84 MILHÕES DE CONTOS

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Confesso que para já não fico alarmado, que importa um passivo de 400 milhões, se tenho um activo de 400 milhões, não sei se é este o caso, mas vão arranjar-me o relatório e compras depois calculo-vos uns indicadores que podem relevar ou não alguma PREOCUPAÇÃO.

Isto é mera especulação, tb me falaram num resultado positivo de 8 milhões, e isto ninguém fala, para além de um montante de proveitos diferidos muito superior aos custo diferidos, muitos destes proveitos estão a ser reconhecidos ao mesmo tempo que o Estádio é amortizado, já que dizem respeito à troca de terenos que foi feita.Tb me disseram que do activo referido não fazem parte os jogadores, estes estão na SAD e acho que esta ficou de fora, ou seja ainda se mantém a separação Sporting Clube de Portugal que responde perante os sócios, da Sporting Clube de Portugal SAD, que responde perante os accionistas, nestes se inclui o clube.

Eu percebo que pode ser alarmante para quem não conheça tecnicamente estes termos, mas prometo que se conseguir ter dados vos darei alguns indicadores e os explicarei com total isenção.

Tb acho que este quadro veio mesmo a calhar para as preocupantes acções tomadas do outro lado da 2ª circular, mais os escandalos luxemburgueses do sr veiga.

Sinceramente o que mais me preocupa é o desempenho da equipa e a política desportiva seguida, que já muito comentámos.
EX SÓCIO » ADEPTO SEMPRE BANCADA LOW COST
SPOOOORTING
NAM,

Não é especulação pelo simples facto de que istou foi comunicado pelo pp Sporting em AG, não é ppmente um scoop jornalístico.

Bom, se o pessoal que percebe não está preocupado é pq isto afinal não deve ser muito preocupante, fico a ver então.

Quanto às dividas do luxemburguês que eu saiba elas são pessoais e não têm nada a haver com o Benfica.. não é por isto que os benfiquistas se deviam preocupar com o Veiga mas por todo o enquadramento do personagem, filiação clubística, postura moral, etc. Talvez o amigo Soares Franco lhe dê uma ajuda :).
O "amigo" Soares Franco está de luto e duvido que esteja com cabeça para pensar em futebol! :!:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
100, 200, 300, 999 milhões... todos estes valores me parecem perfeitamente plausíveis e, simultaneamente, ilógicos: quantos de vós esperáveis um valor de 420 milhões? e de 402? e de 42?

meus caros: o «Projecto» deu-nos alguns títulos, uma academia e um estádio; do clubezeco de bairro, por razões de higiene mental, não falo; o FC Porto, no mesmo período, sem Projecto e com um dirigente da velha guarda- vendedor de frigoríficos e alternadeiro de última hora- conseguiu títulos nacionais, europeus, um estádio novo e um centro desportivo!

como diria alguém: só sei dizer mal... mas, meus caros, será crime desejar ver um Sporting vencedor na Europa?

(sonhar ainda não paga imposto...)
no tempo feliz sonhei o poema
escrito no sol
Stromp há várias formas de lá chegar uns escolhem um caminho que demora mais algum tempo, mas pautado por princípios, outros continuam com a mafia branqueada neste país de porreirismos.

Não defendo esta política desportiva, aliás discordo bastante de algumas premissas, mas também sonho com um SPORTING CAMPEÃO EUROPEU.

Como sportinguista, tenho fé.
EX SÓCIO » ADEPTO SEMPRE BANCADA LOW COST
SPOOOORTING
O passivo ao fim da gestao de Sousa Cintra (devidamente auditado pela Arthur Andersen, creio) estava no intervalo entre os 8 e os 12 milhoes dos velhos contos (40-60 milhoes de euros).

Tinhamos um plantel muitissimo mais valioso do que o actual.

Nao tinhamos infraestruturas e certo, mas tinhamos terrenos com algum valor de mercado (que sempre disseram trocaram para pagar parte das actuais infraestruturas).

