Auditoria de Gestão 1995-2013

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Se bem percebi, só a gestão imobiliária será analisada no período de 18 anos, sendo que apenas a direcção do Godinho Lopes vai ter uma auditoria completa. É assim?

Errado. Tudo será analisado a fundo, mas a gestão imobiliária será em bloco. Vê o primeiro post, tens lá um gráfico...
Se bem percebi, só a gestão imobiliária será analisada no período de 18 anos, sendo que apenas a direcção do Godinho Lopes vai ter uma auditoria completa. É assim?

Errado. Tudo será analisado a fundo, mas a gestão imobiliária será em bloco. Vê o primeiro post, tens lá um gráfico...

Obrigado, li a notícia por alto num site dum jornal e nem reparei no gráfico neste tópico.
Fica aqui a imagem do site do Sporting, que foi também apresentada aos sócios em powerpoint na última AG:

« Última modificação: Outubro 10, 2013, 02:20 am por Green_Heart »
És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013
No final de cada fase temos resultados ou é comunicado tudo de uma vez?
Movimento PSN "Por um Sporting sem notáveis"

MyAnimeList
"Um em cada três lampiões é tão burro com os outros dois" Carlos Dolbeth
No final de cada fase temos resultados ou é comunicado tudo de uma vez?

Acho que os resultados virão em cada fase. Mas deve haver um trabalho global apresentado no final, e certamente uma convocatória e/ou AG para se discutir e tomar decisões pelos sócios caso se justifique
"Se as coisas correrem mal, essa despesa ficará por minha conta!"- a respeito da contratação de José Peseiro- Sousa Cintra 01/07/2018
A Auditoria de Gestão, com a consequente responsabilização dos culpados, constitui por si só, a missão mais importante, fundamental e crucial, que esta direcção poderá realizar.

Trata-se da honra do Sporting, do orgulho resgatado, e da verdade a que todos os Sportinguistas têm direito.

Sem essa verdade apurada, e sem o orgulho e a honra devolvida, nunca o Sporting Clube de Portugal se reconciliará consigo mesmo, nunca se reerguerá, e nunca haverá pacificação no seio do Clube.

É preciso ajustar contas com o passado, para o Sporting poder ter futuro.

Como diz o presidente Bruno de Carvalho, em relação à Auditoria de Gestão entre 1995 e 2013, "doa a quem doer", e eu acrescento, custe o que custar.  

É impossível coexistirem e coabitarem debaixo do mesmo tecto, aqueles que criminosamente anavalharam, saquearam, e quase mataram o Sporting, com aqueles que o querem ressuscitar e reerguer.





(chamo a atenção para o facto, de como quase sempre, ser importante ler nas entrelinhas)

Para que conste:
 


Programa da Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar

...

Pretendemos contribuir para a efectiva realização de uma Auditoria de Gestão a todo o universo leonino relativamente ao período de 2 de Junho de 1995 até 23 de Março de 2013. Não pactuaremos com auditorias meramente financeiras e tudo faremos para apurar até às últimas consequências os responsáveis pelo empobrecimento e insustentabilidade em que o Clube se encontra.

• Responsabilizar Pelos Danos – Iremos até às últimas consequências no sentido de apurar os responsáveis pelos actos de gestão que, ao longo dos últimos anos, se mostraram lesivos para com o Clube e, actuaremos disciplinarmente de acordo com as competências próprias do órgão ao qual nos candidatamos, e civil e criminalmente junto das instâncias competentes.




Programa Sporting no Coração Lista B - Bruno de Carvalho

...

-FINANCEIRA

59.
Auditoria de Gestão. Uma das primeiras medidas depois
das eleições será fazer uma auditoria de gestão ao Sporting
Clube de Portugal e à Sporting SAD.




Bruno de Carvalho: «Auditoria de gestão vai mesmo avançar»

Presidente vai cumprir promessa
quarta-feira, 10 abril de 2013 | 18:40 - Record

Bruno de Carvalho revelou esta quarta-feira que vai mesmo avançar com a auditoria de gestão às contas do clube, cumprindo assim o que prometeu após vencer as eleições.

