Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Morato

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página é sobre o defesa Morato (filho) (1980-1989). Se procura o defesa, Morato (pai) (1955-1965), consulte António Morato.
Dados de Morato Morato5.jpg
Nome: António Maurício Farinha Henriques Morato
Nascimento: 6 de Novembro de 1964
Naturalidade: Lisboa - Portugal
Posição: Defesa central
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
INI JUV JUN ESP AA width=4%
Juvenis 1980/81 SPORTING
Juvenis 1981/82 SPORTING
Juniores 1982/83 SPORTING Campeonato Nacional
1ª Divisão 1983/84 SPORTING 6 0
1ª Divisão 1984/85 SPORTING 29 0 Taça de Honra 1 0
1ª Divisão 1985/86 SPORTING 39 4 3 0
1ª Divisão 1986/87 SPORTING 30 0
1ª Divisão 1987/88 SPORTING 40 0 Supertaça
1ª Divisão 1988/89 SPORTING 40 2 2 0
1ª Divisão 1989/90 FC Porto Campeonato Nacional
1ª Divisão 1990/91 Belenenses
1ª Divisão 1991/92 Gil Vicente
1ª Divisão 1992/93 Gil Vicente
1ª Divisão 1993/94 Estoril Praia
Total = 184 6 7 17 13 3 6 0

Com o mesmo nome de seu pai, António Morato, Morato principiou nas escolas do Sporting e também actuava como defesa central, revelando-se desde muito cedo um jogador extremamente promissor, e tornando-se internacional em todos os escalões jovens.

Apesar de não ser alto (1,76M), Morato compensava essa lacuna com o seu enorme sentido posicional e uma excelente leitura de jogo, que aliada à sua elevada capacidade técnica e grande velocidade, faziam dele um central elegante e muito eficiente.

Alguns momentos de Morato no Sporting

Foi lançado na equipa principal do Sporting por Josef Venglos na época de 1983/84 quando tinha apenas 19 anos, mas foi na temporada seguinte sob o comando de John Toshack que se tornou titular, beneficiando do sistema introduzido pelo técnico galês, que contemplava três defesas, sendo que ele era aquele que jogava mais recuado, situação que assentava muito bem nas suas características.

A partir daí tornou-se titular indiscutível no centro da defesa leonina, tendo participado na conquista da Supertaça em 1987, e chegado à Selecção A que representou por 6 vezes, marcando presença no Campeonato do Mundo de 1986, disputado no México, onde no entanto não chegou a jogar.

Na atribulada temporada de 1988/89 herdou a braçadeira de Capitão de Vítor Damas, quando este passou a integrar a equipa técnica, mas no final dessa época foi contratado FC Porto que aproveitou a crise que se vivia em Alvalade. Nessa altura já tinha 184 jogos oficiais pela equipa principal do Sporting, nos quais marcou 6 golos.

Surpreendentemente fracassou no Porto, onde esteve apenas uma época e quase sem jogar, embora tenha sido Campeão. Posteriormente jogou no Belenenses, no Gil Vicente e no Estoril, onde encerrou a sua carreira na época 1993/94, ficando um pouco longe daquilo que prometera, e que o seu potencial exigia.

To-mane 13h55min de 12 de Janeiro de 2010 (WET)