A opcao a que os Sportinguistas disseram sim (a larguissima maioria) foi a que defendia a utilizacao do nosso "ultimo recurso" (terrenos que estavam sem rentabilizar ou que se iam vendendo a medida do necessario) para construcao de infraestruturas que dessem um rendimento fixo, permitindo assim investir numa equipa de futebol competitiva.

A estrategia ja falhou na competitividade do futebol (que e suposto ser a principal actividade do Sporting).

Aparentemente esta a falhar tambem no campo financeiro, porque ninguem me pode convencer que o Sporting, perante um passivo desta dimensao, estara em condicoes nos proximos 10/20 anos de investir o que deveria no futebol... nao pode, tem de pagar os "luxos" que eram suposto fazer entrar dinheiro para o futebol.

Finalmente esta a falhar a politica de comunicacao do Clube, o que se comprova facilmente quando o nosso presidente sabe chamar filhos da p*** aos Sportinguistas mas nao sabe dizer qual e o montante correcto dos activos do Clube.

PS. A questao dos activos - Se eu compro uma casa ja se sabe que utilizo dinheiro que nao e meu (e em grande monto). Obviamente que me comprometo a gastar parte importante dos meus futuros rendimentos para pagar o que devo.

Se planeio bem, posso ainda assim dispor de parte dos referidos rendimentos para passear e comprar guloseimas, o que faz com que nao passe os seguintes 25 a 30 anos sentado na sala de estar a ver TV a preto e branco.

Os Sportinguistas andam ha uns anos a ver TV a preto e branco... e com antena interna... e so a emissao da TVI.

E se porventura, correndo algo mal, deixo de ter rendimentos, sei que posso desfazer-me da casa e assim saldar a divida, ainda que isso signifique ir morar para debaixo da ponte.

Ao Sporting e muito mais complicado vender a "casa" para pagar a divida e mesmo que o consiga isso representa o fim do Clube.

PPS. A "renegociacao" da divida - Como todos devem saber, ninguem negoceia seja o que for em condicoes partindo de uma posicao fraca.

Os dirigentes do Sporting podem afirmar que basta renegociar para que afinal a divida seja muito inferior, eu e que nao preciso de acreditar no que afirmam.
Rui

ousas criticar os dirigentes do Sporting???

cuidado, muito cuidado...
no tempo feliz sonhei o poema
escrito no sol
A resposta do Pasquim 1 ao comunicado do Sporting (que pode ser lido no site do clube) foi a publicação no dia de hoje de opiniões de alguns sportinguistas sobre a situação económica do SCP.

Na opinião de João Rocha e de outros sócios a situação é preocupante, sendo que o próprio ex-presidente diz que "só a partir de agora é que os sócios sabem que há um passivo do Sporting que, julgo, será muito difícil de pagar".

A minha inquietude, e julgo que a de todos nós, é saber se a situação é mesmo o quadro negro que estão a pintar ou tudo isto não passa de propaganda suja da "bíblia do desporto". Infelizmente não percebo nada de finanças.

Abraço para todos.
Só uma pequena achega pq eu tb n percebo nada disto, mas ao ver as contas nao pude deixar de reparar em algo;

Tínhamos despesas com o pessoal de 28 milhões de euros, agora reduzimos em 2 milhões, preciamente o número que a SAD reduziu
Isso quer dizer que as outras empresas não reduziram nada...

Assim não se vai a lado nenhum, cada vez pior equipa, cada vez menos investimento, o futebol não pode andar a pagar o resto das SAD´S todas, isto não faz sentido.