“A auditoria de gestão vai mesmo avançar como dissemos”, afirmou o presidente leonino em conferência de imprensa.




Sporting
10 de abril de 2013 Sapo Desporto

Banca não quer auditoria de gestão

Auditoria de gestão é um dos tópicos que separa Bruno de Carvalho da banca na mesa das negociações da reestruturação da dívida leonina.

A intenção de Bruno de Carvalho em realizar uma auditoria de gestão, dos últimos conselhos diretivos, é um dos tópicos das negociações da reestruturação da dívida do Sporting que está a afastar o presidente leonino da banca.

Segundo avança o diário Record, os credores do clube têm como exigência a garantia de Bruno de Carvalho de que não será realizada nenhuma auditoria de gestão dos últimos conselhos diretivos, algo que constava no programa eleitoral do presidente do Sporting.

Na altura da campanha eleitoral para as presidenciais do Sporting, Bruno de Carvalho apontou várias vezes para a necessidade de se realizar uma auditoria de gestão, caso fosse eleito presidente.

«Uma auditoria de gestão será para percebermos por que é que passamos de 40 milhões de euros de passivo para mais de 400 milhões de euros de passivo. E, ou chegamos aqui por pura incompetência, que não acredito, e fechamos a porta ao passado; ou, se aconteceu gestão danosa, e muita gente acredita que sim, sigam os processos para que o Sporting e os sportinguistas possam fazer as pazes», afirmou Bruno de Carvalho.




Zerozero.pt
Sporting: Banca «não quer auditoria às contas» e deseja «antigos dirigentes na estrutura»
Sporting, Bruno de Carvalho | 2013-04-10 12:18

Equilibrar as finanças do Sporting é um dos maiores desafios do presidente do Sporting. Bruno de Carvalho tenta desbloquear verbas para fazer face às despesas urgentes do clube mas as entidades bancárias terão feito algumas exigências para libertar dinheiro aos cofres de Alvalade.

Segundo o jornal Record, a Banca espera «garantir que não será efetuada nenhuma auditoria de gestão às contas do clube», sendo também desejo dos banqueiros conhecer «um investidor que assuma a maioria de capital da SAD».

Uma das outras exigências que a Banca terá colocado a Bruno de Carvalho é a colocação de «elementos ligados a direções anteriores» na atual administração verde e branca.

A situação financeira do Sporting tem sido tema a marcar a atualidade e presidente dos leões vai, de resto, esclarecer hoje (18h) os recentes desenvolvimentos sobre este tema.




Bruno de Carvalho: «Auditoria de gestão será feita, ponto»
Sporting, Bruno de Carvalho | 2013-04-10 18:57 zerozero

 Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, assegurou, esta quarta-feira, em conferência de imprensa, que a auditoria de gestão vai mesmo avançar, tal como tinha prometido antes de assumir funções em Alvalade e contrariamente às notícias que davam conta da resistência da banca.

«A auditoria de gestão era para avançar e vai mesmo avançar. Não vou responder sobre isso [resistência da banca a essa intenção], mas está muito claro que a auditoria será feita, ponto», referiu o líder dos leões, que sempre foi avisando que não podia dizer tudo o que gostaria.




Sapo Desporto
Sporting

25 de setembro de 2013 09:09h

Bruno de Carvalho promete auditoria “doa a quem doer”

A auditoria financeira ao património e contas leoninas vai ser realizada por uma «entidade independente e externa».
Era uma promessa eleitoral de Bruno de Carvalho e o próprio reitera que vai mesmo avançar a auditoria financeira às contas leoninas. O presidente do Sporting adverte que não se trata de uma caça às bruxas, mas que se houver matéria de facto o Sporting vai agir judicialmente.

«Ninguém tem dúvida nenhuma que a auditoria vai ser feita, vai ser bem feita e o facto de eu pedir calma não tem nada que ver com os resultados que pode advir da auditoria. Se houver evidência de gestão danosa e negligência, o Sporting vai atuar judicialmente sobre isso», garante Bruno de Carvalho, que diz querer perceber se o Sporting «foi o clube mais azarado do mundo ou se houve realmente gestão danosa e negligência».

