Militao não rescindiu o contrato para assinar pelo Real.

O que está em causa é o Sporting, quero lá saber se é o Varandas, o Manuel ou o Zé o presidente. É o Sporting. Que está numa situação difícil, com dívidas a clubes e fornecedores, que tem um plantel e um orçamento para gerir, que precisa de toda e qualquer folga negocial e tudo que seja poder ter como garantido x ou y é sempre de ponderar.

No Verão venderia o Gelson por 30M. Porque fazendo o balanço entre prós(velocidade, capacidade de desequilíbrio, ginga) e contras(definição, remate, inteligência) acho que era um valor justo.

Mas muita m**** aconteceu, os m***** invadiram Alcochete e deram cabo do Sporting. Que agora vai levar anos a levantar-se.

Se realmente derem 20M, se forem limpos e sem comissões, eu aceitaria. E porquê? Porque imaginando aqui um cenário negro, o tribunal não nos dá razão, não só não vemos euro nenhum como temos de indemnizar o Gelson, que vai chupar o que puder chupar. E não se esqueçam que nós accionamos uma renovação para aumentar a cláusula, renovação essa que também aumentou o ordenado. Entre anos restantes, ordenado, prémios e indemnização por danos, no pior dos casos tínhamos de dar uns 10M ao gajo. O melhor dos cenários era o tribunal nos dar razão, e aí vejo muita gente a falar em 100M e afins esquecendo-se que essa probabilidade deve rondar os 1%. E porquê? Porque mesmo um tribunal dando-nos razão, será praticamente impossível que nos seja dado o valor da cláusula e não o valor do jogador. E que valor seria esse? 20? 30? 40?

Pesando tudo na balança, entre a diferença da vitória no caso, o prejuízo de perder, o valor garantido, a situação actual e a força que mais um acordo daria para a situação do Rafael Leão(aquela que é para levar até ao fim sem sequer duvidar), não vou criticar em nada a direcção se aceitar.

Mil vezes isso do que antecipar mais o contrato da NOS.

PS-Talvez por não ter o Gelson num patamar tão alto como muitos, tenha esta visão, admito.
"Vai demorar anos a levantar-se".

O Sporting avançou para esta época com 36M de gastos c pessoal no 1 semestre.

Foram 20M em 2014, 25M em 2015, 43M em 2016. Custos anuais!

Em 2013 o Sporting tinha capitais próprios negativos em mais de 100M. Agora são positivos.

Trabalhem mas é q estou a ver todas as linhas de receita a baixar ( SAD e clube) e o miserabilismo em alta.

Eu não faço comparações com 2013 ou 2002 ou 1999 ou o que seja. Como o clube estava em 2013 e o que o Bruno fez já foi mais que debatido no fórum e não é isso que está em causa.

E os custos são muito acima do que devia para a qualidade que temos.

Mas é inegável que do onze base, os activos mais valiosos e os titulares mais determinantes foram os que rescindiram, com a excepção de Coates, e noutro prisma de Wendel(pelo potencial) e Mathieu(pelo rendimento). Todos os outros que faziam parte da espinha dorsal cagaram no clube e saíram. Patrício, William, Gelson, Bruno Fenrnades, Dost, um jovem cheio de talento e potencial como o Leão e mais uns caga tacos que davam para fazer dinheiro. Isto é perder a equipa base de um dia para o outro. Dinheiro que pode ter de sair para indemnizações, dinheiro que deixou de entrar, dinheiro que tivemos de investir para trazer de volta ou procurar reforços, enfraquecimento do poder negocial do clube, mau sinal dado aos mercados, condicionou patrocinadores, originou eleições, meses com uma comissão de gestão incompetente, porra @Lion73 isto foi uma queda dos diabos. É óbvio que, gastando mais ou menos, olhando para os números ou simplesmente para a realidade do plantel e fazendo o balanço global, vai levar tempo para nos levantar-mos. Aliás, só mesmo pela nossa grandeza é que mesmo passando por isto ainda conseguimos estar minimamente competitivos. Mas se apagarmos do passado o ataque à academia, mesmo tendo perdido no Maritimo e mesmo com todos os possíveis contra-tempos a nossa posição actualmente seria incomparavelmente melhor. Até porque nem a eleições teríamos ido.

