Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Soares Franco

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de Soares Franco Filipe-Soares-Franco.jpg
Nome: Filipe Pinto Basto Soares Franco
Nascimento: 11 de Março de 1953
Naturalidade: Lisboa - Portugal
Posição: Presidente

Empresário e Gestor de Empresas, chegou ao Sporting na altura do "Projecto Roquete" como um dos poucos dirigentes dessa nova era com alguma experiência no futebol, pois já tinha sido Presidente do G.D Estoril-Praia.

Fez parte de várias Direcções, tendo inclusivamente sido o responsável pelo Departamento de Futebol num curto período após a saída de Santana Lopes.

Em 12 de Julho de 2002 passou a ser Vice-presidente da Direcção de Dias da Cunha, e subiu à condição de nº 2, acabando por chegar à presidência a 19 de Outubro de 2005 na sequência da crise de 2005.

Findo o mandato, apresentou-se às eleições de 28 de Abril de 2006 com um projecto de saneamento financeiro do Clube, que passava pela alienação do património não desportivo, tendo como objectivo fixar o passivo em 150 milhões € e fortalecer a equipa de futebol.

Ganhou as eleições com 74,2% dos votos, derrotando de forma clara os outros dois candidatos, tornando-se assim no Presidente do Centenário, que foi festejado com um extenso programa.

Com Soares Franco, Carlos Freitas regressou ao comando do futebol e Paulo Bento foi promovido a treinador da equipa principal. O primeiro ficaria pelo caminho na sequência de alguma contestação por parte dos sócios, mas o segundo foi sempre apoiado, mesmo nos momentos mais difíceis da temporada de 2007/08.

Levou avante o seu projecto, embora não tenha conseguido atingir os objectivos traçados, principalmente na parte financeira. Cumpriu a promessa de tudo fazer para segurar os principais talentos da equipa e apenas vendeu Nani porque o Manchester United accionou a cláusula de rescisão do contrato do jogador, fixada em 25 milhões €.

No campo desportivo teve como pontos altos a conquista de duas Taças de Portugal e outras tantas Supertaças, mas no Campeonato apenas conseguiu quatro 2º lugares, falhando também aí o seu grande objectivo.

De 27 a 29 de Março de 2009 realizou o VIII Congresso Leonino onde viu serem aprovadas várias recomendações favoráveis às suas ideias, mas nunca conseguiu aprovar em Assembleia Geral as alterações que julgava fundamentais para concluir o seu plano de reestruturação financeira, pelo que decidiu não se recandidatar.

Foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Dirigente, em 2006 e 2009.

To-mane 09h07min de 26 de Setembro de 2008 (UTC)