Fundo de Jogadores do Sporting - uma nova fonte de financiamento

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

O Diário de Notícias apresenta um artigo onde fala do novo Fundo de Investimento do Sporting constituído pelos passes de alguns jogadores (à semelhança do Benfica Star Fund). O fundo terá o valor de 12 M€ e, tal como no caso dos vermelhuscos, será gerido pelo Banco Espírito Santo.

CMVM já analisa fundo de jogadores do Sporting
por BRUNO PIRES

Leões encaixam quase 12 milhões de euros. Luz verde à proposta até final de Outubro

A SAD do Sporting, sabe o DN, vai constituir em parceria com o Grupo Espírito Santo um fundo de investimento no valor de 12 milhões de euros, aproximadamente, que terá como activos os jogadores da equipa de futebol profissional.

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) está a analisar a proposta leonina, podendo a mesma ter luz verde até final do próximo mês de Outubro. "Confirmamos que estamos a analisar um projecto do Sporting com essa finalidade", disse ao DN fonte oficial da CMVM. Um passo que não foi seguido pelo Sporting, que preferiu não comentar.

Segundo informações recolhidas pelo DN, o projecto tem vários pontos semelhantes com o fundo constituído pelo Benfica, a 1 de Outubro de 2009, também em parceria com o Grupo Espírito Santo, com a diferença de que o dos encarnados tem o valor de 40 milhões de euros.

Esta disparidade - de 40 milhões para 12 milhões - tem a ver, segundo o economista Camilo Lourenço, com o "o valor dos activos de um e de outro clube". Por outras palavras, os atletas do Benfica são considerados mais valiosos pelo mercado de capitais.

Relembre-se que o projecto do clube da Luz chegou a merecer críticas violentas do actual presidente do Sporting, três dias depois da sua oficialização.

"O fundo de investimento do Benfica é uma vergonha, em que se avaliam jogadores, como o Javi García, em 17 milhões de euros, e juniores que ninguém conhece em cinco milhões", disse, então, José Eduardo Bettencourt aos sócios na casa do Sporting de Vendas Novas.

Na lista de futebolistas que o Sporting vai fornecer aos avaliadores do fundo há duas premissas: têm de ter uma idade compreendida entre os 16 e os 26 anos e um contrato de três épocas.

Jogadores como Rui Patrício, Daniel Carriço, Nuno André Coelho, Zapater, Saleiro e Diogo Salomão cumprem os requisitos, pelo que parte dos seus passes deve ser alienada pelo Sporting para que o clube possua maior capacidade financeira, e, assim, liquidar transferências já efectivadas mas que ainda não foram pagas na totalidade, e ainda para que possa atacar o mercado, que reabre em Janeiro, altura em que se prevê que o fundo esteja em pleno funcionamento.
« Última modificação: Agosto 19, 2010, 10:17 am por Paracelsus »
Um passado que regressa com a forma de futuro.


Pena ser só para outubro...
«Não é o Sporting que se orgulha do nosso valor. Nós é que nos devemos sentir honrados por ter esta camisola vestida.» - Francisco Stromp
Eu curto a coerência do nosso excelentíssimo presidente expert da banca.
Isto não é novidade no Sporting, já tivemos há uns anos um fundo deste género que acabou por ser extinto.
Este fundo para alem de representar um encaixe de receitas através da venda de parte dos passes dos jogadores pode ser também uma forma de "fugir" ao tal artigo 35 das sociedades anónimas (falencia técnica), pois no Sporting os jogadores vindos da formação estão contabilizados com valor 0 (zero), entrando neste fundo o passe dos jogadores passará a ser valorizado por X, X esse que passará a ser também contabilizado como capitais próprios.

Mas certamente haverá aqui alguem mais qualificado para explicar ou corrigir-me, mas penso que servirá tambem para isto.
« Última modificação: Agosto 19, 2010, 10:58 am por Lizard »
A ser realizado, gostaria que o mesmo fosse apresentado pelo próprio Bettencourt

H.T.R.
Eu curto a coerência do nosso excelentíssimo presidente expert da banca.