Quanto ao papel dos bancos, Bruno de Carvalho assegura que não interferirão no desfecho desta auditoria:
«Os bancos estão perfeitamente confortáveis com o trabalho que estamos a fazer e com os objetivos que temos definidos, inclusivamente quando à auditoria de gestão», termina.
 



25.SET.2013  10:00 Dinheiro vivo
Bruno de Carvalho: "Se houve gestão danosa no clube, o Sporting vai actuar judicialmente"

Bruno de Carvalho faz um balanço dos seus seis meses à frente do Sporting em entrevista ao Jornal de Negócios. A relação com a banca, os empréstimos, a auditoria às contas do clube e o seu estilo de liderança foram alguns dos temas fortes em cima da mesa.

O presidente sportinguista prefere, por enquanto, não falar de gestão danosa e negligência das anteriores administrações do clube e garante que a auditoria é mesmo para avançar. "Ninguém tem dúvida nenhuma que a auditoria vai ser feita, vai ser bem feita e o facto de eu pedir calma não tem nada que ver com os resultados que podem advir da auditoria", afirmou àquele jornal. "Se houver evidência de gestão danosa e negligência, o Sporting vai actuar judicialmente sobre isso."




Negócios.pt
Presidente do Sporting: "Auditoria vai ver se fomos o clube mais azarado do mundo"
 25 Setembro 2013, 10:38 por Pedro Santos Guerreiro | Pedro Ferreira Esteves |

"Se houver evidência de gestão danosa e negligência, o Sporting vai actuar judicialmente sobre isso. Não há nenhuma alteração. O que dizemos é que não vale a pena as pessoas viverem num sobressalto de algo a que finalmente vão ter acesso", sublinha Bruno de Carvalho em entrevista ao Negócios.

Gestor da KPMG, ex-auditora da SAD, foi a escolha da direcção e é "controller", diz o presidente do Sporting em entrevista ao Negócios.
 
Suspeita de corrupção no Sporting no passado?
 
Não vou entrar por aí. O Sporting precisa rapidamente, e nós queremos dar essa informação na próxima assembleia geral, de definir os prazos da auditoria de gestão. E não estou a fugir à pergunta, quero é trazer alguma tranquilidade ao clube, que também é preciso. Aquilo que eu como sportinguista digo é: se não houve negligência e gestão danosa, foi um azar muito grande do Sporting. Vamos ter de ver com a auditoria de gestão se fomos o clube mais azarado do mundo ou se houve realmente negligência ou gestão danosa. Porque, para termos chegado onde chegámos, aconteceu alguma coisa. Não foi a instituição em si que definhou, foram as pessoas que cá estiveram que foram dando os "inputs" à própria instituição.

Há notícias de que a banca não quer "sangue". A auditoria é para levar até ao fim, doa a quem doer?
 
Ninguém tem dúvida nenhuma que a auditoria vai ser feita, vai ser bem feita e o facto de eu pedir calma não tem nada que ver com os resultados que podem advir da auditoria. Isso há-de advir de uma entidade independente e externa. Se houver evidência de gestão danosa e negligência, o Sporting vai actuar judicialmente sobre isso. Não há nenhuma alteração. O que dizemos é que não vale a pena as pessoas viverem num sobressalto sobre algo a que finalmente hão-de ter acesso.
 
Mas os bancos mostraram-se confortáveis com a auditoria?
 
Os bancos estão perfeitamente confortáveis com o trabalho que estamos a fazer e com os objectivos que temos definido, inclusivamente quanto à auditoria de gestão. É algo de que não abdicamos, é algo que vamos realizar e estamos todos perfeitamente em sintonia: vai acontecer, com as consequências que tiver.

Pode ter consequências também na sua administração, uma vez que tem um membro da KPMG, que era auditor do Sporting nos últimos exercícios?
 
