Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Sporting Clube Vinhense

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Historial

Símbolo do SC Vinhense
Campo do SC Vinhense

Filial N.º 129 do Sporting Clube de Portugal é também filiado na Associação de Futebol de Setúbal, situando-se na freguesia de Alhos Vedros da Moita. O Sporting Clube Vinhense teve uma longa gestação, tendo sido fundado em 1 de Janeiro de 1967, sendo o sucessor do Grupo Desportivo da Vinha das Pedras, formado por volta de 1952, que foi diminuindo de actividade nos anos 60.

Em 1965, um grupo de jovens decidiu erguer novamente o grupo desportivo: António Firmino, João Ribeiro, Carlos Ribeiro , Albino Alves, Domingos Moreira, Júlio Delgadinho, António Gatinho, Joaquim Violas, Luís Carteiro e José Fernando.

Os primeiros estatutos da nova colectividade foram aprovados no dia 6 de Maio de 1970, na data de inscrição na Associação Futebol de Setúbal, sendo membros dos Corpos Gerentes os Srs. Joaquim Ferreira ( Presidente da Direcção ) Carlos Almeida Ribeiro, Laurentino Gonçalves Cardoso, José Francisco Duarte Silva, Gaspar de Oliveira Costa, Luís Esperança Guerreiro ( Presidente da Assembleia Geral ), Domingos Cabrita, António Gatinho, Domingos Moreira, Henrique Sezinando e António Galvão.

Em 1992 é feita uma alteração aos estatutos do Clube, constando como fins do Vinhense: “ O Sporting Clube Vinhense tem por fim desenvolver a educação física e o desporto, promovendo a sua Expansão, especialmente entre os associados , proporcionando-lhes igualmente meios de cultura e distracção, encontrando-se aberta a pessoas de ambos sexos”.

Com o aproximação da obrigação do cumprimento do serviço militar por parte dos jovens fundadores, o clube conhece nova ameaça de extinção, pois como todos idades semelhantes, o dever chamava. Contudo, e a pedido dos jovens, um grupo de pessoas já com alguma experiencia encarregaram-se dos destinos do Sporting Clube Vinhense: Joaquim Ferreira, Henrique Sezinando, António Raimundo, Domingos Paulino e outros

Este grupo promove a criação de uma sede alugada para o clube, conseguindo um primeiro espaço, e instalando-se depois em terrenos da família Caiado, na extinta Quinta da Carvalheira. Em 25 de Abril de 1989 a Câmara da Moita cedeu ao clube os terrenos em direito de superfície por um período de 50 anos, para utilização como recinto desportivo. Posteriormente o clube passou a instituição de utilidade pública.

Em 1999 apareceu uma crise directiva devida a maus resultados desportivos, falta de pessoas interessadas em envolver-se nos destinos do Clube, e uma situação financeira periclitante, chegando a ser considerada a extinção do clube. Como recurso , o Vinhense passou a ser gerido por uma comissão administrativa constituída por associados: Dionel Mota, João Azambujo, Carlos Ribeiro, Carlos Pereira, António José Ferro, Vítor Marques, José Silvestre, e Bruno Mota.

Só no ano de 1977 é que o SC Vinhense disputou pela primeira vez a III Divisão Distrital da Associação de Futebol de Setúbal. Jorge Plácido e Sérgio começaram a carreira no SC Vinhense. Na época de 1985/86, o Vinhense consagrou-se campeão distrital da 3ª Divisão da Associação Futebol de Setúbal e ascendeu à 2ª Divisão Distrital, onde se manteve até Fevereiro de 2003 , ano em que acabou com o futebol sénior por motivos financeiros. Outras modalidades do clube são a Secção de Canoagem, criada em 1989, a Secção de Pesca Desportiva, a Secção de Atletismo, criada em 1972. Todas estas secções foram suspensas por falta de apoios financeiros.

Palmarés

  • Campeão distrital da 3ª Divisão da Associação Futebol de Setúbal em 1985/86

Contactos