Actividade económica do Futebol do Sporting no 1.º semestre 2011/12

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Segundo o Sporting:

COMUNICADO

EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE NO 1º SEMESTRE 2011/12

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD vem cumprir os seus deveres de prestação de informação económica e financeira referente ao primeiro semestre do exercício em curso, período compreendido entre 1 de Julho e 31 de Dezembro de 2011, destacando-se em seguida os seguintes factos:

1. Os Resultados do Semestre são negativos em 19.115 milhares de  Euros, e o agravamento verificado quando comparado com o semestre anterior é fundamentalmente devido ao facto de, em 2010, se ter verificado um saldo positivo de 18 797 milhares de Euros na rubrica “ Proveitos com Transacções de Passes”.

2. Os Proveitos Operacionais tiveram um crescimento de 8,5% em relação ao ano anterior, o que é de assinalar tendo em conta a difícil situação macroeconómica.

3. Os custos operacionais foram agravados como reflexo do investimento feito na Equipa Principal. Assim, os Custos de Pessoal passaram de Euros 13,9 milhares em 31.12 2010 para Euros 19,3 milhares em 31.12.2011. O crescimento dos restantes custos operacionais é mais que compensado pelo aumento de receitas do semestre.

4. Os resultados operacionais excluindo custos/proveitos de transacções de passes, são de 10,1 M€ negativos contra 4,8 M€ negativos em  31.12.2010. A diferença é inferior ao agravamento verificado nos custos de pessoal.

5. Crescimento do Activo de 12 M€ no semestre, essencialmente devido ao acréscimo da rubrica “Activos Fixos Intangíveis  – Valor do Plantel”, que cresceu 18,3 M€ como reflexo do investimentos feito na Equipa Principal.

6. O Passivo cresceu 31,1 M€, compatível com os resultados do semestre e com os investimentos efectuados.

Lisboa, 29 de Fevereiro de 2012
O Conselho de Administração
Siga a palhaçada...

Btw, alguns ordenados, como o do Elias, ainda não foram apresentados como custos com pessoal. Para o ano veremos realmente qual o custo deste plantel...
- Manuel Fernandes para Assessor do Conselho de Administração;

- Sr. Dr. Pedro Mil Homens, Consultor na área de Internacionalização da Academia;

- O estabelecimento da nova distribuição das Quotas entre o Sporting Cube Portugal e a Sociedade, implicou uma redução de cerca de 600 mil Euros na rubrica “Quotizações”. Quer isto dizer que passou a ser 75% para o Clube e 25% para a SAD.

 - "A equipa encontra-se classificada em 4º lugar na Liga Nacional, tendo obtido o total de 38 pontos à 20ª jornada, o que, embora abaixo das expectativas, representa maior número de pontos que nas duas últimas épocas." - Nada como ver o lado positivo :inde:

- "Foi anunciado e está em fase final de estudo, o projecto de recapitalização da Sociedade, tendo em vista a correcção, ainda no presente exercício, da situação actual de Capitais Próprios negativos." - Olha a venda do Estádio ainda este ano :angel:

- A remuneração dos Órgãos Sociais aumentou 30%;

- O Sporting detém 35% do Ricky van Wolfswinkel! Godinho Lopes, és mentiroso! Mas nada que eu já não soubesse (o Winston sabe do que estou a falar :mrgreen:);

- O Engº. José Fi l ipe Melo e Cas tro Guedes, Engº. João Manuel de Melo Franco, Dr. Paulo Jorge Duarte Gi l Galvão André e Dr. Jorge Salema Garção José de Mello participam nas Assembleias da SAD? Se sim, como? Não têm o número mínimo de acções (100).
31.1  :inde: nada surpreso.

Estes comunicados é que são uma "cena" estranha.
O que mais preocupa é que os jogadores que compramos a maioria nao valorizou. apenas Carrillo e Rianudo sao os que vejo possíveis vendas futuras com encaixes significativos ( dentro da normalidade no mínimo os dois podem vir a valer mais que 15 milhões cada). Schaars e Elias já nao caminham para novos e nao me parece que os possamos vender por muito. Os outros entre lesões e falta de qualidade vão provavelmente dar prejuízo. outra agravante é os elevados salários que o Sporting anda a pagar e a vergonha de este ano ainda oagamos mais aos homens da SAD.
O que mais preocupa é que os jogadores que compramos a maioria nao valorizou. apenas Carrillo e Rianudo sao os que vejo possíveis vendas futuras com encaixes significativos ( dentro da normalidade no mínimo os dois podem vir a valer mais que 15 milhões cada). Schaars e Elias já nao caminham para novos e nao me parece que os possamos vender por muito. Os outros entre lesões e falta de qualidade vão provavelmente dar prejuízo. outra agravante é os elevados salários que o Sporting anda a pagar e a vergonha de este ano ainda oagamos mais aos homens da SAD.
Se vendêssemos o Carrillo e o Rinaudo por 30M (15+15), já dava para pagar o investimento feito. Mas não me cheira que eles valham, agora, 15M juntos  :great:


Citar
Há coisas na vida que nunca mudam, a nobreza de carácter é uma delas, ou se tem, ou não. Por mais “riqueza” que ostentem, os pobres de espírito sempre o serão. O complexo de inferioridade demonstrado por todas estas atitudes é totalmente incompatível com um clube que para além de títulos quer ser grande, pois a grandeza é muito mais do que o vencer. A grandeza é vencer, é saber vencer, é saber perder, é saber estar, algo que não está ao alcance de todos.

