Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Nuno Silva (1989)

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Revisão das 18h11min de 18 de Fevereiro de 2012 por Hugo Malcato (discussão | contribs)
Dados de Nuno Silva (1989) 9091 nunosilva.jpg
Nome: Nuno Silva
Nascimento: 29 de Junho de 1969
Naturalidade: Lisboa
Posição: Guarda-redes

Com apenas um dia de vida, já Nuno Silva estava inscrito como sócio do Sporting Clube de Portugal, o que por si só demonstra o seu elevado sportinguismo.

Depois de se ter iniciado no futebol, atuando primeiro pelo Belenenses e depois pelo Estrela da Amadora, adere ao Andebol incentivado pelo seu professor de Educação Fisíca da preparatória da Amadora.

Aos 13 anos, ingressa no seu clube de coração onde completa a formação e integra a equipa sénior em 1988-1989, permanecendo na sombra de Carlos Silva e Pedro Miguel Pimentão.

Em 1989-1990, saltaria para a ribalta em Alvalade ao ser chamado para a linha de fogo, assumindo a titularidade na baliza leonina, face a lesão de Carlos Silva. Com apenas 20 anos, assume com brio uma importante herança de substituir uma das suas referências e as boas exibições levam os especialistas a aponta-lo como um digno sucessor do lendário Carlos Silva.

Depois de duas épocas em Alvalade, Hjovre Djebic promove uma revolução na baliza leonina e os dois Silva's abandondam Alvalade. Nuno Silva daria continuidade à sua carreira em Setúbal onde permanece três temporadas contribuindo para classificações a meio da tabela.

Em 1994-1995, abraça o projecto do Marítimo e ruma a Madeira, ajudando a equipa a subir ao principal escalão logo na primeira época, chegando a assumir o papel de capitão de equipa.

Depois de quatro temporadas, regressa a Lisboa para representar o Belenenses mas a chegada de Miguel Fernandes retira-lhe espaço na equipa e por isso regressa ao Vitória de Setúbal no final da temporada, ajudando os sadinos a regressar à I Divisão, que viria a ser ganha pelo seu Sporting em 2000-2001.

Até ao final da sua carreira, representaria ainda o SL Benfica (treinado por Manuel Brito), Paço de Arcos (onde foi companheiro de João Duarte e Miguel Ângelo) e CD Vidigueira na Divisão de Elite.

Excelente atleta e altamente dedicado, é reconhecido por ex-colegas como uma grande influência e grande companheiro de equipa.

Hoje em dia, é frequentemente avistado nos pavilhões onde joga o Sporting Clube de Portugal.