Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Porfirio

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página é sobre o extremo esquerdo Porfirio (1992-1997). Se procura o extremo esquerdo Porfirio (1966/67), consulte Porfírio Tavares.
Dados de Porfirio Porfirio.jpg
Nome: Hugo Cardoso Porfírio
Nascimento: 28 de Setembro de 1973
Naturalidade: Lisboa - Portugal
Posição: Avançado
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
JUV JUN S20 S21 OLI AA Golos
1ª Divisão 1992/93 SPORTING 2 0
1ª Divisão 1993/94 SPORTING 13 1
1ª Divisão 1994/95 Tirsense (emp) 3 0
1ª Divisão 1995/96 U.Leiria (emp) 7 2 2+0
1ª Divisão 1996/97 SPORTING 2 0 4 0
1ª Divisão 1996/97 West Ham (emp) 1 0
1ª Divisão 1997/98 Santander
1ª Divisão 1998/99 Benfica
1ª Divisão 1998/99 Nottingham Forest (emp)
1ª Divisão 1999/00 Benfica
1ª Divisão 2000/01 Marítimo (emp)
1ª Divisão 2001/02 Benfica
1ª Divisão 2002/03 Benfica
1ª Divisão 2003/04 Benfica
3ª Divisão 2004/05 1º Dezembro
3ª Divisão 2005/06 1º Dezembro
3ª Divisão 2006/07 Oriental
1ª Divisão 2007/08 Al-Nassr
Total = 17 1 17 30 10 4 3
Escalão Época Clube Obs. Jogos V E D Titulos
1ª Liga 2011/12 SPORTING Adjunto
1ª Liga 2012/13 SPORTING Adjunto
2ª Liga 2012/13 SPORTING B Adjunto
Total =

Avançado das escolas do Sporting, jogava preferencialmente do lado esquerdo do ataque, fazendo uso da sua velocidade e grande capacidade técnica, que misturadas com muita irreverência o tonaram um dos mais promissores jogadores da sua geração.

Foi Campeão Nacional de Juniores na época de 1991/92, e internacional em todos os escalões jovens, integrando uma Selecção que foi vice-Campeã da Europa de Juniores em 1992, tendo participado também no Mundial da mesma categoria, disputado em 1993 na Austrália, quando já era apontado como a grande figura dessa equipa.

Alguns dos momentos de Hugo Porfírio no Sporting

Foi integrado no plantel principal do Sporting na temporada de 1992/93, estreando-se em Alvalade no dia 8 de Maio de 1993, substituindo Balakov a 5 minutos do fim de um jogo do Campeonato, em que o Sporting derrotou o Beira Mar por 3-1. Um mês depois o técnico inglês Bobby Robson lançou-o como titular na última jornada desse campeonato, era um bom presságio para uma grande carreira que não se confirmaria.

Na época seguinte voltou a integrar o plantel do Sporting, mas jogou pouco, pelo que Carlos Queirós resolveu emprestá-lo, primeiro ao Tirsense e depois ao U.Leiria, onde finalmente explodiu, fazendo uma grande temporada que o levou a estrear-se na Selecção A, e a ser surpreendentemente convocado por António Oliveira para o Europeu de 1996, onde jogou 15 minutos frente à Turquia.

Assim foi sem surpresa que na época de 1996/97 voltou a ser integrado no plantel leonino, depois de ter estado presente nos Jogos Olímpicos de 1996, disputados em Atlanta, onde a nossa Selecção atingiu o quarto lugar, mas na altura já dava alguns sinais de excessiva rebeldia, e Robert Waseige autorizou o seu empréstimo ao West Ham, onde chegou apadrinhado por Paulo Futre.

Em Inglaterra relançou a sua carreira e voltou a ser convocado para a Selecção Nacional, acabando por ser vendido no final da temporada ao Santander, onde chegou como a contratação mais cara da história daquele clube espanhol, terminando assim a sua ligação ao Sporting com apenas 17 jogos realizados, nos quais marcou 1 golo.

Em Espanha confirmou os sinais de inconstância e indisciplina que o impediram de fazer uma grande carreira, alternando boas exibições com atitudes pouco profissionais, e no final da época regressou a Portugal para jogar no Benfica, onde foi apresentado como uma das grandes contratações para a temporada de 1998/99.

Nunca se conseguiu impor no velho rival do Sporting, alternando épocas de pouca utilização, com passagens pelo Marítimo e Nottingham Forest a título de empréstimo, e terminando a seu longo contrato com os encarnados a jogar na Equipa B, já na fase descendente da sua carreira que terminou na Arábia Saudita, depois de alguns anos a jogar na 3ª Divisão nacional.

Regressou ao Sporting em Fevereiro de 2012, para integrar a equipa técnica liderada por Ricardo Sá Pinto e após a saída deste passou a ser adjunto de José Dominguez na Equipa B do Sporting, cargo que ocupou até ao final da temporada de 2012/13, altura em que foi dispensado pela nova Direcção.

To-mane 11h06min de 18 de Novembro de 2009 (WET)