Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Rui Patrício

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Idioma: Português  • english
Dados de Rui Patrício Rui Patrício.jpg
Nome: Rui Pedro dos Santos Patrício
Nascimento: 15 de Fevereiro de 1988
Naturalidade: Marrazes - Portugal
Posição: Guarda-redes
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
S16 S17 S18 S19 S20 S21 BB AA Golos
Iniciados 2002/03 SPORTING Campeonato Nacional
Juvenis B 2002/03 SPORTING Campeonato Regional
Juvenis B 2003/04 SPORTING Campeonato Regional
Juvenis 2003/04 SPORTING 16 -4 Campeonato Nacional 5 -5
Juvenis 2004/05 SPORTING 18 -7 Campeonato Nacional 11 -13
Juniores 2005/06 SPORTING 32 -12 Campeonato Nacional 4 -4
Juniores 2006/07 SPORTING 28 -13 10 ?
Total = 5 11 4 10 -?
1ª Liga 2006/07 SPORTING 1 0 8 -5
1ª Liga 2007/08 SPORTING 36 -30 Taça de Portugal 1 0
1ª Liga 2008/09 SPORTING 34 -31 Supertaça 9 1 -7
1ª Liga 2009/10 SPORTING 51 -55 1 1 -3
1ª Liga 2010/11 SPORTING 43 -41 3 3 -2+-2
1ª Liga 2011/12 SPORTING 47 -41 13 -13
1ª Liga 2012/13 SPORTING 39 -52 7 -6
1ª Liga 2013/14 SPORTING 31 -24 8 -13
Total = 282 -274 8 14 2 31 -17+-34

Rui Patrício chegou muito novo ao Sporting e faz parte da primeira "fornada" verdadeiramente fabricada na Academia Sporting, que começou a funcionar em 2002, quando ele era o guarda-redes dos Iniciados que foram Campeões Nacionais nessa época, naquele que foi apenas o primeiro de quatro títulos consecutivos, conquistados por alguns jogadores dessa geração, de que ele foi o primeiro a chegar à equipa principal.

Desde muito cedo apontado como um guardião com muito futuro e com qualidade para retomar a tradição leonina de formar grandes guarda-redes, o "Marrazes" foi Campeão e internacional em todas as categorias jovens e rapidamente começou a queimar etapas no seu processo de formação.

Apesar de ter 1,88m foi nos cruzamentos que teve maiores dificuldades, apresentando como ponto forte a segurança de mãos, para além da apetência para defender penaltis.

Em 2006 ainda com idade júnior, passou a fazer parte do plantel principal do Sporting como 3º guarda-redes, e a 19 de Novembro estreou-se na Madeira, num jogo com o Marítimo, onde defendeu um penalti, garantindo assim a vitória do Sporting por 1-0.

Nessa mesma temporada chegou à Selecção de Sub-20 e esteve no Campeonato do Mundo desse escalão, realizado no Canadá, onde foi o titular nos quatro jogos disputados por Portugal, enquanto os jogadores da sua geração disputavam o Europeu de Sub-19 na Áustria.

Na época seguinte beneficiou do desentendimento entre Stojkovic e o treinador Paulo Bento e com apenas 19 anos passou a ser o dono da baliza do Sporting.

Apesar de alguns erros resultantes da sua natural inexperiência, o treinador manteve a sua aposta no miúdo, que continuou a evoluir e a ganhar confiança, conquistando uma Taça de Portugal e uma Supertaça, ambas disputadas em finais frente ao FC Porto, onde manteve a sua baliza inviolável, tornando-se titular indiscutível da baliza leonina, o que lhe valeu a atribuição do Prémio Stromp na categoria Revelação, no ano de 2008.

Foi chamado por Scolari para a fase final do Euro 2008, onde não foi utilizado, e na temporada de 2008/09 passou a ser o titular da Selecção de Esperanças, ao mesmo tempo que era apontado como um dos candidatos à vaga deixada em aberto por Ricardo na Selecção A, mas apesar de ter sido convocado diversas vezes por Carlos Queirós, acabou por nem ser seleccionado para o Mundial 2010.

Viria a estrear-se finalmente na Selecção principal, pela mão de Paulo Bento, quando no dia 17 de Novembro de 2010, entrou depois do intervalo, para o lugar de Eduardo, num jogo épico em que Portugal derrotou a Espanha, então Campeã do Mundo e da Europa, por 4-0.

No inicio da temporada de 2010/11 o novo treinador Paulo Sérgio, pediu a contratação de um guarda-redes mais experiente, e assim Rui Patrício passou a ter a concorrência do internacional alemão Timo Hildebrand, respondendo com uma grande temporada, em que foi totalista no Campeonato e unanimemente considerado como a principal figura de uma equipa que ficou muito abaixo da expectativas, começando então a falar-se no interesse do Manchester United no seu concurso.

Em 2011 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Futebolista, quando já se tinha tornado titular da Selecção Nacional que se qualificou para o Europeu de 2012, onde esteve presente e foi totalista, numa altura em que já era considerado como um dos guarda-redes mais prometedores do mundo.

Em Agosto de 2012 renovou o seu contrato com o Sporting até 2018, com a clausula de rescisão a ficar estipulada em 40 milhões de Euros, e no final do ano foi sem surpresa que foi novamente distinguido com o Prémio Stromp na categoria Futebolista.

To-mane 12h51min de 12 de Janeiro de 2009 (WET)