Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Vukcevic

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de Vukcevic Vukcevic.jpg
Nome: Simon Vukčević
Nascimento: 29 de Janeiro de 1986
Naturalidade: Podgorica - Montenegro
Posição: Médio ou Avançado
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
S17 S19 S21 OLI AA Golos
Juniores 2002/03 Partizan
1ª Divisão 2003/04 Partizan
1ª Divisão 2004/05 Partizan Liga Sérvia
1ª Divisão 2005/06 Partizan
1ª Divisão 2006 Saturn
1ª Divisão 2007 Saturn
1ª Divisão 2007/08 SPORTING 47 13 Taça de Portugal
1ª Divisão 2008/09 SPORTING 22 6
1ª Divisão 2009/10 SPORTING 27 3
1ª Divisão 2010/11 SPORTING 38 5
1ª Divisão 2011/12 Blackburn Rovers
1ª Divisão 2012/13 Blackburn Rovers
1ª Divisão 2012/13 Karpaty
1ª Divisão 2013/14 Vojvodina
1ª Divisão 2013/14 Levadiakos
1ª Divisão 2014/15 Levadiakos
Total = 134 27

Produto das escolas do Boducnost, aos 16 anos foi para o Partizan de Belgrado onde rapidamente chegou à primeira equipa onde foi Campeão, tornando-se num ídolo para os adeptos e sendo apontado como uma grande promessa do futebol do seu País, ao ponto de lhe terem dado a camisola n.º 1.

Começou a sua carreira de internacional pela Sérvia e Montenegro, que representou no Europeu de sub-21 de 2004 e nos Jogos Olímpicos do mesmo ano, quando tinha apenas 18 anos, repetindo a presença num Europeu de sub-21 dois anos depois, no torneio que se disputou em Portugal, e chegando à Selecção principal, onde jogou 5 vezes.

Com a independência do Montenegro, passou a representar o seu novo País, primeiro nos sub-21 e depois na equipa principal, onde se tornou num dos jogadores mais importantes.

Dotado de um pé esquerdo prodigioso e com grande facilidade de remate, torna-se num jogador muito perigoso perto das balizas adversárias, sendo capaz de jogar nas alas, na posição 10, ou mesmo como avançado, sempre com elevado rendimento, mas é criticado pelo seu excessivo individualismo e por ter um ego demasiado grande e gerador de alguns conflitos, principalmente com os treinadores.

Em 2006 foi vendido ao Saturn da Rússia por 7 milhões €, onde não se adaptou, acabando por ter problemas com o treinador, que o afastou da equipa acusando-o de trabalhar pouco e de não respeitar as suas instruções.

A festa do golo

E assim em Julho de 2007 o Sporting comprou 50% do seu passe por 2 milhões €, ficando com o direito de opção sobre a outra metade, e depressa Simon conquistou os adeptos leoninos, pela forma como se entrega ao jogo, mas mais uma vez surgiram alguns problemas com o treinador a perturbar a sua carreira, depois de se ter demonstrado desagradado por ter ficado no banco na Final da Taça de Portugal de 2008, que o Sporting ganhou, conquista para a qual ele contribuiu com quatro jogos e dois golos.

No inicio da época 2008/09, avisou que queria jogar mais e como tal não aconteceu afirmou que queria sair na reabertura do mercado em Janeiro, ao que se seguiram algumas atitudes consideradas menos correctas por Paulo Bento, que o afastou do grupo de trabalho.

Apesar destes problemas a SAD e o treinador sempre afirmaram que contavam com o jogador, que depois de devidamente aconselhado, retratou-se e foi reintegrado, mas com a chegada de Carlos Carvalhal ao comando da equipa deixou de fazer parte das opções e foi colocado no lote dos jogadores dispensáveis.

No inicio da temporada de 2010/11 foi anunciado o seu empréstimo ao Olimpiakos da Grécia, mas à última da hora os gregos desistiram do negócio, alegando que o jogador tinha feito novas exigências, e assim Vuk foi reintegrado no plantel do Sporting pelo novo técnico Paulo Sérgio, que resolveu dar-lhe outra oportunidade, mas a irregularidade continuou a marcar as suas prestações, numa temporada particularmente complicada para o Clube.

Com apenas mais um ano de contrato, foi colocado na lista de transferíveis e vendido ao Blackburn Rover de Inglaterra, por cerca de 2,5 milhões €, para trás ficaram 134 jogos oficiais pela equipa principal do Sporting, nos quais marcou 27 golos.

Em Inglaterra pouco jogou e em Janeiro de 2013 rescindiu o seu contrato com o Blackburn, assinando pelos ucranianos do Karpaty até ao final da temporada, altura em que regressou à Sérvia para representar o Vojvodina.

Em Janeiro de 2014 assinou pelo Levadiakos da Grécia.

To-mane 14h53min de 18 de Janeiro de 2009 (WET)