O Sporting Clube de Portugal,
Lisboa, 28 de Outubro de 2013
O que mais preocupa é que os jogadores que compramos a maioria nao valorizou. apenas Carrillo e Rianudo sao os que vejo possíveis vendas futuras com encaixes significativos ( dentro da normalidade no mínimo os dois podem vir a valer mais que 15 milhões cada). Schaars e Elias já nao caminham para novos e nao me parece que os possamos vender por muito. Os outros entre lesões e falta de qualidade vão provavelmente dar prejuízo. outra agravante é os elevados salários que o Sporting anda a pagar e a vergonha de este ano ainda oagamos mais aos homens da SAD.
Se vendêssemos o Carrillo e o Rinaudo por 30M (15+15), já dava para pagar o investimento feito. Mas não me cheira que eles valham, agora, 15M juntos  :great:

Esqueci me do Wolfsinkel e do Insua! Mas também me esqueci que estamos longe de ter 100% do passe dos jogadores.
Não surpreende o saldo negativo, porque era mesmo necessário investir para ter retorno no futuro. E este investimento deverá na minha optica continuar. Apenas duas "coisinhas" me preocupam:

1º Preocupa-me saber que os responsáveis por trazerem os "activos" são bestas, e que pelo menos um deles já trouxe milhões de prejuizo ao clube pelas suas escolhas erradas.

2º Preocupa-me saber de onde vem o dinheiro dos investimentos no futebol e com isso perceber que vamos ficar cada vez mais endividados e "obrigados" a realizar operações financeiras sempre duvidosas.
Citar
Liedshow89:
Não surpreende o saldo negativo, porque era mesmo necessário investir para ter retorno no futuro. E este investimento deverá na minha optica continuar. Apenas duas "coisinhas" me preocupam:

1º Preocupa-me saber que os responsáveis por trazerem os "activos" são bestas, e que pelo menos um deles já trouxe milhões de prejuizo ao clube pelas suas escolhas erradas.

2º Preocupa-me saber de onde vem o dinheiro dos investimentos no futebol e com isso perceber que vamos ficar cada vez mais endividados e "obrigados" a realizar operações financeiras sempre duvidosas.


Por cada trimestre que passa, somamos 10M de prejuízo em cima, muito dificilmente tal é explicado ( só ) pelo investimento feito. O défice de exploração estrutural é uma evidência e os números mostram que não se consegue invertê-lo.

Acabámos o ano passado com 44M negativos, exercicio onde se incluíam as vendas de Moutinho, Veloso e Liedson e alguns custos não recorrentes e os valores deste ano não ficarão muito longe. Por alto, os últimos 3 anos anos servirão para aumentar o buraco em mais de 100M, com os resultados desportivos que se sabe.

Mas desde que não aventureirismo e haja credibilidade, rindo e cantando.
31.1  :inde: nada surpreso.

Estes comunicados é que são uma "cena" estranha.

São obrigados pela liga. Os outros clubes também apresentaram contas.
O que mais preocupa é que os jogadores que compramos a maioria nao valorizou. apenas Carrillo e Rianudo sao os que vejo possíveis vendas futuras com encaixes significativos ( dentro da normalidade no mínimo os dois podem vir a valer mais que 15 milhões cada). Schaars e Elias já nao caminham para novos e nao me parece que os possamos vender por muito. Os outros entre lesões e falta de qualidade vão provavelmente dar prejuízo. outra agravante é os elevados salários que o Sporting anda a pagar e a vergonha de este ano ainda oagamos mais aos homens da SAD.
Se vendêssemos o Carrillo e o Rinaudo por 30M (15+15), já dava para pagar o investimento feito. Mas não me cheira que eles valham, agora, 15M juntos  :great:

Se o Carrillo e o Rinaudo fossem vendidos por 30M (15+15), tendo em conta que temos 30% do primeiro e 35% do segundo... Iríamos receber menos de 10 milhões de euro.

Quando "investimos" num jogador, não vão para a conta de prejuízos... Estamos perante um valor que entra no activo do Clube. Sendo depois amortizado consoante os anos de contrato. Este "investimento" vem sendo amortizado.

Preocupante é o aumento de custos, sem existir aumento de receitas.

Identifiquem no relatório qual foi o valor pelo qual "cedemos definitivamente" o Marco Torsiglieri.

http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/PCS37744.pdf
"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar
31.1  :inde: nada surpreso.

Estes comunicados é que são uma "cena" estranha.

São obrigados pela liga. Os outros clubes também apresentaram contas.
São obrigados é pela CMVM.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Se o Carrillo e o Rinaudo fossem vendidos por 30M (15+15), tendo em conta que temos 30% do primeiro e 35% do segundo... Iríamos receber menos de 10 milhões de euro.