É engraçada essa pergunta porque está a tentar criar-se algum género de confusão. Primeiro, aquilo que o Sporting poderá fazer é agir contra dirigentes, colaboradores, funcionários, não poderá agir contra entidades externas. A questão do Guilherme Pinheiro eu já expliquei várias vezes: foi vontade da direcção e da administração da SAD podermos contar com mais um elemento que pudesse ajudar-nos como "controller", isso para nós era importante.
Nós temos de definir políticas e estratégias e sermos actuantes, e é necessário no dia-a-dia haver um controlo muito rigoroso do que se está a fazer. Estamos a falar de um clube com muitas modalidades, com um conjunto tremendo de departamentos e secções. E o Guilherme Pinheiro, que o Dr. Carlos Vieira [administrador financeiro] já conhecia há muitos anos, foram inclusivamente colegas de curso, é alguém que tinha um conhecimento do próprio Sporting exactamente pelo período que passou na KPMG.
 
Essa escolha foi interpretada como uma contrapartida da reestruturação financeira…
 
Vou repetir o que disse na assembleia geral, com dois milhares de pessoas e o próprio Guilherme Pinheiro presentes: no dia em que eu achar que o Dr. Guilherme Pinheiro não é uma mais-valia para o Sporting, esse é o dia em que ele sai. Não há nenhuma contrapartida, nenhuma imposição. Assim como no dia em que eu achar que não sou uma mais-valia para o Sporting, saio também.




Jornal de negócios 25/09/2013

Bruno de Carvalho:

Uma auditoria para apurar tudo. Quem, como, quando.





Mais Futebol
Sporting: definidos prazos para a auditoria de gestão

No prazo máximo de 13 meses os sócios conhecerão a radiografia completa à gestão feita no clube nos últimos dezoito anos.

Um comunicado publicado no site oficial do Sporting revela os prazos já definidos para a conclusão da tão falada auditoria às contas do clubes.
Basicamente vai ser auditada a gestão do universo do clube em todos os anos entre a saída de Sousa Cintra e a chegada de Bruno de Carvalho: ou seja no período que começa a 2 de Junho de 1995, com o mandato de Santana Lopes, e vai até 27 de Março de 2013, com a saída de Godinho Lopes.

Haverá cinco fases para revelação dos resultados da auditoria, as quais separam as várias direções do clube leonino.

Desta forma, nos primeiros 60 dias a contar da adjudicação da auditoria a uma empresa especializada serão revelados os resultados da gestão imobiliária de todos os presidentes e ainda os resultados da gestão desportiva, da gestão de fornecimento de bens e serviços e da gestão de recursos humanos do mandato de Godinho Lopes.

60 dias após a revelação de todos estes resultados, será a vez de serem revelados os resultados a gestão desportiva, da gestão de fornecimento de bens e serviços e da gestão de recursos humanos do mandato de José Eduardo Bettencout.

90 dia após a revelação dos resultados da gestão de Bettencourt, será a vez de serem revelados os resultados da gestão desportivo, de fornecimento de bens e de gestão de recursos humanos de Soares Franco.

90 dias depois será a vez de serem revelados os resultados da gestão de Dias da Cunha e 90 dias depois destes serão revelados os resultados da auditoria às gestões de Santana Lopes e José Roquette.

Todo este trabalho terá a duração máxima de 13 meses a partir do momento da adjudicação da auditoria.

Refira-se que nesta altura o Sporting encontra-se a analisar as propostas apresentadas pelas várias empresas interessadas em fazer a auditoria de gestão. Houve 14 empresas que concorreram ao serviço, dez delas cumpriram o prazo dado pelo Sporting e as candidaturas foram aceites.
Estas informações já tinha sido dadas pelo Presidente do Conselho Fiscal e Disciplinar, Jorge Bacelar Gouveia, na Assembleia Geral, e foram agora reveladas publicamente.




