A união e outros termos!

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

A união e outros termos: Como utilizar a linguagem neo-roquette num artigo contra a direcção.
Escrevo a todas as vozes que por aí pululam, a debitar os novos slogans da Direção Godinho Lopes. Escrevo a todos aqueles que baniram estas palavras, por carregarem um peso com o qual não concordam. Escrevo a todos os sócios, adeptos e simpatizantes do Sporting Clube de Portugal (perdoem-me a minha falta de humildade).

Hoje em dia, cada vez que Godinho Lopes, ou um qualquer membro dos órgãos sociais do Sporting fala, surgem os já habituais termos de Sustentabilidade, Estabilidade e União. Pensemos no significado de cada uma delas… (para referência, usei o Dicionário online Priberam)

Ao contrário do que o Godinho apregoa, ele próprio não defende a sustentabilidade. Como podem ver pela definição, sustentabilidade é um modelo de desenvolvimento que tem condições para se manter ou conservar.
Ao não fazer nada e deixar passar o prazo da inconvertibilidade das VMOC’s, o atual modelo de gestão do Sporting deixa de ter condições para se manter. Pois o modelo esgota-se numa situação muito simples: O Sporting Clube de Portugal deixa de ter a maioria na Sporting SAD. Logo, o modelo atual não se vai conservar, vai-se alterar. Isto, só por si, contradiz a noção de sustentabilidade que GL tanto defende.
Por outro lado, o Sporting neste momento não é sustentável. Não se consegue sustentar.Com os prejuízos que se vão acumulando, é impossível prever que seja possível conservar, ou manter, o Sporting Clube de Portugal. Sustentar (no sentido de argumentar) a tese de que é possível dar a volta por este caminho é impossível. Se pensarmos  em todas as definições de sustentar, nenhuma pode ser aplicada ao Sporting Clube de Portugal. Auxiliar, impedir que caia, resistir, conservar, alimentar, instruir, perpetuar, estimular nada se aplica ao Sporting Clube de Portugal neste momento. Nada! Financeiramente, desportivamente…
Por outro lado, temos a tão falada estabilidade. Estabilidade implica firmeza, solidez, permanência. Em mecânica (área tão cara ao nosso Presidente) significa equilíbrio. Em que área é que o Sporting Clube de Portugal é equilibrado? Mais uma vez, não é certamente na área financeira. Na desportiva nem vale a pena falar. Solidez, permanência? Numa Direção onde já saíram Luís Duque, Paulo Pereira Cristóvão, Carlos Barbosa, e entraram outros tantos, pode-se falar em permanência? Numa Direção que já teve 3 treinadores em ano e meio de mandato, pode-se falar em permanência? Diretores desportivos, médicos, equipa técnica, tudo muda, mas apregoa-se que é necessária estabilidade?
Por último, chegamos à União. União refere-se à conformidade de esforços ou pensamentos. A concórdia…A aliança. Será que é isto que o atual CD mostra, transmite? Não. Começando pela campanha, que decorreu num clima de guerrilha e de ataques sujos, baixos e pessoais… Não se tratam eleições de um clube assim. Pois no fim das eleições deve exatamente prevalecer a união. Que foi o que não aconteceu… União não é apelidar sócios descontentes de encapuçados. União não é andar com segurança para todo o lado.Um CD que tanto apregoa a união deveria ser o primeiro a aceitar o repto lançado e convocar uma AG para avaliar o seu trabalho. Pois não são apenas aqueles dois sócios descontentes. São os necessários e suficientes para requerer essa AG. Se existisse bom senso, teria que partir do CD essa ação, em vez de obrigar os sócios a despender dinheiro (que tanta falta faz hoje em dia) para realizar essa AG.

Utilizando uma expressão popular, viremos o “bico ao prego”. Vejamos o outro lado da questão.Sustentabilidade é apresentar um projeto concreto, viável para a preservação do Sporting. Sustentabilidade é abdicar de prejudicar o Sporting com um processo em tribunal demorado por causa das eleições e dar hipótese à Direção declarada vencedora de cumprir o seu projeto. Sustentabilidade é disponibilizar os seus instrumentos à Direção declarada vencedora, tendo como único objetivo o bem do Sporting Clube de Portugal. Estabilidade é abster-se de criar ruído que possa perturbar o trabalho de uma Direção, aparecendo apenas quando a situação se tornou (e aqui sim aplica-se) insustentável, ao contrário de muitos outros que defendem a não realização de eleições antecipadas, mas que semanalmente criticam tudo o que se passa no Sporting Clube de Portugal. Finalmente, União foi o que motivou alguns sócios do Sporting Clube de Portugal a iniciarem um Movimento para destituir a Direção. Sim, união. A tal conformidade de esforços e de pensamentos, que faz um esforço para contribuir para a queda do atual CD. Que tem como pensamento a criação de espaço para outro(s) apresentarem os seus projetos e tentarem sustentar o Sporting para o futuro, para que a sua sustentabilidade não esteja em causa.
Saudações Leoninas a todos!
Crazyhead, belo retrato da realidade que demonstras :great:,

Permite-me pegar no teu Post e dar a versão destes termos em discurso "Pró-Godinho" :angel:



Definição dos Termos Sustentabilidade, Estabilidade e União em Godinhês.


Sustentabilidade

"Estamos a trabalhar para a sustentabilidade. A partir de 2013/2014, a SAD vai aumentar as suas receitas 40%, gerando receitas fixas á volta dos 65/70Milhões. Este é o ano dificil, mas para o ano com o novo contrato televisivo, com mais vendas de merchandising desportivo, com mais patrocinios, com mais formação e quotas, o Sporting deixará de ser deficitario e passará a ser um clube Sustentavel."

(Entretanto antes de chegar a "sustentabilidade prometida" o Passivo (declarado) disparou quase 100 Milhões € e os capitais Proprios degradaram-se em 90 Milhões de €). (Mas calma... Que para o ano é que virá a tão ambicionada sustentabilidade!...)


Estabilidade

O Dicionario de Godinhês não tem tradução para esta palavra. Calcula-se que em linguagem Godinhesa, não exista esta palavra. Mas em linguagem neo-Situacionista(s) deve ser algo do genero "estavam a minar o trabalho de Godinho Lopes. Agora é que é!"


União

"Os Sportinguistas devem unir-se a esta direcção! Gastem €€€, unam-se a esta direcção, (mesmo que só façam M€rda e estejam a afundar a nossa sepultura) apoiem a direcção e unam-se contra os inimigos externos que atacam e denigrem o Sporting e os Sportinguistas. O que é preciso é paz e união para progredir, que a direcção está a trabalhar bem!!... Os Problemas qie ocorrem são culpa dos terroristas e encapuzados."

(Nisso O Sr. Godinho Lopes tem merito de facto, conseguiu unir, conseguiu unir os Sportinguistas contra ele).