Mas já sei que sou eu que sou ignorante... :roll:
"Recordo o que disse numa AG no mandato anterior. Estou disposto a dar o meu tempo, vida e alma ao Sporting, mas têm de estar comigo. Nos últimos dois anos tive duas hipóteses: ou me juntava aos interesses ou a vocês. Escolhi juntar-me a vocês."
Bruno de Carvalho, 17 de Fevereiro de 2018
É bom que os Sportinguistas discutam os problemas do seu Clube,  mas vai ser muito mau se começarem a ir atrás da porcaria que os jornais inventam ou distorcem para criar confusão no nosso Clube.
Eles lamçam o isco e era bom que nós não o engolissemos logo todo até ao bucho.
Todos os sócios sabem que esta direcção tem feito os possiveis para que o Clube viva de acordo com as suas reais possibilidades financeiras.  Hà até quem critique a SAD por isso, achando que devia ser mais atrevida na contratação de jogadores gastando o que não tem para hipoteticamente receber depois os grandes louros das vitorias.
pff não queiram ser nem emitar os "outros", sim os "outros", os tais que nem contas têm para apresentar.
Citar
29-10-2004
O tablóide que difama o Sporting
O jornal "A Bola" decidiu fazer de forma difamatória para o Sporting a cobertura da Assembleia Geral de 28 de Outubro ao chamar a título de primeira página, à maneira dos tablóides mais rasteiros, um suposto "buraco" de 420 milhões de euros nas contas do Clube. O Sporting repõe a verdade dos factos.

A conjugação de um jornalista ignorante, incompetente e irresponsável com editores porventura igualmente ignorantes, incompetentes e irresponsáveis, mas seguramente de má-fé, gerou um caso de manipulação grave da opinião pública por omissão deliberada de informação disponível, comparação de números que não são comparáveis e inventona de um “buraco” – expressão que em português corrente pressupõe a existência de gestão danosa – perfeitamente delirante.

O Presidente do Sporting Clube de Portugal informou a comunicação social no final da Assembleia Geral, de forma clara e insistente, que o passivo consolidado do Grupo Sporting, referido no decorrer dos trabalhos da Assembleia ao redor dos 420 milhões de euros, era inferior ao activo consolidado do Grupo Sporting, pelo que a situação líquida consolidada do Grupo Sporting é positiva.

Por respeito para com os sócios e adeptos reafirma-se: o valor patrimonial consolidado do Grupo Sporting é superior ao passivo consolidado.

Esta realidade é intencionalmente escondida na capa de “A Bola”, onde ao lado do passivo consolidado do Grupo figura apenas o activo líquido do Sporting Clube de Portugal - em qualquer grupo económico as contas individuais de cada uma das empresas que o integrem não são comparáveis com os números consolidados do grupo. Isto é, “A Bola” comparou o que não pode ser comparado, confundiu ostensivamente uma parte com o todo, sabendo seguramente que, em nome do rigor de informação, não poderia nem deveria fazê-lo.

Não é de estranhar, por isso, que perante comportamentos como estes, frequentes na publicação em causa, associados do Sporting insistam cada vez mais nas Assembleias Gerais – como ontem voltou a acontecer - para que o Clube convide os seus sócios a adeptos a não consumirem jornais onde vigorem tais métodos minados, erradamente confundidos com informação.

Percebe-se, conhecendo os alinhamentos de “A Bola”, que a estratégia de exploração do suposto “buraco” financeiro do Sporting tenha sido muito oportuna para tentar desviar a atenção de situações graves que ocorreram noutra assembleia geral. Fazer essa manobra de diversão à custa de um processo difamatório do Sporting confirmou, porém, aquilo em que “A Bola” se transformou: um tablóide que sistematicamente actua ao serviço dos interesses da cor em que se revê.

Lisboa, 29 de Outubro de 2004

O Sporting Clube de Portugal
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
O "buraco"...!!!

E obvio que as noticias estao desenquadradas. Nao se pode falar em
passivo sem ter em conta o activo que ele ajuda a formar.

Da mesma forma nao se pode avaliar o passivo sem saber que volume de
riqueza ele ajuda a conseguir e de que forma essa riqueza e utilizada.

Mas de quem e a culpa que o simples adepto de futebol (seja do Sporting
ou nao) nao fale de outra coisa na discussao do cafe senao dos
"assustadores" 420 milhoes?

Pois... e dos nossos dirigentes.

E dos nossos dirigentes porque deixaram "cair" o tal valor como uma
bomba, sem terem a preocupacao de apresentar as devidas explicacoes.

