Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Izmailov

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
(Redireccionado de Marat Izmailov)
Dados de Izmailov Izmailov.jpg
Nome: Marat Nailevich Izmailov
Nascimento: 21 de Setembro de 1982
Naturalidade: Moscovo - Rússia
Posição: Médio
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
S17 S19 S20 S21 AA Golos
Juniores 1998 Torpedo
Juniores 1999 Torpedo Campeonato da Rússia
1ª Divisão 2000 Lokomotiv
1ª Divisão 2001 Lokomotiv Taça da Rússia 4 0
1ª Divisão 2002 Lokomotiv Liga Russa 6 0
1ª Divisão 2003 Lokomotiv Supertaça 5 0
1ª Divisão 2004 Lokomotiv Liga Russa 5 1
1ª Divisão 2005 Lokomotiv Supertaça e CIS Cup 8 1
1ª Divisão 2006 Lokomotiv 3 0
1ª Divisão 2007 Lokomotiv Taça da Rússia
1ª Divisão 2007/08 SPORTING (emp) 47 8 Supertaça
Taça de Portugal
1ª Divisão 2008/09 SPORTING 35 4 Supertaça
1ª Divisão 2009/10 SPORTING 23 2
1ª Divisão 2010/11 SPORTING 3 0
1ª Divisão 2011/12 SPORTING 25 6 4 0
1ª Divisão 2012/13 SPORTING 9 0
1ª Divisão 2012/13 FC Porto Campeonato Nacional
1ª Divisão 2013/14 FC Porto
1ª Divisão 2013/14 Gabala (emp)
1ª Divisão 2014/15 Krasnodar (emp)
Total = 142 20 35 2

Produto das escolas do Torpedo Moscovo protagonizou uma transferência polémica, ainda enquanto júnior, mudando-se para o rival Lokomotiv, onde começou a jogar na equipa B no ano 2000.

Em 2001 com apenas 18 anos ganhou um lugar na primeira equipa e rapidamente se tornou numa das estrelas do Lokomotiv, chegando à selecção principal da Rússia em Agosto, pouco mais de 5 meses depois de se ter estreado na Liga russa.

Tornou-se então no menino de ouro do futebol russo, já debaixo de olho dos grandes clubes europeus, tendo contribuído para conquista do primeiro campeonato nacional da história do Lokomotiv Moscovo, ao mesmo tempo que se afirmava na Selecção, marcando presença no Mundial 2002, onde realizou 2 jogos como titular.

A partir daí a sua carreira entrou numa fase intermitente, com muitas lesões e um rendimento irregular, mas mesmo assim participou na conquista de mais um campeonato russo, entre outros títulos ganhos pelo Lokomotiv nesse período, e continuou a ser um jogador de Selecção, ao serviço da qual esteve no Euro 2004 realizado em Portugal.

Em Julho de 2007 veio para o Sporting a título de empréstimo, decidido a dar um novo rumo à sua carreira a necessitar de outras motivações, e logo no seu primeiro jogo oficial marcou o golo que decidiu a Supertaça que estava em disputa, e com o qual o Sporting derrotou o FC Porto por 1-0.

Jogador tecnicamente evoluído, dotado com um bom pontapé, muito trabalhador e disciplinado tacticamente, conquistou imediatamente a confiança do treinador Paulo Bento e tornou-se numa peça importante do meio-campo leonino, jogando ora à direita ora à esquerda, sempre com a mesma eficácia, contribuindo decisivamente para a conquista de uma Taça de Portugal e de outra Supertaça e merecendo a admiração e o respeito de todos os sportinguistas pela sua dedicação e profissionalismo, pelo que foi com naturalidade que no final da temporada o Sporting exerceu o direito de opção e comprou o seu passe por 4 milhões €.

Depois de duas excelentes épocas acabou por ser mais uma vitima da maldição da camisola 7, sofrendo uma grave lesão num joelho, que o levou à mesa de operações. A recuperação foi morosa e difícil, o que acabou por originar alguns desentendimentos com a equipa médica do Sporting e o Director Desportivo Costinha, depois de Izmailov se ter recusado a alinhar num jogo decisivo frente ao Atlético de Madrid, alegando não estar em condições, isto numa altura em que se falava insistentemente no seu regresso à Rússia.

No inicio da temporada de 2010/11 voltou a ser operado, optando por fazer a recuperação por conta própria, numa altura em que se arrastava o braço de ferro com o Director Desportivo Costinha, mas com a saída deste e a entrada de José Couceiro, e mais tarde de uma nova Direcção, regressou a Alcochete ainda a tempo de fazer 3 jogos no final da época, tendo então renovado o seu contrato até 2015, ficando com uma clausula de rescisão estabelecida em 30 milhões €.

No inicio da temporada de 2011/12 foi uma das principais figuras da equipa, marcando 3 golos em 6 jogos, mas voltou a queixar-se de dores no joelho e no principio do mês de Outubro foi outra vez operado, desta feita em Portugal e sob a responsabilidade do Sporting.

Recuperou e voltou à equipa, ainda a tempo reassumir a titularidade e de ganhar um lugar na lista dos convocados da Selecção da Rússia, para o Europeu de 2012, onde apesar de não ser titular foi utilizado em dois jogos.

Na época seguinte voltou à intermitência entre as lesões estranhas e as aparições fugazes na equipa do Sporting, pelo que foi com alguma surpresa que se começou a falar do interesse do FC Porto no concurso de Izmailov, rumores que se viriam a confirmar em Janeiro de 2013 na reabertura do mercado, quando foi envolvido numa troca de jogadores, rumando ao Porto, enquanto Miguel Lopes seguia para o Sporting.

No Porto continuou a jogar pouco e a ser fustigado pelas lesões, mas mesmo assim pode festejar o título de Campeão Nacional, mas na temporada de 2013/14 desapareceu misteriosamente, tendo alegadamente sido autorizado a ausentar-se para tratar de assuntos particulares, uma situação que se prolongou até Janeiro de 2014, altura em que foi anunciado o seu empréstimo ao Gabala do Azerbaijão.

Na época seguinte voltou a ser emprestado, desta vez ao Krasnodar da Rússia.


To-mane 12h12min de 17 de Janeiro de 2009 (WET)