Por isso é que o contexto actual me obriga a aceitar e compreender coisas que de outra maneira não aceitaria.

44M€ em Vendas só em 6 meses ...

Saíram esses pesos pesados mais JJ (mais de 30M€ em Ordenados) e os custos estão muito acima das receitas ????

mas ainda precisamos de fazer 65M€ Em Antecipação de receitas futuras para pagar despesas correntes ... parem de mentir aos sócios.

Mas toca de ceder jogadores a custo zero na véspera de eliminatória Uefa ... e siga para continuar a comprar (só para esta época o investimento em novos jogadores ultrapassa 45M€)

Se o investimento em jogadores novos ascende a 45 milhões então estamos mesmo em gestão danosa, é que dos novos jogadores não vejo nada que se aproveite. Espero sinceramente que tenhas os números errados.

Infelizmente estão corretos (arredondado) e a fonte SCP Sad ao mercado.
"O Sporting tinha em junho 78,9 mil sócios pagantes. Nesta temporada a média foi de 80,5%."

Mais uma lição de incompetência. Como é que se atira areia para os olhos das pessoas? Comparando na mesma frase um valor absoluto com uma percentagem para alturas diferentes!!! O sr. Cal como não quer dizer que o número de sócios caiu a pique, prefere mascarar valores. Onde anda a transparência? Qual é o número actual de sócios sr. Cal?

Esse valor é completamente diferente do que consta no orçamento de junho. O sr Cal tem sido useiro e vezeiro em meias verdades e falácias. Vamos ver se esta é mais uma.


Será +- ...

80% dos pagantes face aos pagantes anteriores .... perda de uns 16Mil que tinham ainda a quota em dia em determinada data que lhes deu jeito fazer a “análise”.
Foi essa a leitura q fizeste dos gráficos? É q eu percebi outra coisa... de qq das formas, não batem certo.

Nop , das palavras , do jogo das palavras ...

Qq das formas em primeiro lugar a pergunta devia ser :


"O Sporting tinha em junho 78,9 mil sócios pagantes. Nesta temporada a média foi de 80,5%."

Mais uma lição de incompetência. Como é que se atira areia para os olhos das pessoas? Comparando na mesma frase um valor absoluto com uma percentagem para alturas diferentes!!! O sr. Cal como não quer dizer que o número de sócios caiu a pique, prefere mascarar valores. Onde anda a transparência? Qual é o número actual de sócios sr. Cal?

Esse valor é completamente diferente do que consta no orçamento de junho. O sr Cal tem sido useiro e vezeiro em meias verdades e falácias. Vamos ver se esta é mais uma.


Será +- ...

80% dos pagantes face aos pagantes anteriores .... perda de uns 16Mil que tinham ainda a quota em dia em determinada data que lhes deu jeito fazer a “análise”.
Foi essa a leitura q fizeste dos gráficos? É q eu percebi outra coisa... de qq das formas, não batem certo.

Nop , das palavras , do jogo das palavras ...

Qq das formas em primeiro lugar a pergunta devia ser :




Este clube ignora RGPDs e mete informações confidenciais em pens para dar a terceiros e íamos ficar chocados com isto?  :lol:
frederico, são 100 milhões, rato.

 Podem vir a ser, o problema primeiramente passa pela justa causa. A existir justa causa para rescindir, o valor a ser ressarcido é zero. Talvez até tenhamos que pagar. Se mantivermos a postura dos 100M€ ou nada, perdendo posteriormente o caso, vais manter a mesma opinião ou vens cá escrever que o Presidente Frederico é um incompetente e que devia ter aceite os 20M€?

Entre risco e recompensa? Vamos para tribunal...