É raro mas eu neste caso até me revejo nas palavras dele. É uma vergonha as avaliações feitas no fundo do benfica...mas isso é á margem do clube. Nesses moldes é claro que o Sporting tem de estar interessado em algo semelhante.

A critica não foi á solução mas sim ao funcionamento da mesma por parte das entidades bancárias.
12 milhões???? É ridiculo! A não ser quer a percentagem dos passes a alienar seja baixa
Gostava de saber quais as diferenças (se é que as há) entre este fundo e o anterior que tão boas coisas nos trouxe...
Lá vamos nós em Dezembro ás compras... >:D
Lá vamos nós em Dezembro ás compras... >:D

Dava jeito um adiantamento  :P :twisted:
Um passado que regressa com a forma de futuro.


Lá vamos nós em Dezembro ás compras... >:D

Dava jeito um adiantamento  :P :twisted:
Vamos ser campeões de inverno vão sair jogadores a bom preço tipo: salomão, izmailov, carriço e patricio
Vamos ficar ricos vamos às comprar de qualidade  :pray: :think:
Não tenho grande oposição de principio a fundos de jogadores desde que balizados por principio de transparência.

Uma coisa no entanto me faz espécie que é a valoração dos activos e a percentagem de compra do passe pelo fundo.

Sendo que a isto se soma o recente historial de vendas em saldo que em teoria deveria arrefecer a procura de participação neste fundo.

Mais uma teoria conspirativa se forma na minha cabeça...
Eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que os outros entendem!

Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.
Sendo que a isto se soma o recente historial de vendas em saldo que em teoria deveria arrefecer a procura de participação neste fundo.

Sim, com tanta medida rectificativa para recapitalizar a SAD e para além disso um fundo de jogadores para permitir investimentos em outros jogadores tenho dificuldades em entender o porquê das vendas de Moutinho e Veloso no momento imediato, uma vez que o argumento da urgência em fazer dinheiro perde relevância e os passes de ambos os jogadores eram dos mais valiosos que o Fundo poderia ter.
Sendo que a isto se soma o recente historial de vendas em saldo que em teoria deveria arrefecer a procura de participação neste fundo.

Sim, com tanta medida rectificativa para recapitalizar a SAD e para além disso um fundo de jogadores para permitir investimentos em outros jogadores tenho dificuldades em entender o porquê das vendas de Moutinho e Veloso no momento imediato, uma vez que o argumento da urgência em fazer dinheiro perde relevância e os passes de ambos os jogadores eram dos mais valiosos que o Fundo poderia ter.

A minha teoria é vão ser integrados no fundo jogadores com real valor e perspectivas de mercado (se é que já não estão "vendidos"), cujos passes vão ser avaliados (muito) por baixo e comprados por entidades que já tem interesses (directos ou indirectos) no Sporting, sendo rapidamente vendidos (colocados diria eu numa linguagem mais futebolisticamente empresarial) com perdas globais para o clube.

Exemplo

4 jogadores@6M€ (24M€) > 50% para o fundo (12M€) > Sporting recebe já os 12M€ > 4 jogadores vendidos por 12M€ (48M€) > Sporting recebe 24€ > fundo recebe 24M€.

O Sporting de 48M€ da venda recebe 36€. O fundo de 12€ de investimento recebe 24M€.
Eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que os outros entendem!

Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.
Estar a aderir a soluções simplesmente porque outros o fazem é quase sempre errado.
Neste caso parece-me errado porque apesar de não o admitir, o benfica tem um beneficiário do fundo de jogadores que constituiu. Alguém que em troca de uma garantia aceite continuar a financiar o clube.
Nós não temos absolutamente ninguém para constituir como beneficiário do fundo de jogadores. E a falta de consistência do nosso plantel, deixa adivinhar uma época periclitante dos jogadores cujos passes revertem em favor do fundo.
Assim pela rama, é o que me oferece dizer sobre mais este triste capítulo da novela do nosso funeral.
Revolução cultural já no Sporting!!!!
Somos um clube com massa de apoio popular, e não tem de ser a burguesia mais tacanha a continuar a governar-nos.....
Obviamente que isto tresanda a chico espertice e a dar mais dinheiro a alguns.

