Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Sanches Navarro

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Dados de Sanches Navarro San.jpg
Nome: Pedro Sanches Navarro
Nascimento:
Naturalidade:
Posição: Presidente

Pedro Sanches Navarro era um grande apaixonado pelo desporto, e foi um dos fundadores do Real Ginásio, onde jogou futebol ainda no Século XIX, e do Clube Naval de Lisboa, onde praticou Remo, modalidade em que foi júri de regatas internacionais.

Desempenhou também os cargos de Vice-Presidente da Associação de Football de Lisboa e Presidente do Congresso da Federação Portuguesa de Futebol.

Foi admitido como sócio do Sporting Clube de Portugal em Março de 1909, tornando-se num dos principais dirigentes do Clube que serviu durante cerca de 20 anos, ocupando diversas funções, com destaque para a Presidência da Assembleia Geral, cargo que desempenhou com elevada distinção em quatro períodos diferentes.

Começou por ser Vice-Presidente da Direcção, na Gerência de 1910 sob a Presidência de Caetano Pereira, continuando a desempenhar as mesmas funções nas Gerências de José Alvalade, até ao dia 2 de Novembro de 1912, altura em que assumiu a Presidência do Conselho Fiscal, cargo que desempenhou até 5 de Outubro de 1913.

A 28 de Julho de 1917 coube-lhe a honra de substituir o Visconde de Alvalade na Presidência da Assembleia Geral, de que era Vice-Presidente há quatro anos, tornando-se assim no segundo Presidente do mais representativo Órgão Social do Clube, cargo que ocupou até 27 de Julho de 1918.

Regressou à Presidência da Assembleia Geral em 6 de Novembro de 1920, função que desempenhou durante três anos, até 21 de Julho de 1923, altura em que foi pela primeira vez eleito Presidente do Sporting Clube de Portugal, cumprindo a Gerência 1923/24, que terminou em 29 de Julho de 1924, período durante o qual o Clube se tornou proprietário das instalações do Campo Grande, ao pagar a Mário Pistacchini a elevada quantia que este tinha adiantado para viabilizar a construção daquelas instalações.

Concluída essa Gerência, voltou à Presidência da Mesa da Assembleia Geral para cumprir mais dois mandatos o segundo dos quais foi interrompido em 23 de Fevereiro de 1926, altura em que a Direcção de Salazar Carreira se demitiu, cabendo a Sanches Navarro a responsabilidade de liderar a terceira Comissão Administrativa do Sporting Clube de Portugal, que era constituída por praticamente todos os grandes nomes do dirigismo leonino desse tempo.

Nessa altura o Sporting estava com grandes dificuldades financeiras e a Comissão Administrativa liderada por Sanches Navarro, decidiu lançar um empréstimo interno, que rapidamente atingiu os 41 contos, cerca de metade dos quais saíram dos bolsos dos seus membros, e que serviram para acalmar a tempestade e permitir o avanço de uma nova Direcção, ainda liderada por Sanches Navarro, que foi eleita em 3 de Março de 1927, concluindo o seu mandato em 10 de Maio do mesmo ano.

Na fase final do mandato da Comissão Administrativa, entre 24 de Julho de 1926 e 3 de Março de 1927, Sanches Navarro acumulou a Presidência desta, com a Presidência da Mesa da Assembleia Geral.

Sanches Navarro foi também Presidente do Agrupamento Leonino, e em 1927 foi considerado Sócio Benemérito do Sporting Clube de Portugal, e em 1930 recebeu a Medalha de Mérito e Dedicação.

To-mane 22h29min de 28 de Setembro de 2008 (UTC)