Quando "investimos" num jogador, não vão para a conta de prejuízos... Estamos perante um valor que entra no activo do Clube. Sendo depois amortizado consoante os anos de contrato. Este "investimento" vem sendo amortizado.

Preocupante é o aumento de custos, sem existir aumento de receitas.

Identifiquem no relatório qual foi o valor pelo qual "cedemos definitivamente" o Marco Torsiglieri.

http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/PCS37744.pdf
Há um aumento abrupto com os custos, anda ali muito boa gente a sugar dinheiro.
Infelizmente cedemos definitivamente um activo, Marco Torsiglieri, sem receber nada. (Sempre fomos bons a fazer negócios).
As alienações vieram dar pequenas bolsas de oxigénio, mas a verdade é que a venda de certos activos, nesta altura, tráz poucas mais-valias ao Sporting. Temos que saber vender e aproveitar que ainda temos boas percentagens do Rui Patrício e J. Pereira (os activos mais valorizados de momento) para fazer bons encaixes financeiros e contrariar o aumento do défice, justificado com o investiento no plantel (investimento que está a ser útil para ombrear, com o Marítimo, pela luta do 4º lugar :x).

Infelizmente vejo, tudo isto, como mais um passo para a cova.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Catastrófico é só o que me ocorre. E para chatear ainda mais vejo numa noticia que os encornados tiveram lucros de 16 milhões  :twisted: não há pachorra
Nós somos da raça que nunca se vergará!
O que mais preocupa é que os jogadores que compramos a maioria nao valorizou. apenas Carrillo e Rianudo sao os que vejo possíveis vendas futuras com encaixes significativos ( dentro da normalidade no mínimo os dois podem vir a valer mais que 15 milhões cada). Schaars e Elias já nao caminham para novos e nao me parece que os possamos vender por muito. Os outros entre lesões e falta de qualidade vão provavelmente dar prejuízo. outra agravante é os elevados salários que o Sporting anda a pagar e a vergonha de este ano ainda oagamos mais aos homens da SAD.
Se vendêssemos o Carrillo e o Rinaudo por 30M (15+15), já dava para pagar o investimento feito. Mas não me cheira que eles valham, agora, 15M juntos  :great:

Se o Carrillo e o Rinaudo fossem vendidos por 30M (15+15), tendo em conta que temos 30% do primeiro e 35% do segundo... Iríamos receber menos de 10 milhões de euro.

Quando "investimos" num jogador, não vão para a conta de prejuízos... Estamos perante um valor que entra no activo do Clube. Sendo depois amortizado consoante os anos de contrato. Este "investimento" vem sendo amortizado.

Preocupante é o aumento de custos, sem existir aumento de receitas.

Identifiquem no relatório qual foi o valor pelo qual "cedemos definitivamente" o Marco Torsiglieri.
http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/PCS37744.pdf

Nao se encontram, valores....
Provavelmente fou«i a custo zero...

SL
Vejo muita gente a mamar nas transferências, vejo mais tachos, vejo mais endividados ao BES, não estamos a descer pelas escadas, vamos mesmo de elevador e de cabeça.

Se não formos a champions, e em 4 lugar, lá vamos vender uns jogadores, mas também dá jeito para os tachos ganharem umas comissões, td a comer a carne do leão.
Mais um a custo zero, um que é titular indiscutível numa equipa que está em terceiro no campeonato da ucrânia e que tem feito grandes prestações na liga europa.

O próximo é o Bojinov.

Muito equilibrada e credivel esta gestão engodinhada.
Custos com o pessoal a subirem vertiginosamente (em contraciclo).
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
O que mais preocupa é que os jogadores que compramos a maioria nao valorizou. apenas Carrillo e Rianudo sao os que vejo possíveis vendas futuras com encaixes significativos ( dentro da normalidade no mínimo os dois podem vir a valer mais que 15 milhões cada). Schaars e Elias já nao caminham para novos e nao me parece que os possamos vender por muito. Os outros entre lesões e falta de qualidade vão provavelmente dar prejuízo. outra agravante é os elevados salários que o Sporting anda a pagar e a vergonha de este ano ainda oagamos mais aos homens da SAD.
Se vendêssemos o Carrillo e o Rinaudo por 30M (15+15), já dava para pagar o investimento feito. Mas não me cheira que eles valham, agora, 15M juntos  :great:

Se o Carrillo e o Rinaudo fossem vendidos por 30M (15+15), tendo em conta que temos 30% do primeiro e 35% do segundo... Iríamos receber menos de 10 milhões de euro.

Quando "investimos" num jogador, não vão para a conta de prejuízos... Estamos perante um valor que entra no activo do Clube. Sendo depois amortizado consoante os anos de contrato. Este "investimento" vem sendo amortizado.

Preocupante é o aumento de custos, sem existir aumento de receitas.

Identifiquem no relatório qual foi o valor pelo qual "cedemos definitivamente" o Marco Torsiglieri.
http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/PCS37744.pdf

Nao se encontram, valores....
Provavelmente fou«i a custo zero...

SL

Já agora dizer que o Torsi custou isto:

http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/fsd17358.pdf

SL