Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Tomé

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página é sobre o médio Tomé (1970-1976). Se procura o avançado Tomé (1958/59), consulte Tomé Dias.
Dados de Tomé Tomé.jpg
Nome: Fernando Massano Tomé
Nascimento: 10 de Julho de 1947
Naturalidade: Porto - Portugal
Posição: Médio
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
JUV JUN ESP BB AA Golos
1ª Divisão 1965/66 Vit.Setúbal
1ª Divisão 1966/67 Vit.Setúbal Taça de Portugal
2ª Divisão 1967/68 Vit.Setúbal
1ª Divisão 1968/69 Vit.Setúbal
2ª Divisão 1969/70 Vit.Setúbal 2 0
1ª Divisão 1970/71 SPORTING 36 9 Taça de Portugal
1ª Divisão 1971/72 SPORTING 19 2
1ª Divisão 1972/73 SPORTING 26 4 Taça de Portugal
1ª Divisão 1973/74 SPORTING 16 1 Campeonato Nacional
Taça de Portugal
1ª Divisão 1974/75 SPORTING 12 1
1ª Divisão 1975/76 SPORTING 22 0
1ª Divisão 1976/77 Vit.Setúbal
1ª Divisão 1977/78 Vit.Setúbal
2ª Divisão 1978/79 U.Leiria Zona Centro
1ª Divisão 1979/80 U.Leiria
2ª Divisão 1980/81 U.Leiria Campeonato Nacional
Total = 131 17 2 1 2

Médio formado nas escolas do Vitória de Setúbal, foi lançado na equipa principal dos sadinos por Fernando Vaz, quando tinha apenas 18 anos.

Tornou-se rapidamente numa das principais figuras da equipa do Vitória que brilhou no final da década de sessenta, conquistando uma Taça de Portugal e chegando às Selecções nacionais.

Em 1969 foi internacional A por duas vezes, e no final dessa temporada transferiu-se para o Sporting, onde reencontrou Fernando Vaz.

Alguns momentos de Fernando Tomé no Sporting

Chegou a Alvalade com 23 anos de idade, e começou logo por ser titular no meio-campo de uma equipa que ganhou a Taça de Portugal da época de 1970/71, mas depois da saída de Fernando Vaz passou a jogar de uma forma algo intermitente, contribuindo mesmo assim para a conquista de mais uma Taça de Portugal, e da "dobradinha" da temporada de 1973/74, numa altura em que já tinha perdido definitivamente o lugar.

Nas suas duas últimas épocas no Sporting, passou a jogar mais vezes como defesa direito, uma posição que de resto nunca lhe foi estranha, competindo então com Manaca, pelo lugar que Pedro Gomes deixara vago.

No final da desastrada época de 1975/76 foi uma das vitimas da revolução operada no plantel por João Rocha, sendo dispensado, quando totalizava 131 jogos ao serviço do Sporting, nos quais marcou 17 golos.

Regressou então ao Vitória de Setúbal, onde jogou mais duas temporadas, antes de seguir para o União de Leiria que ajudou a subir à 1ª Divisão, sob o comando do seu antigo companheiro no Sporting Fernando Peres, que viria a substituir no comando da equipa no decorrer da temporada seguinte, estreando-se assim como treinador, e logo na divisão principal do futebol português.

Não conseguiu evitar a descida de divisão dos leirienses, e regressou à condição de jogador para ser Campeão Nacional da 2ª Divisão, e encerrar a sua carreira de futebolista profissional com 34 anos de idade.

Na época seguinte voltou ao comando técnico do União de Leiria, arrancando definitivamente para uma nova etapa da sua carreira, agora como treinador, tendo orientado ainda na 1ª Divisão, o Penafiel e o "seu" Vitória, onde também foi treinador dos Juniores.

To-mane 17h59min de 2 de Março de 2010 (WET)