E dos nossos dirigentes porque nao basta escutar o presidente do Clube
afirmar que "Esta tudo bem, as contas estao controladas, nao ha razao
para nos preocuparmos".

Com comportamentos e atitudes destas o unico que se consegue e ter a
maioria do "pessoal da bola" a mandar bitaites sobre assuntos que nao
entende minimamente ou a usar termos que nem sabe o que significam...
e eu assumo que estou "mais ou menos" incluido nesse numero.

Mesmo a maioria da pequenissima minoria que ainda consegue entender
alguns dos termos, tao pouco pode em consciencia discutir com exactidao
o assunto, porque os mecanismos existentes para o controlo e gestao de
um processo economico (seja ele qual for, mas sobretudo este do
Sporting) e a estrategia propria utilizada faz com que possam incorrer em
erro (e o mais certo e isso acontecer).

Esta questao da distribuicao da informacao e relevante e nao cabe apenas
aos meios de imprensa a responsabilidade pela ma qualidade geral
daquilo que e transmitido ao publico.

Em teoria aceito que os Sportinguistas se querem estar bem informados
acerca do que se passa no Clube deveriam participar em massa na AG,
onde e suposto o debate acontecer em toda a sua plenitude.

Mas as AG's so podem assistir os socios do Sporting, pelo que desde logo
ficaria a esmagadora maioria de Sportinguistas sem acesso a informacao
importante.

E ha os casos dos socios do Sporting que vivem longe de Lisboa (ou
mesmo longe de Portugal) e que tambem nao podem aceder as reunioes
magnas do Clube.

Alem disso e logisticamente impossivel (nao o sera, mas e como se fosse)
organizar uma AG para 50 mil pessoas.

Perante tudo isto nao seria logico que a direccao do Sporting desse a
conhecer a TODOS os Sportinguistas aquilo que foi discutido em AG
(atraves do Jornal do Clube e do Site oficial por exemplo), sem
intermediarios e utilizando um discurso claro e objectivo?

Posto isto gostaria que de uma vez por todas os dirigentes do Sporting,
atraves do seu discurso e com auxilio de numeros me elucidassem acerca
do seguinte (se no futuro fosse a uma AG e dispusesse de 2 minutinhos
seriam as questoes que gostaria ver respondidas):

- Confirma-se que o passivo do Sporting em Maio de 1995 era de 60M de
euros?

- Confirma-se que o Sporting investiu 170M no Alvalade XXI (Estadio, Sede,
Alvalaxia, Pavilhao, Museu e Bingo) e na Academia?

- Confirma-se que recebemos 30M em ajudas Estatais?

- Confirma-se que o projecto imobiliario para os terrenos do antigo estadio
se traduzira em cerca de 45M de receita para o Sporting?

- A diferenca de cerca de 240M no passivo do Clube em relacao ao valor
agora apresentado, ja tendo em conta os investimentos feitos, deve-se
apenas ao deficit da actividade da SAD para o futebol?

Mas se nao quisessem ou nao pudessem responder a estas questoes e
me dessem apenas a oportunidade de colocar uma questao, creio que me
daria por satisfeito se esclarecessem o seguinte:

- O investimento feito nos ultimos anos vai possibilitar a obtencao de
receitas suficientes para amortizar a divida contraida e ao mesmo tempo
anular o deficit cronico (e insoluvel pelos meios ate agora utilizados) da
area do futebol, ja em 2005 (como foi tantas vezes apregoado) ou so daqui a 10/20 anos?
O que sei sobre este assunto é que se por um lado tudo parece enquadrável à luz dos conceitos económicos de modo a que a situação não seja tão difícil como parece por outro as atitudes dão a entender algum "vamos tapar isto".

Dias da Cunha prometeu que Meireles ia revelar logo no dia seguinte a qualquer jornalista interessado o valor do activo do Sporting que supostamente cobre por larga margem o passivo.