Concordaria com a criação de um fundo apenas numa condição: que este servisse apenas para dar percentagens de passe de jogadores comprados. Desta forma seria possível ao clube contratar um jogador de qualidade e perspectivas de futuro por X  e passado pouco tempo ceder metade do passe a um fundo que pagasse logo esse X, garantindo desta forma retorno desportivo e financeiro...

Agora fazer fundo para ceder percentagem de passes de jogadores por nós formados, NÃO, OBRIGADO!
Obviamente que isto tresanda a chico espertice e a dar mais dinheiro a alguns.

Concordaria com a criação de um fundo apenas numa condição: que este servisse apenas para dar percentagens de passe de jogadores comprados. Desta forma seria possível ao clube contratar um jogador de qualidade e perspectivas de futuro por X  e passado pouco tempo ceder metade do passe a um fundo que pagasse logo esse X, garantindo desta forma retorno desportivo e financeiro...

Agora fazer fundo para ceder percentagem de passes de jogadores por nós formados, NÃO, OBRIGADO!

Essa é outra suspeita que tenho (que se adensa com a aproximação a determinado empresário). O que por outro lado também alinha com o recente e auto-promovido esvaziamento do valor do produto da Academia.

É que está para sair da Academia uma geração de "filet-mignon"...
Eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que os outros entendem!

Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.
Sendo que a isto se soma o recente historial de vendas em saldo que em teoria deveria arrefecer a procura de participação neste fundo.

Sim, com tanta medida rectificativa para recapitalizar a SAD e para além disso um fundo de jogadores para permitir investimentos em outros jogadores tenho dificuldades em entender o porquê das vendas de Moutinho e Veloso no momento imediato, uma vez que o argumento da urgência em fazer dinheiro perde relevância e os passes de ambos os jogadores eram dos mais valiosos que o Fundo poderia ter.

Essas vendas só se justificam com a "vontade" dos jogadores em sair e provavelmente de alguns socios/adeptos em vê-los pelas costas... :shifty:
Depende dos jogadores que lá colocas. Com a dificuldade que o Sporting tem tido em valorizar os seus jogadores vindos da formacao , é uma forma rápida de ganhar dinheiro com eles mesmo que no futuro acabem por nao render o esperado. Ronaldos só há um em muitos ...se for possível fazer dinheiro com os outros , não vejo grande mal.

Claro que a hipótese de comprar um jogador e vender de imediato ao fundo é a melhor solução para fazer aquisições a curto prazo.

De uma forma simples imagine-se um cenario

Carlos Martins
Varela
Beto (o guarda redes)
Emidio Rafael
Ronaldo

Ronaldo foi vendido por 15 milhões (o sporting ganhou menos que isso é certo , mas é para mais fácil compreensão) e os outros renderam pouco mais que 0. Se por acaso o Sporting ganhasse apenas 10 com o Ronaldo mas 3 por todos os outros , o valor de todos juntos acabaria por ser superior aos 15 (neste caso hipotético 22).
O fundo pode ser importante no sentido de obter mais valias de jogadores jovens que se vierem da formação em termos de activos nada valem. Penso que foi isso que o JEB criticou no fundo das papoilas, o SPORTING tinha 10 jogadores no seu plantel que tinham vindo da sua formação e valiam 0 em termos contabilísticos, já o benfas conseguiu atraves do fundo que o seus ex-juniores mancos fossem valorizados por 5M.
Se as regras mudaram, vamos aproveitar também.

Se bem que depois também vai haver casos tipo di maricas onde o benfas vendeu uma percentagem ao fundo por uma valor bem inferior ao que depois receberia directamente.

Mas para mim mais importante que o fundo, é o SPORTING continuar no futuro a fazer como fizemos com o Miguel Veloso, manter uma boa percentagem do Jogador para ganhar numa futura venda, imaginem que tinhamos ficado com 10% do passe do Ronaldo.  :drool:


SAUDAÇÕES LEONINAS
CARLOS ALMEIDA
16.126
SPORTING SEMPRE 10RGULH0