Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Um penalti esquisito na primeira Final de Szabo

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

No dia 4 de Julho de 1937, FC Porto e Sporting encontraram-se na Final do Campeonato de Portugal, que se disputou em Coimbra.

Na memória de todos estavam os recentes resultados estranhos, como tinham sido os 10-1 no Porto, em 1936, e os 9-1 para o Sporting no ano que corria.

Na bancada assistia Fernando Peyroteo, jogador angolano que tinha chegado recentemente a Portugal e que foi disputado pelos dois Clubes que se defrontavam naquele dia, e que viria a tornar-se numa das maiores figuras do Sporting Clube de Portugal.

O Sporting alinhou com Azevedo; Jurado, Galvão; Rui Araújo, Paciência e Manecas; Mourão, Soeiro, Pireza, Heitor e João Cruz.

No banco, o treinador Joseph Szabo, que tinha ganho o primeiro Campeonato da Liga no FC Porto e abandonado aquele Clube há cerca de um ano. Porém, quando se preparava regressar, o Presidente do Sporting Joaquim Oliveira Duarte antecipou-se e ofereceu-lhe um contrato de valores nunca antes vistos, despedindo o romeno Wilhelm Possak.

O Porto adiantou-se no marcador logo no início do jogo com um golo de Lopes Carneiro, mas pouco depois da meia hora Heitor restabeleceria a igualdade, resultado com que se chegaria ao intervalo.

Na 2ª parte, Carlos Nunes colocaria o Porto novamente na frente e, quando o Sporting procurava o empate, aconteceu um lance muito discutido e caricato, em que um jogador do Porto joga a bola com a mão na área do Sporting e Jurado, pensando que o árbitro tinha visto, agarra a bola, resultando daí um penalti convertido por Vianinha, que já tinha sido jogador do Sporting.

Pireza ainda conseguiu reduzir para 3-2 mas o título já não fugiu aos portistas.

Ficha do jogo: 1937-07-04 F.C. Porto – SPORTING

To-mane 21:35, 18 Julho 2008 (WEST)