Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Sousa

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de Sousa Sousa.jpg
Nome: António Augusto Gomes de Sousa
Nascimento: 28 de Abril de 1957
Naturalidade: São João da Madeira - Portugal
Posição: Médio
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
S17 S19 S21 BB AA Golos
2ª Divisão 1973/74 Sanjoanense
2ª Divisão 1974/75 Sanjoanense
1ª Divisão 1975/76 Beira-Mar
1ª Divisão 1976/77 Beira-Mar
2ª Divisão 1977/78 Beira-Mar Zona Centro
1ª Divisão 1978/79 Beira-Mar
1ª Divisão 1979/80 FC Porto
1ª Divisão 1980/81 FC Porto 3 0
1ª Divisão 1981/82 FC Porto Supertaça 1 0
1ª Divisão 1982/83 FC Porto 1 0
1ª Divisão 1983/84 FC Porto Supertaça
Taça de Portugal
6 1
1ª Divisão 1984/85 SPORTING 36 11 5 0
1ª Divisão 1985/86 SPORTING 41 8 1 0
1ª Divisão 1986/87 FC Porto Supertaça
Taça dos Campeões
3 0
1ª Divisão 1987/88 FC Porto Supertaça Europeia
Taça intercontinental
Campeonato Nacional
Taça de Portugal
2 0
1ª Divisão 1988/89 FC Porto 4 0
1ª Divisão 1989/90 Beira-Mar 1 0
1ª Divisão 1990/91 Beira-Mar
1ª Divisão 1991/92 Beira-Mar
1ª Divisão 1992/93 Beira-Mar
1ª Divisão 1993/94 Gil Vicente
Honra 1994/95 Ovarense
2ª B 1995/96 Sanjoanense
Total = 77 19 9 8 1 27 1

António Sousa começou a jogar nos Juvenis da Sanjoanense em 1972, e na época seguinte foi chamado à equipa principal quando tinha apenas 16 anos de idade, mas não demorou muito tempo até dar o salto para o Beira Mar, onde se começou a destacar com o seu futebol de fino recorte técnico, e pelos magníficos golos que apontava, aproveitando o seu forte pontapé e o jeito especial que tinha para marcar livres.

Assim foi sem surpresa que em 1979 foi contratado pelo FC Porto, onde rapidamente conquistou um lugar na equipa, chegando então à Selecção A, que representou por 27 vezes, tendo participado no Europeu de 1984, durante o qual marcou o seu único golo com a camisola das quinas, e no Mundial de 1986, numa altura em que já se tinha afirmado como um médio que não sendo exuberante, era muito regular, mantendo um nível exibicional sempre alto.

Em 1984 foi contratado pelo Sporting onde chegou juntamente com Jaime Pacheco, na sequência de mais um episódio da “guerra” que João Rocha travou com Pinto da Costa. Tornou-se assim no patrão do meio-campo leonino durante duas temporadas, em que realizou 77 jogos oficiais pela equipa principal do Sporting, nos quais marcou 19 golos.

Apesar das suas boas actuações, a equipa não correspondeu com vitórias, e o Sporting não teve capacidade financeira para lhe renovar o contrato, pelo que regressou ao Porto, ainda a tempo de ajudar a ganhar a Taça dos Campeões Europeus e a Taça Intercontinental de 1987, a Supertaça Europeia em 1988, e de ser finalmente Campeão Nacional.

Tinha 32 anos quando foi um dos sacrificados pela renovação do plantel empreendida no Porto por Artur Jorge, no entanto o seu profissionalismo exemplar permitiu-lhe jogar mais cinco épocas na 1ª Divisão, tornando-se no segundo jogador com maior número de jogos disputados naquele escalão, com quase 500 partidas realizadas.

Em 1995 regressou à Sanjoanense, inicialmente ainda como jogador, mas no decorrer da época assumiu o comando técnico da equipa, dando inicio à sua carreira de treinador, que foi maioritariamente cumprida ao serviço do Beira Mar, onde conseguiu duas subidas de divisão e o notável feito de ganhar uma Taça de Portugal, com a curiosidade de ter sido o seu filho Ricardo a marcar o golo dessa histórica Final, tudo numa numa época que também teve o amargo sabor da despromoção.

Rio Ave, Penafiel e Trofense, foram outros clubes que orientou.

To-mane 20h03min de 5 de Janeiro de 2010 (WET)