Isso não aconteceu e parece que agora o Sporting se recusa a esclarecer essa dúvida, legítima até para esclarecimento dos sócios.
Citação de: "Mauras"
Dias da Cunha prometeu que Meireles ia revelar logo no dia seguinte a qualquer jornalista interessado o valor do activo do Sporting que supostamente cobre por larga margem o passivo.

Isso não aconteceu ...

Isso foi culpa do jornalista...  :lol:
No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.
Citação de: "Rui Sampaio"
Citar
29-10-2004
O tablóide que difama o Sporting
O jornal "A Bola" decidiu fazer de forma difamatória para o Sporting a cobertura da Assembleia Geral de 28 de Outubro ao chamar a título de primeira página, à maneira dos tablóides mais rasteiros, um suposto "buraco" de 420 milhões de euros nas contas do Clube. O Sporting repõe a verdade dos factos.

A conjugação de um jornalista ignorante, incompetente e irresponsável com editores porventura igualmente ignorantes, incompetentes e irresponsáveis, mas seguramente de má-fé, gerou um caso de manipulação grave da opinião pública por omissão deliberada de informação disponível, comparação de números que não são comparáveis e inventona de um “buraco” – expressão que em português corrente pressupõe a existência de gestão danosa – perfeitamente delirante.

O Presidente do Sporting Clube de Portugal informou a comunicação social no final da Assembleia Geral, de forma clara e insistente, que o passivo consolidado do Grupo Sporting, referido no decorrer dos trabalhos da Assembleia ao redor dos 420 milhões de euros, era inferior ao activo consolidado do Grupo Sporting, pelo que a situação líquida consolidada do Grupo Sporting é positiva.

Por respeito para com os sócios e adeptos reafirma-se: o valor patrimonial consolidado do Grupo Sporting é superior ao passivo consolidado.

Esta realidade é intencionalmente escondida na capa de “A Bola”, onde ao lado do passivo consolidado do Grupo figura apenas o activo líquido do Sporting Clube de Portugal - em qualquer grupo económico as contas individuais de cada uma das empresas que o integrem não são comparáveis com os números consolidados do grupo. Isto é, “A Bola” comparou o que não pode ser comparado, confundiu ostensivamente uma parte com o todo, sabendo seguramente que, em nome do rigor de informação, não poderia nem deveria fazê-lo.

Não é de estranhar, por isso, que perante comportamentos como estes, frequentes na publicação em causa, associados do Sporting insistam cada vez mais nas Assembleias Gerais – como ontem voltou a acontecer - para que o Clube convide os seus sócios a adeptos a não consumirem jornais onde vigorem tais métodos minados, erradamente confundidos com informação.

Percebe-se, conhecendo os alinhamentos de “A Bola”, que a estratégia de exploração do suposto “buraco” financeiro do Sporting tenha sido muito oportuna para tentar desviar a atenção de situações graves que ocorreram noutra assembleia geral. Fazer essa manobra de diversão à custa de um processo difamatório do Sporting confirmou, porém, aquilo em que “A Bola” se transformou: um tablóide que sistematicamente actua ao serviço dos interesses da cor em que se revê.

Lisboa, 29 de Outubro de 2004

O Sporting Clube de Portugal


palavras, apenas...

estamos como na camisola mourinha: a versão que passa é a do inimigo...
no tempo feliz sonhei o poema
escrito no sol
O presidente do Sporting cometeu uma imprudência de atirar com esse número assustador mas náo dar a contrapartida (activo) e dizer que só estará disponivel no próximo ano.

Mas vamos descascar um pouco o que é o passivo. Não é algo tão assustador como os jornalistas fazem crer, eles são tão ignorantes e querem ver sangue e só medem a saúde financeira dos clubes pelo passivo. Isto não é novo, mas demonstra a qualidade média que têm: são pessoas que não só procuram o sangue, que é isso que vende, mas também são ignorantes (porque não conhecem noções básicas), incompetentes (porque, não sabendo, não se informam) e facilitistas.