NF Notícias do Futebol
Sporting
15:38 quinta, 12 de setembro de 2013  
/Bruno de Carvalho/Luís Godinho Lopes/Sporting Clube de Portugal  
 
Sporting com dados para processar gestão de Godinho Lopes

Bruno de Carvalho já havia prometido que não iria perdoar actos de gestão danosa e, de acordo com o "Diário de Notícias", a actual direcção do Sporting já terá encontrado matéria que poderá motivar uma queixa na justiça, na análise dos vários dossiers da direcção de Godinho Lopes.

O úlltimo relatório e contas da SAD leonina, que foi enviado à CMVM, mostrou inúmeras "derrapagens" nos valores das contratações de alguns jogadores como Elias e Labyad, assim como dívidas a antigos administradores como Luís Duque, contudo, a fonte contactada pelo "DN" não especificou se a matéria passível de queixa na justiça estaria relacionada com estes casos.

De qualquer maneira, fonte do Sporting assumiu ao "DN" que todos os actos de gestão danosa serão denunciados, "pois, caso contrário, esta direcção estaria a ser conivente".

Acções podem extender-se a outras direcções.

Estas acções judiciais poderão ir mesmo mais além e estender-se a orgãos directivos anteriores a Godinho Lopes, pois será uma vontade desta direcção a de realizar uma auditoria de gestão que analise os últimos 18 anos de Sporting, ou seja, desde a gestão de José Roquette.

Isso, na verdade, é visto em Alvalade como fundamental para se perceber o porquê das contas da SAD verde-e-branca apresentarem um passivo que está na ordem dos 258,8 milhões de euros.





« Última modificação: Outubro 10, 2013, 01:43 am por chirola »
Ah pois é!!! Tardou mas não vai falhar!! :cartao:
A hora chegará.. (para os coveiros do Sporting).

Auditoria: Mais uma vez, BdC promete, BdC cumpre!!
“Quero um clube só de futebol, sem sócios mas com adeptos que não se intrometam na gestão nem tenham voto nas eleições dos corpos sociais”.

Filipe Soares Franco - 2005


Anseio nao pelo começo mas pelo final da mesma
Essencialmente por 2 motivos:

- É o processo mais importante que esta Direcção têm em mãos. É importante que tudo seja apurado para seguir em frente.
- Seria o sentimento de missao cumprida. O meu e de mais alguns que andam nesta luta faz anos.

Nunca esteve tao perto!!!!

SL
Só é pena na auditoria não haver um ponto para analisar as Eleições... :whistle:
Caros,

Tenho uma curiosidade pessoal de saber o quanto estariam os sócios dispostos a pagar para ter esta auditoria de gestão feita.

10.000€?
100.000€?
1.000.000€?
10.000.000€?

No limite, se o Bruno de Carvalho vos dissesse que poderia contratar, sei lá, o Ronaldo ou realizar a auditoria de gestão, o que preferiam?
Caros,

Tenho uma curiosidade pessoal de saber o quanto estariam os sócios dispostos a pagar para ter esta auditoria de gestão feita.

10.000€?
100.000€?
1.000.000€?
10.000.000€?

No limite, se o Bruno de Carvalho vos dissesse que poderia contratar, sei lá, o Ronaldo ou realizar a auditoria de gestão, o que preferiam?

Auditoria.
Sporting Club of Portugal Dressage & Golf

Powered by: Zé Dudu & Tio Jaime
Caros,

Tenho uma curiosidade pessoal de saber o quanto estariam os sócios dispostos a pagar para ter esta auditoria de gestão feita.

10.000€?
100.000€?
1.000.000€?
10.000.000€?

No limite, se o Bruno de Carvalho vos dissesse que poderia contratar, sei lá, o Ronaldo ou realizar a auditoria de gestão, o que preferiam?

1-Pagar o que for preciso!
2-Auditoria!

SL
Caros,

Tenho uma curiosidade pessoal de saber o quanto estariam os sócios dispostos a pagar para ter esta auditoria de gestão feita.

10.000€?
100.000€?
1.000.000€?
10.000.000€?

No limite, se o Bruno de Carvalho vos dissesse que poderia contratar, sei lá, o Ronaldo ou realizar a auditoria de gestão, o que preferiam?

