Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Patrícia Mamona

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Dados de Patrícia Mamona Ptmamona.jpg
Nome: Patrícia Mbengani Bravo Mamona
Nascimento: 21 de Novembro de 1988
Naturalidade: Lisboa - Portugal
Posição: Atleta (saltos e barreiras)
Patrícia Mamona a voar

Desde muito nova que Patrícia Mamona se destacou como uma atleta com grandes potencialidades e, ao serviço da Juventude Operária do Monte Abraão (JOMA) conquistou inúmeros títulos nacionais, nos escalões jovens do Atletismo português.

A sua especialidade de eleição sempre foi o Triplo Salto, mas em 2005 bateu os recordes nacionais juvenis dos 100m barreiras (13,79s) e do Salto em Comprimento (6,16m), que eram as outras duas disciplinas em que se destacava.

No Triplo Salto pulverizou completamente todos os Recordes Nacionais, começando em 2003 nos Iniciados com 11,69m, para nos dois anos seguintes já como Juvenil, melhorar oito vezes o Recorde deste escalão, até chegar ao 12,87m durante os Campeonatos do Mundo de Juvenis, que se disputaram em Marraquexe em Marrocos, onde ficou num honroso 7º lugar, numa competição onde também participou na corrida dos 100m barreiras, atingindo as meias-finais.

Nessa altura também já tinha batido quatro vezes o Recorde Nacional Júnior do Triplo Salto e, em 2006 viria a fazê-lo outras quatro, até chegar aos 13,37m, que também era o máximo nacional no escalão de sub-23, uma marca obtida durante os Campeonatos Mundiais Juniores que se disputaram em Pequim, onde Patrícia Mamona ficou à beira da conquista de uma medalha, terminando o concurso no 4º lugar, pelo que o 15º posto que obteve um ano depois em Hengelo na Holanda, durante o Europeu de Juniores, acabou por ser um resultado decepcionante.

Na categoria de sub-23, Patrícia Mamona entre 2006 e 2010, melhorou o Recorde Nacional do Triplo Salto onze vezes, as últimas cinco já com recordes nacionais absolutos e, foi penta campeã de Portugal no Triplo Salto e no Salto em Comprimento, para além de ter conquistado dois títulos nacionais nos 100m barreiras.

Em 2008 ingressou na Universidade Clemson no estado americano da Carolina do Sul, para tirar o curso de medicina, passando a competir no circuito universitário americano, ao mesmo tempo que continuava a vir a Portugal para participar nas principais provas.

Em Julho de 2009 durante o Meeting de Salamanca, bateu pela primeira vez o Recorde Nacional absoluto do Triplo Salto, com a marca de 13,83m, superando em 6 centímetros o anterior máximo que pertencia a Susana Costa, para poucos dias depois, obter um honroso 5º lugar nos Campeonatos Europeus de sub-23, que se disputaram em Kaunas na Lituânia.

Ainda como atleta do JOMA, foi tri-Campeã de Portugal no Triplo Salto entre 2008 e 2010, abrindo este ultimo ano com um salto a 13,85m, que era simultâneamente Recorde Nacional em pista coberta e absoluto, uma marca que foi obtida durante os NCAA Indoor Track & Field Championships, que se disputaram em Fayeteville nos Estados Unidos.

Ainda em 2010, Patrícia Mamona viria a melhorar mais três vezes o Recorde Nacional do Triplo Salto, tornando-se na primeira portuguesa a ultrapassar a barreira dos 14 metros, nessa altura apenas por um centímetro, durante a fase final dos NCAA, a competição universitária de maior destaque nos Estados Unidos da América, que ganhou superando algumas das melhores atletas norte-americanas.

Mas o melhor estava guardado para os Campeonatos da Europa que se disputaram em Barcelona, onde Patrícia Mamona saltou a 14,12m durante as qualificações, batendo assim novamente o Recorde Nacional e garantindo um lugar na Final da competição, onde foi 8ª classificada com 14,07m.

Patrícia Mamona no Sporting

No final de 2010 Patrícia Mamona transferiu-se para o Sporting Clube de Portugal, e logo na sua primeira época de Leão ao peito, estabeleceu um novo Recorde Nacional do Triplo Salto com a magnifica marca de 14,42m, obtida nos Campeonatos de Portugal, onde foi novamente Campeã, feito que repetiu nas três épocas seguintes, chegando assim aos 7 títulos consecutivos, aos quais somou outros três obtidos na pista coberta, entre 2012 e 2014.

Voltando a 2011, Patrícia Mamona conquistou a Medalha de Prata no Triplo Salto das Universíadas, que se disputaram em Shenzhen na China, mas nos Mundiais de Daegu na Coreia do Sul, esteve abaixo das expectativas e não passou das qualificações, com um salto de 13,59m.

Em 2012 Patrícia Mamona começou por melhorar o seu Recorde Nacional do Triplo Salto em pista coberta, fixando-o em 13,94m, mas o grande momento estava guardado para o dia 29 de Junho de 2012, quando conquistou a Medalha de Prata no Triplo Salto dos Campeonatos da Europa de Atletismo, que se disputaram em Helsínquia na Finlândia, numa prova onde estabeleceu um novo Recorde Nacional, com a marca de 14,52m.

Depois destes resultados, as suas expectativas para os Jogos Olímpicos de Londres eram legitimamente elevadas, mas ficou no ingrato 13º lugar das qualificações, com a marca de 14,11m, que a deixou a um lugar e a apenas 5 centímetros da final olímpica.

Estes feitos valeram-lhe a merecida distinção com o Prémio Stromp na categoria Atleta, que lhe foi atribuído no final do ano de 2012.

No dia 1 de Março de 2013 Patrícia Mamona bateu o Recorde Nacional do Triplo Salto em pista coberta, com a marca de 13,99m, conseguida durante a fase qualificação do Europeu de Pista Coberta, que se disputou em Gotemburgo na Suécia, onde acabou no 8º lugar, com um salto de 13,72m.

A a 23 de Fevereiro de 2014, no decorrer do Campeonato Nacional de Pista Coberta, Patrícia Mamona bateu por duas vezes o seu Recorde Nacional do Triplo Salto, nesta variante do Atletismo, primeiro com um salto de 14,01m, tornando-se assim na primeira portuguesa a ultrapassar a barreira dos 14 metros em pista coberta e depois melhorando para 14,36m, que era a 3ª melhor marca mundial do ano.

Fez parte da equipa do Sporting que conseguiu o histórico 2º lugar na Taça dos Campeões Europeus de Atletismo da época de 2014, vencendo o concurso do Triplo Salto.

Em 2014 voltou a estar presente nos Campeonatos da Europa de Atletismo, que desta vez se disputaram em Zurique, onde chegou como candidata a uma medalha, mas falhou o apuramento para a Final por apenas 5 centímetros.

To-mane 19h21min de 27 de Fevereiro de 2014 (WET)