Passivo de uma empresa tem por exemplo:
- dívidas a fornecedores
- dívidas a bancos
- dividas ao Estado (impostos e outros)

Activo, em contrapartida tem, por exemplo:
- caixa e bancos
- imobilizado (estádio, academia, terrenos, passes dos jogadores), tudo isto apenas nas partes que não estão amortizadas)
- existências, materiais, etc
- dívidas de clientes, sócios e outros
- dividas do estado (subvenções, comparticipações, ajudas)

Já aqui deram como exemplo o típico português que deve dinheiro do banco, vou aprofundar esse exemplo:

No ano 2000 compro um apartamento que custa 100.000 EUR. Fico a dever 100.000 EUR ao banco.
No 1º ano, activo = passivo = 100.000 EUR

No 2º ano, com o meu salário consegui pagar 25.000 EUR. Mas o apartamento amortizou-se 1/3 do su valor (imaginemos que é esta a regra contabilistica)

Activo: 100.000 -1/3 = 66.000
Passivo: 100.000 - 25.000 = 75.000 EUR
Situação Liquida negativa de -13.000 EUR!!!

Já viram? Consegui pagar 25.000 EUR mas mesmo assim o passivo está a dar cabo de mim!

Lição 1: A contabilidade é uma forma de registar valores para o Estado controlar o que se passa numa empresa. Não serve para medir a saude de uma empresa.

No 2º ano há um tipo que me oferece 300.000 EUR pelo apartamento.

Opção 1: Vou vender
Activo = 300.000 (que entrou pela venda) - 66.000 (o que valia contabilisticamente o meu apartamento) = 233.000 EUR
Passivo = 75.000 que continuo a dever ao banco, ok, vou pagar mas ainda não paguei.
Situação liquida = 225.000 EUR

Opção 2: não vou vender! Amo a minha casa e vou ficar com ela toda a vida
Activo = 66.000 - 1/3 de amortização = 33.000
Passivo = 75.000 - 25.000 (voltei a conseguir pagar ao banco) = 50.000
Situação liquida negativa = -17.000

Na opção 2 voltei a piorar a minha situação! Apesar de ter andado a pagar o apartamento continuo uma bosta! E apesar de a minha casinha valer 300.000 no mercado, olho para as contas e... - 17.000!!!

Lição 2: a contabilidade não espelha o valor de mercado e para a contabilidade é mais importante o que é comprado ou vendido efectivamente.

No 3º ano a minha casa amortiza mais 1/3 que falta. Passa a valer, para a contabilidade, ZERO. Isso mesmo, o meu activo é ZERO. E agora? Será qaue não vale nada? Mas eu já paguei 3/4 dela! Só devo 25.000 EUR ao banco. A minha Situação liquida é negativa??? Como é possivel? Sou uma bosta de gestor!!!

Ainda durante o 3º ano, fiz umas obras. Peguei nos martelos e nuns pregos, e fiz uns anexos. Tive que gastar 5.000 EUR, mas aquilo que fiz fez com que o gajo que me tinha oferecido 300.000 agora ofereça 400.000 EUR.

Guess what? A minha contabilidade não só não espelha essas actividades como ainda me diz que devo mais 5.000 EUR ao banco (o passivo a aumentar...).

Lição nº 3: os miudos formados na academia, para o Estado valem...zero.
=D>  =D>  =D>  =D>  =D>  =D>  =D>  =D>  =D>

Não conseguiria dizer melhor.........
John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Citação de: "Bileao"
=D>  =D>  =D>  =D>  =D>  =D>  =D>  =D>  =D>

Não conseguiria dizer melhor.........

Bileao, o que dizes de pedir emprestado o texto anterior (muito bom e esclarecedor) para exportar ao nosso vermelhices e calar certas bocas que por lá andam?

Obrigado pela explicação alemid.
Exacto era o que pretendia dizer com o meu post umas páginas atrás. Mas eu de contabilidade não percebo assim tanto.
Hoje, no Jornal da Tarde da SIC, foi comparado o passivo das 3 SAD

Curiosamente, a SAD leonina é a que apresenta o passivo menor enquanto a SAD portista apresenta o maior.
Com o Sporting e sempre pelo Sporting. Sempre !!