Desculpa que te diga, mas a tua pergunta é estupida  ::)
A auditoria não vai sair dos bolsos dos sportinguistas, foi prometido pelo Presidente aos sócios, vai avançar, ponto.
Caros,

Tenho uma curiosidade pessoal de saber o quanto estariam os sócios dispostos a pagar para ter esta auditoria de gestão feita.

10.000€?
100.000€?
1.000.000€?
10.000.000€?

No limite, se o Bruno de Carvalho vos dissesse que poderia contratar, sei lá, o Ronaldo ou realizar a auditoria de gestão, o que preferiam?

Desculpa que te diga, mas a tua pergunta é estupida  ::)
A auditoria não vai sair dos bolsos dos sportinguistas, foi prometido pelo Presidente aos sócios, vai avançar, ponto.

Qual foi a parte de "curiosidade pessoal" que nao leste?

SL
Caros,

Tenho uma curiosidade pessoal de saber o quanto estariam os sócios dispostos a pagar para ter esta auditoria de gestão feita.

10.000€?
100.000€?
1.000.000€?
10.000.000€?

No limite, se o Bruno de Carvalho vos dissesse que poderia contratar, sei lá, o Ronaldo ou realizar a auditoria de gestão, o que preferiam?
Sem dúvida nenhuma a última opção, por muito respeito que tenha pelo Ronaldo.
Querem acabar de vez com a nossa paixão!
Não vamos deixar... porque nunca desistimos de ti!
Caros,

Tenho uma curiosidade pessoal de saber o quanto estariam os sócios dispostos a pagar para ter esta auditoria de gestão feita.

10.000€?
100.000€?
1.000.000€?
10.000.000€?

No limite, se o Bruno de Carvalho vos dissesse que poderia contratar, sei lá, o Ronaldo ou realizar a auditoria de gestão, o que preferiam?

Desculpa que te diga, mas a tua pergunta é estupida  ::)
A auditoria não vai sair dos bolsos dos sportinguistas, foi prometido pelo Presidente aos sócios, vai avançar, ponto.

Qual foi a parte de "curiosidade pessoal" que nao leste?

SL

Até porque a auditoria vai custar os olhos da cara, certamente. É imperativa, mas vai custar balúrdios. Lamentável foi a fantochada de há 2 anos, que pretendeu atirar areia para os olhos dos Sportinguistas.
pagamos ao ronaldo para fazer a auditoria.
Caros,

Tenho uma curiosidade pessoal de saber o quanto estariam os sócios dispostos a pagar para ter esta auditoria de gestão feita.

10.000€?
100.000€?
1.000.000€?
10.000.000€?

No limite, se o Bruno de Carvalho vos dissesse que poderia contratar, sei lá, o Ronaldo ou realizar a auditoria de gestão, o que preferiam?

Desculpa que te diga, mas a tua pergunta é estupida  ::)
A auditoria não vai sair dos bolsos dos sportinguistas, foi prometido pelo Presidente aos sócios, vai avançar, ponto.

Qual foi a parte de "curiosidade pessoal" que nao leste?

SL

Continuo a achar que a pergunta não é muito inteligente, estão a ser comparadas coisas totalmente distintas. Se a pergunta fosse: preferem a construção de um pavilhão para as modalidades ou o fecho do fosso e a mudança das cores das cadeiras do estádio de futebol? Ou: preferem contratar o Ronaldo que é o melhor do mundo, ou 5 bons jogadores? Agora entre contratar o Ronaldo e a auditoria  ::)? Mas pronto, peço desculpa se ofendi alguem.

Se o dinheiro para a auditoria dependesse do bolso dos sócios a mesma jamais seria realizada, só um sonhador é que ainda não percebeu que essas coisas nunca funcionam, daí o fiasco da " operação coração " do benfica, ou da angariação de fundos para a realização da AG extraordinária, se não fosse o Bruno a por os 15.000 euros que faltavam (num total de 30.000 euros), para aquilo que era a unica salvação do clube, bem podiamos já estar a apoiar o SCP nas distritais neste momento.